O que é tráfego? Como gerar para o seu site?

Índice

Compreender o que é tráfego e como ele funciona é essencial para quem deseja iniciar um negócio online, principalmente para venda de produtos. 

No ambiente virtual o tráfego é altamente disputado pelas marcas e empreendimentos que já começaram utilizar as estratégias de marketing digital em seus negócios, pois através dele é possível  atrair novos clientes e vender seus produtos ou serviços.

Entretanto, para gerar tráfego é preciso alcançar o público, estabelecer presença, investir em relacionamento e manter um diálogo aberto e, além disso, atualmente, você pode contar com uma infinidade de ferramentas disponibilizadas pelos diferentes canais, para atrair o seu público com mais facilidade. 

Mas antes de aprender e começar a utilizar essas estratégias, iremos apresentar neste artigo o que é tráfego, o que é tráfego pago e orgânico, os tipos de tráfego, porque ele é tão importante para que você possa obter sucesso no ambiente digital e como utilizar estratégias para atrair tráfego para os seus canais e sites. 

O que é tráfego?

Nesse tópico, iremos definir o que é tráfego para que você possa compreender também sua importância no ambiente virtual. 

No ambiente virtual, a palavra tráfego faz referência a movimentação de usuários entre as páginas na internet, quando falamos de tráfego estamos falando do fluxo de pessoas que acessam os sites,  as lojas virtuais, marketplaces e também as redes sociais. 

Como você pode observar, o conceito é bem semelhante ao conceito utilizado para descrever o tráfego de trânsito, que é a movimentação de veículos nas ruas. 

Quando falamos do mercado digital, gerar tráfego é um dos principais objetivos de qualquer site ou rede social, pois quanto mais pessoas visitando esse canal, maior é a exposição da sua marca, do seu produto ou serviço e consequentemente maiores são as suas chances de gerar uma conversão (vender um produto).

Diferentemente do que acontece em uma loja física, que na maioria das vezes a concorrência está localizada em uma mesma área ou região, no ambiente virtual o seu negócio concorre com todas as lojas ou sites do mesmo nicho de mercado,  e por isso, o tráfego é bastante disputado.

Quem deseja  investir em gerar tráfego para conquistar mais vendas no site, ou loja virtual, precisa estar por dentro das estratégias de marketing digital, como veremos mais adiante nesse artigo. 

E felizmente algumas dessas estratégias possuem ferramentas automatizadas que facilitam muito a obtenção de dados, permitindo que você possa otimizar as suas estratégias gerando mais tráfego para o seu negócio. 

A importância de ter a sua loja virtual para o tráfego

Você entendeu bem o que é tráfego? Então agora você deve ser capaz de compreender que para gerar tráfego é preciso primordialmente trazer a sua empresa para o ambiente virtual.

O site, ou loja virtual,  será o  ponto de referência para o consumidor, e é para ele que você irá direcionar o tráfego que recebe nas redes sociais e em outros canais para que seja possível gerar conversões.

Como abordamos anteriormente, o objetivo de gerar tráfego é aumentar os lucros da sua empresa no seu site ou na sua loja virtual. 

O Wix, por exemplo, é uma plataforma onde você pode criar o seu Site Wix ou a sua Loja Virtual Wix do zero, ou então escolher entre os templates oferecidos pela plataforma para personalizá-los e deixar ainda mais acessíveis ao consumidor. 

A plataforma oferece otimização da experiência do usuário através de diversos recursos, como a criação de designs responsivos, promoção da sua marca em vitrines de última geração, experiências de compra otimizadas e um pacote líder no mercado de aplicativos ecommerce profissionais.

Crie sua loja virtual com a Wix

Se você ainda não tem um site ou loja virtual, não deixe de conhecer o Wix e entender mais sobre como a plataforma funciona no nosso review para começar a gerar tráfego: Wix é bom?

Leia também nosso conteúdo sobre: Design de sites.

Conheça os 6 tipos de tráfego

Agora que você já sabe o que é tráfego e como ele é uma ferramenta importante para fazer os seus negócios alavancarem no ambiente virtual vamos abordar os diferentes tipos de tráfego. 

Antes de avançarmos, é preciso compreender que o público pode utilizar diferentes caminhos para chegar até o seu site, esses caminhos são chamados de origem do tráfego e como no marketing digital a maioria das estratégias são analisadas, reformuladas e otimizadas através de dados, as origens de tráfego são muito importantes.

Através das origens de tráfego, é possível avaliar quais são os tipos de tráfego que estão gerando um maior retorno para o seu site. Conheça agora os principais tipos de tráfego:

Tráfego orgânico

Para entender o que é tráfego orgânico saiba que ele é o tipo de tráfego que ocorre de maneira “natural”, e por isso ele é o tipo de tráfego mais disputado no ambiente digital.

Mas o que queremos dizer, quando falamos que o tráfego orgânico ocorre naturalmente? É porque esse tipo de tráfego dispensa, ou ocorre sem, a necessidade de pagamento dos canais que você está utilizando. 

É como quando você vai realizar uma pesquisa por algum produto no Google, ou em uma rede social e acaba encontrando uma lista de sites ou perfis relacionados a sua busca.

Os resultados para a pesquisa no Google são hierarquizados e exibidos de acordo com a qualidade do conteúdo e a capacidade de resposta que ele tem para a sua questão. 

E para que o seu site esteja entre as primeiras posições é preciso conhecer os parâmetros SEO, pois a qualidade dos links vai diminuindo conforme você vai descendo os resultados da página.

E já não é uma novidade que os links inseridos nas primeiras posições são os que mais conquistas cliques e geram tráfego orgânico. 

Além de ser muito almejado, esse tipo de tráfego pode demandar tempo para gerar resultados, pois ele depende da aplicação de técnicas específicas como SEO, reconhecimento de marca e divulgação.

Nas redes sociais, é preciso ter conteúdo relevante para e uma certa taxa de engajamento nas suas publicações para que o seu perfil possa ser considerado relevante pelo algoritmo das redes sociais.

Gráfico sobre o tráfego orgânico por meio de cliques do buscador do Google.

Tráfego pago 

Você já entendeu o que é tráfego orgânico e como ele funciona não mesmo? Agora você vai entender o que é tráfego pago no Instagram ou em qualquer outro canal. Lembra que no final do subtópico anterior mencionamos que o tráfego orgânico pode ser demorado, pois ele envolve uma série de fatores?

O fato é que a internet é um universo de possibilidades e até um negócio passar a render lucros pode ser bastante demorado, por isso existem as ferramentas de tráfego pago, para minimizar o tempo de espera, aumentar a visibilidade do seu negócio te trazendo quase que resultados imediatos. 

Se você ainda não entendeu muito bem, vamos com calma, pois existem diversas maneiras de gerar tráfego pago. Começando pelo Google, o Google possui uma ferramenta chamada Google Ads, que permite você gerar anúncios patrocinados para todas as redes pertencentes ao Google.

Estamos falando das redes de pesquisa, redes de display, o Youtube, Google Shopping e a Play Store. 

A escolha do tipo de rede e onde anunciar vai depender do seu propósito, mas vamos abordar as duas redes mais utilizadas para geração de tráfego pago: A rede de pesquisa e a rede de Display. 

Na rede de pesquisa, é possível colocar a página patrocinada nos resultados do Google, antes dos orgânicos, garantindo assim uma posição de destaque para o seu site e consequentemente gerando maior tráfego pago. Entretanto, o link pode ser identificado com a etiqueta de “ad”, avisando que é um anúncio.

O outro formato de anúncios que geram tráfego pago ocorre na rede de display. Ele consiste na compra de espaços em sites parceiros do Google. Dessa forma, o seu anúncio pode aparecer em blogs, colunas e portais que se relacionem com a sua marca e seja de interesse dos potenciais clientes.

Nas redes sociais também é possível utilizar mecanismos de anúncios patrocinados como o Facebook Ads e o Instagram Ads onde você pode gerenciar e criar anúncios patrocinados para o Instagram e o Facebook, onde gerarão tráfego para as suas páginas ou perfis dentro das respectivas redes sociais.

Apesar de parecer bastante contrário ao tráfego orgânico, qualquer profissional da área de Marketing sabe que as estratégias não se anulam e na verdade devem ser utilizadas em conjunto para gerar melhores resultados e que uma das estratégias possui a capacidade de potencializar a outra, para saber utilizar estratégias de tráfego pago recomendamos o curso tráfego pago Google Ads e Facebook Ads do zero .

Temos um conteúdo que vai te ajudar a eliminar todas as suas dúvidas sobre tráfego pago confira nesse link.

Tráfego de referência

O tráfego de referência se apresenta muito mais como uma estratégia para obter tráfego. Você provavelmente já recomendou uma marca, ou então já recebeu recomendações de uma marca.

O tráfego de referência ocorre exatamente dessa maneira. Pois, antes de realizar uma compra ou contratar um serviço, é normal realizar uma vasta pesquisa sobre um produto, e durante esse processo, buscamos sites de confiança e que compartilhem as suas experiências com determinadas marcas.  

No ambiente virtual, o tráfego de referência ocorre através do compartilhamento de links, por exemplo, quando um site cita o seu, ele repassa um pouco da credibilidade e da autoridade dele para a sua página.

Na Internet, com os links, é como se o site dissesse que em você o internauta pode confiar. Tanto o Google quanto os usuários entendem dessa forma.

Ou seja, o tráfego de referência é muito valioso não apenas por trazer usuários, mas também por dizer ao algoritmo do Google que suas páginas são úteis.

De maneira idêntica à analogia do amigo, quanto mais confiável e relevante o site, maior a força de seus links de entrada. As pessoas entraram no seu site através da recomendação de outros sites. 

Tráfego direto

Você já entende mais sobre o que é tráfego e como ele funciona, saiba que o tráfego direto é o mais fácil e mais simples de compreender. 

Se por um lado, no tráfego orgânico o cliente encontra o seu site dentre outras opções de sites que também estão sendo exibidos para ele, no tráfego direto ele já sabe e já conhece a sua marca e busca ir diretamente até ela. Por isso, ele não vai procurar nem precisar de intermediários, como as redes sociais ou outros blogs. Neste caso, ele vai digitar o nome da página diretamente no buscador ou acessar o endereço do seu link. 

Ou seja, esse modelo de tráfego só é possível quando o usuário já conhece o site de alguma forma, que pode acontecer em outros canais, inclusive de mídia offline, ou recebido indicações de amigos e influenciadores.  

O tráfego direto também ocorre quando o usuário salva o seu site através de um botão nos favoritos e quando precisa tem acesso direto ao link. 

Tráfego social

O tráfego social é aquele que advém das redes sociais, como sabemos as redes sociais, atualmente desempenham um importante papel no marketing digital e além da possibilidade de exibir e vender os seus produtos através desses canais elas se configuram como ótimas plataformas de divulgação de um link do seu site ou da sua loja virtual.

Dessa forma, toda vez que você compartilhar links no Facebook, Twitter, LinkedIn, YouTube ou outras plataformas de interação, por esse motivo, quem deseja iniciar uma loja virtual também aposta em Marketing para as redes sociais. 

Esse tipo de compartilhamento é bastante benéfico, pois ele é capaz de mostrar para os algoritmos do Google que o seu site é relevante. 

É importante perceber que apesar das redes sociais possuírem o seu próprio tráfego de usuários, na maioria das vezes, não é através desse canal que ocorre uma conversão e sim dentro do site ou loja virtual da sua empresa, principalmente quando falamos de produtos. 

Para gerar tráfego social é preciso mais do que realizar o compartilhamento de links, é preciso saber como montar um perfil profissional, o que é bio, como organizar o seu feed, exibir os produtos e publicar conteúdo de valor. 

Por tanto, é importante saber utilizar recursos visuais, utilizando programas de edição de imagem como o Canva, por exemplo.

Crie imagens profissionais gratuitamente com o Canva

As redes sociais, possivelmente, são as maiores fontes de tráfego no ambiente virtual, pois elas concentram um grande número de usuários que de acordo com pesquisas como Global Digital Overview 2020.

Tráfego de e-mail marketing

Depois de obter o email do seu cliente, seja através de cadastramento no site, ou então assinatura de newsletter, você pode investir em campanhas de e-mail marketing.

O tráfego de e-mail marketing é adquirido por meio de mensagens que chegam à caixa de entrada dos usuários.

O intuito aqui não é repassar autoridade e sim criar um relacionamento mais próximo com o consumidor, levar até ele informações sobre os produtos que ele realmente tem interesse e para conduzi-los pelo funil de vendas

Ou seja, quando os usuários clicam em links, mas dessa vez recebidos pela caixa de entrada, eles geram tráfego de e-mail marketing para aquele site. 

Esse é um dos tráfegos mais difíceis de conseguir, pois exige que já se tenha um certo grau de relacionamento com o usuário para apresentar o link, porém a taxa de sucesso é alta, pois

o e-mail marketing só é recebido por aqueles clientes ou potenciais clientes que solicitaram o seu envio.

Algumas ferramentas utilizadas para essas estratégias e que são bastante conhecidas no mercado são:

O que é tráfego qualificado? 

Depois de conhecer os diferentes tipos e fontes de tráfego você precisa entender também o que é tráfego qualificado e porque esse conceito vai contribuir para que você consiga otimizar as suas chances de obter conversões. 

O conceito de tráfego qualificado, nada mais é do que investir na obtenção de tráfego de um público que realmente está interessado em adquirir o seu produto ou serviço. 

Pois, apesar de em teoria “quanto mais gente visitando o seu site ou rede sociais melhor” na prática essa estratégia não funciona muito bem no ambiente virtual.

É preciso segmentar e traçar o perfil de cliente ideal, bem como construir personas voltando todas as suas estratégias para resolver as dores desse público compreendendo  quais são as suas necessidades e desejos.

Para segmentar seu público você pode utilizar diversas estratégias, e tudo vai depender do canal que você estiver utilizando.

Se você estiver investindo em tráfego pago, por exemplo, é filtrar as suas campanhas somente para determinadas regiões, perfis comportamentais, idade, sexo ou outras variáveis.

Se busca por obter tráfego orgânico, investir em marketing de conteúdo e na produção de conteúdos específicos para a sua persona aliado ao uso de palavras-chave e aplicação de SEO irá atrair pessoas com alto potencial de se interessar pelo que você vende. 

É preciso também entender um pouco de funil de vendas e jornada de compra para saber como conduzir esse tráfego e gerar mais conversões a partir dele. 

Como escolher um canal para gerar tráfego? 

Se o seu objetivo é gerar tráfego para o seu site, ou para a sua loja, saiba que você deve direcionar a sua atenção para as métricas.

Uma grande vantagem de utilizar o ambiente virtual para promover os seus serviços é que tudo é compilado em dados que podem ser medidos e posteriormente analisados, e portanto você não deve subestimá-las. 

Também é por esse motivo que utilizar uma ferramenta como o Google Analytics é essencial, através do Google Analytics é possível avaliar quais são os canais que geram mais tráfego para o seu site e é a partir dele que se torna possível diante de uma observação precisa, estabelecer quais deles devem ser mantidos, ajustados ou descontinuados.

Além desses dados, é importante estar aberto para utilizar informações e outros indicadores, pois nem sempre o canal que gera mais tráfego é o que você deve investir. 

E lembre-se que as campanhas de links patrocinados muito provavelmente são as que irão gerar maior volume de tráfego para o seu site, e você deve estar ciente dos gastos que envolve a utilização dessas campanhas, e não deixar de medir o ROI (Retorno Sobre o Investimento).

Ao avaliar essa métrica de cada canal individual, você será capaz de avaliar se o investimento é realmente válido e qual é o melhor canal de aquisição.

Além disso, você também pode investir em ferramentas de automação de Marketing como o RD Station podem ser de grande ajuda na hora de definir as suas estratégias de marketing digital. 

Estratégias para gerar tráfego

Agora que você já sabe de tudo sobre o que é tráfego, seus tipos e como qualificá-los iremos apresentar algumas estratégias que você pode utilizar para gerar maior volume de tráfego para a sua loja virtual, ou site.

Crie seu perfil nas redes sociais

As redes sociais, são importantes canais para seu ganhar tráfego e por isso você deve investir em criar um perfil profissional. 

Além de utilizar alguns dos diferentes recursos que irão contribuir para melhorar o tráfego que o seu perfil receber e o alcance das suas publicações como no caso do Instagram, as hashtags, stories, e outros recursos. 

E até mesmo manter uma frequência de publicações que gerem engajamento e mostrem que o seu perfil é relevante, e por isso algumas empresas contam com sistemas de gerenciamento de redes sociais como o SocialGram.

Não esqueça que através das redes sociais também é possível gerar tráfego pago através das ferramentas de anúncios patrocinados. 

Quando você compartilha links para o blog do seu site, os usuários interessados ​​visitam seu site com apenas um clique. Para aumentar os cliques, certifique-se de ter uma legenda criativa e até mesmo uma imagem para atrair os usuários a clicar.

Por isso, não deixe de conhecer  e aprender como estruturar o seu perfil nas redes sociais com cursos como Insta para Negócios.

Tráfego social e o tempo que os usuários passam nas redes sociais

Tenha um blog 

Lembra quando falamos sobre tráfego orgânico e mencionamos sobre os mecanismos de pesquisa do Google? 

Para alcançar as primeiras páginas você pode criar um blog e investir em publicar conteúdos que estejam relacionados com o seu nicho de negócio e fazer SEO.

Ou seja, além de gerar tráfego para o seu site ou loja virtual, você também estará segmentando o seu conteúdo e obtendo apenas tráfego qualificado com base nas palavras-chave que você utilizar. 

Se você montar o seu site ou loja virtual com Wix, é fácil criar o seu blog, pois o próprio criador de sites do Wix permite que você inclua um blog ao seu site.

Crie seu blog com a Wix

Invista em SEO

O SEO engloba uma ampla gama de táticas para ajudar seu site a ter uma boa classificação nos resultados dos mecanismos de pesquisa para palavras-chave e frases relevantes para o seu público-alvo.

Pois sabe-se que, 93% das experiências online começam com um mecanismo de pesquisa, o SEO pode aumentar drasticamente a quantidade e a qualidade do tráfego para seu site.

Depois de criar um blog, você precisa estudar estratégias de SEO para saber como otimizar o seu conteúdo e fazer com que ele apareça nas primeiras páginas do Google. 

Para alcançar os parâmetros do Google é preciso fazer diversas otimizações que podem envolver:

  • Estrutura do seu site ou loja virtual
  • Busca por palavras-chaves do seu nicho
  • Conteúdos únicos e bem escritos
  • Otimização de títulos e descrições
  • Otimização de URL
  • E etc…
  • Responsividade do seu site

Essa estratégia vai permitir que você adquira o que é tráfego orgânico para o seu site, mas lembre-se que essa estratégia pode demorar algum tempo, como já mencionamos anteriormente.

Você pode saber mais sobre SEO acessando o nosso conteúdo: O que é SEO?

Construa links

O tráfego de referência pode funcionar essencialmente através da construção de backlinks, para isso é preciso criar parcerias com sites que possuem autoridade dentro do ambiente virtual para divulgar os seus conteúdos e obter maiores chances de gerar tráfego orgânico.

Portanto, pesquise por sites que sejam relevantes e atue em nichos semelhantes, mas que não vendam a mesma solução que você vende no seu blog, e se ofereça para fazer uma boa parceria onde ambos podem se beneficiar com a troca.

Mantenha uma frequência de publicações no seu site

Atualizar consistentemente o conteúdo do seu site é ótimo  e os algoritmos do Google conseguem compreender que o seu site não está abandonado, por isso ele é um fator positivo para quem deseja gerar mais tráfego.

Alguns dos principais benefícios incluem em manter uma frequência de publicações no seu site incluem:

  • Mostra que você está atualizado com o mercado
  • Mostra aos usuários que você tem muito conhecimento para compartilhar
  • Fornece ao Google um fluxo constante de novas páginas para indexar e classificar
  • Dá aos usuários um motivo para retornar ao seu site

Mantenha constante análise sobre os seus concorrentes

Se você quer ideias de como aumentar o tráfego do seu site, fique de olho nos seus concorrentes. 

Embora não seja necessário copiar a mesma estratégia deles, e você não deve, é importante saber como eles obtêm tráfego para o site ou perfis nas redes sociais.

Por isso,  atente-se às palavras-chave que eles segmentam, quanto conteúdo eles publicam em um mês e até mesmo como é o site deles. 

Aprenda a fazer uma análise da concorrência para saber quais estratégias utilizar para gerar mais tráfego.

Conheça as ferramentas de tráfego pago

Para gerar tráfego pago é preciso conhecer quais são as principais ferramentas disponíveis no mercado, além de conhecer quais são os principais canais que o seu público frequenta e qual deles provavelmente terá um alcance maior. 

Dentre as ferramentas de tráfego pago você pode estudar:

  • Google Ads: O Google Ads, antigamente conhecido como AdWords, é a plataforma de anúncios do Google. Através do Google Ads, é possível criar anúncios de Pesquisa, de Display, no YouTube, no Gmail e na Play Store.
  • Facebook Ads: Facebook Ads é o sistema de anúncios da família Facebook Meta, que inclui diferentes formatos nos diferentes veículos do grupo. Eles incluem tráfego pago no próprio Facebook, o Messenger, o Instagram e anúncios que levam a uma conversa no WhatsApp, por exemplo.
  • Instagram Ads: Sistema que irá te ajudar a entender o que o tráfego pago no Instagram que é rede social mais visual do mundo tem fotos, vídeos e anúncios. Muitos anúncios.

Contrate um gestor de tráfego

Como você deve ter percebido ao entender o que é tráfego é bastante trabalho e aspectos para estudar antes de começar a gerar tráfego para o seu negócio.

Felizmente existe um profissional que é capacitado e conhece as estratégias para que você não se sinta perdido em precisar aprender todos os conceitos sozinhos.

Você pode buscar por esse profissional para te auxiliar no que você precisar sobre as questões de tráfego dentro da sua empresa e se quiser contratar um profissional da área, não deixe de conferir o nosso conteúdo sobre as melhores agências de Marketing Digital.

Agora você entendeu o que é tráfego e como ele funciona?

Nesse artigo, apresentamos tudo o que você precisa saber sobre o que é tráfego, os seus tipos e quais são as estratégias mais comuns e ferramentas para impulsionar o seu negócio.

Agora é hora de aprofundar seus estudos com um curso ou contratar um gestor de tráfego para gerenciar o seu negócio sem se sentir inseguro e com mais chances de sucesso e de gerar conversões.

Até a próxima!

Início Blog Marketing O que é tráfego? Como gerar para o seu site?
Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...
Comece a usar o JivoChat hoje!
Gostou do que leu?
Cadastre-se e teste o JivoChat agora mesmo!
É grátis e só leva alguns minutos para fazer o download