Como vender no Mercado Livre: aprenda com o passo a passo

Índice

A utilização de marketplaces já não é mais uma novidade no e-commerce brasileiro, Entre diversas opções disponíveis na internet, uma alternativa que tem bastante destaque é o Mercado Livre.

A modalidade que ajudou o setor a crescer cerca de 73% no Brasil em 2020, segundo o índice MCC-ENET, é uma ótima opção para empreendedores que estão começando seus negócios online.

O Mercado Livre tem um enorme potencial de vendas, com mais de 30 milhões de compradores ativos. Por isso é um dos maiores sites no segmento em toda a América Latina. 

A plataforma permite vender inúmeros produtos e até mesmo serviços. Além disso, muitas pessoas optam por vender na plataforma como uma forma de validar seus produtos na internet. 

O investimento no marketplace permite que empreendedores possam começar a vender antes mesmo de ter uma estrutura e um site para sua loja virtual. 

Se você tem interesse em começar um negócio através de um marketplace e quer aprender como vender no Mercado Livre e dicas de como aumentar as vendas, não deixe de conferir o conteúdo do nosso artigo! Vamos nessa?

O que é o Mercado Livre?

Funcionando como um shopping center virtual, o Mercado Livre é um marketplace, ou seja, um site de compras e vendas. Neste site, milhares de vendedores podem expor seus produtos para que os compradores realizem suas compras.

No início das suas atividades, o Mercado Livre funcionava mais ou menos como um classificado online, onde pessoas colocam produtos à venda que já haviam perdido a utilidade.

Hoje, o site abriga profissionais especializados, pequenas lojas e grandes marcas que utilizam a plataforma para expor seus produtos nessa grande vitrine virtual. Com isso, houve um aumento considerável no número de vendedores e criou uma maior concorrência.

Como vender no Mercado Livre?

Existem diversas formas de se começar a vender na internet utilizando o Mercado Livre, mostraremos um passo a passo de como vender no Mercado Livre. Desde como criar uma conta na plataforma e como publicar seus produtos.

Também existe a possibilidade de patrocinar seus produtos para que apareçam em páginas de artigos relacionados.

Ilustração de um entregador de moto com a logo do Mercado Livre

1. Criar uma conta no Mercado Livre

Para começar a vender no Mercado Livre, é necessário criar uma conta. Essa etapa é bem simples, você precisa acessar a página de registro do marketplace e preencher com suas informações pessoais.

É possível preencher suas informações para vender como pessoa física no Mercado Livre ou, então, criar uma conta de empresa. É possível cadastrar utilizando seu MEI, caso esteja começando agora o seu negócio.

Após criar sua conta, você será redirecionado à página inicial. Então, a partir daqui, você poderá começar a vender pelo Mercado Livre. Basta clicar no menu “Vender” para começar a cadastrar seus produtos.

2. Cadastrar o primeiro produto

Pronto, agora que você já criou a sua conta, você poderá cadastrar o seu primeiro produto. Na página inicial, clique em “Vender” no menu superior, assim que clicar você será redirecionado à página inicial de anúncios.

Nesta página, clique em “Começar a anunciar” e continue para o cadastro dos seus produtos. Você deverá escolher o tipo de artigo que vai vender no Mercado Livre, podendo ser produtos, serviços, veículos ou imóveis.

Utilizaremos o exemplo para a categoria “Produto”. Selecione a categoria desejada e você será direcionado a página para completar as informações sobre o produto. Começando pelo nome, que deve ser informativo a respeito do modelo e do produto.

Em seguida, um aviso sobre autenticidade dos produtos que você está tentando vender será exibido. Certifique-se de que você cumpre todas essas regras e clique em “Continuar”.

Na sequência, o próprio Mercado Livre irá sugerir categorias relacionadas ao título do produto que você escreveu no início. Selecione a que mais se adeque ao produto e clique em “Continuar”.

O Mercado Livre irá solicitar que complete todas as informações adicionais. Essas etapas são bem simples, pois a própria plataforma vai instruindo sobre o que o vendedor deve descrever, como Marca, modelo, e outras informações.

Na seguinte etapa, é necessário informar se o produto que você está anunciando é novo ou usado. Após isso, irá para a etapa das características do produto, como cor, tamanho e quantidade disponíveis em seu estoque.

Agora na etapa onde você irá adicionar fotos dos produtos, é necessário além de informar a quantidade de estoque para cada tamanho, caso esteja vendendo roupa ou sapatos, é importante informar o código EAN, o número referente ao código de barras de cada uma das variações.

Ao finalizar essa etapa, você será encaminhado para uma página onde poderá inserir algumas informações suas como: nome, telefone, CPF e endereço da venda.

É importante que todos os seus dados estejam sempre corretos, pois as compras e vendas no Mercado Livre são baseadas na confiabilidade do vendedor.

Uma dica importante é prestar atenção na hora de selecionar a categoria adequada para seu produto, pois isso ajudará o seu anúncio a ser encontrado com mais facilidade nas pesquisas dos clientes no site.

Preencha o título com palavras-chaves que informem bem o seu produto. Evite descrevê-lo de forma generalista. Ao descrevê-lo, você deve tentar dar todas as características possíveis do item para o consumidor.

3. Definir o preço do produto

Após preencher todas as informações do produto e suas informações pessoais, você será direcionada a página onde irá definir o preço do seu produto.

4. Configurar tipos de anúncio

Em seguida, depois de definir o preço do seu produto, você será encaminhado para uma página onde irá selecionar o tipo de anúncio oferecido pelo Mercado Livre. Podendo ser Exposição Alta ou Exposição Máxima.

É importante entender os dois tipos mais comuns de tarifas que é cobrada no Mercado Livre para quem deseja vender na internet utilizando a sua plataforma.

A primeira delas é a tarifa de anúncio, que cobra pelo espaço do anúncio dentro do site. O seu valor é determinado pelo preço do produto vezes a quantidade que o vendedor irá oferecer.

Dessa forma, produtos mais caros e com maior volume em estoque pagam maiores tarifas de anúncio. Por outro lado, os anúncios mais caros contam com uma maior visibilidade dentro do site.

Então, à medida que você vai preenchendo as informações sobre seus produtos, o próprio Mercado Livre vai direcionando seu anúncio para a categoria em que se enquadra a cobrança.

A outra tarifa, é a tarifa de venda, esta taxa é um valor único cobrado por cada venda efetuada dentro do marketplace. Produtos mais caros pagam maiores taxas de venda, pois essa porcentagem varia de zero a 16%, mais custo por transação.

O pagamento é intermediado pelo Mercado Pago, e após o desconto da tarifa de venda, você receberá o valor diretamente na sua conta bancária. O Mercado Livre mostra, no final do processo, o dinheiro que o vendedor irá receber, com as taxas já descontadas.

Foto de uma caixa sendo entregue com o logo do Mercado Livre

5. Preencher informações de entrega

Nesta etapa, você irá informar se o cliente poderá buscar o produto em um ponto de retirada ou se vai ser enviado.

Ao selecionar a opção, você será direcionado a uma página para completar informações referentes ao seu endereço para que o frete possa ser calculado. Os produtos serão enviados para os clientes, entre outras opções, pelo Mercado Envios.

Como falamos anteriormente, as tarifas são exibidas à medida que as informações sobre sua loja e os produtos que você for vender forem preenchidas.

6. Completar informações adicionais sobre os produtos

Para finalizar a publicação do seu produto, são pedidas informações adicionais sobre os produtos, como garantia, descrição personalizada e vídeo dos produtos.

É importante lembrar que como sua venda será pela internet, o seu cliente não terá contato com o produto. Então, é fundamental que preencha com o máximo de informações possíveis para conquistar o cliente.

Ilustração de pessoas comprando em cima de um Notebook e logo do Mercado Livre ao fundo

Como funciona o Mercado Livre?

O Mercado Livre ensina que para vender pela internet, é fundamental que se crie um relacionamento de confiança e empatia entre o vendedor e o comprador. 

Para entender como funciona o Mercado Livre, é preciso entender que essa relação é capaz de aumentar as suas vendas e fidelizar seus clientes.

Pensando na criação desse laço, para fazer uma compra dentro do Mercado Livre é necessário ter uma conta de comprador, da mesma forma que um vendedor possui uma.

Como forma de institucionalizar esse laço, para realizar uma compra dentro do Mercado Livre é necessário ter uma conta como comprador, assim como o vendedor terá a dele.

Para entender o papel de cada um deles dentro do universo de compras do Mercado Livre, vamos falar sobre eles:

O vendedor

O Mercado Livre criou diversos selos para qualificar os vendedores, como forma de reconhecer o seu sucesso e bonificar os vendedores dedicados ao seu negócio. O MercadoLíder, como é chamado, é classificado de 3 formas:

  • MercadoLíder;
  • MercadoLíder Gold;
  • MercadoLíder Platinum.

Através de medalhas, esse programa distingue os inúmeros vendedores do site. Os pilares desse reconhecimento são baseados no tempo de atividade, número de vendas realizadas, qualidade dos serviços prestados, entre outros critérios.

Além do reconhecimento gerado por essas medalhas, o vendedor bem avaliado conta com descontos e benefícios, como acesso a novas ferramentas e preços mais baixos no frete. O vendedor, também pode qualificar o comprador.

O comprador

O comprador pode qualificar o vendedor, além de poder tirar suas dúvidas quando quiser dentro da página do produto, fornecendo seu ponto de vista sobre o produto e avaliando o atendimento recebido.

Assim como o vendedor pode ser qualificado, o comprador também pode ser qualificado pelos vendedores, gerando um reconhecimento positivo ou negativo de acordo com suas compras.

É seguro vender no Mercado Livre?

O Mercado Livre é uma plataforma segura que usa a autenticação em dois fatores tanto em seu site quanto em seus aplicativos. 

Além disso, a plataforma conta com políticas de proteção para seus usuários, oferecendo até mesmo ressarcimento.

A plataforma também conta seu próprio método de pagamento, o Mercado Pago, que oferece mais segurança aos vendedores. O serviço garante o pagamento mesmo se os clientes se mostrarem inadimplentes.

Os clientes também também têm o direito de receber seu dinheiro de volta caso o vendedor não envie o produto ou o produto não esteja de acordo com o anúncio.

O que vender no Mercado Livre? 

O marketplace oferece aos seus usuários a oportunidade de vender inúmeros tipos de produtos. É possível vender eletrônicos, roupas, acessórios, itens de decoração, até mesmo veículos e inúmeras outras opções.

Para mais ideias, confira o nosso artigo sobre o que vender na internet.

O que não posso vender no mercado livre?

As únicas restrições do site são as mesmas impostas por lei. Ou seja, se algum produto tem sua comercialização proibida, não será possível vendê-lo no Mercado Livre. 

Além disso, o site também não permite a venda de produtos que infringem direitos autorais, rifas, inseticidas, plantas, animais e outros produtos que estão listados em suas políticas de uso.

Dicas para vender no Mercado Livre 

Confira a seguir algumas dicas que podem ajudar você a vender mais no Mercado Livre.

1. Use fotos de qualidade

A qualidade das imagens disponibilizadas para ilustrar seus produtos é muito importante. Elas afetam diretamente a decisão de compra dos clientes.

Portanto, se preocupe em tirar várias fotos em ângulos diferentes, se possível, até mesmo do produto sendo utilizado. Isso ajuda os consumidores a entenderem melhor como o produto funciona e o seu tamanho. 

Busque também [criar boas fotos](/blog/ferramentas/editor-de-fotos-gratuito.html) com boas composições, com o objetivo de transmitir a ideia de profissionalismo em seus anúncios.

2. Escolha bons preços

É importante oferecer preços competitivos para seus clientes, no entanto, é preciso levar em consideração muitos fatores para garantir que suas vendas gerem lucros. 

Isso é importante porque as vendas online contam com 3 fatores principais na decisão de compra: preço, frete e prazo de entrega. 

Ao pesquisar um preço, leve considere todos os seus custos de operação, o preço da concorrência e a margem de lucro que deseja obter.

Caso seus custos e gastos operacionais sejam altos, o valor do produto final será mais elevado. Portanto, é preciso buscar formas de reduzir os custos ou oferecer um diferencial para que o público tenha interesse nos produtos mesmo com um valor elevado. 

3. Seja claro quanto ao frete e garantia 

O frete é algo muito importante na compra online. O fator influencia muito na decisão dos clientes. 

A melhor maneira de satisfazer um número maior de público é contar com mais de uma opção de frente, oferecendo valores e prazos de entrega diferentes. 

Desta forma, será possível deixar claro que para receberem seus produtos com rapidez, será necessário pagar um pouco mais.

Certifique-se também de como a garantia dos produtos do seu setor é gerenciada. 

4. Esteja preparado para lidar com problemas

Por fim, esteja preparado e seja flexível para lidar com problemas que possivelmente podem acontecer.

Preparado para vender no Mercado Livre?

Esperamos que o nosso artigo tenha mostrado como é fácil criar sua conta para começar a vender no Mercado Livre. 

Caso você tenha interesse em ir mais a fundo nas vendas pela internet, confira nossa lista com as melhores plataformas de e-commerce para criar sua loja virtual

Início Blog Vendas Como vender no Mercado Livre: aprenda com o passo a passo
Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...
Comece a usar o JivoChat hoje!
Gostou do que leu?
Cadastre-se e teste o JivoChat agora mesmo!
É grátis e só leva alguns minutos para fazer o download