12 dicas de como vender mais pela internet

Índice

O mercado digital do Brasil já é um segmento gigante. Segundo o levantamento feito pela Neotrust, o e-commerce brasileiro faturou cerca de R$ 161 bilhões em 2021, um crescimento de 27% em relação ao ano anterior.

Isso mostra que cada vez mais empreendedores e gestores entendem a importância da presença digital. 

Contudo, é necessário mais do que estar presente para aproveitar esse panorama.

Para gerar resultados no mercado digital é preciso desenvolver estratégias focadas em vender na internet.

Investir no meio digital é necessário, afinal, cada vez mais empresas e empreendedores individuais entram nesse mercado. 

Ou seja, por mais que os resultados do segmento estejam aumentando, a concorrência também cresce.

Por isso é importante conseguir se diferenciar e conquistar seu próprio espaço no mercado.

Tão importante quanto acertar, é pensar de forma estratégica para evitar os principais erros que podem prejudicar uma loja virtual.

É por isso que criamos esse artigo, para ajudar a melhorar os resultados do seu e-commerce com as melhores dicas de como vender mais pela internet.

12 dicas de como vender mais pela internet

É comum que pessoas com experiência de vendas apenas no mercado offline acabem cometendo erros ao começar a atuar na internet.

O motivo disso é simples, por mais que compartilhem muitas similaridades, lojas físicas são diferentes de lojas virtuais.

Para vender muito na internet é preciso investir em estratégias e técnicas desenvolvidas especialmente para as lojas virtuais.

O objetivo é tornar a experiência de compra mais rápida, eficiente e agradável possível, evitando complicações e aumentando a chance de fechar vendas.

Confira a seguir as principais dicas para vender mais com seu e-commerce.

1. Criar uma loja virtual realmente profissional

O primeiro passo para contar com um e-commerce que pode vender sem limitações é criar um site profissional. 

A forma mais tradicional de fazer isso é contratando profissionais de programação e design para desenvolver seu site do zero. Contudo, esse processo pode exigir muito investimento, algo que foge o orçamento de muitas empresas e empreendedores individuais.

Uma alternativa muito viável é investir em uma plataforma para criar sua loja virtual

Atualmente existem diversas opções no mercado que oferecem soluções eficientes e robustas em e-commerce.

Por um preço muito mais acessível, qualquer pessoa pode contratar ferramentas que permitem customizar seu layout com editores de arrastar e soltar, além de poder contar com todas as soluções necessárias para e-commerce.

É importante escolher serviços que ofereçam otimização de SEO, facilitem a criação de catálogos, tenham uma boa velocidade de carregamento, ofereçam interações com marketplaces e outros sistemas como CRM, ERP e mais.

Confira a seguir as melhores plataformas para criar loja virtual disponíveis no mercado:

Wix

O Wix oferece uma solução de e-commerce completa. A plataforma permite criar sua loja virtual profissional com facilidade criando experiências otimizadas, vitrines virtuais de última geração e um pacote com vários aplicativos para sua loja.

O serviço permite vender em vários canais, como Facebook e até mesmo no eBay.

Quem optar por criar sua loja com o Wix também irá contar com um painel integrado que reúne desde os pedidos da loja, até o pagamento, remessa, atendimento e mais.

Outra vantagem do serviço é oferecer soluções de pagamento avançadas e seguras, gerenciando as transações de forma integrada.

Além disso, as taxas de processamento são competitivas, é possível contar com programações de pagamento personalizadas e dezenas de opções de provedores.

Shopify

O Shopify é mais uma excelente opção de plataforma de e-commerce. O serviço oferece mais de 70 temas de loja personalizáveis e responsivos, para criar uma loja virtual com a cara de sua marca.

O editor de site também é simplificado, permitindo criar sites eficientes sem precisar dominar técnicas de design e programação.

A plataforma conta com um recurso de produtos incorporados, que podem ser exbidos onde quiser, inclusive no Squarespace e WordPress.

A solução de checkout do Shopify também é muito segura, garantindo uma ótima experiência de compra para usuários de dispositivos móveis em seu site.

O serviço também conta com integração com as redes sociais e os principais marketplaces, aumentando seu alcance e promovendo seu negócio.

Nuvemshop

A Nuvemshop é uma plataforma de e-commerce que conta com mais de 90 mil lojistas ativos, gerando R$ 5.8 bilhões de vendas em toda a América Latina em 2021.

O serviço é otimizado, permitindo carregar e atualizar seu estoque de forma simples e rápida. A empresa também oferece soluções de automação de vendas e frete já conectadas à plataforma.

Dentre vários outros recursos, também é possível integrar sua loja com o Instagram, Facebook, Marketplace e até mesmo sua loja física.

Dentre suas principais vantagens estão a possibilidade de não pagar comissão por venda, mas pagar apenas pelo plano, contar com um canal de suporte dedicado e um editor de site que permite montar sua loja em menos de 10 minutos.

A Nuvemshop conta com planos para negócios de todos os tamanhos, seja para quem está começando, pequenas e médias empresas e até mesmo grandes marcas.

2. Integre sua loja com as redes sociais

As redes sociais são excelentes canais para interagir e desenvolver o relacionamento com seu público.

Estar presente nas redes mais usadas pelos seus clientes é apenas o primeiro passo para aproveitar esse canal.

Contar com um e-commerce integrado às suas redes é fundamental para oferecer mais facilidade e opções para consumidores interessados em seus produtos. 

Aproveite de plataformas que oferecem integração com o Facebook para criar catálogos de produtos que também podem ser usados no Instagram.

Contar com mais uma alternativa para comprar é algo que apenas acrescenta à jornada de vendas, diminuindo o número necessários de passos para gerar uma conversão.

3. Diversifique os canais de vendas e aproveite os marketplaces

Diversificar os canais de venda é um ponto-chave para aumentar o alcance de sua loja e de como vender mais pela internet. Uma forma inteligente de fazer isso é vender em marketplaces.

Atuar em marketplaces conhecidos e com autoridade ajudam a passar mais confiança para consumidores que possam sentir desconfiança na hora de comprar em um site desconhecido.

Mercado Livre, Americanas, Amazon e Magazine Luiza são apenas algumas das principais alternativas que podem ser usadas para ganhar novos clientes.

4. Atinja mais nichos com dropshipping

O Dropshipping é um modelo de negócio que pode ser usado em conjunto com a sua loja virtual.

Plataformas que oferecem esse tipo de serviço permitem que sua loja ofereça uma variedade maior de itens sem se preocupar com questões burocráticas e de logística.

Ou seja, é uma forma de oferecer mais opções para o seu público e de alcançar nichos variados que o seu negócio não seria capaz de atender normalmente, devido a limitações de frete e fornecedores.

5. Otimize seu site e as páginas de conversão

Otimizar seu site é importante para fazer com que os consumidores o encontrem com mais facilidade e tenha uma boa experiência ao navegar por suas páginas.

Para fazer isso será necessário aplicar técnicas de SEO, usando palavras-chave de forma otimizada para que as pessoas que buscam por um produto em um mecanismo de busca encontrem seu site.

Também é importante garantir que o carregamento de suas páginas seja rápido. Use fotos de qualidade nas páginas de seus produtos, mas garanta que elas estão otimizadas para não comprometer a velocidade de carregamento.

Capriche na descrição dos produtos, informe detalhes técnicos e aproveite este espaço para trabalhar mais palavras-chave. 

Uma descrição completa e bem-feita fará com que os consumidores sintam mais confiança na hora de comprar de sua loja.

6. Invista em marketing digital

O marketing digital é uma necessidade para quem deseja vender pela internet. Existem diversas alternativas que podem ser aplicadas para os mais variados públicos, cada uma com suas vantagens.

Anúncios e campanhas de publicidade podem ser decisivos na hora de gerar resultados. Uma forma mais simples é criar banners para serem inseridos em lojas parceiras ou no Google. 

Investir no remarketing também é uma boa estratégia, buscando converter pessoas que se interessaram em um produto, mas abandonaram o carrinho de compras.

Nesse tipo de estratégia esses produtos são exibidos novamente para esses consumidores através de anúncios em páginas que eles visitam, aumentando as chances de voltarem para sua loja.

Independente das estratégias escolhidas, crie um plano de marketing e invista em formas de conquistar novos clientes e em fidelizar quem já comprou em sua loja.

7. Faça Inbound Marketing

O Inbound Marketing, ou marketing de conteúdo, é um tipo de estratégia mais elaborada que permite que marcas aumentem seu alcance e conquistem autoridade em sua área de atuação.

Essa é uma forma inteligente de criar uma base de contato sólida, com leads que tenham interesse no que sua empresa tem a oferecer.

Contudo, é crucial que o seu conteúdo ofereça valor para essas pessoas. Portanto, invista na produção de conteúdo de qualidade para seu blog e para as redes sociais.

Para fazer isso, entenda bem quem é sua persona e quais são seus problemas. Então, produza imagens, e-books, infográficos, vídeos e tutoriais que ajudem as pessoas a superarem essas dificuldades.

Ao manter essa estratégia consistente, com o tempo sua loja irá gerar mais tráfego orgânico e será capaz de conduzir esses leads de forma eficiente por um funil de vendas.

8. Acompanhe a jornada do cliente

Monitorar a jornada do cliente é algo fundamental para entender como suas estratégias estão sendo implementadas, se elas estão obtendo sucesso e se precisam de alterações para gerar resultados.

A atenção com esse processo irá ajudar a gerar ideias mais eficientes de como conduzir os consumidores pelas etapas da jornada de compras.

Utilizar ferramentas de gestão de clientes de um CRM é importante para conseguir monitorar preferências e ações como:

  • Idade
  • Localização geográfica
  • Produtos mais buscados no site
  • Tempo de permanência na página
  • Conteúdos acessados

O objetivo é entender o que mais interessa os consumidores, descobrir do que sentem falta e encontrar formas de suprir suas necessidades para que eles finalizem suas compras.

9. Ofereça o melhor atendimento

É comum que o primeiro de uma loja com um cliente que fez sua primeira compra ocorra apenas depois do recebimento do item.

Em um meio onde todas as interações são virtuais, é essencial oferecer uma opção de atendimento de qualidade aos seus clientes. Essa é uma forma de reforçar a confiança e seriedade de sua loja.

Portanto, invista em um bom atendimento, ofereça informações corretas e, principalmente, atenda com agilidade.

Contar com um chat em sua loja é importante para conversar com os visitantes em tempo real, tirando suas dúvidas e aumentando as chances de gerar uma conversão.

Lembre-se que seus concorrentes também têm acesso às ferramentas que o seu negócio usa, mas oferecer um atendimento humano e atencioso pode ser o diferencial que faz sua loja virtual se destacar da concorrência.

10. Avalie os produtos mais rentáveis

Independente de uma loja ser virtual ou física, sempre irão existir itens com maior liquidez e produtos com pouca demanda.

Gerenciar suas mercadorias é um processo importante para entender seu negócio mais a fundo. Essas informações são cruciais para tomar decisões e comprar os produtos na quantidade certa.

Uma dica interessante é aplicar o Princípio de Pareto em seu negócio. Segundo o conceito, cerca de 80% do rendimento é gerado por apenas 20% dos produtos.

Seguindo essa ideia, é possível enquadrar os produtos nas seguintes categorias:

  • Itens A: Produtos de menor quantidade, cerca de 20% do seu estoque. Apesar disso, apresentam um valor financeiro maior e geram cerca de 80% do seu faturamento. 
  • Itens B: Produtos em uma quantidade moderada, cerca de 30% do seu estoque. Apresentam um valor financeiro médio e geram cerca de 15% do faturamento.
  • Itens C: Produtos em maior quantidade, cerca de 50% do seu estoque. Têm um valor financeiro baixo e geram apenas 5% do faturamento.

Entender e classificar esses itens pode ajudar na administração de um negócio, otimizando seu estoque e dando destaque aos produtos que aumentam seu lucro.

11. Ofereça várias formas de pagamento

Uma dica muito importante de como vender mais pela internet é oferecer o máximo de formas de pagamento possíveis em seu e-commerce.

Isso é importante para que os clientes tenham mais possibilidades na hora de comprar e não desistam de fechar uma compra por seu método preferido não estar disponível.

Por mais que muitas pessoas prefiram comprar usando cartão de crédito, existem uma quantidade considerável de consumidores que preferem comprar via boleto ou Pix.

Uma forma efetiva de oferecer vários métodos de pagamento é criar sua loja virtual com em uma plataforma de e-commerce de qualidade.

12. Crie uma estratégia pós-venda

Segundo o estudo feito por Philip Kotler em seu livro Marketing 4.0, conquistar um novo cliente pode ser de 5 a 7 vezes mais caro do que reter um “antigo”.

Isso significa que a impressão que os clientes têm do seu negócio é muito importante. Portanto, dê uma atenção especial para aqueles que confiaram na sua loja.

Crie estratégias de pós-venda para coletar o feedback dessas pessoas, entendendo melhor como foi sua experiência e melhorando os processos do seu negócio.

Aproveite esses contatos para oferecer ofertas exclusivas e e-mails personalizados, mostrando que esses clientes têm valor para o seu negócio.

Quais os maiores erros para evitar na hora de vender pela internet?

Tão importante quanto conhecer as melhores práticas para vender mais pela internet é saber quais erros devem ser evitados no gerenciamento do seu negócio virtual.

Em um mercado tão competitivo como o atual, os clientes têm muitas opções e são exigentes. Pequenas falhas e descuidos podem ser o suficiente para que consumidores desistam de comprar da sua loja.

Confira a seguir os erros mais comuns que prejudicam significativamente suas vendas e devem ser completamente evitados.

Usar imagens de baixa qualidade

Por mais que seja importante otimizar a velocidade de carregamento do seu site, imagens de baixa qualidade podem influenciar negativamente a decisão dos consumidores.

Existem formas de otimizar o tamanho de imagens de alta qualidade para as páginas de produtos.

Isso é importante, principalmente na internet, onde os clientes precisam de boas fotos para conferir os detalhes de um produto antes de tomar uma decisão.

Tire fotos em vários ângulos, capture os principais detalhes dos produtos e mostre as dimensões deles, garantindo que o consumidor tenha todas as informações possíveis sobre o item.

Criar descrições com poucas informações

Descrições curtas de apenas uma ou duas linhas, com informações não irão apresentar tudo o que o consumidor deseja saber sobre um produto.

Busque descrever bem o item que está sendo vendido, informando suas principais características e escrevendo sobre seus detalhes, tamanho, material, etc.

Contudo, tome cuidado para não exagerar, um texto muito longo também não é o ideal.

Crie descrições únicas que ofereçam todos os dados sobre o item, evitando copiar a descrição de concorrentes para que isso não influencie negativamente no ranqueamento do seu site em buscas do Google.

Não disponibilizar notas e avaliações

A nota e a avaliação de outras pessoas são recursos muito relevantes na hora de tomar a decisão de compra.

Esse é um comportamento comum de quem consome online, a falta desse feedback feito por outras pessoas que tiveram experiência com o produto pode fazer com que consumidores não sintam confiança e desistam de fechar a compra.

Portanto, é muito importante disponibilizar avaliações e notas de clientes que já adquiriram seu produto.

Isso mostra que seu negócio está sendo claro quanto ao item oferecido e quem optar por comprar saberá da qualidade do produto.

Aprendeu como vender mais pela internet?

Esperamos que o nosso artigo tenha apresentado dicas interessantes e práticas para serem aplicadas no seu e-commerce.

Caso tenha interesse em investir em uma ferramenta profissional para otimizar seu atendimento, considere começar a usar o JivoChat.

Essa ferramenta de atendimento permite adicionar um chat online em seu site, para atender os visitantes em tempo real.

Além disso, é possível centralizar outros canais de atendimento online como WhatsApp e Instagram em um só lugar.

Início Blog Vendas 12 dicas de como vender mais pela internet
Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...
Comece a usar o JivoChat hoje!
Gostou do que leu?
Cadastre-se e teste o JivoChat agora mesmo!
É grátis e só leva alguns minutos para fazer o download