Copywriting: o que é e como aplicar

Índice

O copywriting é uma peça fundamental para a realização de campanhas de Marketing Digital.\ \ Essa técnica permite que o cliente se mantenha engajado com a proposta do produto ou serviço.

Através de uma linguagem que vai muito além de apenas explorar os benefícios que o seu produto oferece. 

Ela é amplamente utilizada em técnicas do Marketing Digital para que você consiga vender mais e alavancar o seu negócio.

Se você não ainda não sabe o que é Copywriting e nem como aplicar essa técnica ao seu negócio, nesse artigo te apresentaremos um guia completo para que você não fique com dúvidas. 

O que é Copywriting?

Copywriting é uma estratégia que permite a produção de conteúdo com o foco em convencer o leitor e contribuir para a sua tomada de decisão. 

O termo Copywriting é muito antigo dentro do meio jornalístico, e desde 1870 ele é utilizado para designar aquelas pessoas que tinham o foco na escrita de anúncios.

A partir do século 20 ele passou a designar também os redatores publicitários, entretanto, com o avanço do mercado digital a função do Copywriting se modificou.

E ele passou a exercer uma função mais ampla dentro do mercado digital sendo utilizado nas estratégias de Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo.

Ocupando espaço em slogans, páginas de site, landing pages, blogs e até mesmo durante o atendimento ao cliente através de chat online.

A técnica de Copywriting ainda pode fazer o uso de diferentes gatilhos mentais e estratégias que colaboram com a imersão do leitor.

Por tanto, o principal objetivo dos Copywriters, quem trabalha com essa técnica, é persuadir o leitor para que o leitor venha a identificar que adquirir o seu produto ou serviço é a melhor escolha ou solução. 

Fazendo o uso do caráter persuasivo para convencer o leitor a realizar uma compra ou alguma outra ação desejada dentro das campanhas de Marketing

O Copywriting no Marketing de Conteúdo

A principal função do marketing de conteúdo é atrair novos consumidores através de um conteúdo novo e original. 

E ele também é um meio de se comunicar com a sua audiência sem precisar “empurrar” um produto para o cliente.

Por tanto, é uma oportunidade de captar a atenção do leitor e despertar seu interesse sobre um produto ou serviço.

Utilizar o Marketing de conteúdo e o Copywriting oferece muitas oportunidades.

Por exemplo, digamos que você venda um pacote de viagens e resolveu desenvolver um blog para atrair seus clientes para o seu negócio.

Enquanto o Marketing de conteúdo entrega conteúdo de valor, o Copywriting faria com que o cliente avançasse para a página dos seus pacotes de viagem, por exemplo. 

Permitindo para que o leitor seja conduzido por cada etapa do funil de vendas através do uso de CTAs. 

Com um bom conhecimento do público-alvo, do produto e do mercado, essas duas estratégias oferecem uma ótima oportunidade para que você aumente suas vendas. 

Como montar uma estratégia de Copywriting?

Aprenda a montar a sua estratégia de Copywriting para divulgar os seus produtos na internet.

Mas não se esqueça que é fundamental possuir uma boa escrita. 

Conhecimento de Marketing de Conteúdo

Um dos objetivos do Copywriting é motivar o leitor a realizar uma ação, no entanto é preciso pensar que possivelmente o leitor não está preparado para receber aquele call to action sem antes ser “educado”.

Por isso, o Marketing de Conteúdo tem um papel fundamental também desempenha um papel fundamental para o Copywriting. 

Ambas as técnicas funcionam como um complemento, e com o Marketing de Conteúdo você é capaz de desenvolver textos de qualidade e que sejam interessantes para o seu público-alvo.

No curso Treinamento Máquina de Conteúdo, por exemplo, você tem 12 módulos disponíveis que oferecem uma oportunidade de aprender mais sobre a aplicação das técnicas nos diferentes canais digitais. 

Permitindo que você ingresse no mercado digital conhecendo quais são as principais estratégias e como um Copywriter pode  utilizá-las como vantagem para a venda de produtos e serviços. 

Pesquisar sobre o tema

Para encontrar vias que permitam que o seu público se interesse pela sua escrita você precisa ter um bom domínio e conhecimento do segmento de mercado ou sobre o tema que será abordado. 

Por tanto, para ser um bom Copywriter é necessário que você pesquise e se aprofunde nessa pesquisa.

Conheça também quais conteúdos já foram produzidos sobre aquele tema e como eles foram abordados pela concorrência.

Você pode até mesmo comparar conteúdos a fim de observar o que cada um deles traz de relevância.

Para então definir como abordar esse conteúdo aplicado ao contexto e canal que a sua Copy será aplicada.

Identificar a Persona

Depois de realizar uma pesquisa aprofundada sobre o tema e o nicho de mercado, você deve pensar sobre o leitor.

Quais são as características desse leitor? E quem é esse leitor? 

Qual é o gênero, a idade, a profissão, a ocupação, seus interesses e hobbies?

Todas essas características são elementos importantes para compreender como relacionar a sua Copy e como inseri-la em um contexto que seja familiar e de fácil compreensão para essa Persona.

Pois a copy deve conversar intimamente com esse público.

Ao definir a persona você está definindo uma parcela representativa do seu público com características humanizadas e que é muito próximo do seu perfil de cliente ideal.

Dessa maneira você pode obter informações como as mencionadas acima para te ajudar a direcionar a sua mensagem que você deseja transmitir. 

Por tanto, a definição da persona é imprescindível para que você entenda mais sobre o leitor e como direcionar a sua copy a esse leitor.

Estabeleça seus objetivos

Digamos que você deseja produzir um blog para atrair seus clientes, como já comentamos é importante conduzir eles através do funil de vendas.

Para qual das etapas você irá produzir o seu conteúdo? E para onde você deseja conduzir o seu possível cliente?

O funil de vendas possui três estágios fundamentais: o topo, meio e o fundo de funil.

Para cada um desses estágios você deve utilizar diferentes abordagens.

O topo do funil é quando o lead ainda não sabe que tem um problema a ser resolvido, no entanto a sua Copy deve ser voltada para que esse cliente descubra que ele tem um problema. 

São abordados assuntos mais generalistas a respeito do seu nicho de mercado. 

Os conteúdos abordados no meio do funil são para um público que já identificou que possui um problema e quer resolvê-lo.

Por tanto, deve ser mostrado como o seu produto seria a solução para esse problema.

No fundo de funil é mostrado para público os benefícios do seu produto e outras informações relevantes, pois o público de fundo de funil já está quase decidido de comprar o seu produto

Aposte na criatividade

Uma das características mais interessantes para um Copywriter e que contribuem para que esse profissional se destaque é a criatividade.

Pois como você sabe existem muitas páginas disponíveis no ambiente online.

A informação chega por todos os lados e de muitas formas diferentes, e é necessário fazer com que o seu conteúdo se sobressaia dos demais. 

Por isso, é importante que quem aplica a técnica de Copywriting desenvolva o seu lado criativo e analítico para criar conteúdos que se destaquem entre os seus concorrentes. 

Otimize sua estratégia 

Independente do canal, plataforma onde você irá aplicar o seu copywriting é fundamental que você identifique as métricas ou defina KPIs para verificar se você está alcançando os seus objetivos.

Pois através desses resultados você pode trabalhar para melhorar seu copywriting e aprimorar sua técnica para entregar conteúdos cada vez melhores para os seus clientes.

Além disso, é necessário executar testes a fim de verificar quais são as técnicas que funcionam. 

Melhores técnicas de Copywriting 

Nesse tópico vamos mostrar algumas técnicas para que você consiga escrever seu Copywriting com qualidade e que gere conversões para o seu negócio. 

Seja verdadeiro

Lembre-se de que você está vendendo um produto, ou um serviço e que ele leva com ele o nome de uma marca. 

Por tanto, você precisa ser fiel ao posicionamento que a marca assume no mercado, e também às características reais do produto.

Dessa forma você evita feedbacks negativos que podem prejudicar suas ações de marketing no futuro. 

Crie títulos que despertem a curiosidade

O título também faz parte do Copywriting, e ele é um elemento essencial que pode captar a atenção do leitor em questão de segundos. 

Por isso, é importante desenvolver um título que seja  atrativo para que o leitor desperte o gatilho da curiosidade pelo restante do conteúdo disponibilizado, ou no caso de anúncios pelo o seu produto.

Não existe uma regra, mas os títulos podem conter informações relevantes, buscar a interação com o leitor através de perguntas, ou até mesmo provocar o leitor para que ele se interesse mais. 

Escolha o tom de voz adequado

Para redigir o seu Copywriting você precisa manter o foco em ter uma boa comunicação com a sua persona ou seu público-alvo.

Por isso deve estar ciente de que precisará se comunicar com esse público na mesma linguagem que ele utiliza e através dessa linguagem se adaptar ao vocabulário desse leitor.

Também fique atento ao uso de gírias ou de termos que possam ter duplo sentido ou que possam vir a ser pejorativos e causar desentendimento.

Utilize uma linguagem objetiva

Umas das melhores técnicas de Copywriting é fazer uso de uma linguagem que seja clara e objetiva, pois o público na maioria das vezes percebe quando um texto fala muito e não diz nada.

O objetivo do Copywriting é utilizar uma linguagem clara, envolvente e que conquiste o leitor sem muitos rodeios, mas que ofereça conteúdo relevante e que direcione o leitor a uma ação.

E não esqueça de manter o seu conteúdo centrado na temática principal proposta, para que o leitor se mantenha interessado na leitura.

Utilize os dados para se reafirmar 

Faça uso dos dados que estão disponíveis para enriquecer o seu conteúdo. 

Eles dão um embasamento maior ao seu discurso e permitem que você conquiste uma maior confiança do seu leitor.

Conte histórias

Para envolver o leitor e contextualizar o seu produto utilize a técnica de storytelling.

De uma maneira geral, as pessoas gostam de ouvir histórias.

E o objetivo dessa técnica é fazer com que você desenvolva uma conexão com o seu público.

As histórias agem sobre o emocional e possuem a capacidade de despertar diferentes emoções.

Confronte as objeções

Não de uma maneira agressiva, mas sim oferecendo uma resposta para aquilo que o seu cliente sente que é um empecilho.

Mostre para ele o outro lado da moeda e porque ele não deveria pensar dessa forma.

As objeções geralmente são identificadas através do estudo da sua persona e por isso deve-se adquirir um conhecimento de persona e público-alvo.

Utilize CTAs

Apostar no poder dos CTAs para persuadir o seu público a tomar uma atitude.

Pode ser em um conteúdo de blog ou em um anúncio publicitário, se o seu texto for bastante extenso e envolver é bem provável que o cliente não saiba ou não identifique qual o próximo passo.

Dessa maneira é importante lembrá-lo qual é o próximo passo. Como um “compre aqui” ou “Clique aqui”, pois essa é uma das maneiras mais eficazes de direcionar um cliente.

Gatilhos mentais para usar na sua Copy

Os gatilhos mentais também são uma estratégia muito importante para que você aplique no seu Copywritng, conheça os principais e o seu uso.

Prova Social

O gatilho da prova social envolve mostrar que o seu produto está sendo utilizado por outras pessoas.

Você pode relatar alguns depoimentos através de um blog ou em uma conta de redes sociais para mostrar o que seu produto realmente cumpre o prometido.

Afinidade

O gatilho da afinidade consiste em promover conteúdo para o público que possui interesse no seu produto e que se identifique com esse conteúdo. 

Para aplicar o gatilho da afinidade quais são os tópicos trabalhados e a maneira como eles são trabalhados, procure aproximar a linguagem do seu público ao máximo.

Autoridade

O gatilho da autoridade envolve mostrar para o seu público que você é a referência no mercado sobre esse assunto, e que ele não precisa buscar outro lugar para adquirir um produto de qualidade.

Para criar autoridade ofereça materiais úteis ao seu público como ebooks ou artigos informativos, por exemplo. 

Escassez

O gatilho da escassez talvez seja um dos gatilhos mentais mais utilizados dentro do marketing.

Ele gera aquela sensação de que falta urgência, e são utilizados em frases como “temos apenas mais um item no estoque” ou “A promoção vai acabar.”

Urgência

O gatilho da urgência desperta o comportamento impulsivo no consumidor, para fazer com que ele sinta que se não adquirir determinado produto agora pode ser tarde demais.

Dessa maneira ele não precisa pensar duas vezes e acaba agindo por impulso.

Frases como “apenas hoje”, “Essa é a sua última oportunidade” são exemplos desse gatilho.

Transformação

O gatilho da transformação faz com que o cliente perceba que determinado conteúdo irá mudar a sua vida.

Geralmente utilizado em títulos como “25 maneiras de trabalhar em casa", o gatilho da transformação oferece uma oportunidade para uma mudança na vida do leitor. 

Humanização

O gatilho da humanização é acionado quando você apresenta a sua marca de uma maneira amigável e não agressiva aos clientes.

Ele é bastante utilizado nas redes sociais para atrair mais seguidores e gerar a sensação de proximidade com aquela marca.

Imagem vetorizada de uma mulher escrevendo em um caderno

Principais erros de um copywriter

Agora que você já identificou as técnicas e também já sabe como utilizá-las, esteja atento para não cometer esses erros.

Copy sem conteúdo

Ao longo do texto mencionamos o quanto o marketing de conteúdo é importante para o copywriting e vice e versa.

Portanto, esteja atento para escrever um texto com um conteúdo que realmente agregue valor para o seu  público e que não seja vazio ou sem informações. 

Você precisa ter domínio do assunto para poder encontrar uma maneira criativa de abordá-lo entre o seu público.

Ressaltamos a necessidade de compreender quem é o seu público e qual o conteúdo pode ser consumido por esse público. 

Conteúdo de baixa qualidade

Um texto de qualidade é aquele que é baseado em informações reais. 

Com o vasto ambiente online nem todo o conteúdo disponível é um conteúdo realmente útil ou de qualidade.

Por isso mesmo que você pesquise pelos seus concorrentes é necessário fazer um filtro de qualidade. 

Falar sobre um produto

Um erro muito comum é achar que está abordando em um texto as qualidades de um produto quando, na verdade, estão sendo abordadas as suas características.

As características muito dificilmente vão causar um impacto na vida do leitor.

No entanto as qualidades e a mudança que ele vai causar para a vida desse possível consumidor sim tem seu impacto.

Então limite o número de informações e trabalhe para inserir o seu produto em um contexto que o cliente possa encontrar sozinho a utilidade e serventia dele. 

Aprenda mais sobre o ambiente digital para utilizá-lo aliado ao Copywriting

Nesse artigo foi abordada a importância do Copywriting no ambiente online e como ele está relacionado com a estratégia de marketing de conteúdo.

No ambiente digital existem outras estratégias onde o Copywriting pode ser utilizado como tráfego pago, criação de landing pages e as redes sociais.

Por isso invista nessa estratégia para obter mais chances de aumentar as suas conversões e alavancar os seus negócios.

Boas vendas!

Início Blog Marketing Copywriting: o que é e como aplicar
Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...
Comece a usar o JivoChat hoje!
Gostou do que leu?
Cadastre-se e teste o JivoChat agora mesmo!
É grátis e só leva alguns minutos para fazer o download