Como fazer uma carta de demissão [Guia Completo]

Índice

Chega um momento na vida onde é preciso se desligar do atual emprego, seja para um projeto melhor do que tinha, abrir sua própria empresa ou ir para outro lugar com uma oportunidade melhor de salário.

Se desligar de uma empresa é sempre um momento difícil. Independente do motivo que fez querer pedir o desligamento de uma empresa, diversas dúvidas podem surgir sobre como conduzir da melhor maneira esse processo.

Preparamos este artigo para te explicar quais as regras desse momento delicado e principalmente a importância  e tudo sobre como fazer uma carta de demissão. Confira!

Uma pessoa entregando uma carta em um envelope para outra

O que é uma carta de demissão?

Uma carta de demissão é um documento feito pelo próprio funcionário que deseja comunicar formalmente sua saída da empresa. Para criar sua carta de demissão é preciso seguir algumas regras.

Além de comunicar com antecedência seu superior sobre o desligamento, a carta de demissão é uma das etapas do processo de saída da empresa. Ou seja, é um ato unilateral onde você comunica formalmente ao seu empregador que decidiu sair da empresa.

É recomendado enviar uma carta de demissão, como falamos avisando com antecedência seu chefe para que ele não tenha nenhuma surpresa, para que você saia da empresa pela porta da frente, com boas relações e sem qualquer ressentimento.

Carta de demissão é obrigatória?

Como mencionamos, a carta de demissão é sim obrigatória para quem solicita sua saída do emprego. Este documento servirá para comprovar em que situação aconteceu a demissão, caso haja questões pendentes para serem resolvidas na justiça.

Um homem em pé entregando um envelope e segurando uma caixa

Vale a pena destacar que a carta de demissão assinada pelo funcionário deve existir quando a solicitação da saída foi feita por ele. Caso a empresa esteja dispensando o empregado, o procedimento é diferente.

Para que serve uma carta de pedido de demissão? 

A carta de demissão é um documento que auxilia na comprovação judicial que o empregado de fato solicitou o desligamento da empresa. No desligamento voluntário, a empresa paga um valor menor de rescisão comparado a demissão feita pela instituição.

Como fazer uma carta de demissão? 

Para criar uma carta de demissão você pode escolher pelo modelo simples, no qual atende apenas os requisitos legais ou pode adicionar mais informações, especialmente quando você está saindo de uma empresa onde foi bem tratado, cabendo um agradecimento.

Para que o seu supervisor possa comprovar em juízo que realmente foi você quem solicitou a demissão, a carta de demissão além de assinada por você, deve ser redigida de próprio punho, com sua letra no papel.

Uma pessoa segurando uma carta e uma caneta

Por ser um documento formal, busque ser objetivo e levar em conta que essa carta de demissão ficará arquivada junto com seu nome nesta empresa, então esse não é o momento de falar sobre o que foi bom e muito menos sobre o que foi ruim.

Basicamente a carta de demissão deve constar as seguintes informações, como:

  • Nome da empresa;
  • Nome do responsável (pode ser o seu gestor ou o responsável no RH da empresa);
  • Solicitação do desligamento do cargo (indicando qual o seu cargo ocupado);
  • Informação sobre o cumprimento ou não do Aviso Prévio;
  • Local e Data (com dia, mês e ano);
  • Nome completo e Assinatura.

A carta de demissão deve ser escrita à mão

Como mencionamos antes, vale a pena destacar que a carta de demissão deve ser escrita a mão e, de preferência, em duas vias para dar mais garantias às partes envolvidas. Mesmo com toda tecnologia, ainda é preciso escrever a mão, e existem bons motivos para isso:

  • Com uma carta escrita à mão, existem melhores chances de provar que o trabalhador está agindo de livre e espontânea vontade em sua decisão de demissão;
  • A escrita de próprio punho facilita, caso seja necessário, comparar letras e certificar que foi o mesmo colaborador que a redigiu, e não outro agindo de má-fé.

Essa regra para fazer carta de demissão à mão existe para proteger os trabalhadores, evitando que sejam vítimas de coação ou de falsificações. Feito em duas vias, para que uma permaneça com o trabalhador e outra com a empresa.

Como pedir demissão? 

Se você deseja mudar de carreira, receber outra proposta de trabalho ou qualquer outro motivo pelo qual deseja pedir demissão, saiba que o mais importante é preservar uma boa relação com a empresa.

Por isso, separamos algumas dicas para você poder assegurar um bom networking, boas recomendações para futuros trabalho e até mesmo uma possibilidade de retornar a empresa futuramente, caso deseje.

1. Avise com antecedência

A principal dica antes de enviar sua carta de demissão é avisar com antecedência seu desligamento da empresa. Após cumprir o aviso prévio, a empresa terá tempo para se organizar, remanejar as atividades e preencher sua vaga.

2. Fale com o seu gestor 

Antes de falar sobre a decisão da demissão para qualquer colega de trabalho, comunique primeiramente com o seu superior direto. Isso evita que a sua liderança saiba da notícia antes de você comunicá-la.

3. Diga os motivos que te fizeram pedir demissão  

Após tomar sua decisão, independente da razão, chegou o momento de informar a situação. Seja sincero na hora de comunicar os motivos que te fizeram se desligar da empresa.

Caso seja por uma nova oportunidade que faz mais sentido em sua carreira, aponte os motivos que fizeram você preferir uma nova empresa. Se estiver saindo por problemas dentro da empresa, também é interessante abordar esses pontos.

Uma mulher entregando uma carta em um envelope para outra pessoa

Com um feedback sincero, a empresa pode observar motivadores comuns que fazem os funcionários saírem da empresa e pensar em estratégias para evitar que outros colaboradores também queiram se demitir, melhorando o ambiente empresarial.

4. Tenha inteligência emocional

O momento de pedir demissão acaba sendo muito delicado, por isso, é indispensável possuir uma inteligência emocional. Pois, além de ser uma pessoa sincera na hora de falar o porque decidiu se demitir não é o suficiente se você não conseguir se comunicar.

É possível que você esteja saindo por motivos culturais, é importante saber apontar esses problemas citando situações que aconteceram e comunicando de forma clara e objetiva, sem xingamentos e ofensas, por exemplo.

Assim, você não só ajuda a dar visibilidade para o problema que talvez a empresa desconhece, como também consegue ter uma saída amistosa da empresa.

5. Formalize seu pedido de demissão 

Então, a última etapa desse processo é onde entra a carta de demissão, para formalizar o seu pedido de desligamento da empresa por escrito. Servindo como comprovação do seu pedido, o aviso prévio provando a data em que foi feita a solicitação.

É melhor pedir demissão ou ser demitido? 

Analisando pelo ponto de vista financeiro, é melhor ser demitido já que as verbas rescisórias, quando o funcionário é dispensado pela empresa, são maiores. Além de permitir acessar o valor que ficou no seu Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Entretanto, se você foi demitido pela empresa esse pode ser um momento ruim da sua carreira, significando que você não conseguiu atender as exigências da empresa ou a empresa está reduzindo funcionários. Em nenhum desses casos é bom ficar sem emprego.

Além disso, caso o desejo parta da empresa, provavelmente você pode ter sido pego de surpresa. Muitas pessoas acabam perdendo o vínculo formal e optam pelo caminho de profissional autônomo ou investem a renda da rescisão em um negócio próprio.

Tipos de carta de demissão

Agora que você já sabe como fazer uma carta de demissão e como se portar na hora de pedir o desligamento da empresa, separamos alguns modelos possíveis de carta de demissão para te ajudar.

1. Carta de demissão simples, com aviso prévio

À (nome da empresa em que você é funcionário)

Prezado(a) (nome do gestor ou responsável no RH),

Venho por esta carta comunicar formalmente meu pedido de demissão do cargo de (seu cargo atual na empresa).

Estarei à disposição da empresa durante o aviso prévio, no período de (data de início do aviso prévio) a (data do término do aviso prévio).

(Local e data).

(Sua assinatura)

(Seu nome completo)

Ilustração de uma carta de aviso prévio

2. Carta de demissão detalhada, com agradecimento, expressando gratidão

À (nome da empresa em que você é funcionário)

Prezado(a) (nome do gestor ou responsável no RH),

Venho por esta carta comunicar formalmente meu pedido de demissão do cargo de (seu cargo atual na empresa). Sou grato por ter atuado nesta empresa durante este tempo, e reconheço todo o crescimento pessoal e profissional que tive ao conviver com vocês, excelentes profissionais que me acompanharam neste trajeto.

Como já conversamos previamente, os motivos que me levaram ao encerramento do contrato de trabalho são de cunho profissional, visando oportunidades que são importantes para minha carreira. Tenho certeza de que manteremos contato.

Cumprirei o aviso prévio, no período de (data de início do aviso prévio) a (data do término do aviso prévio).

(Local e data).

(Sua assinatura)

(Seu nome completo)

3. Carta de demissão indicando que você está disposto a auxiliar na transição de suas atividades para outro colaborador

À (nome da empresa em que você é funcionário)

Prezado(a) (nome do gestor ou responsável no RH),

Venho por esta carta comunicar formalmente meu pedido de demissão do cargo de (seu cargo atual na empresa). 

Sabendo das responsabilidades que me foram confiadas pela empresa, me coloco inteiramente à disposição para auxiliar na redistribuição das atividades para outros colaboradores, deixando meu contato disponível inclusive após o período de aviso prévio para orientar o que for necessário.

Cumprirei o aviso prévio, no período de (data de início do aviso prévio) a (data do término do aviso prévio).

(Local e data).

(Sua assinatura)

(Seu nome completo)

4. Carta de demissão sem aviso prévio

À (nome da empresa em que você é funcionário)

Prezado(a) (nome do gestor ou responsável no RH),

Venho por esta carta comunicar formalmente meu pedido de demissão do cargo de (seu cargo atual na empresa).

Solicito a dispensa de Aviso Prévio trabalhado, pedindo que o encerramento do contrato de trabalho seja imediato. (Informe, se possível, algum motivo para não cumprir o aviso – por exemplo: Espero esta exceção porque devo me apresentar no novo emprego na próxima semana.)

(Local e data).

(Sua assinatura)

(Seu nome completo)

5. Modelo de carta de demissão informal

À (nome da empresa em que você é funcionário)

Olá  (nome do gestor ou responsável no RH),

Como já conversei com vocês, escrevo esta carta para comunicar formalmente meu pedido de demissão do cargo de (seu cargo atual na empresa).

Vocês sabem que estou seguindo um novo caminho, mas sigo parceiro de vocês, e estou aqui para o que for preciso. Agradeço por todo este tempo em que convivemos e pelos aprendizados que vocês me trouxeram. 

Estarei à disposição da empresa durante o aviso prévio, no período de (data de início do aviso prévio) a (data do término do aviso prévio).

(Local e data).

(Sua assinatura)

(Seu nome completo)

Aprendeu como fazer uma carta de demissão?

Esperamos que este artigo tenha te ajudado a compreender como fazer uma carta de demissão para mandar tudo documentado corretamente na hora de solicitar o desligamento da empresa.

Se você está procurando novas oportunidades no mercado de trabalho é fundamental manter seu currículo sempre atualizado e bem apresentado. Para te ajudar, confira nosso artigo sobre como fazer um currículo.

Início Blog Ferramentas Como fazer uma carta de demissão [Guia Completo]
Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...
Comece a usar o JivoChat hoje!
Gostou do que leu?
Cadastre-se e teste o JivoChat agora mesmo!
É grátis e só leva alguns minutos para fazer o download