Como montar um curso online: confira o passo a passo

Índice

O mercado dos cursos online tem se mostrado lucrativo e cheio de oportunidade para pessoas capazes de produzir um bom conteúdo, transmitir suas ideias de forma eficientes e com boas estratégias de vendas.

O próprio Ministério da Educação reconhece que o ensino a distância é a forma de ensino que mais tem crescido no Brasil.

No entanto, criar um curso online não é uma tarefa tão fácil. É comum que muitas pessoas tenham diversas dúvidas na hora de começar a produzir seus cursos, sem saber qual é o real investimento inicial para produzir um conteúdo de qualidade que seja capaz de competir.

Quem acredita que um grande investimento é necessário para começar a criar um bom curso digital está enganado. 

Um bom conteúdo não precisa de cenários profissionais ou edições super complexas. 

O que irá definir a qualidade do seu material é o seu nível de conhecimento, sua habilidade de transmitir este conhecimento e a quantidade de problemas que podem ser resolvidos a partir do seu conteúdo.

Se você tem interesse em saber mais sobre como criar seu próprio curso online e como vendê-lo, confira o nosso artigo e aprenda como iniciar este novo empreendimento.

Vale a pena montar um curso online?

Os cursos e treinamentos estão se tornando cada vez mais importantes para profissionais e para o mercado de trabalho.

Hoje as empresas buscam por profissionais com a melhor formação possível e treinamentos que o façam se destacar da concorrência, aumentando o potencial de resultados gerados pela empresa.

No entanto, não é todo mundo que tem tempo para participar de treinamentos e cursos presenciais. É neste quesito que os cursos online levam vantagem, pois oferecem muito mais flexibilidade para os alunos.

Isso é possível porque as aulas online, os exercícios, os trabalhos e as avaliações podem ser realizados nos melhores horários do dia a dia dos estudantes.

Além das vantagens práticas na forma de estudar, os números relacionados ao ensino a distância também têm se mostrado muito promissores. 

9 milhões de alunos escolheram esta modalidade de ensino apenas em 2018, um aumento de 20% quando comparado a 2017 e um aumento de 150% quando comparado com os dados de 2016. 

Já em 2020, segundo um levantamento feito pela Udemy, o número de matrículas em cursos online cresceu em 425% e houve um aumento de 55% na oferta de cursos criados por instrutores.

Segundo o mesmo estudo, os temas que tiveram um maior interesse foram: habilidades de comunicação, mindset de crescimento, redes neurais ou modelos computacionais inspirados no sistema nervoso.

Passo a passo de como montar um curso online

Se você está pensando em criar um curso online que gera resultados, confira o nosso passo a passo.

1. Escolha o que ensinar

Um dos primeiros passos para quem está pensando em empreender com um curso online é definir o tema do seu conteúdo. 

Para alcançar sucesso com suas aulas é necessário que o seu material seja bastante rico em informações, atualizado e relevante, agregando valor aos seus alunos.

A verdade é que não é preciso ser um professor para investir neste tipo de empreendimento.

No entanto, é preciso escolher com cuidado. Pense em suas especializações e coisas que você faz bem, pelas quais recebe elogios e que poderia passar seu conhecimento adiante de uma forma prática e didática.

Vários temas podem ser explorados, desde arte, música, desenho até conteúdos mais profissionais como marketing, informática, excel, entre outros.

O que importa é escolher algo que você gosta e domina, desta forma o processo de criação do seu curso será mais produtivo e irá gerar mais resultados.

Empreendedor pensando nos temas do seu curso online

2. Defina seu público

Conhecer seu público-alvo também é algo muito importante durante o desenvolvimento de um curso online. Afinal de contas, não adianta criar um conteúdo pelo qual os consumidores não tenham interesse em comprar.

Após definir o tema do seu material, avalie se o assunto escolhido terá uma audiência relevante para que o curso possa ser vendido. 

Busque por materiais semelhantes ao seu foco de estudo e faça análise sobre o público que tem interesse. Procure identificar a faixa etária, classe social, sexo e ocupação profissional dessa audiência.

Para resultados ainda melhores, vá além e compreenda quais são os interesses destas pessoas, suas necessidades, dores e desejos. 

A técnica de criação de personas pode auxiliar bastante durante este processo.

3. Faça uma análise do seu curso

Pesquisar e analisar seus planos é importante para aumentar as chances de obter bons resultados e um investimento seguro.

Essa é a oportunidade de garantir que o seu curso terá um público interessado e estará disposto a pagar pelo seu material.

Portanto, faça um processo de avaliação detalhado. Ao garantir um bom cenário para o seu curso online, ficará muito mais fácil evitar prejuízos e produzir um material de qualidade. 

Confira a seguir as principais formas de analisar o mercado para o seu empreendimento.

  • Piloto: criar um piloto e entregá-lo para sua audiência é uma maneira efetiva de testar seu material. Desta forma será possível avaliar o potencial de resultados, como o público reagiu ao seu produto e até mesmo receber feedbacks para torná-lo melhor.
  • Pré-venda: este é um método que oferece mais informações sobre o tamanho do seu público e a quantidade de consumidores interessados em comprar seu material.
  • Google Analytics: esta é uma das melhores ferramentas para analisar tráfego e dados na internet. Utilize a plataforma para avaliar sua concorrência e conteúdos similares ao seu.

4. Defina o formato

Decidir o formato para criar seu curso online é uma escolha muito importante e em alguns casos até mesmo difícil.

Contudo, existem algumas opções que se sobressaem, como as videoaulas e os e-books que são materiais mais acessíveis e facilitam o ensino dos usuários.

Videoaulas: pessoas desinibidas e capazes de se expressar bem em frente às câmeras podem optar por fazer videoaulas. 

O formato exige mais conhecimento técnico e um maior nível de produção. 

Mas não é preciso gastar muito dinheiro, com conhecimento, uma boa câmera que pode ser até mesmo de um celular, um microfone e um cenário iluminado é possível gravar suas aulas com qualidade.

O método exige mais trabalho para ser produzido, porém oferece diversas vantagens. O contato através dos vídeos permite uma conexão mais próxima com seu público, estreitando sua relação e transmitindo mais credibilidade.

E-books: é o formato constituído por livros digitais onde a maior parte da linguagem é escrita, mas que também permite o uso de imagens, infográficos, exercícios e outros conteúdos que podem melhorar a qualidade do seu material.

A principal vantagem de optar por este formato é a facilidade de elaborá-lo. 

Afinal, é preciso apenas do seu conhecimento, uma ferramenta de edição de texto e um editor de imagens para resultados mais elaborados.

Porém é preciso ter a habilidade de escrever bem, de uma forma comunicativa para que a linguagem usada no e-book seja compreensível e transmita seu conhecimento e informações de uma maneira didática e efetiva.

Professor ensinando aluno pela tela do computador

5. Crie um roteiro

Após definir o conteúdo que será abordado em seu curso, criar um roteiro para suas aulas pode facilitar o desenvolvimento do seu material.

Porém, é preciso deixar alguns preconceitos de lado. Algumas pessoas acreditam que utilizar um roteiro pode fazer com que o resultado se torne mais artificial e engessado.

Essa é uma possibilidade caso o material não seja bem desenvolvido.

A verdade é que os roteiros são importantes porque listam as informações que serão adicionadas de uma forma hierárquica. 

Desta forma será mais fácil organizar os, criar módulos e aulas para que o conteúdo possa ser assimilado de forma mais fácil pelos alunos.

6. Crie seu conteúdo

Após definir os pontos e preparar seu roteiro, é hora de criar o conteúdo do seu curso online. 

Procure por referência em sua área e até mesmo em cursos diferentes que têm o público em comum.

Então, defina os módulos das aulas e produza seu e-book ou comece a gravar suas videoaulas. 

7. Edite seu material

A edição do seu material é uma etapa fundamental. Essa revisão do conteúdo irá garantir que suas aulas não fiquem confusas e comprometam a qualidade do seu conteúdo.

Isso também é importante para evitar erros gramaticais, erros de diagramação e em seus vídeos.

Caso você possa investir, considere contratar profissionais freelancers para fazer o trabalho gráfico ou até mesmo a edição de seus vídeos.

8. Escolha uma plataforma de hospedagem

Após montar um curso online, revisá-lo e editá-lo, será preciso escolher uma plataforma para hospedar seu conteúdo.

Existem diversas plataformas disponíveis que oferecem diferentes benefícios e desvantagens. 

Portanto, é essencial fazer uma pesquisa para conhecer bem cada uma das opções e escolher a melhor para o seu curso.

Avalie itens importantes para a sua situação. Algumas opções contam com planos gratuitos, outras são apenas pagas. 

Algumas são responsivas e podem ser usadas em qualquer dispositivo, entre diversas outras opções.

Profissionais trabalhando em um servidor de hospedagem

9. Pesquise e defina o preço

Após criar um curso online, revisá-lo e editá-lo, será preciso escolher uma plataforma para hospedar seu conteúdo.

Existem diversas plataformas disponíveis que oferecem diferentes benefícios e desvantagens. Portanto, é essencial fazer uma pesquisa para conhecer bem cada uma das opções e escolher a melhor para o seu curso.

Avalie itens importantes para a sua situação. Algumas opções contam com planos gratuitos, outras são apenas pagas. Algumas são responsivas e podem ser usadas em qualquer dispositivo, entre diversas outras opções.

Também é importante pesquisar pela avaliação de alunos e optar por plataformas onde o aprendizado é facilitado.

Confira a seguir algumas das principais opções de hospedagem para um curso online.

Hospedagem própria: é uma opção que oferece mais controle aos profissionais que estão vendendo um curso, onde podem ajustar o ambiente de compra e até mesmo a configuração da área do aluno.

No entanto, esta alternativa exige  a criação de um sistema próprio, registro de domínio e a contratação de hospedagem personalizada. Ou seja, é preciso de mais conhecimento técnico para garantir um bom produto. 

Plataformas de cursos: existem plataformas prontas desenvolvidas exclusivamente para a hospedagem e a venda de cursos online. 

Geralmente são intuitivas e bem fáceis de usar, tanto para criadores de cursos quanto para alunos. Conheça algumas das melhores opções:

10. Crie uma página de vendas

Criar uma boa página de vendas é um processo essencial para que o seu curso online gere muitas conversões.

Este material de venda deve apresentar informações sobre o seu produto digital, suas vantagens e ótimos argumentos para convencer seu público.

Caso esta seja sua primeira vez criando uma página de vendas, tenha como básico o modelo padrão usado no marketing digital: título com a promessa do que será vendido, um vídeo ou imagem, chamado para ação, vantagens, diferenciais, depoimentos de alunos e fechamento com os benefícios e a oferta. Tudo na mesma ordem.

11. Divulgue e venda seu curso online

Após criar a página de vendas para o seu curso, é hora de divulgar suas aulas para começar a atrair seus clientes.

Esta etapa é essencial para que o seu material ganhe visibilidade e se destaque da concorrência, chegando até as pessoas certas e se destacando da concorrência.

Confira a seguir algumas das melhores formas de fazer a divulgação do seu produto e elaborar estratégias para atingir seu público-alvo.

Use as redes sociais

Identifique a partir das personas criadas para seu negócio quais são as redes sociais mais utilizadas pelo seu público.

Então, crie e mantenha perfis constantemente atualizados com conteúdos. 

Para que o marketing digital funcione nas redes é preciso ir além da publicidade, portanto, crie uma estratégia de inbound marketing para tornar as interações mais dinâmicas e as publicações mais interessantes.

Crie um blog

Assim como nas redes sociais, não produza apenas materiais publicitário para este tipo de canal.

Criar um blog para compartilhar conteúdo criado especificamente para o seu público é uma das principais ações em estratégias de inbound marketing.

Através de suas publicações será possível mostrar que tem conhecimento no assunto, se tornar uma autoridade em seu nicho e ganhar a confiança dos usuários.

Envie e-mail marketing

Após coletar leads através de suas estratégias de conteúdo, será possível usar estratégias de e-mail marketing para se comunicar com seu público.

Portanto, busque criar uma boa base de contato, desenhe uma estratégia de marketing digital eficiente e comece a nutrir o relacionamento com sua audiência através dos e-mails.

Quer aprender mais sobre marketing? Confira o nosso guia completo de marketing digital.

Invista em anúncios pagos

Os anúncios pagos criados exclusivamente com este objetivo podem ajudar seu curso online a ganhar mais visibilidade.

Utilize editores de imagem ou contrate profissionais freelancers para produzir materiais atrativos com textos e imagens bastante convidativas.

Use programas de afiliados

Plataformas criadas com o objetivo de hospedar e vender cursos online geralmente contam com programas de afiliados, que trabalham para promover e vender cursos ganhando comissões a cada nova matrícula.

Este método de monetização pode ajudar a aumentar o alcance do seu curso e gerar mais conversões.

12. Auxilie seus clientes

Por, para garantir que o seu curso tenha sucesso, acompanhe seus cliente e os ajude a alcançarem seu próprio sucesso. 

Acompanhe os alunos em sua jornada e esteja presente na vida de quem comprou seu curso através de grupos de apoio e outras formas que proporcionem a oportunidade de trocar experiência e continuar aprendendo.

Profissional instruindo seus alunos com um megafone

Dicas valiosas para de criar um curso online

Agora que você já sabe como montar um curso online, confira algumas dicas que podem ajudar a gerar um bom conteúdo e muitas vendas.

Conheça a concorrência

Uma das melhores formas para conhecer cursos online de qualidade é procurar por referências. 

Ao decidir montar seu curso online, busque pelas melhores opções na área do seu conteúdo e até mesmo pelos melhores cursos de assuntos diferentes.

Para conhecer ótimas opções de temas diferentes, confira o nosso artigo com os melhores cursos online para aprender hoje.

Faça um curso em sua área

Fazer um curso em sua área antes de desenvolver seu próprio material pode ajudar a entender melhor como a dinâmica do ensino a distância funciona.

Desta forma será possível descobrir ideias interessantes que funcionam e adaptá-las ao seu material. 

Além disso, busque ficar atento a erros e falhas que podem ser evitados, o que irá ajudar a criação de um conteúdo mais consistente. 

Invista em vídeos

Caso tenha optado por criar videoaulas para o seu curso, invista na produção dos seus vídeos.

Se possível, busque por equipamentos de iluminação e um bom microfone para garantir um bom áudio, algo fundamental na qualidade de suas aulas.

Caso contratar um profissional para fazer suas edições esteja fora de seu alcance, considere aprender a usar um editor através de um curso online e organize suas próprias gravações.

Pronto para montar um curso online?

Esperamos que o nosso artigo tenha explicado de forma clara e prática o passo a passo de como montar um curso online.

Nossa última dica é para empreendedores que estão preparados para investir na produção de vídeos para suas aulas.

O Movavi é um editor de vídeo muito fácil, com uma interface simplificada e amigável para iniciantes, além do recurso de gravar tela que pode aumentar as possibilidades de produzir conteúdo.

Início Blog Marketing Como montar um curso online: confira o passo a passo
Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...
Comece a usar o JivoChat hoje!
Gostou do que leu?
Cadastre-se e teste o JivoChat agora mesmo!
É grátis e só leva alguns minutos para fazer o download