Call to Action: o que é e como usar

Índice

O Call to Action (CTA) é uma das principais ferramentas de conversão usadas no Marketing Digital. O recurso auxilia negócios a aproveitar oportunidades. Afinal, é a maneira mais eficiente de instruir seu público, seja ele seguidores em uma rede social ou visitantes em seu site, a fazerem alguma ação que gere conversão.

No entanto, isso não significa que apenas usar botões com CTAs e frases como “Acesse nosso site” e “Clique aqui” irá incentivar ações ou gerar resultados. Para que o Call to Action funcione é preciso levar em consideração uma série de elementos sobre o contexto e o que deve ser usado em seu texto para que a mensagem faça sentido e gere conversões.

Para que o CTA resulte em conversão, ele não pode ser apenas um botão destacado em seu site ou uma frase que chame atenção sem algum contexto que desperte o interesse dos leads. 

Este recurso de conversão deve trabalhar alinhado à sua estratégia, como um trunfo para conquistar seu público. Portanto, ele não deve ser o foco inicial de suas campanhas e conteúdo, mas sim usado em uma fase mais avançada em que os consumidores já estão inseridos em seu funil de vendas. 

Em alguns casos você pode pedir o email de visitantes ao final de um artigo, sugerir o acesso do seu site após um vídeo de conteúdo ou a recomendar itens após a página de um produto ser acessada.

Para entender melhor o que é Call to Action e como utilizá-lo, confira o nosso artigo.

O que é Call to Action (CTA)?

Toda chamada visual e textual capaz de instruir pessoas a realizarem algum tipo de ação pode ser considerada como um Call to Action (CTA). Portanto, este recurso é uma das principais formas de conquistar leads e gerar conversões nas estratégias de Marketing Digital.

No entanto, apenas usar qualquer chamado não irá garantir seus resultados. É preciso avaliar o contexto e saber escolher o melhor CTA para a situação. Afinal, existem diversas categorias, algumas melhores para direcionar através de um link para outro conteúdo, oferecer conteúdos, direcionar pessoas interessadas para landing pages e muito mais.

É importante considerar seu processo de venda. Avalie em que estágio do seu funil de venda o consumidor está atualmente e crie chamadas para direcioná-lo ao próximo passo.

balão com o texto CTA

Como o Call to Action ajuda a converter

Aprender como o Call to Action funciona e qual seu papel na conversão é o primeiro passo para começar a utilizar este recurso de forma efetiva.

Um dos modelos de marketing que podem ser usados para entender melhor este conceito e aplicá-lo em suas estratégias é o AIDA. 

  • Atenção: é o momento de conquistar a atenção dos consumidores e, no contexto do marketing digital, fazer com que continue navegando em site ou rede social.
  • Interesse: após manter a atenção no seu negócio, o consumidor tem suas primeiras opiniões sobre o conteúdo que está conferindo e toma a decisão de continuar pesquisando por mais informações ou não.
  • Desejo: é o momento em que o consumidor faz uma análise da oferta, conferindo suas características, valor e benefícios.
  • Ação: é o momento onde a decisão é tomada, realizando a conversão.

Portanto, de acordo com o princípio AIDA, todos os consumidores passam por diversas etapas ao abrir uma página até decidir tomar alguma ação. Cada uma destas etapas é diferente e uma atenção especial deve ser dada em cada uma. 

O papel do CTA neste contexto é ajudar nos estágios de atenção, interesse e ação, momentos curtos e cruciais que muitas vezes são até mesmo a ação de clicar em seu Call to Action.  

O Call to Action na prática

Existem alguns elementos que constituem um bom CTA. Geralmente, chamadas que realmente conquistam a atenção compartilham diversas características entre si. 

Para entender se o seu CTA é bom, confira o seu tamanho em relação a outros itens de uma página, qual é a sua posição, o contraste de cores entre o conteúdo e o CTA, imagens usadas e a quantidade de CTAs presentes. 

Também leve em consideração que visitantes que não estão interessados pelo o que está sendo oferecido não irão clicar no seu CTA. 

O texto que compõe suas chamadas também é muito importante. Por isso, evite termos mais genéricos como “clique aqui”, “acesse o site” e “fale conosco”, pois são opções que não adicionam informações nem valor à mensagem que está sendo transmitida. 

Um bom CTA é capaz de indicar aos consumidores o que irá acontecer após a ação seja tomada.

Além disso, o teste dos 5 segundos é um método prático e rápido que pode ajudar a descobrir se as suas chamadas são eficientes ou não. 

Para fazê-lo, peça para que uma pessoa que não conhece seu site ou conteúdo olhar para sua página. Após 5 segundos feche seu navegador e questione o que havia na sua página e quais ações poderiam ser feitas por lá. 

Caso seu CTA ou o próximo passo para conversão não tenham sido citados, é bem provável que sua chamada não seja tão efetiva.

Usando o Call to Action no seu texto

Fora de contexto, este recurso pode perder toda sua força. Para que um CTA funcione, ele deve ser usado em harmonia com outros elementos visuais e textuais. 

Pense no Call to Action com sua chance de persuadir seu público através de uma proposta de valor que deve ser feita em poucas palavras. 

Confira algumas dicas que podem ajudar na elaboração dos seus CTAs.

  • Para instruir os consumidores a realizarem uma ação, deixe ela bem clara. Seja específico e comece o texto com verbos. Além disso, lembre-se de passar em sua mensagem sobre o que sua oferta se trata. Um exemplo é “receba sua primeira aula grátis" ou “inscreva-se e receba seu e-book”.
  • Dê preferência aos verbos no imperativo, como “baixe seu e-book” e “receba o infográfico no seu email”. Verbos no infinitivo também são uma opção, como “baixar o e-book”. Utilize as duas formas e faça testes para analisar qual opção gera mais conversões.
  • Busque criar um senso de urgência, estimulando as pessoas a tomarem uma decisão rápida. Para isso, use palavras como “agora” e “hoje”. 
  • Evidencie os benefícios de suas ofertas usando números. Essa é uma maneira mais visual e atrativa de mostrar o valor do que sua empresa ou negócio tem a oferecer. 
  • Ofereça alguma “recompensa” de valor para que seu CTA seja clicado. Parece algo óbvio, porém, é muito importante que sua oferta seja realmente atrativa para o seu público-alvo, afinal, as pessoas só irão clicar caso realmente tenham interesse. 

Como usar os CTAs

As páginas de um site precisam de objetivos para tornar a experiência de navegação mais efetiva. Se o propósito de uma página é o download de um PDF ou a venda de um produto, ela deve contar com um Call to Action para guiar os visitantes para um próximo passo.

Para criar páginas eficientes com o foco na conversão, considere os pontos a seguir durante a elaboração do seu layout e conteúdo. 

  • Persona: ao escrever ou escolher um CTA, pense que ele deve ser voltado para as personas do seu negócio. Leve em consideração quais são as dores destas pessoas e como resolvê-las.
  • Estágio da jornada de compra: os CTAs precisam estar alinhados à etapa da jornada de compra pela qual os clientes estão passando. Muitos consumidores que ainda não conhecem seus produtos não terão interesse em fechar negócio, assim como direcionar para algum conteúdo os clientes que estão prestes a fazer uma compra não faz sentido.
  • Contexto do Call to Action: o CTA precisa estar inserido em um contexto para que faça sentido e funcione. 

Além disso, existem os formatos em que os CTAs podem ser usados. Confira as 3 principais maneiras de aplicar o Call to Action que dão origem às inúmeras outras opções. 

Botão de Call to Action

Botão de Call to Action

Os botões são uma das formas mais populares de aplicação dos CTAs. Geralmente aparecem nas páginas iniciais de sites, pedindo aos visitantes para se inscreverem em uma lista de email, preencher um formulário, conferir alguma oferta, entre outras opções.

O objetivo desta aplicação das chamadas é tornar mais fácil a forma de como fazer alguma ação que já foi decidida pelos consumidores. 

Banner com Call to Action

O banner é um formato muito popular de anúncios, valorizando bastante o uso de CTAs. Pode ser usado em sites, blogs, redes sociais e anúncios em rede de display. 

Diferente do botão, os banners podem apresentar imagens e até mesmo animações. Isso permite a criação de mensagens e imagens criativas que oferecem mais contexto do que os botões. A liberdade criativa também permite que os banners sejam mais atrativos visualmente. 

Textos com hiperlinks

Este é um formato voltado para conteúdos, principalmente em artigos de blogs. O formato é bastante utilizado para manter visitantes no próprio site, através de links para outros conteúdos ou páginas do blog. Porém, os links em textos também podem ser usados para gerar vendas.

Dicas para melhorar os resultados dos seus CTAs

Em várias situações seu Call to Action irá disputar a atenção com outros elementos de uma página que também desejam conquistar os clientes. Isso pode fazer com que seus CTAs passem despercebidos. Se você deseja evitar este cenário, confira algumas dicas para usar chamadas que funcionam.

Use CTAs específicos

Mostre aos usuários o que eles irão receber ao clicar em sua chamada. Evite o uso de “clique aqui” ou “baixar” e use textos específicos, como “baixe seu ebook aqui” e “faça seu cadastro e receba nosso conteúdo”.

Crie o senso de urgência

Utilize termos que incentivam uma ação imediata. CTAs com termos como “compre agora” e “compre com desconto hoje”.

Ofereça valor em seu Call to Action

Para que suas chamadas sejam efetivas, elas precisam oferecer algo que os consumidores desejam, caso contrário, não terão interesse em clicar no seu CTA. 

Portanto, crie uma oferta de valor levando em consideração os desejos do seu público. 

Use números no Call to Action

Os números ajudam suas chamadas a se tornarem mais atrativas e também deixam bem claro aos consumidores sobre o que seu CTA se trata. Além disso, eles também mostram as vantagens de clicar. Portanto, se possível, use chamadas como “Compre hoje e ganhe 20% de desconto” e “Peça agora por apenas R$ 50”. 

Use a psicologia das cores.

A psicologia das cores é muito importante para mexer com a emoção dos consumidores. Cada cor carrega uma série de significados, emoções e sentimentos associados a elas. Portanto, escolha uma cor que faça sentido com seu objetivo e combine com sua mensagem.

Crie um contraste de cores

CTAs visuais, como botões e banners disputam a atenção com diversos elementos e conteúdos em uma página na internet. Para fazer com que os visitantes olhem para seu Call to Action, é preciso fazer com que ele se destaque. 

Uma das maneiras de chamar a atenção é usando cores contrastantes com outros elementos das páginas, criando um ponto que se sobressai ao olhar. 

Use imagens

Você provavelmente já ouviu a frase “uma imagem vale mais que mil palavras”. Neste contexto, a frase está correta. Imagens naturalmente chamam mais a atenção do que palavras. Portanto, crie opções visuais atrativas para seus CTAs.

Posicione bem seu Call to Action

Como já explicamos, diversas imagens, textos e elementos irão disputar a atenção com seu CTA. Portanto, o coloque em uma boa posição para garantir que ele estará em destaque. 

Considere que os principais pontos de atenção da visualização são o canto superior esquerdo e o canto inferior direito, devido a forma com lemos. Além disso, deixe sempre seus CTAs no início de suas páginas, caso as pessoas precisem descer a página, é bem provável que suas chamadas estejam perdendo visualizações. 

Use setas

Em ocasiões mais “agressivas” ou landing pages, use setas para indicar e guiar a visão dos visitantes para o seu CTA. 

Como criar seu próprio Call to Action

Agora que já sabe o que é Call to Action, sua importância, como funciona e como usá-lo, é hora de aprender a criar seus próprios CTAs.

Para fazer isso, pesquise muitas referências, confira o que sua concorrência e empresas grandes estão fazendo. Faça um teste de como empresas de sucesso aplicam o conceito em seu material, emails, redes sociais, sites, anúncios, etc.

Além disso, ao elaborar o texto de suas chamadas, lembre-se sempre de considerar qual é o objetivo do seu texto. Use as etapas do método AIDA para avaliar o que deve ser oferecido ao seu público. 

Analisando os resultados do seus CTAs

A melhor maneira de mensurar a eficiência do seu Call to Action é através da Taxa de Clique (CTR - Click Through Rate). Esta métrica usa a quantidade de pessoas que viram seu CTA para medir quantas clicaram nele. 

Existem diversos métodos que podem ser usados para encontrar esta informação. Uma das formas mais simples é através da plataforma Google Analytics. 

Para fazer isso, escolhe o link que seu CTA irá utilizar e use a ferramenta de criação de URL (Campaign URL Builder) do próprio Google para rastrear seu link. 

Com o link rastreável criado, comece a usar o seu CTA e após um tempo analise seus resultados. Entre no seu painel do Google Analytics para conferir o número de visitantes da página em que o CTA foi usado. 

Então, avalie a quantidade de pessoas que foram direcionadas para o link do seu CTA através da URL de rastreamento criada com o Campaign URL Builder.

Para ter seu resultado, divida a quantidade de visitantes que chegaram na página direcionada pelo o número de visitantes que viram o CTA em sua página. 

Um exemplo prático seria um artigo sobre sapatos com um Call to Action para uma página de vendas. Supondo que o Google Analytics mostrou que 1000 pessoas acessaram o artigo, mas o link rastreado mostrou que apenas 100 visitaram a página de vendas, o cálculo seria o seguinte: 

Taxa de Clique = 100/1000. O resultado seria uma taxa de clique de 10%. 

Equipe trabalhando na criação de Call to Action

Erros para evitar na criação de um Call to Action

Por fim, vamos conferir alguns dos principais e mais comuns erros que você deve evitar na hora de usar um CTA. 

Call to Action difícil de encontrar

O foco de suas landing pages e campanhas deve ser seu Call to Action. Portanto, mantenha ele em destaque, no ponto mais visível da tela. Afinal, se o seu objetivo é gerar uma conversão, todos os itens que compõe sua página devem direcionar a atenção para o seu CTA. 

Caso sua chamada esteja em um tamanho muito pequeno, da mesma cor do fundo e escondida na página, os visitantes podem acabar não a percebendo, gerando uma taxa de conversão muito ruim.

Call to Action com o objetivo desalinhado

Antes de criar um CTA, é preciso definir o objetivo da página ou conteúdo em que ele será inserido. Pense em que tipo de conversão será realizada. Caso contrário, as pessoas que visitarem sua página poderão ficar confusas. 

Call to Action muito longo

CTAs efetivos são curtos e fáceis de entender, contribuindo para sua taxa de conversão e cliques. Os visitantes de suas páginas precisam entender imediatamente sobre o que sua chamada se trata, portanto, evite textos muito longos e confusos. 

Call to Action que não condiz com a etapa da jornada de compra

CTAs podem ter diversos objetivos, desde de gerar vendas a conquistar novos leads para o seu funil de vendas. 

Para que suas chamadas tenham sucesso e geram conversões é preciso identificar em que etapa do seu funil os consumidores estão e criar CTAs que os direcionam para o próximo estágio.

Não testar seus Calls to Action

Por fim, não testar seus CTAs é um grande erro. Conferir suas métricas e analisar resultados é a única maneira de saber se as suas chamadas estão dando resultado. Caso contrário, você irá continuar usando um recurso que não é efetivo. 

Monitore todos os seus CTAs e links. Desta forma será possível acompanhar seus resultados e fazer adaptações caso algumas chamadas não funcionem. 

Preparado para usar o Call to Action e gerar conversões?

Esperamos que o nosso artigo tenha ajudado a entender o que é Call to Action e as melhores práticas para utilizá-los, otimizando suas conversões.

Nossa última dica é uma ferramenta para encurtar os links para seus CTAs usando seu próprio domínio. Confira o Shot.io para encurtar, personalizar e compartilhar links com a sua marca.

Início Blog Vendas Call to Action: o que é e como usar
Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...
Comece a usar o JivoChat hoje!
Gostou do que leu?
Cadastre-se e teste o JivoChat agora mesmo!
É grátis e só leva alguns minutos para fazer o download