10 Erros de E-mail Marketing Que Você Não Pode Cometer

Descubra erros que podem estar afundando seus resultados e saiba como corrigi-los

Ainda hoje, o e-mail marketing se mantém como um dos melhores canais de engajamento para estratégias de marketing digital. Como apontam estatísticas apresentadas pelo Hubspot, 99% dos consumidores digitais abrem seus e-mail diariamente e é por este e outros motivos que pelo menos 92% dos ecommerces B2B (Business-to-Business) apostam nessas campanhas.

Entretanto, estes números não indicam que todo tipo de campanha funciona, ou mesmo que o e-mail garante o retorno esperado. Para que suas campanhas tenham bons resultados, você precisará ficar atento para não cometer estes principais erros de e-mail marketing que trouxemos hoje, acompanhe a lista, identifique problemas e saiba como corrigi-los.

1. Trabalhar com listas frias e não segmentadas

Para iniciar nossa lista, temos um dos erros mais críticos e com maior chance de destruir a reputação do seu negócio e fazer com que todos seus e-mails sejam enviados diretamente para a caixa de SPAM do destinatário.

Trabalhar com listas frias, compradas ou não, significa que você estará fazendo disparos para pessoas que não necessariamente se importam com seu produto, suas ofertas, ou mesmo que já tenham demonstrado qualquer interesse em comprar de seu negócio.

Solução

A solução para este problema está na segmentação da sua base de leads, ou seja, colher informações de seus clientes através de diversos canais, como seus próprios canais de atendimento ou funil de vendas e levá-las em consideração na hora de decidir para quem será direcionado cada conteúdo.

Leads que saíram de sua loja e deixaram carrinhos de compra abandonados são diferentes de leads que apenas visitaram sua página uma única vez, por exemplo. Portanto, seja seletivo, utilize filtros e direcione conteúdo relevante de acordo com o perfil de cada cliente.

Erros de E-mail Marketing não segmentar leads

2. Deixar de otimizar o assunto do e-mail

A verdade é que o e-mail, assim como cada uma de suas páginas, também deve ser otimizado para chamar atenção enquanto seguindo diretrizes básicas. Utilizar assuntos muito extensos ou que falham em transmitir a mensagem de forma breve e direta é um grande erro de e-mail marketing.

Solução

Como você já pode deduzir, a solução está em ficar atento e ser cuidadoso ao definir o assunto de seus e-mails. Primeiramente, de acordo com o dispositivo e domínio de e-mail utilizado pelo cliente, existe um limite de quantos caracteres do assunto serão exibidos.

Leve isso em consideração e crie assuntos que incluem as palavras-chave da estratégia no início da frase. Além disso, invista em copywriting e ajuste a escrita para que possa instigar a curiosidade e interesse do lead, aumentando sua taxa de abertura.

3. Pecar no excesso de informação

Pode até sair mais barato que realizar múltiplos disparos, mas a verdade é que, mesmo que seus clientes abram o e-mail, eles nem sempre vão ler todo o conteúdo ali disponível. Fazer disparos de e-mails muito extensos não é um sinal de qualidade, mas sim o oposto, além disso, você terá mais dificuldade em trabalhar de forma segmentada ao incluir diversas informações em uma mesma campanha.

Solução

A solução é delimitar focos e objetivos para cada e-mail, seja a divulgação de uma promoção especial, de um desconto, uma chamada para ação (CTA) para que o cliente recupere o carrinho de compras, entre outros assuntos. Trabalhe com foco para que o cliente absorva toda a mensagem e não fique indeciso entre diversos CTAs inclusos no corpo do mesmo e-mail.

4. Ignorar as respostas dos clientes

Hoje, é muito comum que campanhas de e-mail marketing sejam enviadas utilizando o famoso modelo “no reply”, que pode ser traduzido como “não responda”. Ao enviar uma resposta para este tipo de e-mail, o cliente apenas receberá um erro (ou nem isso) e sua empresa não será notificada.

É verdade que para algumas campanhas mais abrangentes, com CTAs bem estruturados e objetivos bem definidos, você não irá precisar necessariamente da resposta dos clientes. Todavia, em outras situações e especialmente para ecommerces B2B, pode valer a pena escutar o que cada lead tem a dizer.

Solução

Avalie a estrutura e os objetivos do e-mail para identificar se existe a possibilidade de leads e clientes o responderem e se estas informações podem ser valiosas para sua empresa para garantir que seus próprios consumidores não sintam-se desvalorizados e ignorados.

Alternativamente, dentro do próprio e-mail, chame o cliente para seus canais de atendimento, como o chat online da JivoChat em sua loja ou telefone, de forma que o mesmo possa retornar por outro caminho, caso necessário.

Além disso, você também pode investir em uma ferramenta profissional de email marketing para otimizar suas taxas de abertura e garantir que nenhuma resposta seja esquecida. Confira nossas avaliações da SendinBlue e da NitroNews.

5. Negligenciar os testes A/B

Os testes A/B existem para ajudá-lo a ter assertividade na hora de escolher o modelo, layout ou formato ideal para suas campanhas. Deixar de realizar esse tipo de teste e simplesmente acreditar que o modelo escolhido é o ideal, pode ser um dos maiores erros de e-mail marketing em seu negócio.

Solução

Faça experimentos e acompanhe de perto os resultados e o retorno de cada aproximação para identificar, a partir dos testes A/B, qual realmente é o modelo que chama atenção de seus leads e é capaz de engajá-los. Esta dica na verdade vale para essencialmente qualquer estratégia de marketing digital, afinal, não se deve trabalhar na base do achismo na hora de se comunicar com os clientes.

Erros de E-mail Marketing não fazer testes A/B

6. Não dar atenção ao layout do e-mail

Um e-mail com excesso de imagens pode acabar distraindo o lead dos CTAs principais, por outro lado, um e-mail sem qualquer imagem não tem o apelo para chamar a atenção do consumidor. Além disso, é importante levar em consideração que grande parte dos servidores de e-mail utilizam a proporção entre imagem e texto no e-mail para identificá-lo como Spam ou não, por isso, não exagere em nenhum dos dois e mantenha um bom equilíbrio.

Solução

Não existe uma regra clara para quantas imagens você deve incluir. Porém, assim como a própria página de seu ecommerce, é necessário dar atenção ao design para criar layouts que possam ajudar o cliente a captar a absorver a mensagem de uma forma intuitiva. Para isso, destaque o foco do e-mail e certifique-se que o call to action (CTA) esteja claramente visível através de um botão ou imagem que chama o cliente.

7. Ignorar a qualidade das imagens

Assim como mencionamos em nosso conteúdo sobre a otimização da página de produto para aumentar as conversões, imagens de baixa qualidade realmente têm o potencial de afastar clientes de seu ecommerce. Elas não transmitem profissionalismo e comprometimento e, muitas vezes, a primeira impressão é a que fica.

Solução

Ao utilizar imagens de produtos em suas campanhas de e-mail marketing, certifique-se que sejam fotografias profissionais e, idealmente, as mesmas que o cliente encontrará ao acessar a página daquele produto. Desta forma, qualquer expectativa gerada a partir do e-mail não será quebrada ao seguir o CTA e chegar à sua página.

8. Não otimizar e-mails para o mobile

Hoje, mais de 46% dos consumidores utilizam seus dispositivos móveis, como smartphones e tablets para abrir e-mails. Portanto, assim como a página de seu ecommerce e seus próprios canais de atendimento, é importante garantir que seus e-mails estejam otimizados para abertura no mobile.

Solução

Não crie e-mails muito grandes nem com imagens muito pesadas, afinal, nem sempre o consumidor mobile está conectado à uma rede de Wi-Fi e, muitas vezes, falhar em otimizar estes aspectos pode resultar em um e-mail que simplesmente não carrega ou abre, fazendo com que você perca grande potencial de retorno sobre esta enorme parcela de clientes.

Para isso, faça testes antes de todo o envio e confira a velocidade de abertura do e-mail nos dispositivos móveis, assim como o posicionamento de todos os elementos, para garantir que não haja quebra de alinhamento no layout do conteúdo.

Erros de E-mail Marketing Não Otimizar e-mails para o mobile

9. Não trabalhar com um cronograma estratégico

É importante ficar atento ao fluxo de nutrição de seus leads e também utilizar trabalhar com um cronograma estratégico, de forma que você não envie e-mails demais (o que pode levar aos e-mails serem identificados como Spam), enquanto também não deixa que seus leads se esqueçam de você.

Solução

Para saber exatamente como programar suas campanhas de e-mail marketing, o recomendado é fazer o uso da automação de marketing providas pelas melhores ferramentas projetadas exatamente para isso. Para isso, não deixe de conferir nossa lista com as 15 melhores ferramentas de e-mail marketing.

10. Negligenciar dados dos relatórios

Não acompanhar de perto os dados dos relatórios é um dos erros de e-mail marketing mais graves. Como apresentamos anteriormente, o e-mail marketing realmente têm grande potencial de alcance e pode ser o canal mais potente para realizar follow up e colocar em prática ações de inbound e outbound. Entretanto, é necessário acompanhar de perto para que seu investimento não seja em vão.

Solução

As plataformas de e-mail marketing - como apresentamos na dica sobre trabalhar com um cronograma estratégico - não servem apenas para agendar disparos. Elas também oferecem relatórios detalhados e dados que possibilitam um bom acompanhamento de seus resultados.

Dessa forma, poderá delimitar e visualizar KPIs (Key Points of Interest) e ficar por dentro das principais métricas que você deve acompanhar, como a taxa de abertura, taxa de inativação da lista, taxa de cliques, entre outras.

Integre seu e-mail marketing ao JivoChat

Agora que você sabe quais são os principais erros de e-mail marketing que você realmente não pode cometer, assim como suas soluções, que tal ser capaz de coletar endereços de e-mail e informações cruciais para que consiga segmentar sua base de contatos enquanto também atendimento em tempo real diretamente de dentro da página do seu negócio através do chat online?

Se gostou da ideia e quer saber como otimizar suas campanhas e impulsionar ainda mais os resultados com o JivoChat, não deixe de conferir porquê você precisa integrar seu e-mail marketing ao JivoChat.

2019/07/ 2

Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...

Dicas para ecommerce, conversão e suporte