Feedback: o que é e como utilizá-lo?

Índice

O  feedback é uma importante ferramenta para um empreendimento, pois é através dele que os gestores comunicam o desempenho dos seus colaboradores. 

Comunicar o desempenho é fundamental tanto para motivar os colaboradores quanto para que eles consigam identificar quais são os pontos que devem ser melhorados. 

Dessa forma, o feedback é um instrumento muito importante e traz diversos benefícios para a empresa e para o desenvolvimento de uma equipe.

Portanto, se você é um gestor, colaborador ou apenas está curioso para saber o que é feedback, nesse artigo responderemos essas e outras perguntas comuns sobre o tema, portanto continue a leitura. 

O que é feedback?

O feedback é uma ferramenta de comunicação utilizada para comunicar e informar o indivíduo ou empreendimento sobre uma atitude ou desempenho.

E se você sente curiosidade de saber o que significa feedback saiba que o termo é de origem inglesa  e ela consiste na junção de duas palavras distintas: o feed, que podemos traduzir como alimentar, e o back, que traduzimos com de volta.

Ou seja, você está dando um retorno a alguém, geralmente é uma avaliação profissional dentro do ambiente de trabalho.

Mas a sua aplicação é bastante ampla tendo em vista que clientes também podem dar um feedback sobre um produto ou uma empresa.

No ambiente de trabalho, ela é muito utilizada por gestores para comunicar os funcionários quando eles são avaliados a respeito seu desempenho, ações e também comportamentos dentro da empresa. 

O uso dessa ferramenta visa melhorar o desempenho dos funcionários e mantê-los alinhados com os objetivos definidos pela empresa. 

E ao contrário do que alguns gestores pensam, apesar do feedback ser uma ferramenta onde é possível ressaltar tanto aspectos positivos quanto aspectos negativos, ela é uma ferramenta de comunicação.

Antes de aprender mais sobre feedback, vamos apresentar cursos para você que é líder ou gestor de uma equipe e deseja melhorar as suas habilidades para aprender a como transmitir os feedbacks com mais profissionalismo e motivar a sua equipe. 

Cursos para aprender sobre feedback e liderança

Ser um bom gestor não é uma tarefa fácil, e se você compreendeu o que é feedback deve também ter compreendido a importância de aprender a se comunicar e utilizar estratégias que contribuam com o seu desenvolvimento profissional.

Visando ampliar os seus conhecimentos, separamos alguns cursos na área para você que deseja conhecer técnicas e metodologias utilizadas por líderes. 

Liderança e gestão de pessoas e equipes

O curso de liderança e gestão de pessoas e equipes é para aqueles profissionais que querem não só melhorar a comunicação com os seus colaboradores, mas também melhorar o trabalho desempenhado pela sua equipe.

Nesse curso não são abordadas apenas as técnicas de liderança, mas também estilos diferenciados de liderança baseado que cada pessoa possui qualidades e temperamentos diferentes.

Além disso, você também terá acesso a outros assuntos que estão presentes na rotina de quem é líder de uma equipe, como aprender a como identificar perfis de pessoas e seus estilos de atuação, como organizar e liderar reuniões, como dar feedbacks, e como realizar uma avaliação de desempenho justa.

Esse curso já formou mais de 6.000 líderes que puderam desenvolver suas habilidades e passaram a gerir suas equipes com mais profissionalismo e capacidade.

O curso conta com 7 horas aulas em vídeo, 6 artigos e mais de 30 recursos para download. E ao finalizá-lo você ganha um certificado para melhorar o seu currículo. 

Feedback - A arte de dar e receber feedbacks mais efetivos

Com esse curso você irá perder o medo de receber feedback negativo e transformá-lo em uma oportunidade de crescimento profissional e pessoal, independentemente do seu cargo.

Para gestores é um curso que ensina a ter maior sensibilidade ao transmitir feedback ao um colaborador, dessa maneira você também pode aprender a passar feedbacks construtivos, sem medo. 

É um curso importante para quem deseja aprender a utilizar a ferramenta de feedback e também melhorar a sua comunicação entre líderes e colaboradores. 

Esse curso já contou com a formação de mais de 300 alunos, e são disponibilizados 3 horas de videoaulas, 1 artigo e 3 recursos para download para ajudar no seu desenvolvimento pessoal e profissional.

Ao final do curso você garante o seu certificado de conclusão para adicionar ao seu currículo.

Como aplicar Feedback e Motivar sua Equipe (Udemy)

Embora seja um curso curto, ele é bastante completo e feito para quem deseja transformar o feedback em uma ferramenta que vai motivar a sua equipe a alcançar resultados e objetivos esperados. 

Com esse curso você irá aprender a como aumentar a performance e entendimento da sua equipe através de feedback, como melhorar o desempenho dos seus colaboradores, quais são as principais técnicas de feedback utilizadas nas empresas e como aplicá-las.

Esse curso te dá acesso a 1 hora de conteúdo em videoaulas, 2 recursos para download e certificado de conclusão ao final do curso. 

Liderança e Técnicas para Equipes de Alta Performance (Udemy)

Esse curso também é indicado para quem deseja liderar uma equipe e conduzi-la a ter alta performance e desempenho. 

Ele é um curso super completo para quem deseja aprender as principais técnicas utilizadas durante a liderança para permitir com que o líder atue proativamente no desenvolvimento e melhorando o desempenho da sua equipe. 

Entre as metodologias e técnicas ensinadas neste curso podemos destacar:

  • ICE Score: foca na priorização de tarefas
  • Scrum:  para melhorar e manter uma metodologia de trabalho ágil em equipe
  • Feedback: Que é o tema do nosso artigo
  • OKR: método utilizado para gerenciamento de objetivos e criação de indicadores
  • E mais…

Esse curso conta com 3 horas de videoaulas e certificado de conclusão

Comunicação: como dar e receber Feedback

Esse também é um curso para quem quer aprender a receber feedback e dar feedbacks sem receios, pois possui um enfoque maior na comunicação.

Você não precisa ter uma posição de liderança para fazer o curso, basta querer ter o conhecimento sobre feedback.

Nesse curso você aprenderá porque o feedback é tão importante para as organizações, como dar feedbacks que contribuam com o desenvolvimento da sua equipe, aprender uma técnica estruturada para dar feedback e quais são os tipos mais comuns de feedback.

Esse curso conta com 1 hora de vídeo aula, 1 artigo, 7 recursos para download e certificado na conclusão. 

Qual é a importância do feedback?

O Feedback é importante, pois ele pode impactar os resultados de uma empresa tanto de maneira positiva, quanto negativa.

 

Através dessa ferramenta é possível que os colaboradores saibam quais caminhos devem seguir ou se eles estão na direção certa. 

Como gestor, a construção de um feedback é um momento importante em que ele deve analisar o desempenho das competências técnicas, atitudes e comportamento de cada membro da equipe e tentar sintetizar essas informações para transmiti-las adequadamente.  

Para o colaborador, o feedback não deve ser visto de maneira negativa, apesar de gestores poderem utilizá-los para apontar falhas e até mesmo erros, e sim como uma oportunidade de desenvolvimento

É nesse momento em que ele pode identificar suas dificuldades, comunicar o gestor sobre elas, tentar encontrar os seus pontos fortes e também aumentar a sua motivação. 

Empresas também podem receber feedbacks dos seus clientes, e isso é uma ótima maneira de encontrar pontos que devem ser melhorados tanto no atendimento, quanto em um produto específico. 

O feedback é importante para a imagem da empresa, existem até mesmo canais onde o consumidor pode realizar reclamações para que os outros consumidores saibam se aquela empresa é realmente confiável.

De uma maneira geral, o feedback é importante, pois através dele uma organização, gestor ou colaborador podem encontrar aspectos que devem ser melhorados. 

Imagem vetorizada de duas pessoas conversando sobre feedback

Os tipos de feedback

Se você é o gestor de uma equipe, ou até mesmo um colaborador, é preciso conhecer os diferentes tipos de feedback e em quais situações eles  podem ser aplicados. 

Feedback Positivo

O Feedback positivo é aquele com intuito de reforçar um comportamento que você espera que se repita. 

Ele é essencial para manter os colaboradores da sua equipe motivados, pois ele é ocorre através de elogios que ressaltam determinado comportamento ou desempenho. 

Dessa forma, ele é utilizado quando o colaborador alcança os resultados esperados ou mostra a sua capacidade de ir além desses resultados.

É a melhor maneira de fazer o profissional sentir que ele é valorizado dentro da empresa e fazer com que ele continue dando o seu melhor  ao desempenhar suas tarefas.

Entretanto o gestor deve ser cuidadoso ao passar esse tipo de feedback, pois elogiar demais pode fazer com que o colaborador sinta que não deve se esforçar demais, os elogios devem ser dados na medida certa.

E se você recebeu um feedback positivo, comemore, quer dizer que você está no caminho certo e tem muito potencial para melhorar ainda mais.

Não duvide de si mesmo e não fique se menosprezando, se você foi elogiado é porque você merece todo o reconhecimento que possa vir desse elogio.

Empresas também podem receber feedback positivo, nesse ponto são ressaltadas as vantagens e benefícios que elas oferecem ao consumidor, qualidade de atendimento e outros. 

Exemplo de feedback positivo: “João queria te parabenizar, pois esse mês conseguimos bater todas as metas, temos a certeza de que esse objetivo só foi alcançado, pois você colocou o seu máximo nesse projeto. Reconhecemos o seu esforço e esperamos que você possa alcançar cada vez mais uma posição de destaque na nossa empresa.”

Feedback Negativo

O feedback negativo, ou feedback corretivo, é um dos feedbacks que causam mais tremor entre os colaboradores, ou donos de uma empresa.

Ele é utilizado para corrigir uma ação ou um comportamento que não alcançou as expectativas da empresa. 

Por isso, ele pode ser um desafio para os gestores que não sabem como se comunicar com os seus colaboradores. 

Tenha em mente que se você for um gestor é preciso fazer com que o seu funcionário não leve o feedback negativo como uma ofensa pessoal.

A sua missão durante a transmissão desse tipo de feedback é fazer o colaborador compreender a mensagem que você deseja transmitir a ele e entender que aquele aspecto deve ser melhorado.

Se você recebeu um feedback negativo, entenda que é natural ficar chateado, e por isso você deve tomar um tempo pra si até que consiga de fato absorver a mensagem.

Não se martirize por causa de um feedback negativo, é natural que aconteça e muitas vezes são pontos que se você colocar um pouco mais de atenção é passível de melhorar. 

Empresas também recebem feedback negativo e ele está muito relacionado com a satisfação do cliente. 

Exemplo de feedback negativo “ Olá, Pedro. Notamos que você costuma bater o ponto depois do horário de entrada, estamos te avisando para que seu desempenho no trabalho não seja prejudicado e que você evite descontos na sua folha de pagamento. “ 

Feedback Insignificante

Ele muitas vezes confunde quem recebe esse tipo de feedback, pois não apresenta uma mensagem clara e objetiva. 

Logo o colaborador não entende o propósito desse tipo de feedback, e ele pode até mesmo ser visto como um feedback negativo.

Ele é bastante vago e genérico, geralmente ocorre uma falha na comunicação de quem transmite esse tipo de feedback, e por isso ele deve ser evitado.

Exemplo: “ Marta, ontem, você concluiu a tarefa atrasada que havíamos combinado de terminar hoje cedo.”

Feedback Construtivo

Ele é semelhante ao feedback positivo, entretanto ele é um meio termo entre o feedback negativo e positivo. 

É esse tipo de feedback que permite que o colaborador perceba que ele está indo bem, mas ainda há pontos em que ele pode melhorar.

Nele são apontados os pontos e aspectos positivos, mas também são apontadas falhas que devem ser corrigidas.

O tom de voz utilizado nesse feedback na maioria das vezes não é um tom de reprovação, e é mais estimulador do que desanimador, assim o colaborador sabe que ele tem capacidade de melhorar.

Nesse tipo de feedback o gestor também pode mostrar o caminho que o colaborador deve seguir para que ele possa alcançar e atender às suas expectativas.

Exemplo de feedback Construtivo: “ Rita, gostamos de ver a sua apresentação sobre o projeto nível 1, ressaltamos que ele está em excelente qualidade, entretanto, achamos que é possível melhorar o planejamento nos meses de agosto e setembro, se diminuirmos alguns prazos, poderia verificar essa possibilidade?”

Feedback Ofensivo

Esse tipo de feedback está relacionado com abusos no ambiente de trabalho, geralmente ele é dado por gestores que não possuem qualificação para desempenhar o trabalho que desempenham.

Ele pode envolver comparações entre os membros de equipe, fazendo com que o colaborador tenha a sensação de que não consegue alcançar as expectativas, também pode envolver insultos e humilhações que afetam o emocional do colaborador negativamente.

O ideal é trocar esse feedback pelo feedback pelo negativo ou construtivo, para preservar a qualidade do ambiente de trabalho e evitar problemas.

Exemplo de feedback ofensivo: “ Mais uma vez você não conseguiu bater a meta Jorge, todos da equipe se esforçam e você continua entregando um trabalho meia boca, assim você não vai conseguir continuar trabalhando aqui.” 

O que deve ser levado em consideração na hora de dar um feedback?

Conhecendo os tipos de Feedback que você pode entregar para os seus colaboradores, ou a uma empresa facilitam a construção desse feedback.

Existem alguns aspectos que são relevantes e devem ser levados em consideração para facilitar a compreensão e a comunicação entre as partes envolvidas.

Vamos conhecer agora, quais são esses aspectos e como eles podem influenciar o seu discurso, afinal é preciso fazer com que a outra parte compreenda a mensagem que você deseja transmitir a ela.

Contextualização do feedback

Para que a mensagem se torne clara e o colaborador possa buscar na memória informações que ele que permitam que ele associe o que está sendo dito é necessário dar a ele um contexto.

Se o feedback vier a partir de um projeto específico, mencione qual foi o projeto ou quando um comportamento aconteceu.  Veja o exemplo: “Semana passada, na quarta-feira, você faltou à reunião com o time de Marketing digital.”

Deixe a contextualização clara para que o colaborador possa buscar as suas próprias referências na mente.

Indique o comportamento

Qual foi o comportamento do colaborador que está em destaque no feedback?

Informe qual foi o comportamento e deixe claro se aquela atitude foi boa ou ruim para a empresa. Veja o exemplo: “Faltas em reuniões só são permitidas com atestado médico.”

Comente sobre o impacto desse comportamento

Por que esse feedback está acontecendo e quais foram os impactos que esse comportamento ou desempenho apresentou para a empresa? 

Apresente os motivos que levaram você a oferecer esse feedback. Veja o exemplo: “Faltas acabam comprometendo o desempenho da equipe e por isso é preciso apresentar uma justificativa.”

Permita fazer com que o colaborador identifique porque o comportamento não pode se repetir, ou então, em caso de feedback positivo, porque ele deve ser reforçado.

Expectativa

É importante deixar claro para o colaborador como ele pode evitar que esse tipo de comportamento se repita, ou como ele pode fazer para continuar alcançando bons resultados. 

Por isso, é necessário manter um diálogo aberto e permitir que o colaborador também se comunique sendo uma comunicação dupla.

Faça perguntas a ele e peça sugestões, estabeleça um relacionamento saudável entre você e os membros da sua equipe.

Modelos de feedback

Além dos pontos que você precisa levar em consideração, existem alguns modelos de feedback que podem te ajudar a passar a mensagem com maior objetividade.

Modelo de feedback 360

O modelo de feedback 360 se caracteriza por permitir que sejam dispostos os pontos de vista de diversas frentes.

O colaborador pode expor seu ponto de vista a respeito de outro colaborador, o gestor com relação ao colaborador e ainda é possível o colaborador fazer uma autoavaliação.

Assim é possível fazer uma avaliação mais completa sobre a performance de cada colaborador para avaliar diferentes pontos do desempenho.

É uma avaliação demorada, pois  o gestor deve sintetizar todas as avaliações e redigir um parecer final, porém costuma ser bastante justa. 

Modelo de feedback sanduíche

O Feedback do modelo Sanduíche é dividido em três etapas distintas e bem específicas: elogio, pergunta e ação.

Durante a etapa de elogio, é onde o gestor ressalta pontos positivos do colaborador para que ele se sinta reconhecido e dê abertura para a etapa seguinte.

Na etapa de pergunta o colaborador é questionado sobre algum ponto que ele precisa apresentar um melhor desempenho.

E a última etapa é a ação onde o gestor dá uma dica para o colaborador tenha um melhor desempenho nas tarefas e dá uma dica de como o colaborador pode melhorar.

Modelo de feedback canvas

Muito utilizado para a avaliação de equipes ou times. 

Através desse modelo de feedback são realizadas análises individuais de cada membro da equipe.

Eles são avaliados através de uma visão macro para que seja possível avaliar o desempenho do grupo em geral, e assim identificar como é possível melhorar a performance do time.

Modelo de feedback kudos

Esse modelo se baseia na entrega de cartões de feedback para os colaboradores, geralmente com comentários positivos.

Assim, essa metodologia permite que os colaboradores sintam-se reconhecidos no seu ambiente de trabalho e se empenhem mais nas suas tarefas do dia a dia.

Imagem vetorizada de uma pessoa dando um feedback para uma empresa.

Dicas de como dar um feedback

Se você é um gestor, ou consumidor e quer dar o seu feedback, mas não sabe como se expressar ou colocar em palavras, não se preocupe.

Separamos algumas dicas que irão ajudar você a comunicar os seus feedbacks de maneira mais eficiente.

Organize as informações

Um feedback eficaz é aquele que é dado em tempo para que o colaborador não esqueça da ocorrência, além de evitar que o problema se agrave ou se perpetue. 

Entretanto, é preciso pensar e organizar o que será dito ao colaborador, e mais importante ainda é que você entenda como irá informar isso a ele.

Portanto, é indicado que você reúna uma lista de coisas que devem ser ditas, escreva um pequeno roteiro e pratique em voz alta para saber se o tom de voz está adequado.

Esses cuidados devem ser ainda mais ressaltados na hora de dar um feedback negativo ou construtivo.

Mostre que o colaborador tem potencial de crescimento

Independentemente do seu feedback ser positivo, construtivo, ou negativo, é importante fazer o colaborador sentir que é valorizado no ambiente de trabalho e que ele tem potencial para ir além.

Seja paciente e mostre para ele quais são as suas oportunidades de melhoria, quais são os seus pontos fortes e fracos.

Isso também faz com que ele perceba que você é um gestor atencioso e observador, e é muito importante para quebrar o gelo em reuniões.

Faça uso do feedback como uma ferramenta que motiva e estimula o profissional a continuar crescendo.

Seja objetivo

Sem enrolação! Lembre-se que se você chamou um colaborador para uma reunião, ele deve estar se sentindo um pouco ansioso.

Se for possível, tente diminuir a ansiedade do colaborador indicando o motivo da reunião. 

E quando finalmente se reunirem, seja claro e vá direto ao ponto, sem rodeios, seja sincero com o colaborador e tente apaziguar a situação, por isso reforçamos a importância de utilizar o feedback construtivo para dar seus feedbacks.

Saiba escutar

Um erro de muitos líderes é achar que apenas eles têm o direito de falar e que o colaborador deve sentar e ouvi-los.

Mas essa é uma maneira errada e não profissional de agir, assim como você pode ter coisas a dizer para o colaborador, ele pode te relatar problemas ou dificuldades que você não está inteirado.

É importante permitir que o colaborador saiba que ele também tem voz de fala e que será escutado.

Sempre dê feedbacks individuais no privado 

Principalmente feedbacks negativos, pois lembre que cada pessoa tem seu próprio jeito de reagir e você não pode prever. 

Muitas pessoas podem se sentir humilhadas e isso pode deixar o ambiente de trabalho em um clima não agradável.

Além disso, evita que os funcionários criem fofocas ou situações desfavoráveis, como exclusão de um membro.

Portanto, o ideal é sempre marcar uma reunião individual com cada colaborador, a não ser que você faça uma avaliação geral em equipe.

Recebi um feedback negativo, e agora?

Qualquer pessoa ou organização pode receber um feedback negativo, e embora seja difícil ouvir críticas, é necessário manter a calma.

Durante a reunião ou avaliação mostre que você é uma pessoa que sabe escutar e que está ciente do que estão te comunicando. 

Veja no feedback uma oportunidade de melhorar de aprimorar a suas habilidades, e tente não focar tanto na crítica, mas sim na solução para resolver o aquele problema.

E não leve o feedback para o lado pessoal, pois ele se trata exclusivamente do seu comportamento e desempenho durante o seu trabalho. 

Mesmo que seja difícil, seja educado, utilize a sua inteligência emocional, agradeça o feedback e  tente mostrar que você está empenhado em melhorar e atingir as expectativas da sua empresa.

Agora, se a sua empresa recebeu um feedback negativo de um consumidor, o processo é um pouco diferente.

É necessário avaliar o feedback com cautela, pois um consumidor frustrado, normalmente é um consumidor que não teve o seu problema resolvido.

Por isso, você precisa monitorar constantemente as suas equipes de atendimento sac e também de suporte.

Avalie o desempenho dessas equipes e verifique quais são os chamados recorrentes para entender  qual categoria eles estão incluídos.

Veja se é possível entrar em contato com esse consumidor para entender o problema e resolver para remover a avaliação negativa.

Lembre que feedback negativo influencia muito na imagem da sua empresa e você pode perder clientes.

Uma maneira de avaliar como está o atendimento que você presta, é utilizar a metodologia cliente oculto para identificar os possíveis gargalos que o consumidor pode enfrentar ao adquirir o produto ou serviço da sua empresa.

É importante que você também tenha uma equipe de marketing para te ajudar a mitigar eventuais problemas e fortalecer a imagem da empresa.

Não deixe de dar feedback para os seus colaboradores

Nesse artigo, você foi capaz de compreender como o feedback pode ser um importante instrumento para que você possa manter a sua equipe e seus colaboradores motivados.

Além disso, ele permite que os colaboradores compreendam se estão alcançando os objetivos esperados, e identifiquem como  e no que eles devem investir esforços e melhorar.

O feedback deve ser implementado e utilizado rotineiramente, e o gestor tem o papel fundamental na compreensão e comunicação de um feedback.

Por isso, ele não deve deixar de buscar qualificação para melhorar as suas habilidades de liderança e motivação da equipe.

Início Blog Comunicação Feedback: o que é e como utilizá-lo?
Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...
Comece a usar o JivoChat hoje!
Gostou do que leu?
Cadastre-se e teste o JivoChat agora mesmo!
É grátis e só leva alguns minutos para fazer o download