Como criar um blog: tudo que você precisa

Confira nosso guia completo sobre como criar um blog do zero

Está pensando em criar seu próprio blog e começar a produzir conteúdo sobre áreas de conhecimento que domina, mas não sabe como começar, o que é necessário ou talvez não tenha conhecimentos avançados em design e programação para criar um website? Muitos empreendedores digitais já estiveram nesta situação.

É exatamente para ajudá-lo a entender tudo o que você precisa saber sobre como criar um blog que nós preparamos este guia completo, capaz de guiá-lo desde a definição de nicho à como monetizar e gerar tráfego para seus conteúdos.

Esperamos que o guia seja útil para você e não se esqueça de instalar o JivoChat gratuitamente quando lançar seu blog para que possa conversar com visitantes em tempo real, indicar conteúdos e compartilhar links de afiliado - caso trabalhe dessa forma.

Sem mais delongas, vamos lá!

Vale a pena criar um blog?

Antes de mais nada, é importante respondermos a esta pergunta crucial, especialmente caso você já tenha uma marca no ambiente online e está pensando em expandir suas estratégias de marketing digital.

Criar um blog abre oportunidades para que você possa compartilhar conteúdo relevante sobre áreas de conhecimento que você domina - ou sobre áreas de conhecimento diretamente relacionadas ao produto ou serviço já oferecido pelo seu negócio.

A partir disso, torna-se possível educar o mercado e começar a trabalhar nas primeiras etapas de seu funil de vendas - fazendo com que consumidores reconheçam um problema e entendam como solucioná-lo.

Vantagem de criar um blog para empresas

Para empresas, um blog pode servir como uma estratégia de captação e geração de leads. Isso porque ao produzir conteúdo de alta qualidade, seus materiais serão bem posicionados nas pesquisas do Google para as palavras-chaves relacionadas aos assuntos buscados e, dessa forma, consumidores serão direcionados à página de seu negócio.

Exemplificando, a JivoChat é uma empresa SaaS que oferece uma plataforma de atendimento completa, com chat online, telefonia, e-mail, etc.

Por isso, em nosso blog trabalhamos muito sobre conteúdos relacionados à atendimento ao cliente, como otimizar métricas de atendimento e qual é a importância de oferecer este tipo de canal modernizado em negócios digitais.

Dessa forma, conseguimos educar o mercado, apresentar materiais acionáveis e que apresentem dicas aplicáveis aos negócios de nossos próprios clientes e chamar atenção para nossas ferramentas.

Desenvolva uma estratégia de marketing de conteúdo que seja relevante para o público de seu negócio para aproveitar os benefícios gerados por ter um blog relacionado à sua empresa.

Vantagem de criar um blog pessoal

Blogs não são benéficos apenas para empresas que já atuam no mercado digital e oferecem produtos ou serviços através de canais de vendas online.

Pelo contrário, um blog pode ser exatamente o foco principal de seu negócio e existem diversas formas de rentabilizá-lo para transformá-lo em uma fonte de renda.

O compartilhamento de informações é uma das maiores vantagens do ambiente online como um todo e, através de um blog, você poderá oferecer materiais ricos, ajudar pessoas e propagar conhecimento acionável para seus leitores enquanto, claro, é recompensado pelo seu trabalho duro.

Mas isso não significa que basta criar um blog e colocá-lo no ar para começar a ganhar dinheiro na internet. Continue lendo para entender como criar um blog de sucesso, gerar tráfego e monetizá-lo.

Escolhendo o nicho para seu blog

Escolhendo o nicho para o seu blog

O primeiro passo será idealizar e validar a sua ideia. Assim como é importante escolher o que vender na internet antes de criar uma loja virtual, para criar um blog, você deve escolher qual será o seu nicho.

Fazendo uma pesquisa rápida, você poderá notar facilmente que a maioria dos grandes blogs se especializam em certas áreas de conhecimento, como:

Entre diversos outros nichos.

Responda à pergunta: qual será o nicho de seu blog? E não pare por aí, imediatamente após definir seu nicho, sua primeira tarefa será pesquisar por seus concorrentes para palavras-chave que você pretende trabalhar.

Por exemplo, se você deseja escrever sobre “receitas de bolo”, faça uma pesquisa usando algum mecanismo de busca, como o Google, Yahoo, Bing, e identifique quais blogs já trabalham sobre isso.

As chances são que já existem outros blogs trabalhando em essencialmente qualquer tipo de área de sua escolha, mas isso não significa que você não seja capaz de superá-los - esta é exatamente a palavra foco para lidar com a competição e gerar tráfego.

Ainda neste artigo, falaremos mais sobre como gerar tráfego para seu blog, mas por agora, comece a pensar sobre como você produzirá conteúdo relevante e melhor do que aquele já disponível, publicado pelos seus concorrentes.

Definindo seu público-alvo

Ainda relacionado à sua escolha de nicho, será necessário entender quem serão os leitores do seu blog.

Alguns nichos são capazes de atingir essencialmente todo tipo de leito, de qualquer idade. Por outro lado, você também pode escolher por trabalhar nichos com foco em gêneros ou faixas etárias específicas, como por exemplo um blog focado para estudantes universitários, ou para mulheres grávidas, etc.

A definição de seu público alvo é importante pois afeta diretamente suas estratégias de produção de conteúdo e até mesmo o tipo de linguagem usada. Da mesma forma que você não verá um jornal de notícias usando gírias para engajar a audiência, você também deve ser capaz de adaptar o tom e linguagem de sua escrita.

Plataformas para criar um blog gratuito

Finalmente, chegou a hora de falarmos sobre como criar um blog na prática, ou seja, como desenvolver um website e colocá-lo no ar, gerenciar seus conteúdos e publicações, inserir imagens em artigos, etc.

Felizmente, hoje, é possível criar blogs sem qualquer conhecimento técnico em programação e desenvolvimento web. Isso porque você pode contar com diversas plataformas projetadas para ajudá-lo a criar um website de forma intuitiva, sem a necessidade de programar nada, através de ferramentas prontas.

Criar um blog não precisa ser uma tarefa difícil, nem cara, por isso recomendamos as seguintes ferramentas gratuitas e pagas:

1. SITE123

O SITE123 é um dos melhores construtores de sites disponíveis online, isso porque a ferramenta oferece praticidade e agilidade no processo de criação e lançamento de sua página.

Vale a pena conferir entre os mais de 100 modelos de blogs disponíveis no SITE123, personalizá-lo de acordo com a aparência que você deseja para seu próprio blog e usar o painel de gerenciamento de conteúdo sem qualquer dificuldade.

Não há necessidade de saber programar ou mesmo de ter conhecimentos avançados em design para criar um blog com aparência profissional e que seja veloz e responsivo, ou seja, compatível com dispositivos móveis.

2. Webnode

Não poderíamos deixar de apresentar o Webnode. A plataforma também oferece um processo de criação simplificado e é recomendada para todos os empreendedores, com ou sem conhecimentos técnicos.

O Webnode também conta com diversos templates personalizáveis, editor de texto online extremamente intuitivo, rastreamento de leitores e fácil integração com widgets adicionais caso você queira adicionar elementos externos à plataforma ao seu blog.

3. Weblium

Como alternativa, você pode optar por usar o Weblium para criar blogs rapidamente. O construtor oferece um passo a passo intuitivo para que você consiga colocar seu blog no ar dentro do menor intervalo de tempo possível.

Além disso, o serviço de hospedagem integrado, assim como do SITE123 e Webnode oferece certificado de segurança SSL para que você possa garantir a proteção dos dados de seus visitantes - algo extremamente importante para SEO (Search Engine Optimization).

4. Wix

O Wix é um construtor de sites realmente robusto e que também oferece templates prontos para blogs.

A plataforma oferece todos os recursos básicos que você espera encontrar em um criador desse nicho e pode ajudá-lo a colocar seu website no ar rapidamente, além de estar aberta para a inserção de código HTML caso queira fazer alterações manuais.

5. WordPress

E claro, não poderíamos deixar de mencionar o WordPress em um artigo sobre como criar um blog. Hoje, 37% de todas as páginas no mundo são criadas com o WordPress, mas você deve estar se perguntando porquê o colocamos como último.

O fato é que o WordPress é bem menos intuitivo que as opções anteriores e, para que você seja capaz de realmente personalizar sua página por completo e ter controle sobre todos os plugins oferecidos para a plataforma, será necessário ter certo conhecimento técnico ou contratar um desenvolvedor WordPress. Mesmo assim, ele é extremamente versátil e amplamente usado por grandes empresas.

Como monetizar seu blog

Como monetizar o seu blog

Agora que você já sabe como criar um blog de forma simplificada através de plataformas projetadas para ajudá-lo a fazer isso, provavelmente deve estar curioso para saber de quais formas você conseguirá monetizar seu blog para que consiga gerar renda através de seus conteúdos.

Existem diversas formas de monetizar o seu website e os conteúdos publicados, confira as principais alternativas e pesquise a fundo para entender completamente como cada uma delas funciona.

Exibindo banners e anúncios

Você certamente já deve ter entrado em um artigo e encontrado elementos visuais exibindo anúncios, certo?

Normalmente isso é feito através de plataformas de anúncios, principalmente o Google Adsense - a ferramenta do Google que te permite exibir anúncios em texto, banners com imagens e outros elementos para monetizar suas páginas.

Dessa forma, você terá a oportunidade de monetizar sua página através de diferentes modalidades:

Além disso, o Google se responsabiliza por exibir os anúncios mais rentáveis de acordo com seu público.

Entretanto, é importante considerar que exibir anúncios em excesso pode ser detrimental para a experiência de leitura de seus visitantes. Portanto, caso queira monetizar seu blog dessa forma, preze pelo bom design e evite encher cada página com múltiplos ads.

Marketing de afiliados

O marketing de afiliados é outra excelente forma de monetizar seu blog, mas diferente do que muitos pensam, ela também requer bastante trabalho e expertise para que você seja capaz de vender produtos através de seus conteúdos.

Diversas empresas e negócios oferecem programas de afiliados, nos quais você pode se cadastrar como um afiliado, tendo como papel promover o produto em questão e ser comissionado por isso.

Normalmente, você recebe um link atribuído ao seu cadastro como afiliado e, sempre que um cliente tomar a ação desejada pela empresa produtora após ter acessado através de seu link, você será atribuído como o afiliado responsável por gerar aquele resultado.

Existem diferentes formas de comissionamento definidos por cada empresa, algumas pagam por lead, ou oferecem uma comissão sobre o valor de um produto vendido, entre outras.

Para exemplificar, o programa de afiliados do JivoChat oferece 30% do valor de cada pagamento realizado por clientes indicados através do programa, de forma recorrente, durante todo o período no qual o cliente continuar ativo.

Plataformas como o Hotmart e Monetizze, por exemplo, atuam como uma espécie de marketplace para afiliados, de forma que empresas consigam incluir seus programas nas mesmas e você consiga se cadastrar e começar a promover os produtos como afiliado.

Comercialização de infoprodutos

Além de produzir artigos para o seu blog, você também pode expandir suas mídias e começar a trabalhar em infoprodutos, como Ebooks, webinários, cursos online, entre outros tipos de materiais.

Estes infoprodutos podem ser vendidos diretamente através de seus próprios conteúdos no blog e, ao perceber que você é autoridade no nicho e área de conhecimento trabalhada em seu blog, visitantes poderão optar por adquirir tais materiais mais extensos e completos.

Crie análises e publicações patrocinadas

Caso você consiga se colocar como autoridade em sua área de conhecimento, empresas relacionadas podem ter interesse em adquirir espaço e visibilidade em suas publicações.

Oportunidades como a escrita de avaliações, análises de produtos e serviços ou demais formas de publicação patrocinadas são uma excelente forma de monetizar seu blog - entretanto, normalmente acontecem apenas quando você já possui um fluxo estável de visitantes mensais.

Como gerar tráfego para um blog

Como criar um blog e gerar tráfego

Você usou uma ferramenta para criar blog, colocou sua página no ar, produziu e publicou diversos artigos mas ninguém está acessando suas páginas e seus artigos não aparecem nas buscas do Google - o que há de errado?

Como mencionamos no início do artigo, não basta simplesmente publicar conteúdos e esperar que isso seja o suficiente para atingir milhares de visitas mensais em seu blog.

Para isso, será necessário trabalhar alguns aspectos importantes relacionados ao marketing digital, entenda:

Crie conteúdo otimizado para SEO

Para gerar tráfego de forma orgânica, você precisará otimizar suas páginas de acordo com diretrizes usadas pelo algoritmo do Google e outros mecanismos de busca.

O nome desse tipo de otimização é Search Engine Optimization (SEO), traduzido diretamente para otimização para mecanismos de busca.

Para definir o posicionamento de cada conteúdo para determinadas palavras-chaves nas páginas de resultados do Google, a ferramenta usa um algoritmo extremamente robusto e frequentemente atualizado que é capaz de identificar e mensurar a qualidade de seu material. Afinal, seria impossível para o Google ter um representante humano indexando cada uma dos inúmeros websites disponíveis online.

SEO é um assunto realmente extenso e, por isso, criamos um conteúdo exclusivo para ajudá-lo a entender tudo sobre SEO.

Você deverá otimizar tanto elementos internos de suas páginas, como títulos, imagens, estrutura de texto, HTML, tamanho do artigo, distribuição de palavras-chave, densidade de palavras-chave, conhecidos como elementos SEO On-Page, assim como elementos externos, como backlinks e referenciamento de domínios, conhecidos como elementos SEO Off-Page.

Sem este tipo de otimização, o Google entenderá que seu material não é tão bom quanto outras páginas que oferecem conteúdos extremamente ricos e bem otimizados. Entretanto, como a própria empresa menciona em suas diretrizes, seu foco principal deve estar na produção de conteúdo:

Além disso, recomendamos que leia também todas as diretrizes para webmasters do Google - ações que você pode tomar para ajudar a ferramenta a encontrar e indexar as páginas de seu blog, como a inserção de códigos em seu servidor de hospedagem, etc.

Vale mencionar que as ferramentas para criar um blog apresentadas anteriormente já oferecem várias dessa otimizações de SEO de forma nativa, ou seja, você precisará se preocupar apenas na otimização de elementos SEO On-Page e Off-Page, como apresentados acima.

Entretanto, caso você queira desenvolver seu próprio website e hospedá-lo em um serviço de hospedagem, será importante otimizar elementos técnicos relacionados às diretrizes mencionadas no link anterior.

Faça parcerias de conteúdo

Encontrar parceiros em seu nicho é uma excelente forma de aumentar a visibilidade de sua página e, inclusive, empregar estratégias de construção de links.

Para exemplificar, você pode se oferecer a produzir conteúdos para sites de parceiros e, inclusive, receber conteúdos dos mesmos e publicar em seu próprio blog, gerando links para ambas páginas e crescendo através de uma parceria de co-marketing.

Além disso, caso seu conteúdo seja extremamente bom, outras páginas e marcas já bem estabelecidas no mercado podem referenciá-lo em seus próprios artigos, fazendo com que seus próprios visitantes cheguem até você e conheçam o trabalho disponível em seu blog.

Entretanto, fique atento à práticas que podem ser consideradas blackhat, um termo usado para ações que podem resultar em punições em suas próprias páginas por parte do Google e outros mecanismos de busca.

Reforce sua presença nas redes sociais

As redes sociais são uma excelente plataforma para a geração de tráfego orgânico ou pago (através de ferramentas como o Facebook Ads, anúncios para Instagram, etc).

Compartilhe seus conteúdos nas redes sociais e impulsione-os para que possa atingir seu público alvo e gerar uma base de seguidores.

Para exemplificar, você pode compartilhar todos os artigos publicados em seu blog diretamente na página de seu negócio no Facebook e, a medida que ganhar mais seguidores, os mesmos receberão tais publicações em seus próprios feeds de notícias ou Stories.

Envie newsletter para leads cadastrados

Se você já conseguiu gerar uma base de leads e foi capaz de obter os e-mails dos mesmos, considere fazer o uso de ferramentas de e-mail marketing e automação de marketing para enviar atualizações de novos conteúdos publicados em seu blog, promoções, eventos e demais anúncios que sejam de interesse de seu público.

Porém, para que isso funcione é importante que você não faça Spam, e envie conteúdo apenas para leads que optaram por recebê-lo. Evite o uso de bases frias e não compre bases de e-mails prontas, pois elas podem danificar a reputação de seu website e fazer com que seus e-mails sejam bloqueados por serviços Anti-Spam.

Aprendeu como criar um blog?

Esperamos que este conteúdo tenha lhe ajudado a entender tudo o que você precisa para começar o seu próprio blog. Em suma, o que você precisa fazer é:

  1. Definir seu nicho e público alvo;

  2. Estudar seus concorrentes;

  3. Criar um website e hospedá-lo em um serviço de qualidade;

  4. Definir como pretende monetizar seu blog;

  5. Criar conteúdo otimizado e usar estratégias de marketing digital para gerar tráfego.

Essencialmente, são cinco passos que, caso bem executados, podem levá-lo a ter um blog de sucesso, seja para a sua empresa ou como um negócio digital em si.

E claro, não se esqueça de melhorar a sua retenção de clientes ao oferecer um chat online profissional gratuitamente em seu blog. Para isso, instale o JivoChat e seja capaz de conversar com seus visitantes e leitores em tempo real.

2020/07/ 2

Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...

Dicas para ecommerce, conversão e suporte