Modelo Canvas: O que é e como aplicar no seu negócio

Índice

Quando você está pensando em abrir o seu próprio negócio, já deve ter se perguntado se a sua ideia era viável. Em seguida, diversas dúvidas a respeito do que deve fazer para abrir uma empresa.

Para manter as portas do seu negócio abertas, nem sempre oferecer um serviço ou produto de qualidade é suficiente. Além da qualidade, é fundamental saber como administrar os negócios.

Ou seja, é necessário você antes de qualquer coisa possuir um plano de negócios. Inclusive é recomendado que você crie este documento antes mesmo de abrir a sua empresa. Mas, se o seu negócio já está em operação e não possui um, não é tarde para desenvolvê-lo.

Além de um plano de negócios para estruturar sua empresa, existe outra ferramenta muito eficiente que é o modelo canvas. Mas não se preocupe, neste artigo iremos explicar tudo sobre o que é modelo canvas e qual sua importância para sua empresa.

O que é Modelo Canvas?

O Business Model Canvas, ou Modelo Canvas, foi idealizado pelo pesquisador suiço Alexander Osterwalder com o objetivo de acabar com a complicação e burocracia das estratégias de gestão de projetos tradicionais.

Substituindo páginas, documentos ou planilhas sem funcionalidade prática, ele é feito através de um mapa visual administrado facilmente. Esses documentos representam uma perda de tempo na criação de estratégias no dia a dia de uma empresa.

O modelo canvas é utilizado por grandes organizações, como Globo, Ericsson, por exemplo.

Entretanto, esse modelo faz sucesso em empresas de médio porte e startups, devido a concentração de pontos essenciais para o crescimento de quem está iniciando do zero ou conta com limitação de recursos.

Ilustração de duas pessoas organizando um mural no estilo modelo Canvas

A popularidade do modelo canvas é graças a sua praticidade. Substituindo o plano de negócios em forma de documento escrito para gráficos, facilitando a visualização. Inclusive é muito utilizada em quadro ou mural, além de contar com ajuda de post-it.

Para esquematizar o plano de negócio no modelo canvas, é dividido em nove partes e cada uma se refere a um aspecto da sua empresa. Cabe ao responsável por criar o plano de negócios definir o que deve ser apresentado em cada uma delas.

Fazendo essa dinâmica, é possível ter uma visão mais ampla do negócio, também é possível identificar o que pode ser alterado ou melhorado em relação à ideia original.

Como falamos anteriormente, é importante uma empresa iniciar suas atividades já com um plano de negócio definido. Mas isso não impede de ser feito posteriormente.

Ele é um dos primeiros passos da abertura da empresa pois contribui significantemente para seu funcionamento.

Ainda assim, o plano de negócios contribui com o processo de modernização, inovação e mudanças na empresa. Graças às informações visualizadas de forma que se comunicam umas com as outras, percebendo se as ideias estão alinhadas.

Quais as vantagens de utilizar o Modelo Canvas?

A palavra canvas pode ser traduzida para o portugues como “quadro” ou “tela”, então uma das principais características do método ou modelo Canvas é o seu formato visual.

Através desse modelo é possível visualizar todas as funções e atividades de um negócio de forma simples, e não deixar informações importantes para o sucesso de um projeto perdidas em relatórios ou pastas.

Ele não substitui um plano de negócios tradicional, que necessita de informações mais detalhadas. Mas é uma ferramenta que agiliza, simplifica e ilustra todas as características do seu negócio.

Para empresas que ainda estão sendo planejadas, que não saíram do papel, esse método funciona como uma forma bem definida de medir custos e receitas, além de identificar as melhores parcerias, conhecer o público-alvo e criar estratégias para fidelizar os clientes.

Esse modelo se mostra ainda mais funcionando quando é utilizado por profissionais de TI e empresas que já atuam no mercado. Pois ajuda na implantação de mudanças na infraestrutura.

Além de ajudar na visualização de áreas críticas e que necessitam de inovação, evitando gaps de comunicação, reduzir retrabalhos, entre outros contratempos comuns na área operacional e de tecnologia.

As 9 etapas do Modelo Canvas

Agora que você entendeu melhor o que é modelo canvas, está no momento de apresentar quais são as suas etapas ou divisões do mural. Veja onde devem ser listadas as informações pertinentes de forma resumida.

Ilustração das 9 etapas do modelo canvas

1. Segmento de clientes

O segmento de clientes consiste no público-alvo que a empresa já atende ou pretende atender. É importante saber quem são os consumidores em potencial dos serviços ou produtos.

Dessa forma, são reconhecidas as suas necessidades e definida a maneira de atender adequadamente.

Ao reconhecer os clientes, consegue-se ainda escolher a forma correta para se comunicar, assim como determinar outros aspectos. Entre eles, os melhores locais para oferecer o produto ou serviço e o jeito certo de atingi-las.

2. Proposta de valor

Essa etapa do modelo canvas se refere à razão dos clientes escolherem a sua empresa, ou seja, o que ela oferece além do serviço ou produto em si. Para entender melhor podemos utilizar um exemplo a seguir.

Por exemplo, uma marca que vende um software de gestão empresarial não proporciona apenas recursos para ajudar nas atividades do dia a dia. Ela também cede qualidade, agilidade, eficiência, economia, entre outros. Esses são alguns dos valores propostos.

3. Canais

Nesta etapa, é necessário decidir como a sua empresa irá se comunicar com os seus clientes e por onde vai oferecer e vender os seus produtos e serviços. Isso se refere tanto aos locais onde o público pode encontrá-los quanto aos meios para divulgar a sua marca.

4. Relacionamento com o cliente

A etapa do relacionamento com o cliente consiste em optar pelas maneiras de se relacionar com os clientes. Segundo o segmento de mercado, o relacionamento pode ser online, offline ou haver as duas opções. É necessário conhecer as preferências do público.

5. Receitas

As receitas determinam como serão gerados os recursos da empresa. Dessa forma, como as demais etapas, depende da sua área de atuação.

A receita é obtida através do pagamento pelo produto ou serviço, podendo ser dado por meio da mensalidade, empréstimos, aluguéis, licenciamentos, por item vendido, entre outras formas.

6. Recursos Principais

Nessa etapa do modelo canva,  são levados em consideração os principais recursos para a empresa funcionar. Podendo ser humanos, como os funcionários, e/ou materiais, como por exemplo máquinas, equipamentos, entre outros.

Ainda é importante identificar os recursos financeiros necessários para conseguir os demais tipos de recursos.

7. Atividade-chave

A atividade-chave se refere ao que a sua empresa faz principalmente. Podendo ser a produção de um ou mais produto, a oferta de serviços ou a venda de mercadorias. Apesar de parecer óbvio, é mais uma informação relevante para adicionar no modelo canvas.

8. Parcerias

Para um plano de negócios completo é fundamental estipular parcerias. Nessa etapa entram tanto os serviços que devem ser terceirizados quanto os fornecedores e demais empresas ou profissionais que sua empresa deve se relacionar no mercado.

9. Estrutura de custo

Apesar de todas as etapas serem relevantes, definir a estrutura de custo é uma etapa fundamental, porque indica quais são os custos existentes. Quem abre uma empresa, às vezes não tem ideia de quantas despesas existem.

Com o modelo canvas é possível deixar essa informação bem clara, visto que exige que se pense em todos os gastos envolvidos. Mas não desanime se chegar até aqui e perceber que as receitas não vão dar conta dos custos iniciais.

É possível adaptar visando reduzir os custos, inclusive, no que diz respeito aos principais recursos.

Essa é a razão da eficiência do modelo canvas. Ele permite que problemas e falhas sejam verificadas antes mesmo de abrir as portas. Então, o plano de negócios pode ser ajustado para o melhor funcionamento da empresa.

Como aplicar o Modelo Canvas na sua empresa?

Para utilizar o modelo canvas é recomendado que haja um grupo de profissionais, tanto gestores quanto colaboradores da empresa. Inclusive, se o plano de negócios for pensado depois da empresa já estar em funcionamento.

Ilustração de um homem montando um mural de Business model canvas

Se o negócio passar por uma mudança é ainda mais importante que possua um grupo bastante misto desenvolvendo o novo plano de negócios, com colaboradores dos mais variados setores.

Essa atenção possibilita que nenhuma das áreas fique de fora do que foi proposto. Uma dica é deixar o modelo canvas bem a vista de todo o quadro de colaboradores da empresa, mesmo para quem não participou da criação.

É importante acompanhar as transformações que estão ocorrendo no negócio. Visualizar o plano de negócios possibilita compreender o trabalho que cada um executa, promovendo um melhor desempenho da equipe.

Por que usar o Modelo Canvas no seu negócio?

Como falamos, de startups a grandes corporações, a ferramenta foi incorporada em empresas disruptivas como o Nubank, SAP, Intel, entre outras.

Essas empresas aplicam o modelo canvas, como uma forma de analisar os negócios e um instrumento inovador para identificar as ideias empreendedoras.

Com o Business Model Canvas, um gestor e sua equipe podem planejar, compreender e visualizar de forma clara a mecânica de funcionamento do mesmo. Ou seja, como irá criar valor, entregar ao cliente, estimar custos e gerar receita.

Além disso, o modelo canvas funciona como um ponto de referência e linguagem comum na hora de trabalhar novas hipóteses. 

Este recurso é excelente para empresas pequenas, startups, ou situações em que uma mudança ágil deve ser realizada em uma organização. Inclusive, a elaboração de um MVP (Minimum Viable Product) é essencial.

Além disso, existem outros benefícios de se utilizar esse modelo, como:

Pensamento visual

Permite uma representação visual simples para os responsáveis em tomar as decisões pondere. Colocando em evidência as principais considerações que afetam o negócio. Deixando claro o sentido que a empresa está tomando em seu modelo de negócio.

Interação entre os 9 blocos

O Business Model Canvas possibilita o time executivo entender como os 9 blocos de construção se relacionam. Além das diferentes formas pelas quais esses relacionamentos podem ser modificados para aumentar a eficiência e eficácia.

Uma oportunidade ou inovação pode ser localizada através do uso do modelo canvas.

Informações sucintas

A ferramenta estimula os times a manter suas sugestões curtas e simples o suficiente para ajustar aos blocos.

Fácil de circular

O modelo canvas possibilita uma facilidade de compartilhamento e acesso. Além de imagens da tela concluída ou simplesmente passando fisicamente para que as pessoas possam entender.

Aprendeu o que é Modelo Canvas?

Esperamos que este artigo tenha te ajudado a conhecer o que é Modelo Canvas e como utilizar isso na sua empresa.

Se você está começando um negócio e deseja saber como vender na internet, confira nosso artigo com sites de ecommerce para começar.

Início Blog Vendas Modelo Canvas: O que é e como aplicar no seu negócio
Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...
Comece a usar o JivoChat hoje!
Gostou do que leu?
Cadastre-se e teste o JivoChat agora mesmo!
É grátis e só leva alguns minutos para fazer o download