Como criar um blog: Passo a passo completo

Índice

Está pensando em criar seu próprio blog e começar a produzir conteúdo sobre áreas de conhecimento que domina, mas não sabe como começa?

Ou o que é necessário ou talvez não tenha conhecimentos avançados em design e programação para colocar seu blog no ar? Muitos empreendedores digitais já estiveram nesta situação.

É exatamente para ajudá-lo a entender tudo o que você precisa saber sobre como criar um blog que nós preparamos este guia completo, capaz de guiá-lo desde a definição de nicho à como monetizar e gerar tráfego para seus conteúdos.

Esperamos que o guia seja útil para você e não se esqueça de instalar o JivoChat gratuitamente quando lançar seu blog para que possa conversar com visitantes em tempo real, indicar conteúdos e compartilhar links de afiliado - caso trabalhe dessa forma.

Sem mais delongas, vamos lá!

Como criar um blog, o que você precisa saber antes de criar o seu?

Para saber como criar um blog é necessário antes de tudo  entender qual é a sua motivação para querer fazer um. 

Pois, a criação de um blog envolve muitos aspectos como design, habilidades de comunicação e também a divulgação.

Por isso, além de compreender o que te motiva a criar um blog, você também deve compreender quais são os seus objetivos na criação desse blog. 

E dependendo de qual é o seu objetivo, tanto a criação quanto a manutenção de um blog irá demandar maior ou menor dedicação para essa atividade. 

Portanto, aconselhamos que você reflita: Qual é o objetivo do seu blog?

Criar um blog pode ter diversos objetivos entre eles podemos citar alguns como:

  • Informar sobre notícias e acontecimentos: Sabemos que a internet é um local onde as pessoas buscam informações e mais ainda existe a possibilidade de transmitir informações em tempo real. Você pode direcionar o seu blog para trazer notícias atuais sobre temas que você tem interesse.
  • Mostrar alguma habilidade sua: Se você possui algum hobby, deseja documentá-lo, e oferecer informações e dicas que demonstrem a sua experiência para ajudar quem também deseja iniciar nesse mesmo hobby pode ser bastante satisfatório pessoalmente.
  • Contar sobre o seu dia a dia: Também é uma maneira de iniciar um blog, o que você faz ou como você faz as coisas, mostrar o seu trabalho e também as coisas que gosta de fazer, com um registro diário das suas atividades.
  • Temas específicos para um público-alvo específico: Alguns influenciadores escolhem assuntos específicos que têm mais afinidade para trazer informação a um público-alvo específico.
  • Vendas ou tráfego para um site: Outro objetivo para o seu blog pode ser informar o consumidor sobre o seu produto ou serviço. Você também pode utilizar um blog para investir no mercado de afiliados e vender produtos e serviços.
  • Portfolio: Uma outra maneira de utilizar um blog, é para demonstrar o seu serviço ou exibir seus trabalhos no formato de portfólio. Muitas pessoas utilizam blogs para armazenar e exibir os seus melhores projetos para seus clientes. 

Aprenda a como criar um blog

Depois de definir a motivação e o objetivo do seu blog, para saber como criar um blog você precisa definir alguns aspectos importantes sobre a temática do blog.

Algumas plataformas utilizam essa informação para oferecer ajustes necessários para o design e funções do seu blog.

Além disso, é necessário que você conheça os diferentes tipos de hospedagem de blog, e plataformas para criar o seu.\ \ Por isso, montamos um passo a passo sem complicações para que você entenda como funciona o processo de criar e montar o seu blog.

Primeiramente, vamos ao mais importante: como criar um blog do zero, ou seja, como desenvolver um website e colocá-lo no ar.

Escolha um nicho do seu blog

O primeiro passo para quem está tentando aprender como criar um blog será idealizar e validar a sua ideia.

Assim como é importante escolher o que vender na internet antes de criar uma loja virtual, para criar um blog, você deve escolher qual será o seu nicho.

Fazendo uma pesquisa rápida, você poderá notar facilmente que a maioria dos grandes blogs se especializam em certas áreas de conhecimento, como:

  • Esportes, saúde, fitness e exercícios;
  • Alimentos, receitas, culinária;
  • Tecnologia, software, aplicativos, eletrônicos;
  • Música, bandas, shows, instrumentos musicais;
  • Ecommerce, marketing e marketing digital, vendas, empreendedorismo digital;
  • Produtos de beleza, moda, cosméticos;

Entre diversos outros nichos.

Responda à pergunta: qual será o nicho de seu blog? E não pare por aí, imediatamente após definir seu nicho, sua primeira tarefa será pesquisar por seus concorrentes para palavras-chave que você pretende trabalhar.

Por exemplo, se você deseja escrever sobre “receitas de bolo”, faça uma pesquisa usando algum mecanismo de busca, como o Google, Yahoo, Bing, e identifique quais blogs já trabalham sobre isso.

As chances são que já existem outros blogs trabalhando em essencialmente qualquer tipo de área de sua escolha.

Isso não significa que você não seja capaz de superá-los - esta é exatamente a palavra foco para lidar com a competição e gerar tráfego.

Ainda neste artigo, falaremos mais sobre como gerar tráfego para seu blog, mas por agora, comece a pensar sobre como você produzirá conteúdo relevante e melhor do que aquele já disponível, publicado pelos seus concorrentes.

Escolha uma plataforma para criar o seu blog

Essa é uma etapa muito importante na construção de um blog, pois é através de uma plataforma que você irá construir o seu blog.

É a plataforma que permite que ele tenha um layout e também que você faça a adição de páginas extras que achar necessário. 

Mas se você está preocupado com esse passo não precisa se preocupar tanto, pois você pode contar com diversas plataformas projetadas para ajudá-lo a criar um site de forma intuitiva, sem a necessidade de programar nada, através de ferramentas prontas.

No próximo tópico apresentaremos uma lista de plataformas que você pode utilizar para saber como criar um blog. 

Provavelmente você irá escolher uma plataforma que utiliza o sistema CMS.

CMS é a sigla para Sistema de Gerenciamento de Conteúdo, ele é um software que permite que você construa blogs, sites e lojas virtuais a partir do seu navegador e sem a necessidade de conhecer linguagens de programação.

A maioria das plataformas já compreenderam a importância de permitir que o usuário possa executar algumas mudanças sozinho, então grande parte das plataformas que iremos citar nesse artigo já utiliza esse sistema.

Por isso, a escolha da plataforma deve envolver a acessibilidade, funcionalidades disponíveis no seu blog, facilidade de gestão e também o preço. 

Escolha uma hospedagem de blogs

Dependendo da plataforma que você escolher para montar o seu site, terá que definir uma plataforma de hospedagem de sites. 

Um exemplo de plataforma que exige uma hospedagem de site é o WordPress. 

É a hospedagem do seu blog que irá permitir que você armazene seus arquivos e que o seu blog esteja disponível no ambiente virtual para ser encontrado. 

Muitas plataformas de construção de sites já oferecem planos de hospedagem para a construção do seu blog, então você não precisa se preocupar em procurar uma hospedagem.

Mas é interessante que você compreenda quais são os tipos de hospedagem existentes caso você necessite contratar uma para o seu blog. 

  • Hospedagem compartilhada: Se trata de um servidor físico com um vários sites dentro dele que compartilham recursos em formato de um pool.
  • Hospedagem na nuvem: Ele visa oferecer o mesmo serviço da hospedagem compartilhada, porém o armazenamento é na nuvem.
  • Hospedagem VPS: VPS, sigla de virtual private server (servidor privado virtual),  

permitirá que você configure o ambiente perfeito.

A respeito da hospedagem, ainda é necessário que você verifique se a plataforma escolhida será compatível com a plataforma de CMS que você escolheu. 

Considere também avaliar o preço da hospedagem para tentar encontrar um melhor custo benefício, pois uma hospedagem deve ter um papel importante na construção do seu site.

A quantidade de domínios possíveis e também a quantidade de armazenamento também deve ser levado em consideração, principalmente se você deseja fazer upload de vídeos e imagens. 

E também o atendimento e suporte para que você não precise se preocupar caso precise de algum auxílio. 

Registre um nome de domínio 

Para que você possa ser facilmente encontrado pelo seu público é altamente recomendável que escolha um domínio.

Esse nome de domínio será utilizado para que as pessoas possam ter acesso ao seu blog e entre os domínios mais comuns que podemos citar: .com; .net; .org; ou .xyz.

Não esqueça que o nome do domínio deve vir acompanhado do nome do seu blog, pois isso irá possibilitar que as pessoas associam e tenham mais facilidade de acessar o seu blog.

Construa o seu blog

Depois de registrar o domínio basta que você configure o seu blog e adicione as informações necessárias.

Você pode precisar veicular na sua plataforma de CMS, a plataforma de hospedagem para poder construir o seu site. 

Por isso não deixe de realizar todas as configurações necessárias, e se precisar de ajuda para configurar solicite atendimento para esclarecer todas as suas dúvidas.

A facilidade ou dificuldade de construir o seu blog vai depender da plataforma escolhida, mas a maioria delas simplificam bastante o trabalho para que você possa fazer sem muitas dificuldades. 

Personalize o seu blog

Uma etapa muito importante para quem deseja saber como criar um blog é a personalização do seu blog.

Mais adiante nesse artigo iremos abordar a importância de você criar uma identidade visual para o seu blog, por hora vamos abordar a personalização como aspectos gerais.

Como já mencionamos, muitas plataformas possuem templates prontos que você pode utilizar,  ou você pode editá-lo para que ele fique mais acessível e também para que ele fique adequado aos seus interesses ou interesses do seu público-alvo.

Existem alguns temas pagos e temas gratuitos e utilizá-los vai do gosto de cada pessoa.

Algumas plataformas também permitem que você o seu próprio tema, por tanto aposte na personalização para deixar o seu blog ainda mais atrativo para quem irá visitá-lo. 

O importante é que você mantenha o seu blog organizado, na questão das páginas por categoria, também crie uma página contando um pouco sobre você para que o público possa te conhecer melhor. 

Nessa página é possível deixar o seu contato e também quais são as redes sociais que você está presente. 

Não esqueça também de escolher um título interessante para o seu blog, e caprichar na descrição do seu blog.

Não esqueça também de explorar os demais recursos oferecidos por ela

Imagem abordando dicas de como criar um blog e registrar seu domínio

Escolha uma plataforma para o seu blog

Primeiramente, vamos ao mais importante: como criar um blog do zero, ou seja, como desenvolver um website e colocá-lo no ar, gerenciar seus conteúdos e publicações, inserir imagens em artigos, etc.

Felizmente, hoje, é possível criar blogs sem qualquer conhecimento técnico em programação e desenvolvimento web.

Isso porque você pode contar com diversas plataformas projetadas para ajudá-lo a criar um site de forma intuitiva, sem a necessidade de programar nada, através de ferramentas prontas.

1. Wix

Para que você não tenha nenhuma dúvida na construção do seu blog, nós iremos realizar um passo a passo completo com a plataforma Wix. 

Com a Wix, você consegue criar um blog sem ter conhecimentos em programação, selecionando um modelo profissional pronto e já otimizado para dispositivos móveis. 

A partir disso, basta usar o editor arraste e solte para personalizar seu blog exatamente como preferir.

Seu blog terá um domínio personalizado e você poderá responder um questionário para receber um planejamento de SEO e fortalecer suas chances de ranquear bem nas páginas de resultados do Google e demais buscadores.

A melhor parte? Se não estiver satisfeito com os resultados, poderá testar o Wix por até 14 dias e solicitar um reembolso do valor integral de seu investimento.

O Wix conta com quatro planos, sendo que o plano mais básico envolve apenas a aquisição de domínio, e o mais caro benefícios como logo profissional e arquivos de redes sociais. 

Confira agora o passo a passo de como criar um blog com Wix.

  1. Acesse o site: Para criar o seu blog na Wix, você precisa acessar o site, e logo que a página do site estiver carregada você verá uma imagem com o seguinte texto: “Crie um blog e comece a compartilhar”.
  2. Inicie o registro da sua conta: Existem duas maneiras de se registrar. Através da criação de uma conta nova, onde você insere os seus dados como Email e senha. Ou você pode realizar a integração das suas contas do Google e do Facebook.
  3. Defina o seu blog: Você será redirecionado para uma página em inglês, mas para iniciar o seu site basta clicar em “Let’s do it”.
  4. Informe o Wix: Nesse passo você pode informar o Wix para quem é o blog, qual o objetivo do blog e qual é a sua experiência com construção de sites, ou simplesmente pular.
  5. Construa o layout do seu blog: Como próximo passo você poderá selecionar a opção Wix ADI, onde você responde algumas perguntas e o próprio Wix cria um design para o seu site, ou você pode selecionar um template já pronto.
  6. E pronto! Basta que você edite o seu site, e aperte no botão "publicar” para colocá-lo na web. Além de mudar o design você pode adquirir o plano pago do Wix, otimizar o seu blog para que ele seja responsivo e muito mais.

Crie seu blog com a Wix

2. Zyro

É uma plataforma com recursos que tornam a construção de um site rápida e fácil. 

O Zyro possui um editor de arrastar e soltar que permite que você facilite a montagem do seu blog, customizar da maneira que você desejar, e você pode contar com os templates prontos dentro da plataforma.

Também é possível montar um ecommerce através do Zyro, pois a plataforma possui uma gestão facilitada, na versão ecommerce você conta com integração em diversos canais para que você possa vender os seus produtos. 

Ela permite que você crie uma hospedagem gratuita, mas se você necessitar de um domínio próprio você pode adquirir a versão premium, que garantindo um domínio próprio para o seu site. 

Seus servidores na nuvem garantem uma experiência rápida ao usuário, a plataforma também conta com otimizações SEO para que você possa ser encontrado no buscador do Google, certificado SSL, Design responsivo, atendimento 24 horas para que você possa tirar as suas dúvidas.

É uma plataforma completa para você que deseja utilizar o seu blog tanto profissional como para uso pessoal.

Passo a Passo para saber como criar um blog no Zyro:

  1. Registre-se ou logue com sua conta do Google ou do Facebook.
  2. Selecione uma opção de template ou de gerador de sites de inteligência artificial, importe um site que já existe.
  3. Edite o seu blog.
  4. Escolha a sua assinatura.
  5. Publique!

Zyro - o construtor de sites mais fácil de usar, com desconto de até 72%

3. SITE123

O SITE123 é um dos melhores construtores de sites disponíveis online, isso porque a ferramenta oferece praticidade e agilidade no processo de criação e lançamento de sua página.

Vale a pena conferir entre os mais de 100 modelos de blogs disponíveis no SITE123, personalizá-lo de acordo com a aparência que você deseja para seu próprio blog e usar o painel de gerenciamento de conteúdo sem qualquer dificuldade.

Não há necessidade de saber programar ou mesmo de ter conhecimentos avançados em design para criar um blog com aparência profissional e que seja veloz e responsivo, ou seja, compatível com dispositivos móveis.

Com o SITE123 você cria o seu site rapidamente e em apenas 3 etapas, sites responsivos e adaptados para os dispositivos móveis.

Também há a possibilidade de criar a sua loja online para que você comece a vender rapidamente.

O SITE123 também conta com uma equipe de atendimento 24 horas por dia para que você tenha o melhor suporte online, e ele ainda conta com um banco de imagens integrado para você utilizar as imagens como quiser. 

Como criar um blog no SITE123:

  1. Registre-se;
  2. Selecione o seu tipo de site;
  3. Envie seu próprio conteúdo;
  4. Publique seu site para colocar sua empresa on-line em menos de uma hora!

4. Webnode

Não poderíamos deixar de apresentar o Webnode entre as ferramentas de como criar um blog. 

A plataforma também oferece um processo de criação simplificado, e é recomendada para todos os tipos de usuários, com ou sem conhecimentos técnicos.

O Webnode também conta com diversos templates personalizáveis, editor de texto online extremamente intuitivo, rastreamento de leitores e fácil integração com widgets adicionais caso você queira adicionar elementos externos à plataforma ao seu blog.

O editor do Webnode funciona através de blocos que permite que você faça alterações em poucos minutos.

Crie uma caixa de correio com o seu domínio para receber as mensagens dos seus visitantes.

O Webnode também conta com um atendimento 7 dias por semana para que você possa utilizar a plataforma sem nenhuma hesitação.

Como criar um blog no Webnode:

  1. Registre-se, é rápido e grátis;
  2. Escolha o design que gostar mais;
  3. Adicione imagens, textos ou vídeos;
  4. Publique o site com um só clique!

5. Weblium

Como alternativa, você pode optar por usar o Weblium para criar blogs rapidamente. O construtor oferece um passo a passo intuitivo para que você consiga colocar seu blog no ar dentro do menor intervalo de tempo possível.

Além disso, o serviço de hospedagem integrado, assim como do SITE123 e Webnode oferece certificado de segurança SSL para que você possa garantir a proteção dos dados de seus visitantes - algo extremamente importante para SEO (Search Engine Optimization).

O Weblium conta com uma inteligência artificial que ajuda você a construir o seu site com mais habilidade e praticidade. 

O design é responsivo e se aplica a todas as plataformas de dispositivos móveis, além de contar com otimização para SEO. 

Conta com uma equipe de suporte profissional para você utilizar a plataforma, e essa plataforma possui planos do Weblium são pagos ou gratuitos.

Como criar um blog com Weblium:

  1. Acesse o site;
  2. Registre-se na plataforma ou entre com sua conta Google;
  3. Escolha a opção que mais se adequa ao objetivo do seu site;
  4. Escolha um template e comece a editar;
  5. Publique! 

6. WordPress

E claro, não poderíamos deixar de mencionar o WordPress em um artigo sobre como criar um blog. 

Hoje, 37% de todas as páginas no mundo são criadas com o WordPress, mas você deve estar se perguntando porquê o colocamos como último. O fato é que o WordPress é bem menos intuitivo que as opções anteriores.

E para que você seja capaz de realmente personalizar sua página por completo e ter controle sobre todos os plugins oferecidos para a plataforma, será necessário ter certo conhecimento técnico ou contratar um desenvolvedor WordPress.

Mesmo assim, ele é extremamente versátil e, como seus próprios índices indicam, é amplamente usado na internet por blogueiros e empresas.

A plataforma conta com uma série de plugins que você pode instalar no seu blog para ter acesso aos mais diversos tipos de recursos. 

Permite que você transforme o seu blog em uma loja virtual, possui integrações com ferramentas de SEO e Google Analytics para que você possa acompanhar o seu crescimento.

Equipe de suporte garantida para oferecer a você um atendimento personalizado.

Os planos do WordPress podem ser assinados mensalmente, onde o valor é maior, ou então anualmente com redução de valor.

Como criar um blog no WordPress:

  1. Para criar um blog no WordPress basta acessar a página;
  2. Escolher o seu domínio;
  3. Selecionar um plano;
  4. Acessar o painel de escolha e edição de templates;
  5. E publicar!

7. Contratando uma agência de marketing digital para isso

Você também pode contratar uma agência de marketing digital para criar um blog para você ou para a sua empresa.

Inclusive, algumas agências no Brasil oferecem como serviço publicar conteúdos e realmente administrar o seu blog.

Assim é possível que você comece a gerar autoridade para a sua marca sem necessariamente precisar gerenciar uma equipe própria e estruturar sua estratégia de conteúdo do zero.

Dicas de como criar um blog e criar conteúdo de valor

Vale a pena criar um blog?

Antes de mais nada, é importante respondermos a esta pergunta crucial, especialmente caso você já tenha uma marca no ambiente online e está pensando em expandir suas estratégias de marketing digital.

Saber como criar um blog profissional abre oportunidades para que você possa compartilhar conteúdo relevante sobre áreas de conhecimento que domina - ou sobre áreas de conhecimento diretamente relacionadas ao produto ou serviço já oferecido pelo seu negócio.

A partir disso, torna-se possível educar o mercado e começar a trabalhar nas primeiras etapas de seu funil de vendas - fazendo com que consumidores reconheçam um problema e entendam como solucioná-lo.

Como criar um blog empresarial

Para empresas, um blog pode servir como uma estratégia de captação e geração de leads. 

Isso porque ao produzir conteúdo de alta qualidade, seus materiais serão bem posicionados nas pesquisas do Google para as palavras-chaves relacionadas aos assuntos buscados e, dessa forma, consumidores serão direcionados à página de seu negócio.

Exemplificando, a JivoChat é uma empresa SaaS que oferece uma plataforma de atendimento completa, com chat online, telefonia, e-mail, etc.

Por isso, em nosso blog trabalhamos muito sobre conteúdos relacionados à atendimento ao cliente, com

o otimizar métricas de atendimento e qual é a importância de oferecer este tipo de canal modernizado em negócios digitais.

Dessa forma, conseguimos educar o mercado, apresentar materiais acionáveis e que apresentem dicas aplicáveis aos negócios de nossos próprios clientes e chamar atenção para nossas ferramentas.

Desenvolva uma estratégia de marketing de conteúdo que seja relevante para o público de seu negócio para aproveitar os benefícios gerados por ter um blog relacionado à sua empresa.

Como criar um blog pessoal

Blogs não são benéficos apenas para empresas que já atuam no mercado digital e oferecem produtos ou serviços através de canais de vendas online.

Pelo contrário, um blog pode ser exatamente o foco principal de seu negócio e existem diversas formas de rentabilizá-lo para transformá-lo em uma fonte de renda.

O compartilhamento de informações é uma das maiores vantagens do ambiente online como um todo.

Através de um blog, você poderá oferecer materiais ricos, ajudar pessoas e propagar conhecimento acionável para seus leitores enquanto, claro, é recompensado pelo seu trabalho duro.

Mas isso não significa que basta criar um blog e colocá-lo no ar para começar a ganhar dinheiro na internet.

Continue lendo para entender como criar um blog de sucesso, gerar tráfego e monetizá-lo.

Como otimizar o seu blog

Depois de apresentarmos a você como criar um blog, é hora de saber como você pode otimizar o seu blog para que ele fique mais atraente para conquistar a atenção do seu público.

Defina seu público-alvo

Esta é uma etapa crucial para quem deseja saber como criar um blog de sucesso. 

Afinal, será necessário entender quem serão os leitores do seu blog para que você possa tanto ajustar suas estratégias de conteúdo quanto impulsionar a monetização do mesmo.

Alguns nichos são capazes de atingir essencialmente todo tipo de leitor, de qualquer idade.

Você também pode escolher por trabalhar nichos com foco em gêneros ou faixas etárias específicas, como por exemplo um blog focado para estudantes universitários, ou para mulheres grávidas, etc.

A definição de seu público-alvo é importante pois afeta diretamente suas estratégias de produção de conteúdo e até mesmo o tipo de linguagem usada, como veremos a seguir.

Utilize a linguagem adequada

Depois de definir o seu público-alvo é importante que você saiba como se comunicar com esse público, principalmente com relação a escrita do seus textos no blog quanto nos possíveis vídeos.

Blogs podem abordar diversos temas e assuntos, e eles vão te dar indícios de qual é a linguagem mais apropriada para se comunicar.

Em um blog é possível utilizar diferentes tipos textuais como: narrativos, descritivos, dissertativos, argumentativos, expositivos, etc.

Por isso, você deve ser capaz de conseguir identificar a maneira mais adequada de transferir a informação para o seu público-alvo através da escolha de qual tipo textual e da linguagem.

E isso demanda um vasto conhecimento do seu público-alvo, para tentar adaptar a linguagem que esse público usa para que você possa utilizá-la também. 

Essa é uma maneira de facilitar a comunicação, e tentar fazer com que o seu público se identifique mais com o seu conteúdo. 

Por exemplo, se seu blog abordar um conteúdo mais leve cujo objetivo é contar sobre o seu dia a dia, é possível utilizar uma linguagem mais informal para se aproximar do seu leitor.

Agora se você tem um blog para divulgar notícias, a linguagem formal acaba passando mais credibilidade. 

Por isso, invista em pesquisar sobre o seu público-alvo e também sobre os seus concorrentes, observe como eles constroem seus textos e como se comunicam com o público.  

Estabelecer uma boa comunicação com o público é fundamental para que você consiga alcançar os objetivos que você determinou para o seu blog.

Crie uma identidade visual própria

Um aspecto que também deve ser levado em consideração para quem deseja saber como criar um blog de sucesso, e facilitar com que ele ganhe destaque é a criação de uma identidade visual.

Se você ainda não sabe o que é uma identidade visual, vamos explicar brevemente. A identidade visual é um conjunto de elementos que irão representar visualmente o seu blog. 

Muitas empresas possuem logotipo e cores que são características dessas empresas, não é mesmo? 

Portanto, se você estiver fazendo um blog para uma empresa ou negócio é muito importante que você utilize esses elementos para que o seu público consiga identificar a empresa que está gerenciando o blog.

Se não for o caso do seu blog, você pode construir uma identidade visual própria para utilizar nele e também nas suas redes sociais.

Se você já deu um nome para o seu blog, você pode criar um logotipo e colocá-lo em uma posição estratégica, definir uma paleta de cores e combiná-la no Layout do seu blog.

Ainda é possível definir um tom de voz para a comunicação com o seu público, e adicionar demais elementos para fazer com que o seu blog se diferencie e se destaque para o seu público.

Mas lembre-se que  a identidade visual deve ser coerente com o conteúdo e com a temática do seu blog para que faça algum sentido.

E não esqueça que as cores podem transmitir ideias e percepções diferentes, por isso antes de sair definindo uma paleta de cores qualquer cor se informe sobre psicologia das cores.

Faça cronogramas de publicação 

Apesar de algumas pessoas acharem que aprender a como criar um blog e gerí-lo não dá trabalho, estão enganadas, pois ignoram o fato de que produzir conteúdo requer dedicação e tempo.

É importante que você mantenha uma periodicidade de suas publicações e permaneça consistente, para que você consiga atender esse cronograma é necessário criar uma estratégia de conteúdo. 

Faça brainstorming das suas ideias, analise os seus concorrentes e tente compreender o que o seu público deseja ler. 

Comece trabalhando tópicos mais amplos até conseguir atingir tópicos mais específicos, mas dê prioridade para os tópicos que você já tem mais conhecimento. 

Avalie o seu desempenho para saber até quantos conteúdos de qualidade você consegue escrever a cada semana, permitindo que você defina um fluxo adequado de publicações.

É possível fazer um planejamento mensal dos conteúdos, e sempre monitore o número de visitas e também o engajamento que esses conteúdos recebem.

Essa também é uma maneira de avaliar quais são os conteúdos que mais despertam a atenção e curiosidade dos leitores. 

Invista em experiência do usuário

Em alguns tópicos onde apresentamos como criar um blog ou quando mencionamos as plataformas, também mencionamos sobre a responsividade de um blog.

Para que você entenda um pouco mais sobre o motivo dela ser tão importante devemos explicar também sobre a experiência do usuário. 

Cada vez mais, o cliente, leitor, ou usuário e suas necessidades estão sendo colocados em destaque e é sobre esse aspecto que se trata a experiência do usuário.

É oferecer ao leitor, a melhor experiência durante o acesso ao seu blog, e por isso é importante que você escolha uma plataforma que tenha design responsivo, como já abordamos.

Ainda mais, se analisarmos alguns dados de acesso e utilização dos dispositivos móveis.

Pois com o avanço da tecnologia a tendência é que as pessoas utilizem diversos tamanhos de telas diferentes para estarem conectadas e buscar informação.

A missão de quem entrega conteúdo é facilitar o acesso a esse conteúdo, mas a experiência do usuário não se trata apenas de um design responsivo.

Ela vai além, os elementos de design e a sua escrita também devem contar como elementos importantes para a experiência do usuário.

Por isso, leve em consideração esses aspectos para conseguir entregar uma experiência única aos leitores do seu blog. 

Engaje a sua audiência

Assim que começar a receber visitas no seu blog e ganhar notoriedade, é interessante que você mantenha o seu público engajado com os assuntos que são abordados no seu blog. 

Por isso, você deve investir em criar um espaço voltado para a socialização dos leitores do seu blog, e que você possa promover também discussões para mantê-los engajados.

Existem diversas maneiras de fazer isso no ambiente virtual, e é mais fácil ainda se você já tiver estabelecido a sua presença nas redes sociais.

Pois, algumas das redes sociais mais utilizadas pelo público, de uma maneira geral, disponibilizam espaços para que você possa promover a socialização entre a sua audiência. 

Uma das redes sociais que promove esse tipo de interação é o  Facebook, onde é possível criar Grupos e compartilhar os conteúdos do seu blog permitindo que o público comente, reaja e gere discussões.

Essa ação contribui para que você mantenha a sua audiência engajada com os temas que você aborda e também promove a socialização.

Existe a possibilidade de utilizar outras redes sociais também como o Linkedin que é uma rede voltada para questões profissionais,  também permite que você crie grupos e faça o gerenciamento desses grupos.

Ou você também pode utilizar canais voltados para a comunicação, é o caso do mensageiro Telegram, que permite que você crie canais e a partir desses canais crie grupos onde os membros possam interagir.

O Discord também é uma possibilidade para quem deseja manter a audiência engajada, é possível criar canais, compartilhar arquivos e promover discussões.

O importante é que o seu público sinta que tem um espaço onde eles podem falar abertamente, e compartilhar experiências.

E você também pode aproveitar desse espaço para descobrir quais são os assuntos que mais interessam o seu público. 

Como criar um blog e vantagens

Como gerar tráfego para um blog

Você aprendeu como criar um blog com um CMS profissional, colocou sua página no ar, produziu e publicou diversos artigos mas ninguém está acessando suas páginas e seus artigos não aparecem nas buscas do Google - o que há de errado?

Como mencionamos no início do artigo, não basta simplesmente publicar conteúdos e esperar que isso seja o suficiente para atingir milhares de visitas mensais em seu blog.

Para isso, será necessário trabalhar alguns aspectos importantes relacionados ao marketing digital, entenda:

Crie conteúdo otimizado para SEO

Para gerar tráfego de forma orgânica, você precisará otimizar suas páginas de acordo com as diretrizes utilizadas pelo algoritmo do Google e outros mecanismos de busca.

O nome desse tipo de otimização é Search Engine Optimization (SEO), traduzido diretamente para otimização para mecanismos de busca.

Para definir o posicionamento de cada conteúdo para determinadas palavras-chaves nas páginas de resultados do Google.

A ferramenta usa um algoritmo extremamente robusto e frequentemente atualizado que é capaz de identificar e mensurar a qualidade de seu material.

Afinal, seria impossível para o Google ter um representante humano indexando cada uma dos inúmeros websites disponíveis online.

SEO é um assunto realmente extenso e, por isso, criamos um conteúdo exclusivo para ajudá-lo a entender tudo sobre SEO.

Você deverá otimizar tanto elementos internos de suas páginas, como títulos, imagens, estrutura de texto, HTML, tamanho do artigo, distribuição de palavras-chave, densidade de palavras-chave, conhecidos como elementos SEO On-Page.

Assim como elementos externos, como backlinks e referenciamento de domínios, conhecidos como elementos SEO Off-Page.

Sem este tipo de otimização, não há como criar um blog de sucesso, pois o Google entenderá que seu material não é tão bom quanto outras páginas que oferecem conteúdos extremamente ricos e bem otimizados.

Entretanto, como a própria empresa menciona em suas diretrizes, seu foco principal deve estar na produção de conteúdo:

  • Extremamente rico e valioso para a audiência;
  • Exclusivo, não plagiado, diferente do que já existe;
  • Responsivo, otimizado para leitura em dispositivos móveis (como smartphones e tablets).

Além disso, recomendamos que leia também todas as diretrizes para webmasters do Google ações que você pode tomar para ajudar a ferramenta a encontrar e indexar as páginas de seu blog, como a inserção de códigos em seu servidor de hospedagem, etc.

Vale mencionar que as plataformas para criar um blog apresentadas anteriormente já oferecem várias dessa otimizações de SEO de forma nativa.

Ou seja, você precisará se preocupar apenas na otimização de elementos SEO On-Page e Off-Page, como apresentados acima.

Entretanto, caso você queira desenvolver seu próprio website e hospedá-lo em um serviço de hospedagem, será importante otimizar elementos técnicos relacionados às diretrizes mencionadas no link anterior.

Faça parcerias de conteúdo

Não há como criar um blog de sucesso sem encontrar parceiros em seu nicho. Esta é uma excelente forma de aumentar a visibilidade de sua página e, inclusive, empregar estratégias de guest posting e link building.

Para exemplificar, você pode se oferecer a produzir conteúdos para sites de parceiros e, inclusive, receber conteúdos dos mesmos e publicar em seu próprio blog, gerando links para ambas páginas e crescendo através de uma parceria de co-marketing.

Além disso, caso seu conteúdo seja extremamente bom, outras páginas e marcas já bem estabelecidas no mercado podem referenciá-lo em seus próprios artigos, fazendo com que seus próprios visitantes cheguem até você e conheçam o trabalho disponível em seu blog.

Entretanto, fique atento às práticas que podem ser consideradas blackhat, um termo usado para ações que podem resultar em punições em suas próprias páginas por parte do Google e outros mecanismos de busca.

Reforce sua presença nas redes sociais

As redes sociais são uma excelente plataforma para a geração de tráfego orgânico ou pago (através de ferramentas como o Facebook Ads, anúncios para Instagram, etc).

Compartilhe seus conteúdos nas redes sociais e impulsione-os para que possa atingir seu público alvo e gerar uma base de seguidores.

Para exemplificar, você pode compartilhar todos os artigos publicados em seu blog diretamente na página de seu negócio no Facebook e, a medida que ganhar mais seguidores, os mesmos receberão tais publicações em seus próprios feeds de notícias ou Stories.

Envie newsletter para leads cadastrados

Se você já conseguiu gerar uma base de leads e foi capaz de obter os e-mails dos mesmos, considere fazer o uso de ferramentas de e-mail marketing e automação de marketing.

Para enviar atualizações de novos conteúdos publicados em seu blog, promoções, eventos e demais anúncios que sejam de interesse de seu público.

Porém, para que isso funcione é importante que você não faça Spam, e envie conteúdo apenas para leads que optaram por recebê-lo. 

Evite o uso de bases frias e não compre bases de e-mails prontas, pois elas podem danificar a reputação de seu website e fazer com que seus e-mails sejam bloqueados por serviços Anti-Spam.

Faça uso do  Google Analytics

O Google Analytics permite que você obtenha mais informações sobre o crescimento do seu blog, e também sobre o tráfego, quantas pessoas estão tendo acesso aos seus conteúdos e como está a otimização da sua página.

O Google Analytics é uma ferramenta gratuita, oferecida pelo Google que permite que você realize um acompanhamento com base em diferentes métricas e dados que essa plataforma coleta no seu blog.

É uma maneira mais fácil de acompanhar e elaborar relatórios onde também é possível entender mais sobre o comportamento do seu público-alvo, como quais são as páginas que eles acessam mais, quanto tempo eles permanecem nas páginas do seu site e outros.

O Google Analytics, portanto, é uma ferramenta imprescindível para quem deseja gerar mais tráfego para o site e acompanhar também esses resultados.

Analise os seus concorrentes

Analisar os seus concorrentes pode conferir ótimos insights para que você entenda quais são os conteúdos que atraem seu público e também quais são as principais tendências do momento.

É possível que você crie um conteúdo diversificado do que eles apresentam, e que despertem o interesse do seu público-alvo.

Também permite avaliar os conteúdos que fazem sucesso e abordá-los no seu blog de maneira diferenciada, e é uma maneira de saber quais temas você não deve abordar no seu blog, monitorar as visitas e visualizações dos seus concorrentes. 

Como criar um blog e dicas de SEO

Aprenda a ranquear seus artigos no Google

Já abordamos nesse artigo alguns parâmetros que são importantes para você analisar e ranquear o seu artigo para que o seu blog consiga ganhar ainda mais tráfego.

Mas ainda existem outros aspectos que são importantes para que o Google considere o seu artigo um artigo digno de primeira página. 

Vamos analisar alguns desses parâmetros, mas lembre-se que há muitos outros aspectos que o Google leva em consideração. 

Inicie seu título com a palavra-chave

Se você ainda não pegou bem a ideia do que é uma palavra-chave ela é uma palavra que vai definir a temática do seu artigo.

Ou seja, uma palavra-chave pode ser qualquer palavra e até mesmo uma frase. É só utilizar como exemplo quando vamos fazer uma pesquisa no buscador do Google.

Inserimos uma palavra-chave nele e ele nos retorna com várias opções de artigos sobre aquela palavra-chave. 

E de uma maneira geral ela é a estrutura fundamental de um texto, ao analisar os primeiros resultados do buscador você pode ter uma ideia de como direcionar o seu artigo.\ \ Além disso, pode ver que na maioria, se não em todos, os artigos a palavra-chave está inserida no título do artigo.

É uma maneira de facilitar para que o Google consiga encontrar o seu artigo.

Também é fortemente recomendável que você adicione a palavra-chave na sua URL para cada post.

Escreva a sua palavra-chave ao longo do texto

Você já percebeu que a palavra-chave é um elemento muito importante ao longo de um texto e por isso ela deve estar inserida logo no início do seu texto.

Quanto mais no início melhor é para que o algoritmo do Google compreenda que você está escrevendo um artigo sobre aquela palavra-chave.

Além de estar inserida no início do seu texto, você também deve citá-la ao longo do texto para que elas tenham uma distribuição homogênea e não fiquem concentradas apenas no início ou no final. 

Portanto, esteja atento a esse aspecto, pois ele é muito relevante e irá ajudar a ranquear o seu artigo. 

Utilize link externos no seu artigo

Se você encontrar um conteúdo que seja relevante para o seu artigo não tem motivo algum para você não incluir o link desse conteúdo ao corpo do seu texto.

E acredite, esse tipo de prática também conta na hora de tentar ranquear o seu artigo no Google, pois ele valoriza artigos que consideram artigos relevantes.

Mas escolha apenas fontes autênticas e confiáveis, pois o efeito pode ser contrário.

Capriche na descrição dos seus posts

A meta description é aquela descrição que vemos logo após pesquisar um conteúdo no Google, ela fica localizada embaixo do título e da URL do post.

Como ela será visível para várias pessoas caso você consiga ranquear entre as primeiras páginas é importante que ela seja também uma descrição atrativa e única.

A palavra-chave também deve estar incluída na sua meta description, ela deve ser atraente e informativa e não deve exceder o limite de 150 caracteres.

Dê preferência por conteúdos longos

Além de produzir um conteúdo autêntico e de qualidade é necessário que você também produza um conteúdo completo. 

E para ser completo ele deve ser um conteúdo extenso, não é mesmo? 

Claro que nem sempre quantidade é qualidade, mas tente agregar o máximo de informação possível sobre aquele assunto para que o Google identifique o seu artigo como “relevante”.

Escreva no mínimo 1000 palavras, mas sempre que possível vá além para que o seu conteúdo seja ainda mais autêntico.

Otimize as imagens que você publica

Mais adiante nesse artigo iremos sugerir alguns bancos de imagens para você publicar no seu blog.

Elas são muito importantes, principalmente em artigos longos, pois elas servem de descanso para a leitura e muitas vezes captam a atenção do leitor com mais facilidade. 

Portanto, quando você for inserir a sua imagem no seu blog, preencha os campos de título e também de atributo alt.

No atributo alt você deve fazer uma breve descrição da imagem e inserir também a sua palavra-chave.

Faça ligação interna

Link seus conteúdos a outros artigos publicados no seu blog nas palavras-chave incorporadas no seu texto. 

Essa é uma maneira de diminuir a taxa de rejeição do seu site, pois o leitor pode navegar para outra página que também pode ter conteúdo relevante.

Dessa maneira ele permanece no seu site por mais tempo, o que ajuda a construir a relevância.

Invista em backlinks

Sem uma boa construção de backlinks dificilmente o seu artigo irá conseguir ranqueamento nas páginas mais competitivas. 

Se você ainda não conhece o que é Backlink é um link feito de um site para outro, e como já mencionamos se o Google leva em consideração os seus links externos, ele também vai considerar quando o seu conteúdo for linkado para um outro site.

Existem diversas estratégias para você investir em backlinks como: 

  • Construção de link quebrado: Que consiste em achar links quebrados em sites do seu nicho. Escrever conteúdo para esses links e substituir um link ativo por um quebrado nesses sites.
  • Técnica de arranha céus: Consiste em encontrar um link ativo que você possa usar repetidamente, melhorar seu conteúdo tornando-o mais longo e com mais palavras-chaves e contar as pessoas do seu nicho.
  • Guestposts: Consiste em publicar conteúdos em sites parceiros que possuem alguma autoridade. Dessa maneira além de ganhar backlink, você também aumenta a visibilidade do seu site. 

Como monetizar blogs

Agora que você já sabe como criar um blog de forma simplificada, provavelmente deve estar curioso para saber de quais formas você conseguirá monetizar seu blog para que consiga gerar renda através de seus conteúdos.

Existem diversas formas de monetizar o seu website e os conteúdos publicados, confira as principais alternativas e pesquise a fundo para entender completamente como cada uma delas funciona.

Exibindo banners e anúncios

Você certamente já deve ter entrado em um artigo e encontrado elementos visuais exibindo anúncios, certo?

Normalmente isso é feito através de plataformas de anúncios, principalmente o Google Adsense - a ferramenta do Google que te permite exibir anúncios em texto, banners com imagens e outros elementos para monetizar suas páginas.

Dessa forma, você terá a oportunidade de monetizar sua página através de diferentes modalidades:

  • Custo por clique (CPC): você recebe sempre que algum visitante clicar em um anúncio sendo exibido em uma das páginas de seu blog.
  • Custo por mil impressões (CPM): você receberá sempre que um anúncio for visualizado mil vezes por visitantes únicos, independente dos mesmos tomarem qualquer ação ou clicarem no banner.

Além disso, o Google se responsabiliza por exibir os anúncios mais rentáveis de acordo com seu público.

Entretanto, é importante considerar que exibir anúncios em excesso pode ser detrimental para a experiência de leitura de seus visitantes.

Portanto, caso queira monetizar seu blog dessa forma, preze pelo bom design e evite encher cada página com múltiplos ADS.

Marketing de afiliados

O marketing de afiliados é outra excelente forma de monetizar qualquer página, sendo inclusive um dos grandes motivos pelo qual empreendedores buscam aprender como criar um blog.

Todavia, diferente do que muitos pensam, ela também requer bastante trabalho e expertise para que você seja capaz de vender produtos através de seus conteúdos.

Diversas empresas e negócios oferecem programas de afiliados, nos quais você pode se cadastrar como um afiliado, tendo como papel promover o produto em questão e ser comissionado por isso.

Normalmente, você recebe um link atribuído ao seu cadastro como afiliado e, sempre que um cliente tomar a ação desejada pela empresa produtora após ter acessado através de seu link, você será atribuído como o afiliado responsável por gerar aquele resultado.

Existem diferentes formas de comissionamento definidos por cada empresa, algumas pagam por lead, ou oferecem uma comissão sobre o valor de um produto vendido, entre outras.

Para exemplificar, o programa de afiliados do JivoChat oferece 30% do valor de cada pagamento realizado por clientes indicados através do programa, de forma recorrente, durante todo o período no qual o cliente continuar ativo.

Plataformas como o Hotmart e Monetizze, por exemplo, atuam como uma espécie de marketplace para afiliados, de forma que empresas consigam incluir seus programas nas mesmas e você consiga se cadastrar e começar a promover os produtos como afiliado.

Comercialização de infoprodutos

Outra grande oportunidade para quem busca como criar um blog é investir em conteúdos ricos e começar a trabalhar em infoprodutos, como Ebooks, webinários, cursos online, entre outros tipos de materiais.

Estes infoprodutos podem ser vendidos diretamente através de seus próprios conteúdos no blog e, ao perceber que você é autoridade no nicho e área de conhecimento trabalhada em seu blog, visitantes poderão optar por adquirir tais materiais mais extensos e completos.

Crie análises e publicações patrocinadas

Caso você consiga se colocar como autoridade em sua área de conhecimento, empresas relacionadas podem ter interesse em adquirir espaço e visibilidade em suas publicações.

Oportunidades como a escrita de avaliações, análises de produtos e serviços ou demais formas de publicação patrocinadas são uma excelente forma de monetizar seu blog - entretanto, normalmente acontecem apenas quando você já possui um fluxo estável de visitantes mensais.

Dicas de como criar um blog e vender

Mantenha o seu blog organizado

Agora que você já sabe como criar um blog e como utilizá-lo iremos abordar algumas ferramentas e recursos que você pode utilizar para deixar o seu blog mais bonito e atraente.

Além da escrita um blog pode utilizar outros recursos para a comunicação, é possível utilizar imagens, vídeos, áudio e muito mais no seu blog. 

Existem uma infinidade de recursos e ferramentas que permitirão que você mantenha o seu blog organizado, ou faça a gestão da sua equipe. 

Por isso, reunimos algumas das melhores ferramentas para você conhecer as suas principais funções e como elas podem te ajudar, confira quais são essas ferramentas nos tópicos seguintes.  

Banco de imagens 

Depois de saber como criar um blog é bem provável que você queira utilizar imagens nas suas publicações, e também é bastante provável que você não saiba onde encontrá-las.

Foi pensando nisso e porque sabemos que muitos blogueiros podem se sentir perdidos que nós iremos te apresentar quais são as três melhores bancos de imagens para você encontrar imagens para utilizar no seu blog.

E alguns bancos de imagens disponibilizam imagens para os mais diferentes usos, você pode encontrar até mesmo vetores para utilizar no seu blog.

Confira agora quais são os principais bancos de imagens:

Unsplash

É um site dedicado ao compartilhamento de fotografias, e de acordo com os gestores do site, a sua biblioteca de fotos tem mais de 2 bilhões de imagens disponíveis para o uso do público. 

As imagens presentes nesse banco de imagens são livres de qualquer tipo de direito autorais. 

E esse fator permite que você as utilize para uso pessoal ou comercial, embora seja recomendável você atribuir crédito ao autor da foto, não é um pré-requisito. 

O foco das imagens compartilhadas nesse site é fotografia, portanto é incomum achar ilustrações e demais artes. 

Pixabay

O Pixabay é um banco completo, pois ela disponibiliza conteúdos que vão desde imagens até vídeos para que você possa baixar e utilizá-los no seu blog. 

Ele conta com um acervo de 1,2 milhão de arquivos, entre esses arquivos também é possível encontrar ilustrações na plataforma.

As imagens no Pixabay possuem utilização gratuita. E um diferencial do Pixabay é o seu filtro por tamanhos e dimensões, onde também é possível realizar uma segmentação por cores predominantes na imagem.

Freepik

É um banco de imagens que conta com um acervo de mais de meio milhão de arquivos.

Nele você pode encontrar imagens vetoriais, fotografias e ainda arquivos para edição como arquivos em PSD, que podem ser utilizados em programas da Adobe como o Adobe Illustrator. 

É possível adquirir uma licença premium caso você queira utilizar as imagens para uso comercial.

Ou se o seu objetivo for uso pessoal é necessário realizar a atribuição ao autor e você pode baixar até 10 imagens por dia na versão gratuita. 

Edição de imagens e vídeos

Agora que você já sabe onde encontrar as imagens para colocar no seu blog, talvez queira deixá-las ainda mais atraentes para os seus leitores.

Mesmo sem saber muito sobre edição ou design, algumas ferramentas dispõe de recursos para que você já aprendeu a como criar um blog, também aprenda a como criar uma imagem ou um vídeo com designs diferenciados.

Canva

Essa ferramenta é uma ferramenta muito utilizada entre os profissionais de marketing digital, professores e profissionais de diversas áreas.

Pois ela funciona através do seu navegador web, não sendo necessária a instalação de qualquer tipo de arquivo permitindo que você crie designs incríveis e profissionais de onde estiver.

A vantagem dessa ferramenta é que apesar dela possuir um plano pago que libera alguns recursos, você também pode ter acesso a algumas ferramentas bem úteis na opção gratuita. 

Você pode criar desde mídias para promover o seu blog nas redes sociais, como infográficos, pôsteres e demais conteúdos que são disponibilizados na ferramenta.

E tudo isso utilizando a interface amigável do Canva, que permite que mesmo que você não seja um expert em edição, consiga utilizar a ferramenta.

O Canva também conta com diversos templates prontos para você utilizar e editar com a sua identidade visual. Não deixe de conhecer todos os recursos dessa ferramenta.

Envato Placeit

O grupo Envato adquiriu a plataforma Place it que funciona como um acervo com milhares de arquivos de fotos, vídeos, designs e templates para todos os formatos de plataforma.

Ela ajuda você a economizar tempo, uma vez que alguns desses templates também são passíveis de edição e personalização para que você consiga aplicar a sua identidade visual.

Para adquirir os arquivos de imagem, vídeo e templates da Envato, é necessário comprar o arquivo individualmente, ou então assinar os planos da plataforma.

A plataforma possui planos mensais ou anuais para você escolher o plano que mais cabe no seu bolso.

Movavi

É um editor de vídeo profissional, mas que também conta com uma interface amigável para quem está iniciando. 

Se você deseja turbinar as postagens do seu blog apostando em vlogs, o movavi é uma ferramenta cheia de recursos.

Alguns dos recursos disponíveis no Movavi são: edição de vídeos, cortes, adições de efeito, chroma key e  outros recursos que farão do seu vídeo um sucesso.

Para utilizar o Movavi você precisa comprar a licença. Estão disponíveis três tipos de licenças diferentes:

  • Video Suite: contempla apenas o editor de vídeo na assinatura anual
  • Video suite + Picverse: contempla também um editor de fotos para uma assinatura vitalícia 
  • Vídeo suite: business que é uma assinatura vitalícia do editor de vídeo.

Ferramentas do Google

O Google também possui algumas ferramentas que podem te auxiliar na criação e na organização do seu blog.  

Como já mencionamos nos tópicos anteriores a possibilidade de você utilizar o Google Analytics para monitorar o crescimento e o desenvolvimento do seu blog através de dados e análises mais precisas. 

O melhor de tudo é que essas ferramentas são gratuitas, e garantem maior liberdade de uso, para utilizá-las basta que você tenha uma conta no Gmail. 

Google Docs

O Google Docs é uma ferramenta de produção e edição de textos semelhante ao Word da Microsoft.

Entretanto, todos os textos produzidos a partir da ferramenta ficam armazenados na nuvem. 

Depois de aprender como criar um blog você pode utilizar essa ferramenta na produção dos seus conteúdos. 

A vantagem é que você pode compartilhar um Google Docs com outros usuários que podem realizar edições simultaneamente e em tempo real. 

Também é possível deixar comentários e fazer revisões, e ter acesso ao histórico de edições dentro da ferramenta.

Além disso, o Google docs também possui um corretor ortográfico bastante aprimorado.

Google Agenda

Essa ferramenta é uma agenda virtual e pode ser utilizada na criação do seu cronograma de postagens, por exemplo. 

Você pode também utilizá-la para definir eventos importantes e compartilhá-los com toda a sua equipe, assim como o Google Docs.

Além disso, você pode utilizá-la para agendar um Meet, que é outra ferramenta do Google que permite o agendamento de reuniões virtuais.

É possível programá-la para enviar lembretes através das notificações do seu celular.

Google Keyword Planner

É uma ferramenta muito importante para quem deseja investir em SEO no depois de já saber como criar um blog.

Apesar dessa ferramenta fazer parte do Google Ads, que é a ferramenta de anúncios pagos do Google, você pode utilizá-la apenas para buscar por palavras-chave.

Através dessa ferramenta você pode fazer uma pesquisa das palavras-chave que acha interessante utilizar no seu blog. 

Dessa forma, você terá acesso a um volume de buscas estimado mensal e também qual é a concorrência para aquela palavra-chave. 

Google Trends

E se você quer acompanhar o volume de buscas de determinado tema ou assunto para saber se vale mesmo a pena investir nesse tema.

O Google Trends é a ferramenta que irá te auxiliar. Você pode incluir o uso dessa ferramenta na sua estratégia de conteúdo. 

Você pode utilizar o Google Trends para ter ideias de conteúdo e também identificar quais são as principais tendências atuais.

Através dessa ferramenta você pode fazer um acompanhamento mensal do volume de busca de determinados assuntos ao longo dos meses. 

Corretores gramaticais

Lembra quando mencionamos a importância de uma linguagem concreta e que converse com o seu público-alvo?\ \ Se você deseja passar credibilidade com o seu texto ele precisa ser de qualidade e também estar correto tanto a gramática quanto a ortografia.

Além da possibilidade de utilizar o corretor ortográfico do próprio Google Docs, nós preparamos uma lista com outros corretores para você utilizar. 

SpellBoy

É um verificador instantâneo de ortografia e gramática, cuja utilização é completamente gratuita. 

Para utilizá-lo basta digitar o seu texto nele, ou então colar o seu texto. Em seguida aperte o botão para corrigir o seu texto.

O Spellboy encontra erros ortográficos simples, mas também é capaz de encontrar erros gramaticais e de estilo.

Language Tool

O Language Tool funciona através do site ou como uma extensão no Google Chrome, e em outros navegadores.

Você também pode utilizá-lo em plugins para e-mail ou também nos editores de texto como o Word.

Ele é uma ferramenta multilíngue, e possui planos que variam de acordo com o seu interesse na ferramenta. 

O plano básico inclui apenas correção básica de gramática e pontuação para textos de até 10.000 caracteres.

 O plano para usuários individuais contempla suplemento mais de 100.000 caracteres, correção de gramática e suplemento para Word e extensão para o docs.

Já o plano para equipes permite que você selecione o número de usuários ( podendo escolher até 20 usuários).

Ferramentas para organização da equipe

Para que ninguém da sua equipe fique de fora das programações diárias, e para que você consiga efetuar um gerenciamento eficiente da sua equipe, separamos algumas ferramentas interessantes para te apresentar. 

Confira as três melhores opções para realizar o gerenciamento da equipe do seu blog

Slack

O Slack é uma ferramenta que combina comunicação e colaboração em um só lugar. 

Ele suporta mensagens instantâneas para chats privados ou canais de equipe onde é possível você compartilhar arquivos do seu computador ou diretamente do Google Drive. 

Com o Slack a comunicação da sua equipe passa a ser centralizada, ele possui integração com o Trello que é uma outra ferramenta para você trabalhar em equipe, e que citaremos mais adiante. 

Essa integração permite que você otimize processos dentro da sua equipe, além da integração com mais de 2.000 aplicativos como Google Agenda, Gmail e outros.

O Slack possui quatro planos diferentes para atender às suas necessidades e também às necessidades da sua equipe. 

Trello

O Trello é um aplicativo de gerenciamento de projetos que permite que a sua equipe seja mais produtiva, é possível fazer o agendamento de reuniões, projetos, eventos e até mesmo definir metas para a sua equipe alcançar.

O Trello funciona através de listas e cartões em painéis onde você pode facilmente arrastar e soltar. Possuindo uma interface intuitiva e fácil para você utilizar. 

Você pode criar painéis do zero ou fazer o uso de templates pré definidos. E a partir desses cards é possível definir quem da sua equipe terá acesso a eles.\ \ Para facilitar ainda mais o seu trabalho é possível personalizar os cards alterando a sua coloração para que você consiga identificar com mais fácil as tarefas e compromissos. 

Os cartões também podem receber rótulos, checklists ou data de entrega.

E a plataforma permite que você realize integrações com ferramentas como Google Drive, Slack, Dropbox e mais.

Você pode utilizar o Trello gratuitamente que te dá acesso a painéis pessoais, listas e cartões.

Ou então é possível adquirir a versão business para poder utilizar a versão ilimitada de painéis e equipes. 

Asana

Asana é uma ferramenta colaborativa e que suporta comunicação em tempo real. 

Ela funciona por meio de cards e é bastante semelhante ao Trello, com seus recursos de arrastar e soltar. 

E você pode utilizá-la na elaboração do seu calendário editorial utilizando os recursos Timeline e Calendar.

Ou gerenciar a sua equipe e ver em qual atividade cada membro está trabalhando com o Workload. 

O Asana permite integração com aplicativos como Slack, Office 365, Power Bi, Tableau e mais.

Você pode incluir na sua equipe do Asana até 15 pessoas na assinatura gratuita. Mas se você quiser ter acesso a relatórios e outras ferramentas de gestão é necessário fazer a contratação da assinatura paga. 

Aprendeu como criar um blog?

Esperamos que este conteúdo tenha lhe ajudado a entender tudo o que você precisa para começar o seu próprio blog. Em suma, o que você precisa fazer é:

  1. Definir seu nicho e público alvo;
  2. Estudar seus concorrentes;
  3. Criar um website e hospedá-lo em um serviço de qualidade;
  4. Otimizar o seu blog para que ele seja mais atraente para o seu público;
  5. Definir como pretende monetizar seu blog;
  6. Criar conteúdo otimizado e usar estratégias de marketing digital para gerar tráfego;
  7. Buscar apoio nas ferramentas para utilizar no seu blog.

Essencialmente, são cinco passos que, caso bem executados, podem levá-lo a ter um blog de sucesso, seja para a sua empresa ou como um negócio digital em si.

E claro, não se esqueça de melhorar a sua retenção de clientes ao oferecer um chat online profissional gratuitamente em seu blog. Para isso, instale o JivoChat e seja capaz de conversar com seus visitantes e leitores em tempo real.

Início Blog Marketing Como criar um blog: Passo a passo completo
Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...
Comece a usar o JivoChat hoje!
Gostou do que leu?
Cadastre-se e teste o JivoChat agora mesmo!
É grátis e só leva alguns minutos para fazer o download