UI: descubra o que é interface do usuário

Índice

UI é a sigla do termo em inglês “user interface”, que  traduzido em português significa “interface do usuário”.

É bem provável que você ainda não saiba o que isso significa, e como a interface do usuário modifica toda a sua vida, mas vamos imaginar esse cenário juntos. 

Provavelmente você está lendo essa publicação através da tela de um computador, celular ou até mesmo de uma smart TV. 

Para ter acesso a essa publicação você precisou abrir um aplicativo de navegação da internet. 

E antes de abrir o aplicativo, você teve uma interação com a tela home do seu dispositivo. 

Nessa interação ocorreu uma comunicação entre você e o seu dispositivo.

Ele exibiu os caminhos para você chegar onde queria e você executou a ação ao clicar no aplicativo.

Essa troca de comunicação só é possível graças a interface do usuário.

A interface do usuário, de uma maneira bem sutil, faz parte do nosso cotidiano sempre que interagimos com um software, aplicação, website, entre outros.

Se você ainda não entendeu muito bem o que é UI e por que ele é tão importante nas nossas vidas, nesse artigo vamos te explicar tudo com detalhes.

Assim você vai compreender o motivo dele ter se tornado tão popular nos últimos anos. 

O que é UI?

No início desse artigo demos um exemplo de como o UI é aplicável no nosso cotidiano, mas como explicaríamos a interface do usuário se tivéssemos que defini-la? 

Podemos dizer que UI é o termo utilizado para descrever as interações que um usuário possui com a interface de um software ou aplicação. 

E quem trabalha em UI tem como objetivo facilitar essa interação entre o usuário e o software.

Assim, trabalha-se com foco em pontos visuais que permitam que os usuário interajam com seus produtos tornando essa interface mais amigável e utilizável.

Lembra que no início do artigo comentamos sobre a ocorrência da troca de informações entre você e seu dispositivo para que você conseguisse acessar o aplicativo para ler esse texto?

Se uma pessoa não tivesse trabalhado para permitir que a tela inicial do seu dispositivo exibisse atalhos, por exemplo, e que com apenas um toque você conseguisse acessar o aplicativo desejado, provavelmente você não teria uma experiência tão agradável. 

Basta pensarmos nos primeiros computadores, ou computadores que usam algum sistema nativo de linguagem de programação.

A inserção de códigos específicos para que você consiga acessar um arquivo toma um tempo que no dia a dia tornaria a simples experiência utilizar um navegador mais cansativa. 

É dessa forma que o UI se insere em nossas vidas diariamente, e juntamente com o UX tornam-se indispensáveis quando pensamos na experiência do consumidor.  

Embora parecidos, é comum que exista confusão entre o que é UI e o que é UX, por isso vamos esclarecer essa dúvida no próximo tópico. 

Qual a diferença entre UI e UX?

No tópico anterior foi mencionado que o UI tem foco em melhorar a interação do usuário com um software através de uma interface.

Assim como o UI, o UX, também tem seu foco no usuário. 

Você já deve ter notado que as siglas são semelhantes, isso porque a sigla de UX se refere a experiência do usuário. 

A grande diferença entre UI e UX, é que com o UX ao invés de focar apenas na interação entre usuário e software, ele foca na experiência do usuário como um todo.

Ou seja, na experiência que esse usuário tem ao acessar um aplicativo, utilizar um produto, desde o primeiro contato até o contato final. 

Um exemplo disso é quando você compra um novo aparelho de telefone.

Você pega o aparelho e sente que ele encaixa perfeitamente na palma da sua mão, e por causa disso o botão de ligar fica bem na altura do seu polegar facilitando que você utilize o produto.

Provavelmente você teve uma boa experiência ao utilizar esse aparelho, e o UX avalia cada uma dessas etapas, apontando quais são as melhores soluções para os usuários.

Percebeu que tanto UI quando UX estão fortemente ligadas com Design não é mesmo?

O que é UI Designer?

Percebemos que tanto o foco do UI quanto do UX é trazer soluções para que o usuário tenha uma experiência única de usabilidade.  

E de uma maneira geral, o conceito de Design é levar soluções para as pessoas através de um planejamento criativo para a construção de um objeto, software ou produto.

Por isso, o UI Designer é o profissional responsável por criar uma interface pensando na melhor forma de interação com o usuário.

O UI Designer pode atuar no desenvolvimento de diversas plataformas como sites, chatbots, desenvolvimento de aplicativos e etc…

É o UI Designer quem cria os botões, as tipografias, as paletas de cores para tornar uma interface convidativa ao usuário. 

Esse profissional possui outras atribuições como: 

  • Encontrar as informações que são semelhantes e categorizá-las dentro da interface.

  • Definir o local onde o call to action será posicionado pensando na interação.

  • Deixar o caminho do usuário mais fácil, para executar ou desfazer uma ação.

  • Deixar as informações visíveis para o usuário.

  • Permitir clareza e objetividade.

Falamos muito de interface, mas caro leitor, você sabe quais são os elementos principais de uma interface UI? 

Elementos de uma UI

Provavelmente você já saiba quais são esses elementos, mas talvez eles sejam tão óbvios que você não perceba.

Por isso, pegue o seu celular agora e olhe para a página home, ou entre em algum ecommerce, ou site de redes sociais.

Com base em tudo que  no que já falamos sobre UI design você consegue perceber quais são os elementos trabalhados na interface do usuário? 

 

Aposto que você notou alguns elementos característicos, e é bem provável que nós já tenhamos conversado sobre eles. Confira: 

Geometrias e  formas

Enquanto olhava para o seu celular, ou para um site, você possivelmente notou que eles são constituídos de diferentes geometrias. 

Normalmente identificamos formas quadradas, retangulares para construção de janelas, ou botões, com menos frequência visualizamos formas redondas. 

É a disposição dessas formas na tela que fazem com que a gente consiga separar os elementos tornando a visualização mais agradável.

Dessa forma eles contribuem para que nosso foco seja direcionado, e também facilitam o acesso à informação. 

Botões  

Botões são encontrados em todos os tipos de interfaces, e é por causa da sua existência que sabemos o local onde realizar uma ação dentro da interface. 

Por isso, devem estar dispostos em locais fáceis de serem visualizados e também em formatos que atraiam a atenção do usuário. 

Existem três tipos de botões que são comumente utilizados:

  • Botões de checkbox: permitem que o usuário selecione ou desmarque mais de uma opção em uma pergunta.

  • Botões de ação: São os que estamos mais acostumados, os CTAs, ou chamadas para ação. 

  • Botões de online e offline: Que permitem ligar ou desligar aparelhos, por exemplo.

Cores

Elas têm influência na jornada do cliente, então pode-se utilizar a psicologia das cores como estratégia na hora de criar um design UI.

No entanto, é preciso saber utilizá-las, pois elas devem ser harmoniosas e destacar os pontos principais para onde o usuário deve direcionar a sua atenção.

É importante prestar atenção em detalhes como, por exemplo, entre o texto e a interface, pois elas podem dificultar a leitura, bem como a utilização de tons muito vibrantes. 

Ícones

Ícones estão presentes nas interfaces para facilitar a sinalização de ações ou transmitir informações para o usuário. 

Assim como as cores, criam pontos de destaque para que o usuário consiga identificar onde colocar o foco da sua atenção, se guiar pela interface, podem sinalizar aspectos importantes de uma uma interface.

Tipografia e copywriting

Copywriting é o texto que pode vir acompanhado de informações ou instruções, mas que deve ser escrito de maneira clara e objetiva para que o usuário consiga compreender o que está sendo proposto a ele. 

Já a tipografia deve ser utilizada para facilitar a leitura, ela também pode estar condicionada a identidade visual da marca. Ela precisa estar condizente com a informação da interface.

Imagem vetorizada de um homem sentado programando com um notebook e um monitor atrás dele.

Etapas na criação de UI design

O processo para criar uma interface do usuário demanda algumas etapas bem características onde o designer realiza diversas análises até chegar na etapa final do projeto.

Elas envolvem desde as análises de público alvo até a prototipagem dessas interfaces com seus conteúdos e informações.

É um processo que demanda bastante atenção, estudo e trabalho, pois não é tarefa fácil entender quais são as dificuldades do seu público-alvo e tentar solucioná-las . 

1. Compreender o problema

Acabamos de mencionar que não é fácil resolver o uma dor do seu público-alvo, mas para que o UI designer consiga resolvê-lo, o primeiro passo é entendê-lo.

Nessa etapa o profissional precisa entender mais sobre o seu público. 

Para isso,  é indicado que o profissional realize entrevistas com os clientes, e assim possa ter uma base de dados sólidas para utilizar durante a análise.

Isso é válido tanto para o desenvolvimento de novas interfaces quanto para o aprimoramento de interfaces antigas. 

Nessa etapa também pode-se criar personas, pois elas facilitam a compreensão do público fornecendo características mais detalhadas para o UI designer. 

2. Pesquisa

Depois de identificar o problema é hora de realizar uma pesquisa de mercado, com o objetivo de buscar referências novas e atualizações que possam ser utilizadas no projeto.

O profissional de UI, pode realizar pesquisas de: 

  • Funcionamento do mercado.

  • Aprenda o nicho que você está atuando.

  • Concorrência.

  • Tendências atuais de UX.

3. Rascunho e Design

Agora o profissional pode ter uma ideia mais clara de como desenvolver  seu projeto, mas boas ideias surgem justamente quando colocamos a mão na massa.

Por isso, essa é uma etapa fundamental de teste, onde o profissional vai colocar no papel tudo que ele foi capaz de absorver durante a pesquisa e transformá-las em informações para  utilizá-las em seus rascunhos. 

E assim, definir o que está alinhado com o seu projeto e o que não está.

Depois disso é hora de aplicar o design, os ícones, botões, definir as cores, tipografia, através da utilização de softwares específicos, que abordaremos mais à frente.

4. Prototipagem e aplicação

Com o UI design já definido,  a interface começa a adquirir forma. 

Nessa etapa são realizados os últimos ajustes e a prototipagem, e em seguida a implementação

É necessário testar e avaliar para então validar seu projeto.

Nessa etapa é bem comum que os UI designers trabalhem em conjunto com os desenvolvedores para alinhar os últimos detalhes.

Vantagens em investir em UI

A importância de se realizar um estudo de UI está relacionada às transformações dentro do mercado, pois o marketing está centralizado no consumidor. 

Além de fazer com que os usuários tenham uma experiência única, existem outras vantagens para se investir em UI. 

UI e UX andam juntos

Quando abordamos a diferença entre UI e UX, alguns tópicos acima, você deve ter percebido que é praticamente impossível separar UI e UX quando se trata de produtos digitais.

A vantagem é que ambos contribuem fortemente para que o usuário tenha uma experiência única e positiva.

Dessa forma reforça a sua marca já que os usuários sente mais satisfação em utilizá-la. 

Atrai novos consumidores 

Uma experiência positiva do usuário também pode ser traduzida como uma vantagem competitiva. 

Dessa forma, investir em UI pode atrair novos clientes e em consequência aumentar suas vendas. 

Investir na interface do usuário pode maximizar as suas oportunidades de venda, tendo em vista que o seu produto fica mais atrativo aos olhos do consumidor. 

Os usuários passam a utilizar mais o seu produto

Uma interface amigável é muito melhor para navegar, e isso faz com que os usuários queiram continuar essa experiência. 

O que se torna muito interessante se você pensar que quanto menos tempo os seus usuários utilizam seu software, interface ou etc… Menos tempo eles utilizam softwares concorrentes.

Dessa forma o UI serve para aumentar a retenção de usuários. 

Evita problemas futuros

Imagine que você trabalhou por tanto tempo em um projeto, e os clientes não receberam bem a proposta.

Executar um projeto UI com qualidade é essencial para que você consiga minimizar problemas futuros como: frustrações, decepções e prejuízos.

Dessa forma o UI ajuda a evitar que você tenha que readequar todo o seu projeto para não perdê-lo. 

Softwares utilizados em projetos UI

Para que o designer de interfaces consiga executar seus projetos ele precisa utilizar alguns programas com funcionalidades específicas para quem é da área, ou se aventurar em programas de design mais tradicionais.

Sketch

Esse programa permite que o designer utilize uma combinação de artboards e também de desenhos vetoriais, deixando a interface mais amigável. 

O Sketch também permite que você utilize alguns elementos UI uma vez que eles já tenham sido criados, ajudando a sua interface a se tornar mais consistente.

Infelizmente esse programa só funciona em sistemas da Apple, mas não se preocupe, pois mostraremos outros programas que você pode utilizar. 

Adobe XD

Com o Adobe XD você pode desenhar, reusar e construir designs, desde layouts de tela até protótipos interativos, e tudo no mesmo aplicativo.

É uma ferramenta muito prática para quem quer desenvolver um projeto desde o início até o final. 

E ele ainda possui um plano gratuito, que dá acesso a vários recursos da ferramenta.

Figma

É bastante popular entre os designers de UI e UX.

O Figma é uma plataforma de edição de vetores gráficos e protótipos. 

Essa plataforma é online, e é colaborativa permitindo que várias pessoas tenham acesso ao mesmo projeto.

Uma ótima escolha para quem precisa trabalhar com times grandes. 

Photoshop e Illustrator

Apesar de serem considerados clássicos da adobe, ainda há quem utilize essas ferramentas para produzir seus UI designs. 

No entanto, com ferramentas mais modernas, e focadas em prototipagem elas acabam se tornando um tanto quanto obsoletas. 

Mas nada impede que um profissional UI possa utilizá-las. 

InVision

É um programa novo, InVision Studio, e  permite que os designers criem conteúdos interativos na interface como: animações customizadas e transições. 

O profissional pode criar inúmeros artboards, e muitos designs responsivos para diversos dispositivos através dessa plataforma. 

O crescimento do UI

Com a tecnologia cada vez mais avançada é fácil perceber que UI design tem muito potencial para o crescimento e desenvolvimento dentro das empresas.

E ao longo deste artigo mostramos como o UI é importante na vida cotidiana das pessoas

A tendência é que para os próximos anos com um maior desenvolvimento tecnológico, a criação de painéis interativos o UI design se solidifique ainda mais no mercado.

Fazendo com que os profissionais da área sejam cada vez mais requisitados, valorizados dentro do mercado tecnológico.

E já tivemos uma pequena prévia desse cenário onde as atenções estavam voltadas totalmente para o ambiente online com a pandemia de COVID-19.

O ambiente online potencializa a competição, e para isso é preciso criar novidades e se destacar.

Para o futuro, é possível que os empreendedores busquem se destacar cada vez mais no mercado fornecendo aos usuários produtos totalmente pensados para os seus interesses.

Entendeu a importância do UI nas nossas vidas?

Depois de toda essa jornada com o foco no usuário você deve ter compreendido o quanto  o profissional de UI pode se destacar no mercado nos próximos anos.

E caso você deseja investir nessa carreira, saiba que você pode empreender nessa área, e ela é uma ótima opção de trabalho para quem deseja trabalhar pela internet, e também para quem gosta de atuar no ramo da tecnologia.

Início Blog Marketing UI: descubra o que é interface do usuário
Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...
Comece a usar o JivoChat hoje!
Gostou do que leu?
Cadastre-se e teste o JivoChat agora mesmo!
É grátis e só leva alguns minutos para fazer o download