Aprenda como calcular preço de venda de forma fácil

Índice

Muitos empreendedores iniciantes se deparam com algumas dúvidas em relação aos procedimentos da gestão do seu negócio e a precificação é uma delas.

Para quem está começando a montar seu negócio, saber definir seu preço de venda é algo que demanda muita atenção, mas não precisa ser algo muito complicado. Definir o preço de venda adequado para seu produto ou serviço exige muita responsabilidade.

Até porque, um cálculo errado pode causar um estrago no seu fluxo de caixa e nas métricas do fim do seu ano fiscal. Algo tão importante para sua empresa, não deve ser feito de qualquer forma.

É importante focar no cálculo correto de margem de lucro, valor de produção e outros detalhes que podem aparentar complexas, entretanto, exigem um pouquinho a mais de atenção.

Por isso, vamos te mostrar tudo que você precisa saber para registrar essas informações corretamente e saber como calcular preço de venda dos seus produtos e serviços.

Ilustração de uma lupa vendo um cifrão e varias mãos

O que é preço de venda?

Antes de começarmos a mostrar como calcular preço de venda, vamos explicar melhor o que é o preço de venda. Basicamente, é o valor que será cobrado dos seus clientes por um produto ou serviço, ou seja, quanto você irá vender o que faz.

Esse valor deve te dar retorno, então o preço de venda deve cobrir o custo de produção, as despesas com a comercialização e a porcentagem que você deseja. Por isso, antes de determinar o quanto você vai vender algo, deve saber quanto gasta para produzir.

Sabendo o custo que você tem em seu produto ou serviço, vamos calcular quanto você quer ganhar em cima do que irá vender.

Assim, poderá chegar em um valor X e com esse valor em mãos é possível avaliar a concorrência. Dessa forma, saberemos se você possui uma margem saudável para que o valor definido seja competitivo.

O que é o custo de produção?

Outro ponto importante para começar a entender como calcular preço de venda é conhecer seu custo de produção. Qualquer empresa possui custos fixos e variáveis, esses custos são valores que necessitam entrar no cálculo do preço de venda do seu produto ou serviço.

Com essa informação saberemos se é rentável vender esse produto, se ele cobre os gastos das contas da empresa, se irá gerar lucro, se esse serviço ou produto é suficiente para manter a empresa em funcionamento.

Foto de uma pessoa utilizando um notebook, calculadora e analisando planilhas

Por exemplo, pensando de forma mais clara: caso você queira vender um bolo, além de gastos com os materiais para fazer o bolo, existem também gastos de energia, gás, água e outros utensílios necessários para fabricar o bolo até ser vendido.

Dessa forma, independente de ser uma confeitaria ou um designer, qualquer serviço ou produto comercializado deve levar em consideração esses custos “menores” em seu preço de venda.

Depois de organizadas e calculadas, essas informações são o custo de produção de um produto ou serviço, ou seja: todos os valores envolvidos para a existência daquilo que está sendo comercializado.

Como calcular preço de vendas de produtos?

Então, para você que tem um e-commerce ou um negócio físico, para definir adequadamente o preço de venda de um produto ou serviço, você precisa analisar o equilíbrio entre o preço de mercado e o valor de custo e despesas totais.

O valor do seu produto ou serviço deve ser igual ao custo dos materiais ou hora de serviço, somado às despesas variáveis e fixas para realizar uma venda. Para te ajudar a entender como calcular preço de venda, vamos utilizar o exemplo da confeitaria que citamos.

Com isso, pensar em como colocar em prática esse cálculo dos gastos envolvidos na produção e venda dos produtos e serviços.

De forma prática, você calculou que os ingredientes para um bolo somam R$10,00 e o valor proporcional do salário do profissional que irá produzi-lo seja R$5,00.

Além desses custos, você também tem despesas com impostos e as despesas físicas proporcionais para essa produção, como água, luz, energia, aluguel, que resultam no valor de R$5,00.

Além disso, os valores gastos na venda e na precificação do produto ou serviço, devem considerar o salário dos funcionários, caso existam, continuando no exemplo da confeitaria, a atendente do balcão, do caixa, somando então mais R$5,00.

Dessa forma, o valor desse bolo seria então R$25,00 sem considerar o lucro que você precisa ter, inclusive para reinvestir na confeitaria. Dessa forma, o cálculo ficaria assim:

  • Ingredientes: R$10,00
  • Proporcional da Confeiteira: R$5,00
  • Despesas: R$5,00
  • Gastos Fixos: R$5,00
  • Total (Sem Lucro): R$25,00

Sabendo desse valor, como definir os lucros? Vamos imaginar que seus concorrentes vendem o bolo a R$40,00 mas você está começando agora e quer conquistar uma base de clientes, oferecendo um preço um pouco mais competitivo.

Então, se você vender seu bolo por R$35,00, ainda terá uma margem de lucro de 40%, conseguindo cobrir todos os gastos para produção e venda.

Vender é um gasto?

Você pode se perguntar, quanto dinheiro gasta para vender um produto. Por exemplo, no caso do bolo, depois de pronto é necessário armazenar em uma embalagem personalizada e enviar para o cliente ou expor na loja para ser comercializado.

Foto de uma pessoa desenhando um cifrão no caderno

Vamos imaginar que essa loja possui um funcionário que atende aos clientes e outro que opera o caixa. A embalagem desse bolo, transporte, custo para armazenamento adequado e os valores para a loja operar também devem ser levados em conta no preço de venda.

Esses valores devem fazer parte do custo que você terá para manter essa loja funcionando e, consequentemente, para fazer a comercialização do bolo. Então, para definir o valor do seu produto, é preciso saber qual investimento é necessário para realizar essa venda.

Como calcular preço de venda de serviço?

Até então, citamos um exemplo de como calcular preço de venda de um produto, mas como calcular preço de venda de um serviço?

Mesmo oferecendo um serviço, é necessário anotar e separar o custo para a produção e para venda dele. Existem algumas diferenças pequenas no cálculo em relação a um varejo ou uma prestadora de serviço.

Para prestadores de serviço, a maior parte dos custos normalmente é com a mão de obra envolvida, até porque o produto comercializado é o tempo, conhecimento e serviço daquele profissional.

Por exemplo, se seu serviço é o de uma agência de comunicação contratada para desenvolver a identidade visual de uma empresa, e você somou o tempo investido no projeto para sua equipe e resultou em um valor de R$5.000,00 de mão de obra.

Porém, além de pagar o salário da equipe, ainda é preciso calcular os impostos e despesas fixas proporcionais do escritório, como luz, aluguel, água, internet entre outras despesas.

Para simplificar a conta, nesse caso, vamos imaginar que somam R$1.000,00 às despesas fixas totais para esse serviço, dessa forma a conta ficaria assim:

  • Proporcional do Time: R$5.000,00
  • Despesas: R$1.000,00
  • Total (Sem Lucro): R$4.000,00

Após calcular o valor do mínimo que você precisa sobrar para conseguir pagar proporcionalmente todos os envolvidos no projeto e as contas, agora chegou o momento de saber como calcular o lucro.

Colocando uma margem de lucro esperada pela agência nesse serviço é de 25% sobre os custos. Isso dá um valor adicional de R$1.250,00. Ou seja, o valor de quanto você espera ganhar para poder investir e melhorar seu próprio negócio.

  • Proporcional do Time: R$5.000,00
  • Despesas: R$1.000,00
  • Lucro Esperado: R$1.250,00
  • Total: R$7.250,00

Fazendo essa conta, o preço de venda desse serviço será de R$7.250,00. Esse valor deve bancar não apenas os custos na produção do serviço prestado, mas também as despesas existentes, garantindo ainda uma margem de lucro considerada.

Concorrência x Margem de Lucros

Outro ponto importante para destacar ao vender algum produto/serviço, é encontrar o equilíbrio entre lucro e prejuízo, até para entender se o valor que você está cobrando é justo em relação ao preço da concorrência.

Ilustração de uma pessoa entregando dinheiro e outra entregando uma sacola

Não adianta ter uma pequena margem de lucro que não garanta o reinvestimento e manutenção do seu negócio, mas ter um preço muito alto em relação ao mercado, que também não permite um crescimento da sua empresa.

Então um passo fundamental na hora de saber como calcular preço de venda é comprar o seu preço com os concorrentes. Isso facilitará para entender se seu preço é competitivo ou se é preciso aumentar ou até mesmo baixar sua margem de lucro.

Dicas de como calcular preço de venda

Agora que você conheceu diversos pontos importantes para saber como calcular preço de venda, separamos algumas dicas para auxiliar no momento de calcular o preço de venda do seu produto ou serviço.

1. Pesquise o preço da concorrência

Como falamos brevemente, para calcular o preço de venda é fundamental realizar uma pesquisa no mercado para entender qual o valor do produto ou serviço que seus concorrentes estão cobrando.

Esse levantamento é importante para evitar que sua loja física ou e-commerce tenha um preço que seja exorbitante e inviável para seu público.

Quando for realizar uma pesquisa, alguns lojistas acabam se assustando ao perceber que se praticarem o preço da concorrência, alguns produtos podem ficar praticamente sem margem, quando muito irão cobrir os custos.

Definir seu posicionamento estratégico é fundamental, você deseja ser lembrado no mercado como “barateiro”, aquele que tem diversos produtos ou por um atendimento de qualidade?

Sua empresa pode optar por não vender produtos pelo menor preço do mercado, porém podem oferecer serviços exclusivos, como atendimento de qualidade, entre outros.

Entretanto, para atrair novos clientes, é importante contar com produtos ou serviços que chamem atenção dos consumidores pelo preço, mesmo que seja em promoções sazonais.

Caso você opte por ser lembrado como a loja mais barata do seu nicho, é fundamental um controle rigoroso de custos e perdas, além de acompanhar diariamente a margem dos produtos através de controles informatizados, para não se surpreender no final do mês.

2. Utilize um software de gestão para auxiliar nos cálculos.

Para saber como calcular preço de venda com segurança e precisão, muitas empresas utilizam sistema de gestão empresarial preparado para as atividades que fazem parte do processo de precificação.

Um bom programa acaba fazendo tudo de forma automática, sempre se baseando nos dados apresentados pelo varejista, principalmente os custos diretos, como os impostos e situações tributárias.

Caso não possa utilizar um software especializado por questões de orçamento, por exemplo, também é recomendado utilizar uma boa planilha de precificação.

Aprendeu como calcular preço de venda?

Esperamos que este artigo tenha te ajudado a entender quais pontos fundamentais na hora de saber como calcular preço de venda do seu produto ou serviço.

Se você está começando a empreender e quer montar um e-commerce, veja nosso artigo com dicas de como abrir uma loja virtual.

Início Blog Vendas Aprenda como calcular preço de venda de forma fácil
Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...
Comece a usar o JivoChat hoje!
Gostou do que leu?
Cadastre-se e teste o JivoChat agora mesmo!
É grátis e só leva alguns minutos para fazer o download