Aplicativo de vendas: 15 melhores ferramentas

2 de maio de 2023
Tempo de leitura11 minutos
Eduardo S.
Eduardo S.
Redator

O avanço da tecnologia e a popularização dos smartphones revolucionou a maneira como as pessoas se relacionam. Com tudo na palma das mãos facilitou o acesso a produtos, serviços e aplicativo de vendas, por exemplo, estreitando a relação entre lojistas e consumidores.

Com esses aplicativos é possível comprar e vender na internet produtos dos mais variados tipos, a qualquer hora e lugar. Para quem deseja começar seu próprio negócio, mas ainda não possui uma loja virtual, o aplicativo de vendas é uma alternativa mais barata para vender mais.

Por isso, se você quer aumentar seus canais de venda e atingir mais clientes, separamos uma lista com os 15 melhores aplicativo de vendas.

O que caracteriza um bom aplicativo de vendas?

Agora, como encontrar um bom aplicativo de vendas? Para isso, procure um que atenda às suas necessidades, trazendo recursos que agilizem o dia a dia da sua empresa e otimizem os processos.

O ideal é diminuir a burocracia e encontrar ferramentas sem complicação. Por isso, ao procurar por aplicativo para vender seus produtos ou anunciar seu serviços, fique atento aos seguintes pontos:

  • reputação;
  • opinião dos demais usuários;
  • suporte colaborativo;
  • segurança para o vendedor e o comprador;
  • taxas amigáveis para o bolso;
  • alcance ao público.

Ilustração de um celular com um carrinho de compras, uma sacola e um cartão de crédito

Qual o melhor aplicativo de vendas?

Atualmente as opções de aplicativo de vendas são diversas, e você deve estar se perguntando como escolher o melhor app de vendas para atender às suas necessidades.

Antes de apresentarmos nossa lista com os melhores aplicativos, separamos alguns pontos que você deve considerar na hora de escolher o seu aplicativo de vendas:

  • Reputação geral: Veja se o app que você quer usar tem uma boa reputação entre outros vendedores;
  • Alcance ao público-alvo: Pesquise quais aplicativos a sua buyer persona utiliza mais;
  • Taxas atraentes: Fique atento às taxas e comissões das plataformas para vender com o menor custo.

1. Wix

Uma excelente plataforma de ecommerce poderosa e completa é a Wix, onde você pode adicionar produtos ilimitados e aproveitar recursos como recuperação de carrinho de compras abandonados e venda nas redes sociais desde o plano básico para Ecommerce.

Além de criar sua loja virtual totalmente do zero ou a partir de modelos prontos, a Wix oferece aplicativo de vendas para o seu e-commerce.

Com um domínio personalizado e hospedagem de qualidade, a sua loja será otimizada para dispositivos móveis, permitindo que seus clientes consigam navegar e comprar de onde estiver pelo celular.

A partir do plano Business Ilimitado, é possível promover seus produtos em marketplaces e inclusive fazer vendas por assinatura, com cobranças recorrentes. Vale a pena acessar, criar a sua conta e conferir os diferenciais da Wix.

Confira nossa avaliação completa para conhecer melhor todos os recursos oferecidos pela Wix.

Crie sua loja virtual com a Wix

2. Nuvemshop

Outra excelente plataforma de ecommerce brasileira, a Nuvemshop também oferece um aplicativo de vendas onde é possível gerenciar seus pedidos, atualizar o estoque, acompanhar as vendas, carregar produtos e muito mais.

Além de permitir personalizar seu ecommerce com mais de 40 modelos profissionais, que oferecem páginas de categorias, ferramentas de buscas com filtro e muito mais.

A Nuvemshop também oferece sua própria loja de aplicativos com soluções projetadas para aumentar suas vendas, como o próprio JivoChat!

Não deixe de conferir nossa avaliação e descubra se vale a pena aprender como criar uma loja virtual Nuvemshop!

3. Mercado Livre

Quando se pensa em como vender pela internet, o Mercado Livre talvez seja o primeiro aplicativo de vendas que lhe vem à mente.

O Mercado Livre é um marketplace que funciona como um grande shopping center digital, com milhares de vendedores oferecendo seus produtos e serviços. A ideia inicial era ser um site de compras e vendas de objetos usados, porém cresceu e hoje abriga grandes lojas e profissionais especializados.

Devido ao seu grande catálogo online, inúmeros lojistas e compradores procuram o Mercado Livre quando desejam vender na internet.

Para começar a vender no Mercado Livre é bem simples, basta criar uma conta, cadastrar os produtos com fotos e uma boa descrição e adicionar as demais informações necessárias.

Se você quer aprender tudo sobre como vender no Mercado Livre, confira nosso guia completo.

4. Shopee

A Shopee é um dos maiores marketplaces do mundo. De origem asiática, a plataforma chegou no Brasil em 2019 e conquistou a internet. Assim como outros marketplaces, a Shopee permite os vendedores se cadastrar na plataforma e comercializar seus produtos.

O site oficial e o aplicativo de vendas da Shopee permitem que pequenos e médios empreendedores publiquem seus produtos e vendem para qualquer lugar.

Se você quer aprender tudo sobre como vender na Shopee, confira nosso guia completo para vender no marketplace.

Ilustração de uma mão apertando o botão de venda em um celular e cédulas saindo da tela

5. eBay

Fundado em 1995, nos Estados Unidos, o eBay é um site de comércio eletrônico que também opera através de aplicativo de vendas, sendo uma das maiores plataformas de compra e venda no mundo.

Devido às transações serem feitas em dólar, podem existir cobranças de taxas de câmbio. Além disso, os empreendedores podem escolher por aceitar pedidos de determinados países, em virtude do custo de envio e taxação dos produtos.

Por isso, o eBay acabou não se popularizando tanto no Brasil. Entretanto, é uma excelente opção de app de vendas para você que deseja vender para o exterior.

6. Instagram Shopping

O Instagram Shopping foi um recurso adicionado a rede social em 2018 voltada para compras. Esse recurso possibilita a inclusão de etiquetas com os nomes e preços de produtos nas publicações, tanto no feed quanto nos Stories.

Para utilizar o Instagram como aplicativo de vendas, é importante destacar que você precisa ter uma conta comercial na rede social. Com isso, é possível compartilhar com seus seguidores os produtos que você está vendendo e levá-los a sua loja virtual diretamente do Instagram.

7. Facebook Marketplace

O Facebook também oferece um marketplace com uma proposta de negócio C2C (consumidor para consumidor) que vem dando muito certo no Brasil. Esse recurso integrado ao Facebook possibilita que os usuários publiquem e vendam produtos novos, usados ou de fabricação própria.

Um grande diferencial do Facebook como aplicativo de vendas é o uso da geolocalização para selecionar produtos próximos de você. Graças a sua integração, a comunicação entre o vendedor e o comprador também é um ponto a se destacar.

Porém, os meios de pagamento e o fluxo de entrega são responsabilidade dos usuários. O Facebook não se encarrega de nenhum desses processos.

8. OLX

A OLX surgiu como uma espécie de site de classificados, onde você podia comprar e vender itens usados ou seminovos.

Atualmente, o aplicativo de vendas já está presente em mais de 40 países e gera cerca de 1.9 bilhões de visitas mensais. Com mais de 50 milhões de produtos anunciados mensalmente no modelo de comércio C2C.

9. Magalu Marketplace

O aplicativo de vendas da Magalu já conta com mais de 200 lojas virtuais cadastradas, comercializando desde eletrodomésticos até itens de cama, mesa e banho. Para se cadastrar no marketplace, é necessário ter um CNPJ ativo.

O app de vendas da Magalu tem como foco empreendedores que comercializem produtos que estejam de acordo com a proposta e o público-alvo da marca.

A plataforma garante ao lojista toda estrutura da empresa, oferecendo uma experiência de compra segura e prática para o consumidor. Além disso, atrai o enorme público da marca para o aplicativo de vendas.

Imagem de uma mulher em pé segurando um celular e um celular com uma moeda na tela

10. WhatsApp Business

O WhatsApp é um dos aplicativos mais usados no Brasil de mensagem instantânea e a sua versão comercial, o WhatsApp Business, tornou-se uma poderosa ferramenta para lojistas e tem sido amplamente utilizada como aplicativo de vendas.

Com o WhatsApp é possível criar um catálogo virtual para exibir seus produtos e divulgar sua loja. Além de facilitar a comunicação com potenciais clientes que estejam interessados em algum produto ou serviço.

Além da facilidade da comunicação e do catálogo, o aplicativo conta com recursos para enviar pagamentos com segurança e facilidade, o chamado WhatsApp Payments. Isso o torna um excelente aplicativo de vendas para quem já tem uma loja virtual.

Você também pode integrar seu perfil no WhatsApp Business ao JivoChat para aproveitar todos os recursos oferecidos por uma ferramenta profissional de atendimento ao cliente, como relatórios de desempenho detalhados, métricas de atendimento e muito mais.

11. Buscapé

Criado em 1999, o Buscapé foi uma das primeiras startups do Brasil. A plataforma surgiu como um comparador de preços online e, graças a seu sucesso, se tornou um dos maiores aplicativos de vendas do Brasil.

Atualmente, o aplicativo de vendas Buscapé possui um dos catálogos mais robustos do mercado e recebe mais de 700 mil acessos mensais. Sendo em 2019 um dos 3 aplicativos de compras mais baixados do país.

12. Redes varejistas

Várias grandes redes varejistas como Submarino, Americanas e Amazon, contam com aplicativo de vendas que permite que lojistas cadastrem e vendam seus produtos através do seu marketplace.

A vantagem dessas plataformas é o grande número de visitas. Por isso, adicionar sua loja virtual em uma grande rede possibilita que seu trabalho seja exibido para muitos usuários que já têm o hábito de comprar online.

Entretanto, muitos lojistas que escolhem esses marketplaces acabam se deparando com altas taxas cobradas, algo que pode impactar no seu faturamento e planejamento financeiro.

13. Enjoei

O Enjoei é uma opção de aplicativo de vendas focado na comercialização de pequenos eletrônicos, roupas e itens de decoração, entre outros.

É um dos poucos sites de vendas de usados que permite incluir o tamanho de roupas e calçados para que os usuários possam fazer suas buscas através desses parâmetros. Vale lembrar que nada impede que produtores de moda não vendam seus produtos, mesmo que não sejam usados.

14. iCarros

O iCarros é um aplicativo de vendas e compras de veículos novos e seminovos, onde é possível anunciar, negociar e vender seu carro com agilidade e segurança. Uma excelente opção para quem possui uma loja de veículos mas não está presente no mercado digital.

Para vender no iCarros é muito simples, após realizar o cadastro na plataforma com login e senha, basta fazer o registro da placa e informações adicionais do veículo, inserir os dados do vendedor e selecionar as formas de pagamento aceitas.

15. Zaargo

Parecido com a OLX, o Zaargo é outra opção de aplicativo de vendas onde é possível comercializar qualquer produto novo ou usado, como imóveis, veículos, eletrodomésticos, eletrônicos, além de serviços.

Além disso, o Zaargo permite utilizar vídeos nos anúncios e compartilhá-los de forma fácil e rápida para qualquer rede social.

5 Dicas para vender mais no aplicativo de vendas

Agora que apresentamos os melhores aplicativos de venda, separamos algumas dicas para te ajudar a escolher o melhor aplicativo e como vender mais nessas plataformas.

1. Escolha o aplicativo mais adequado

Para começar, é fundamental escolher o aplicativo de vendas mais apropriado para o seu modelo de negócio. Como mostramos, existem apps para praticamente todos os nichos que se pode imaginar.

Por isso, analise bem sobre qual plataforma irá atender melhor às suas necessidades.

2. Crie vínculo com o cliente

Outra dica para aumentar as vendas é ter atenção e criar um vínculo com o seu consumidor. Caso o seu anúncio gera muitas dúvidas, por exemplo, provavelmente as informações sobre o produto não estão claras o suficiente.

É fundamental ser transparente quanto ao que vende na plataforma. Pois, não são raros os casos de vendedores que acabam ocultando informações importantes, como o tempo de uso e o estado de conservação do produto.

Além disso, garanta sempre que a entrega esteja dentro do prazo e procure atualizar o cliente sobre o estágio do pedido para evitar problemas e manter uma boa credibilidade nas plataformas.

3. Capriche na descrições dos seus anúncios

Quando for publicar um produto em um aplicativo de vendas, lembre-se que quanto mais informações sobre o seu produto, maiores são as chances de conversão. Além disso, é fundamental ter um título que chame a atenção.

Também invista em imagens de qualidade relacionadas ao produto. Pois, além de ilustrar melhor o que você quer vender, uma imagem bonita e com boa resolução sempre chama mais a atenção dos clientes.

4. Dedique-se ao pós-venda

Se você pensa que o seu relacionamento com o cliente acaba assim que você envia o produto, está enganado. É importante manter o contato para demonstrar que você se preocupa com a satisfação, além de garantir feedbacks sobre o item ou serviço.

Caso o cliente não tenha ficado satisfeito com a compra, é claro que ele simplesmente não vai voltar a comprar com você. Mas você pode abordá-lo da maneira certa e reverter a imagem negativa que ficou.

5. Acompanhe as tendências de vendas

Quem trabalha com vendas online e não acompanha as tendências acaba ficando para trás. Por isso, fique atento às novidades do mercado relacionadas ao seu nicho. Além disso, é importante analisar como seus concorrentes têm utilizado as plataformas para impulsionar as vendas.

Encontrou o melhor aplicativo de vendas?

Esperamos que este artigo tenha te ajudado a encontrar o melhor aplicativo de vendas para você começar o seu negócio ou aumentar os canais de venda da sua empresa.

Caso você queira aumentar suas vendas no digital, as redes sociais são suas maiores aliadas.

Compartilhe com seus amigos!
Gostou do que leu?
Cadastre-se e teste o JivoChat agora mesmo!
É grátis e só leva alguns minutos para fazer o download