Como vender pela internet: confira dicas e o passo a passo

Índice

Vender pela internet é uma ótima oportunidade para quem quer criar seu próprio negócio e para empresas que desejam expandir seu alcance. 

As projeções e pesquisas relacionadas ao comércio eletrônico no Brasil são bastante positivas e apresentam um ótimo cenário para empreendedores.

Segundo o estudo realizado pela Neotrust no primeiro trimestre de 2021, apenas nos 3 primeiros meses mais de 78 milhões de compras online foram feitas, um aumento de 57,4% em comparação ao mesmo período do ano interior.

Além disso, o negócio digital oferece vantagens inerentes à internet, como a possibilidade de fazer uma ultra segmentação do público. Definindo perfil para anúncios a partir de cidade, estado, interesses e mais.

Negócios digitais também ficam abertos 24 horas, ou seja, é possível vender a qualquer momento em qualquer dia do ano. 

Contudo, é preciso se planejar e aprender sobre as plataformas de vendas para desenvolver um negócio estável e de sucesso. 

Por tanto, escolha com cuidado os canais em que seus produtos serão oferecidos. Utilizar todas as opções não é algo que irá gerar resultados.

Escolha os canais e as plataformas com cuidado e as agrega em uma estratégia omnichannel que oferece uma excelente experiência para seus consumidores.

Para aprender mais sobre como vender pela internet e conferir algumas dicas de como começar, confira o nosso conteúdo.

Principais modelos de negócio para vender pela internet

Criar um site e escolher um modelo de negócio é um dos primeiros passos para começar a empreender neste tipo de empreendimento.

Existem canais e plataformas que merecem mais atenção na hora de escolher as melhores opções para o seu negócio.

Confira a seguir quais são as principais alternativas para serem adotadas para começar a vender online.

Marketplaces

Funcionando como shoppings virtuais, os marketplaces são espaços online que juntam várias marcas e vendedores em um só site. 

As marcas mais populares no Brasil que atuam com esse modelo são Amazon, Mercado Livre, Shopee e Magalu.

Por serem grandes, essas marcas oferecem mais visibilidade nos buscadores, como o Google. É uma das vantagens do formato, contudo, concorrentes também disputarão no mesmo espaço.

Outro ponto que deve ser considerado é que taxas podem ser cobradas sobre os valores de vendas, que diminuem sua margem de lucro.

Os marketplaces também não irão oferecer um domínio próprio para marcas em sua plataforma, algo importante para estratégias de SEO. 

Apesar disso, os marketplaces podem ser utilizados como canais complementares para uma loja virtual.

Loja virtual

A loja virtual é o principal canal para quem deseja vender pela internet. Isso porque através dela é possível criar um espaço dedicado apenas à sua marca.

Em seu próprio site é possível contar com sua identidade, valores e oferecer uma experiência de cliente relacionada exclusivamente ao seu negócio.

Nesse espaço será possível influenciar de forma mais assertiva nas decisões dos seus consumidores, sem a influência da concorrência e com um design único.

Por ser um espaço completamente gerenciado por você, será possível criar sua própria vitrine virtual, escolher quais produtos terão destaque e definir quais estratégias serão usadas para atrair clientes.

Redes sociais

As redes sociais oferecem excelentes canais para gerar tráfego em seu site e atrair a atenção dos usuários para sua marca. 

O Instagram Shopping oferece a opção de marcar produtos em publicações no feed e nos Stories. 

Desta forma, usuários podem clicar nestas etiquetas para conferirem o preço de itens e serem direcionados para seu site.

A Loja do Facebook é mais uma opção gratuita que permite mostrar produtos ao seu público através da plataforma. 

Na loja é possível gerenciar um catálogo de produtos, enviando um grande número de produtos de uma vez ou aproveitando o catálogo de plataformas de e-commerce.

WhatsApp Business

O WhatsApp Business é a versão profissional do aplicativo de conversas, feito exclusivamente para profissionalizar sua utilização por empresas.

A versão business oferece mais recursos de gerenciamento e facilita organizar contatos, automatizar respostas, criar um catálogo de produtos e fazer vendas.

O canal de atendimento é bastante dinâmico e oferece o contato direto em tempo real com os clientes, num ambiente em que eles já se sentem confortáveis. 

Além disso, a função de pagamento pelo WhatsApp está ganhando destaque e tem potencial para se tornar uma grande aliada de negócios digitais.

Dropshipping

Por fim, um dos últimos canais mais importantes para vender pela internet em nossa lista é o Dropshipping

O método de vendas consiste em fazer o intermédio entre consumidores e fornecedores, gerando lucro pela diferença de preço usado pelo fornecedor e preço pago por clientes. 

Essa forma de vender online oferece a vantagem de não precisar gerenciar um estoque, nem fazer a administração de logística. Essas responsabilidades ficam por conta dos fornecedores.

Melhores ferramentas de e-commerce para vender pela internet

Depois de conhecer os principais modelos e formatos de negócios digitais, confira quais são as principais ferramentas de e-commerce que podem ser usadas para criar sua própria loja virtual. 

Wix

O Wix é uma dos serviços de criação de sites mais populares do mundo, com mais de 700 mil lojas criadas em diversos países.

A ferramenta oferece um teste gratuito para seus usuários criarem seu próprio site de e-commerce a partir de templates profissionais prontos para serem customizados.

A plataforma permite criar lojas virtuais profissionais, onde é possível vender muito e promover sua marca usando vitrines de última geração, experiências de compras otimizadas e vários aplicativos que podem ser instalados em seu site. 

O serviço é completo e permite vender em canais diferentes, com o Facebook. Também é possível usar o painel integrado para gerenciar sua loja por completo, desde pagamento, marketing, até remessas e atendimento. 

Fácil de usar e com a qualidade necessária para gerar ótimos resultados, o Wix é uma excelente opção para quem não entende de programação e deseja criar sua própria loja virtual.

Crie sua loja virtual com a Wix

Zyro

Através do editor com a função de arrastar e soltar, qualquer pessoa pode criar um site usando o Zyro. 

A plataforma de edição permite mudar tudo o que quiser em seu site, desde cores, elementos, formato das páginas à tipografia usada em cada texto.

O Zyro foi desenvolvido com foco em resultados, por isso além de oferecer uma criação de sites rápida, a velocidade de carregamento dos sites criados pela plataforma também é muito rápida. 

O gerenciamento de sua loja é facilitado com o painel de controle do serviço, que permite gerenciar o marketing, envio de mercadorias, fazer o controle de estoque e muito mais.

O site também oferece um acervo de templates muito interessantes que podem ser customizados, além de várias opções de pagamentos para quem tem foco no e-commerce.

Por fim, o criador de sites é otimizado para SEO e oferece extensões das principais ferramentas de marketing, como Google Tag Manager, Google Analytics, Facebook Pixel e muito mais.

Zyro - o construtor de sites mais fácil de usar, com desconto de até 72%

Nuvemshop

O Nuvemshop oferece tudo o que os negócios precisam para vender. É possível adicionar produtos e gerenciar seu estoque de forma simples e rápida.

A plataforma também conta com recursos para automatizar vendas e ativar meios de pagamento para cobrar de forma segura.

Por se tratar de um serviço profissional é possível enviar seus pedidos com tranquilidade, economizando tempo com as soluções de frete. 

Também é possível vender em diversos canais com a integração com Instagram, Facebook, Marketplaces e até mesmo sua loja física.

O Nuvemshop também oferece ajuda com mais de 150 agências certificadas para auxiliar no marketing, design, fotografia e desenvolvimento do seu negócio.

Hostgator

Simples, fácil e rápido é possível criar sites profissionais em minutos usando o HostGator. 

Sua ideia pode ter um site perfeito na plataforma. Isso é possível porque a ferramenta conta dezenas de templates profissionais para os mais diversos tipos de negócios.

O criador de sites também conta com um banco de imagens que podem ser utilizadas em seu site gratuitamente. 

Fácil e rápido, o site permite mudar o layout e o conteúdo de suas páginas com facilidade. 

A plataforma de criação de sites da HostGator também oferece:

  • Integração com Google Maps, WhatsApp e redes sociais
  • 1 ano de domínio grátis
  • Sites responsivos
  • Formulário de newsletter
  • Suporte 24 horas
  • Google Analytics
  • Blog
  • Contas de e-mail grátis

Crie um site responsivo e profissional com o Hostgator

Como começar a vender pela internet?

Agora que você já sabe mais sobre o universo das vendas pela internet, confira algumas dicas que podem ajudar na estruturação do seu negócio.

1. O que vender ou que serviços oferecer?

O primeiro passo para criar seu negócio digital é ter bem claro o que seus clientes irão consumir. 

Para isso, será preciso definir quais são seus conhecimentos e áreas do conhecimento que domina. A partir daí, é possível identificar alternativas e o público para elas.

Confira a seguir algumas ideias de segmentos que podem ser explorados na internet: 

  • Produtos físicos: uma das formas mais comuns de comércio online. É uma boa alternativa para quem já vende offline e deseja expandir seu negócio. Também é uma boa opção para quem tem expertise com certos tipos de produtos e deseja começar seu próprio negócio.
  • Serviços: existem serviços que podem ser explorados no meio digital. Caso tenha conhecimento em uma área como linguagem, é possível oferecer seus serviços de professor. Arquitetos, desenvolvedores e outros profissionais também podem vender seus serviços pela internet.
  • Produtos digitais: os produtos digitais são comercializados digitalmente e podem ser consumidos através de computadores ou dispositivos mobile. Alguns formatos famosos são cursos online, e-books, aplicativos e até mesmo templates para download. 
  • Cursos online: cursos online e materiais educativos online têm ganhado bastante destaque. Pessoas que dominam uma área ou tem proficiência em algum conteúdo podem desenvolver cursos a partir do seu conhecimento, monetizando através de seu próprio site ou plataformas de cursos online.

2. Dicas para começar

Uma das principais vantagens de começar um negócio online é a possibilidade de vender pela internet sem encarar muitos riscos. 

Ou seja, não é preciso de grandes investimentos iniciais. A não ser que você tenha escolhido vender produtos físicos. 

Independente disso, confira algumas dicas que podem ajudar a ter seu negócio sem precisar investir muito dinheiro. 

Não se preocupe com a perfeição. É normal ter a vontade de contar com um produto perfeito antes de começar a vender. Esse desejo é completamente natural, afinal, desejamos oferecer o melhor para os clientes.

Contudo, é possível testar o seu negócio e entender se o modelo irá realmente funcionar usando uma versão básica do seu produto. 

O MVP - Minimum Viable Product é um tipo de protótipo que pode ser criado para testar a recepção do público. 

Portanto, se você for criar um curso ou e-book, não foque em contratar um designer profissional. Comece usando ferramentas de edições simples e crie o livro você mesmo. 

Isso é algo que está diretamente ligado a outra dica: use ferramentas gratuitas para o seu trabalho.

Existem várias alternativas de ferramentas online que podem ser usadas gratuitamente ou pagando um preço bastante acessível.

O Canva é uma ferramenta de edição grátis que oferece diversos templates prontos para serem customizados. O AdWords permite que empreendedores gerenciem e façam os investimentos de marketing. 

Além dessas existem várias outras alternativas de ferramentas para editar vídeos, criar link do WhatsApp, criar QR Code que são 100% grátis.

3. Identifique e estude seu mercado

Após encontrar seu segmento e definir quais produtos podem ser vendidos pela internet em seu negócio, faça uma pesquisa de mercado.

Aprenda sobre sua área de atuação, defina a persona que o seu empreendimento irá atender e quais problemas precisam ser resolvidos.

Descubra quais são as dores e desejos dos consumidores, dessa forma, será possível identificar seus sonhos e oferecer as soluções certas.

Procure maneiras de oferecer algo diferente, produtos que possam se destacar do que já existe. Contudo, produtos muito novos e diferentes podem não contar com um grande público ou até mesmo com nenhuma demanda. 

Estude sua concorrência para se inspirar. Tenha em mente que seu objetivo não é copiar, mas identificar os erros e acertos que estão fazendo. 

Também faça pesquisas com pessoas conhecidas que fazem parte do público que deseja alcançar. Formulários online podem ser usados para otimizar suas pesquisas e oferecer resultados mais detalhados.

4. Se possível, crie seu produto do zero

Caso você tenha escolhido vender produtos físicos, criar algo do zero é bem improvável. Contudo, quem deseja empreender com serviços ou produtos digitais pode criar seu material do zero. 

Portanto, se você tem interesse em criar um e-book, um curso online ou até mesmo conteúdos informativos, aprenda você mesmo a extrair seu conhecimento e aplicá-lo no desenvolvimento do seu material.

Desta forma, seu negócio terá um material original que só poderá ser ofertado por você. Esse é um diferencial importante que pode fazer a diferença na hora de conquistar clientes e expandir seu negócio.

5. Escolha os canais para vender pela internet

Após assegurar que já está pronto para começar as vendas pela internet, será preciso escolher uma plataforma que atenda as necessidades do seu negócio.

A loja virtual é a mais recomendada para quem deseja vender produtos físicos e precisa conquistar seu espaço nos mecanismos de busca. Além disso, é possível escolher opções que sirvam como o suporte para seu site.

Já empreendedores com o foco em produtos digitais precisam de plataformas capazes de armazenar seu material em um servidor confiável, gerenciar ordens de compra, automatizar o pagamento, oferecer métodos de pagamento e moedas diferentes, além de contar com suporte para os clientes e programa de afiliados para aumentar seu poder de vendas.

Plataformas como a Udemy, Hotmart, Monetizze e Eduzz são algumas das alternativas mais visadas no momento.

6. Divulgue seus produtos e gere autoridade

Conquistar os clientes é uma etapa essencial de um negócio online. Para que isso seja possível, primeiro é preciso gerar confiança.

As pessoas precisam olhar sua marca e sentir confiança naquilo que está sendo oferecido. Precisam ver seu negócio como alguém que pode ajudar de forma prática, efetiva e clara.

Confira algumas formas de promover seu negócio, gerar conteúdo e autoridade.

Blog

Há décadas relevante na internet, o blog é um dos principais canais para quem deseja construir uma audiência e manter contato com seu público enquanto produz conteúdos relevantes e gera autoridade.

A ferramenta permite publicar conteúdo ilimitado em diversos formatos, usando texto com imagens e vídeos, ajuda a ranquear seu posicionamento no Google organicamente e permite a interação com as pessoas através de comentários.

Instagram

Segundo uma pesquisa realizada pela companhia Statis, o Brasil é o terceiro país do mundo com mais usuários conectados no Instagram nos primeiros meses de 2021. São cerca de 99 milhões de brasileiros usando a rede social diariamente.

Com uma plataforma que valoriza conteúdos visuais, a rede social permite encantar seu público com fotos e vídeos em diversos formatos.

Portanto, é muito relevante identificar se o seu público utiliza a rede e, então, produzir conteúdo relevante para a plataforma.

Página de vendas

Quem tem um site pode criar uma página de vendas para impactar consumidores e afiliados, que podem passar a vender seus produtos. 

Contar com um site de qualidade, que carrega rápido e um conteúdo que atraia a atenção é fundamental para o sucesso de uma página de vendas.

Para que essa estratégia dê certo, crie descrições dos produtos com suas vantagens, ofereça informações sobre o seu negócio e, se possível, use um vídeo chamativo. 

Lembre-se também de adicionar informações técnicas e avisos legais quando preciso, especifique os métodos de contato e formas de pagamento. 

O visual é muito importante, porque é o que irá gerar o primeiro impacto nos visitantes. Portanto escolha bem as cores, tamanhos de fonte e os textos que irão ganhar destaque.

Faça uma revisão de todo o material para garantir que não há nenhum erro de ortografia ou gramática, assegurando um copywriting matador usando Call To Action para que os visitantes façam a ação esperada.

E-mail marketing

O e-mail marketing é uma forma muito eficiente de criar e manter um público engajado com sua marca.

Com um ótimo custo benefício, esse conteúdo é direcionado para a caixa de entrada de leads e clientes, aumentando as chances de que a mensagem seja lida.

Além disso, é possível criar campanhas segmentadas que podem alcançar o público de forma personalizada, atendendo as necessidades de cada lead.

7. Dicas gerais

Por fim, confira algumas dicas gerais que podem ajudar na criação do seu negócio.

  • Garanta a automação do seu negócio. Utilize ferramentas para otimizar processos técnicos e para aumentar a precisão de atividades. Isso também evita a perda de tempo com atividades burocráticas.
  • Meça seus resultados constantemente e faça a análise de dados, identificando pontos que podem ser melhorados.
  • Sempre busque aprender mais sobre seus clientes e sua opinião, pois são essenciais para o seu negócio.
  • Mantenha o foco e a dedicação em tudo que fizer para assegurar a qualidade.

Principais vantagens de vender pela internet

O processo de vender online pode ser bastante desafiador para quem está começando a empreender. 

Apesar disso, existem diversas vantagens em investir neste modelo de negócio digital. Confira a seguir as principais vantagens de vender pela internet.

Computador com itens para serem vendidos online

Independência 

Vender na internet é algo que oferece diversas oportunidades. Existem diversas categorias de nichos e produtos que podem ser explorados. 

É possível optar por alternativas mais convencionais que estão sempre na moda, como roupas e acessórios, ou opções diferenciadas como produtos veganos e itens para pets. 

Desta forma, é possível ter autonomia para planejar sua própria marca, seu público-alvo e definir os objetivos do seu negócio.

Isso permite a independência de definir as regras de sua empresa, como dress code e horário de trabalho.

Horários flexíveis

Por proporcionar autonomia, é possível definir quais serão os horários de funcionamento para o seu negócio. 

Será possível gerenciar seu empreendimento para trabalhar nos melhores horários que se encaixam em sua rotina. 

Contudo, tenha ciência que vender online não significa trabalhar menos. Você continuará trabalhando o mesmo que vendendo offline e até mesmo mais nas etapas de estruturação do seu negócio. 

Permite desenvolver projetos pessoais

Os benefícios de trabalhar com um negócio online se acumulam. Por possibilitar um melhor gerenciamento do seu horário, será possível organizar melhor seus projetos pessoais. 

Apesar disso tudo ser possível, será necessário contar com planejamento e organização para conseguir desenvolver seus projetos.

Maior potencial de clientes

Uma das principais oportunidades de contar com um negócio na internet é poder vender para pessoas de qualquer lugar do Brasil ou até mesmo mundo. 

Isso significa que será possível conquistar o público em diversas cidades, estados ou países, aumentando o potencial de vendas do seu negócio.

Custos baixos

Outra vantagem muito atrativa de vender pela internet é o baixo investimento. Isso porque não é preciso contar com um espaço físico, vitrine e uma equipe grande para fazer vendas.

Existem negócios que precisam apenas de um gerenciador de vendas, um responsável pelo atendimento e um responsável por separar e enviar os pedidos. 

Isso significa que custos podem ser revertidos para outras áreas do seu negócio, como ações de marketing e publicidade.

Vendas 24 horas nos 7 dias da semana

Uma das vantagens de vender pela internet é que não existe horário comercial, ou seja, sua loja não precisa fechar em nenhum momento do dia.

Isso permite que seu público acesse seu site e compre na hora que quiser, seja em seu tempo livre depois do trabalho, pela manhã ou pela madrugada.

Oferecer esse horário flexível é importante porque garante uma ótima experiência para seus clientes, gerando a oportunidade de conseguir mais vendas.

Aprendeu como vender pela internet?

Esperamos que o nosso artigo possa ajudar você nessa jornada de empreendimento pela internet. 

Nossa última dica é uma ferramenta que irá facilitar e otimizar o atendimento através do chat online, o JivoChat.

Essa plataforma de atendimento profissional permite conversar com clientes em tempo real, oferecer um chat em seu site e fazer convites proativos de conversa com mensagens customizadas para cada uma de suas páginas.

Além disso, o JivoChat conta com um chatbot e pode centralizar seus canais de atendimento online como WhatsApp, Instagram e Facebook.

Início Blog Vendas Como vender pela internet: confira dicas e o passo a passo
Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...
Comece a usar o JivoChat hoje!
Gostou do que leu?
Cadastre-se e teste o JivoChat agora mesmo!
É grátis e só leva alguns minutos para fazer o download