O que é marca e como registrá-la?

Índice

Saber o que é marca é importante antes mesmo de você pensar em planejar iniciar um negócio virtual.

A marca será o cartão de visita da sua empresa, e ela é muito importante sob o olhar do marketing e pode fazer toda a diferença para o seu negócio. 

Pois ela inclui aspectos da identidade visual, e também está relacionada a um processo chamado branding.

E se você quiser iniciar um negócio virtual e garantir que todo o processo criativo utilizado para criar a sua marca esteja assegurado por lei é necessário registrá-la.\ \ Nesse artigo, iremos apresentar o que é marca dentro dos seus diferentes conceitos, quais são os elementos que constituem uma marca e  como você pode registrar a sua marca.

O que é marca?

Definir o que é marca não é uma tarefa fácil, pois ela pode ter diferentes significados dependendo do contexto em que ela está inserida.

Normalmente, utiliza-se a seguinte definição de o que é marca: a marca é identidade de um produto ou empresa, é a ela que o consumidor irá associar o seu negócio.

Ou seja, através dos diversos elementos que compõem a marca o consumidor pode fazer uma associação com o seu negócio.

Se olharmos o conceito de marca através da definição do INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial), que é o principal órgão onde é realizado os registros das marcas nacionais.

O INPI define marca como: “Marca é todo sinal distintivo, visualmente perceptível, que identifica e distingue produtos e serviços, bem como certifica a conformidade dos mesmos com determinadas normas ou especificações técnicas”.

Se relacionarmos ambas as definições podemos ver que a marca está muito relacionada com dois fatores: o consumidor e a diferenciação. 

Esses dois fatores se destacam, pois quem busca registrar uma marca deseja ser percebido e gerar um impacto sobre o consumidor. 

Mas ainda podemos nos aprofundar mais nos conceitos de marca e abordar suas definições mais importantes para quem deseja abrir o seu negócio.

Conceito jurídico de marca

O conceito de o que é marca perante a lei brasileira permite que sejam registradas como marca qualquer sinal distintivo que seja  visivelmente perceptível, não compreendido nas proibições legais.

O registro de uma marca garante proteção jurídica a mesma, e é uma maneira de não permitir que os seus concorrentes ajam de má fé e tentem realizar estratégias que te desfavoreçam no mercado e que confundam o consumidor.

Dessa forma, sua marca fica protegida contra ações de plágio ou criações que sejam muito semelhantes.

Juridicamente a marca fica protegida pelo órgão regulamentador de todo o território nacional, no Brasil esse órgão é o INPI.\ \ E além da possibilidade de registro em território nacional, também há como regulamentar uma marca internacionalmente. 

Uma marca pode ser classificada quanto a sua natureza: 

  • Marca de produto ou serviço: é usada para distinguir um serviço ou produto de outro idêntico ou semelhante cuja origem é outra.

  • Marca coletiva: é destinada a distinguir produtos ou serviços de pessoas jurídicas que representam uma coletividade como: associação, cooperativa, federação, entre outros.

  • Marca de certificação: é usada para atestar a conformidade de um serviço ou produto sobre determinadas normas ou padrões técnicos.

E também pode ser dividida em quatro categorias:

  • Nominativa ou verbal: refere-se a uma expressão nominal, ou seja, seu nome.

  • Marca figurativa: é um sinal constituído por desenho, imagem, figura, símbolo, relacionada a componentes visuais.

  • Marca mista ou composta: é um sinal constituído pela combinação de elementos ou componentes.

  • Marca tridimensional: refere-se a forma plástica de uma marca.

Conceito de marca do Marketing

No marketing a criação de uma marca é voltada para a aplicação de estratégias que gerem um impacto positivo no público-alvo de uma empresa.

E são realizadas uma série de ações que permitam realizar a gestão de marca, essa estratégia de gestão de marca também é conhecida como Branding. 

Para definir o que é marca através do Marketing podemos utilizar a definição criada por um dos maiores estudiosos da área, Philip Kotler.

Kotler diz que:  “Uma marca é definida como um nome, termo, símbolo (ou combinação de símbolos) que identifica o vendedor do produto”.

Como abordamos no início deste tópico, definição de marca também está relacionada ao processo de diferenciação dos seus concorrentes.

Para poder gerar uma diferenciação que seja marcante para o consumidor a marca deve falar sobre: 

  • A mensagem que se deseja transmitir ao consumidor
  • Quais são os valores que a empresa leva em consideração
  • Como ela impacta a vida do consumidor

Ou seja, o conceito de marca para o Marketing leva muito mais em conta o que o consumidor ou pensa da sua marca e qual valor ele agrega a ela.

Por que é importante ter uma marca?

Agora que você já sabe o que é marca, vamos conhecer um pouco mais sobre a importância de uma marca para o mercado.

Como já vimos,  a marca inclui alguns elementos que irão contribuir para que os consumidores consigam identificar o seu negócio, diferenciá-lo dos concorrentes e ainda agregar valores.

A marca também é responsável por transmitir confiabilidade e a credibilidade que você adquire ao longo dos seus anos de experiência, permitindo que o consumidor reconheça o seu negócio através dela. 

Como exemplo podemos citar marcas famosas como a Gillette, que está presente no mercado há muitos anos, e há algumas que chamam o próprio aparelho de barbear de Gillette.

A marca já possui autoridade dentro do mercado, e isso garante que alguns consumidores sejam leais a ela.

Ainda, é através da marca que o consumidor pode identificar qual é a reputação da sua empresa.

Pois a reputação de uma empresa também fica associada aos elementos da marca, e o ambiente virtual facilita o acesso a essas informações.

Por isso, não se deve tratar uma marca apenas como um símbolo ou um logotipo, pois ela engloba muitos fatores.

No âmbito jurídico assegurar que a sua marca é legal, é essencial, como já mencionamos, pois evita que sua concorrência tome atitudes que venham a manchar seu nome e prejudicar o seu negócio.

Você pode encontrar mais informações sobre o registro de marcas no art. 122 da Lei nº 9279/96.

Imagem vetorizada de uma pessoa sentada pensando o que é marca

Elementos de uma marca

Saber o que é marca é muito importante, mas também é necessário conhecer quais são os principais elementos que compõem uma marca.

Esses elementos estão relacionados à identidade visual, que são um conjunto de elementos escolhidos para representar a sua marca visualmente.

E de uma maneira geral a identidade visual é responsável por transmitir os valores aos seus clientes.

Logotipo

O logotipo é um dos elementos mais importantes na definição de o que é marca, e também na identidade visual.

Ele funciona como se fosse a bandeira de uma empresa, e é ele que está sempre em contato com o consumidor. 

Seja durante a interação nas redes sociais, na comunicação, ou na apresentação dos seus produtos.

Todos os elementos que constituem um logotipo devem estar associados com a imagem que você deseja criar perante o público.

É muito comum que as empresas permaneçam com o mesmo logotipo durante anos, entretanto ele pode ser atualizado e modificado, tudo vai depender da sua estratégia de marketing.

Um logotipo ainda pode estar composto de elementos visuais como:

  • Símbolo: É um elemento gráfico que é grafado e para representar algum aspecto marcante da sua empresa, ele deve ser original.

  • Tipografia: É o tipo de fonte utilizada para redigir o nome do seu negócio.

  • Paleta de cores: São as cores utilizadas e geralmente elas são representativas do seu negócio, elas devem estar alinhadas com a estratégia da marca, pois através delas é possível despertar sensações psicológicas, atente-se a  psicologia das cores.

Lembre-se que o logotipo é um elemento muito importante e geralmente ele é o que mais desperta a atenção do consumidor, então ele deve ser bem elaborado.

Além disso, é recomendável que você evite utilizar um logo que seja muito parecido com o dos seus concorrentes.

Um logotipo ainda tem a capacidade de:

  • Impressionar o seu público

  • Influenciar as decisões 

  • Transmitir boas impressões acerca do seu negócio

  • Comunicar os valores da sua marca

  • Buscar diferenciação entre os seus concorrentes

  • Fidelização da marca

Ícone

O ícone é um elemento opcional e seu papel é facilitar a aplicação da sua marca. 

No mundo digital, por exemplo, cada vez utilizam-se mais os ícones, pois eles são mais aplicáveis que os logotipos.

Ele pode ser o símbolo do seu logotipo ou pode ser apenas um elemento gráfico que representa a sua marca.

Como exemplo podemos citar:

  • As três tiras da marca adidas fazem o público identificar a marca imediatamente.

  • A “câmera” que é o símbolo visual do logotipo do Instagram

  • O “G” do Google

Ele pode ser qualquer elemento desde que os seus clientes possam vê-lo e identificar a sua marca através dele.

Mascote

Estão cada vez mais populares entre o público, pois eles são facilitadores de comunicação e interação com o público, principalmente no ambiente digital.

Por isso, se você planeja investir em entrar nas redes sociais deve considerar ter um mascote.

Eles também são amplamente utilizados em eventos de divulgação.

Geralmente criam-se personagens animados representados por animais ou seres humanos. 

Esse personagem fica encarregado de transmitir ao público os valores da marca e por ser a representação fictícia dessa marca.

Podemos citar alguns exemplos de mascotes que são bastante conhecidos como:

  • Lu (Magazine Luiza): Ela foi uma das primeiras mascotes digitais ela funcionava como uma assistem virtual para quem realizava compras no site da Magalu, atualmente está presente em vídeos da marca.
  • Baianinho (Casas Bahia): O Baianinho passou por um rebranding no ano de 2020 onde as casas Bahia fizeram uma atualização da imagem do personagem para deixá-lo mais moderno, já aparece em vídeos de animação em promoções.

  • Nat  (Natura): Menos conhecida, mas bastante comunicativa nas redes sociais principalmente no twitter, ela é vista como uma influencer digital.

  • Sam (Samsung): Nova assistente virtual da Samsung no território brasileiro.

Há outras marcas famosas que também utilizam mascotes principalmente para trabalhar o marketing de relacionamento.

Jingles e vinhetas

São bastante utilizados no ambiente virtual, principalmente para quem utiliza as redes sociais como estratégia de gerar relacionamento com o seu público.

Pode ser uma música curta ou então um efeito sonoro colocado na introdução, o som também faz parte do branding de uma empresa. 

Mas esteja atento, pois não é possível registrar um som como marca, então é possível usá-lo apenas para que o público associá-lo a sua empresa.

Assinatura 

É uma frase de efeito que acompanha a marca e outros componentes. 

Ela pode ser inclusive o slogan de uma marca, e assim como os demais elementos ela tem a função de gerar associação na mente do seu público-alvo.

\ Dentre os slogans famosos para te inspirar, podemos citar: 

  • Doril: Tomou doril a dor sumiu

  • Nescafé: bons momentos pedem um café

  • Skol: A cerveja que desce redondo

  • Havaianas: Legítimas só Havaianas

Grafismos 

São elementos comuns, utilizados nos diferentes materiais de divulgação da marca.

Desde flyers, folders como também imagens nas redes sociais. 

Os grafismos geralmente são elementos visuais que possuem um padrão de visualização da marca e contribuem para que a marca seja reconhecida pelo seu público.

Valor

É a mensagem que se deseja transmitir para o público, e também devem ser transmitidos através da marca.

É muito utilizado como estratégia de marketing social, onde uma marca passa a apoiar fortemente uma causa com a qual ela se identifica.

Dessa forma, ela passa a alcançar um público-alvo mais segmentado.

Experiências 

A marca também pode ser associada pelo público às experiências que ela proporciona a esse público. 

Esse processo também facilita a associação, pois ao ver a sua marca dispara um gatilho na cabeça do consumidor que acaba sendo associado aos bons momentos.

Nome

Também é um elemento importante de uma marca, se não for o elemento mais importante.

Normalmente o nome está incluído no logotipo, e deve ser escolhido cuidadosamente.

Pois ele deve ser fácil de ser pronunciado e também original.

Ainda a respeito do nome podemos citar algumas categorias relevantes para que você consiga criar nomes originais:

  • Epônimo: São nomes que representam a ambição e visão dos seus fundadores. 
  • Descritivos: Descrevem exatamente o que a empresa faz. Como Pizza hut, Banco do Brasil e outros.

  • Acrônimo: Similares aos descritivos, mas utilizado agronômico para torná-lo menor. Como por exemplo o próprio INPI.

  • Sugestivo: Palavras que sugerem seu uso. Podendo ser de 3 subcategorias,  real que são palavras reais, composição que são palavras unindo mais de uma e criando uma nova palavra composta e Inventadas. 

  • Associativas. Esse tipo de marca funciona associando o valor da sua marca a outra coisa. A marca de cosméticos Natura, sempre envolvida em causas a favor do meio ambiente.

  • Palavras de outras línguas

  • Abstrata: Não tem sentido definido, mas querem criar uma fonética poderosa.

Imagem vetorizada de uma pessoa utilizando programas de edição para fazer uma marca

3 Ferramentas para você criar a sua marca

Depois de entender o que é marca, iremos apresentar algumas ferramentas que você pode utilizar para construir alguns dos elementos que constituem a sua marca. 

Entretanto, fique atento aos regulamentos de usos das ferramentas, pois alguns itens disponíveis para uso podem possuir direitos autorais e por isso você não vai poder utilizá-los para realizar o registro da sua marca.

1. Canva

O Canva, é uma ferramenta de edição de imagens fácil de ser utilizada e permitindo que até mesmo pessoas que não tenham conhecimento em design possam utilizá-la.

Através do Canva é possível elaborar logotipos, cartão de visita, imagens para as diferentes aplicações nas redes sociais e muito mais.

Além disso, o Canva também possui alguns recursos inteiramente gratuitos, ou você pode assinar o Canva premium para explorar os outros recursos disponíveis na plataforma.

Crie imagens profissionais gratuitamente com o Canva

2. Logaster 

Logaster é uma plataforma que permite que você crie logotipos em poucos minutos.

A partir da criação do logotipo você pode criar uma identidade visual completa com elementos como cartão de visitas, pacote para redes sociais e outras possibilidades dentro da plataforma.

Com Logaster você cria logotipos corporativos em poucos minutos e ainda pode salvá-los como arquivos PSD.

3. Envato Placeit

Envato é uma plataforma que contém diversos tipos de arquivos como fotos, vídeos, imagens, e templates para você aplicar como quiser.

Com envato você também pode criar o seu logotipo personalizado em poucos minutos para aplicar ao seu negócio virtual. 

A plataforma funciona por assinatura premium mensal ou anual.

Como registrar a sua marca?

E se você ainda está se perguntando depois de saber o que é marca, como você pode registrá-la explicaremos agora.

O primeiro passo é ter a certeza de que você está registrando algo que ainda não existe ou que não tenha direitos autorais.

Por isso, reforçamos a importância de ler os termos de uso das ferramentas que mencionamos acima.

Para mais informações sobre o que pode ser registrado e o que não pode você pode acessar essa página Serviços INPI.

Ao acessá-la, simplesmente clique em “marca” e realize a busca para se assegurar que a sua marca é exclusiva.

Esteja atento pois você não pode fazer o registro de sinais sonoros, gustativos e olfativos como marca. 

É possível registrar apenas sinais visuais, depois você precisará pagar a GRU (Guia de Recolhimento da União).

Para imprimir e pagar a taxa, acesse esta página e clique em “marca” para acessar a tabela com as taxas.

Você pode fazer tudo isso online, mas é preciso estar atento, pois algumas taxas podem não ser realmente necessárias.

Depois você deverá preencher um formulário e entregá-lo com o arquivo da sua imagem e procuração ao INPI. 

Você pode realizar todo esse processo pela internet, e os formulários estão presentes na página Cadastro INPI.

Nesse caso, você terá que utilizar o e-marcas, um sistema que exige cadastro.

Depois de todos esses passos, você pode acompanhar o status do pedido acessando o sistema, e esperar que ele seja aprovado.

Agora a propriedade e o uso exclusivo é garantido em território nacional nos próximos dez anos.

Vale lembrar, ainda, que o titular deve mantê-la ativa e prorrogá-la de dez em dez anos.

Caso contrário, ela estará livre para obtenção por parte de terceiros.

Depois de entender o que é marca dê o passo seguinte…

Depois de ler o nosso artigo e entender o que é marca e como fazer a sua, monte a sua loja virtual.

Você pode se informar mais lendo também o nosso artigo sobre ecommerce, e também o atendimento ao cliente para saber como atender o público no ambiente virtual.

Boas vendas!

Início Blog Marketing O que é marca e como registrá-la?
Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...
Comece a usar o JivoChat hoje!
Gostou do que leu?
Cadastre-se e teste o JivoChat agora mesmo!
É grátis e só leva alguns minutos para fazer o download