O que é rede P2P? Tudo que você precisa saber

Índice

Atualmente estamos na era do compartilhamento de conteúdo em larga escala. As redes P2P, descentralizadas e colaborativas possibilitam compartilhar músicas, arquivos, filmes e qualquer tipo de documento.

Além disso, possibilitaram a existência de criptomoedas como o Bitcoin. Se você quer aprender o que é rede P2P ou Peer-to-Peer e como funciona essa tecnologia, preparamos este artigo para você.

O que é rede P2P ou Peer-to-Peer?

Uma rede Peer-to-Peer ou P2P, que pode ser traduzido como rede ponto a ponto, é um sistema para compartilhamento de arquivos, documentos e informações sem a necessidade de um servidor central.

Essa rede ponto a ponto significa que os computadores dos usuários, que são os “pontos”, se conectam formando uma rede descentralizada. Essa descentralização é pensada para estar presente em diferentes áreas como tecnologia da informação e negócios.

Atualmente essas áreas estão passando pelo que pode ser chamado de “Revolução Digital”, que tem como objetivo aumentar a produtividade de uma equipe, otimizando processos.

Como funciona a rede P2P?

Agora que você já sabe o que é uma rede P2P, entender o seu funcionamento também não é nada complicado. Para começar, é necessário compreender que a maioria das conexões que você faz no seu computador é do tipo cliente-servidor.

Dessa forma, o cliente, nesse caso, é você e seu computador. O servidor é um software ou um computador que oferece serviços aos clientes, parecido com serviço de hospedagem para sites.

Nesse modelo de rede cliente-servidor, um único servidor fornece o funcionamento da transferência de informações. Entretanto, no modelo P2P, não existe um servidor central. É preciso que os clientes, ou “nós” da rede, atuam como servidores.

Os objetos, também chamados de arquivos que circulam nesse tipo de rede, estão divididos em um número igual de blocos em cada nó do sistema.

Ilustração de computadores conectados ao mundo

Imagine que você necessita fazer o download de um desses arquivos em seu computador através de um software que utiliza o sistema P2P.

No início do download, esse programa ativa um motor de busca, que vasculha o sistema em busca de cada computador conectado à rede que possui o objeto.

Então, durante o download, cada bloco do arquivo pode ser baixado de um computador diferente. Ou seja, é possível receber o bloco 20 de uma pessoa em Portugal, o bloco 36 de alguém da China e o bloco 512 do Chile.

Conseguiu visualizar como esse compartilhamento é descentralizado? Então, lembre-se que seu computador também atua como servidor, dessa forma, a medida que você baixa o bloco 20, o motor de busca já pode conectá-lo a um outro cliente que esteja baixando o mesmo arquivo.

É importante lembrar que o compartilhamento dos objetos é restrito apenas aos arquivos que você já fez um download prévio. Nenhum arquivo pessoal, ou pasta pessoal serão compartilhados.

O programa que você usa para se conectar a rede P2P configura a largura de banda, que é a taxa de transferência de arquivos em compartilhamento do seu computador, de acordo com sua internet, para que ela não seja usada somente para transferir dados.

As vantagens da rede P2P

Agora que você já conhece mais o que é uma rede peer-to-peer e o seu funcionamento, vamos apresentar as principais vantagens de se utilizar uma rede P2P:

Ad Eternum (Conexão eterna)

Provavelmente você já acessou alguma página web e recebeu uma mensagem de “Falha no servidor”, isso acontece quando perde a conexão do servidor de uma rede centralizada, você não consegue acessar o documento, assistir o filme ou utilizar a página web.

Já na rede P2P, um computador pode estar desligado ou desativado, porém, como existem milhares de outros computadores conectados a rede funcionando como servidores, é comum dizer que está conectado a uma conexão eterna.

Maiores dados em menos tempo

Como falamos, os arquivos são divididos em blocos na rede P2P. Então o motor de busca garante que os arquivos sejam baixados com a maior velocidade possível, otimizando o processo ao tentar fazer o download de diferentes partes desse arquivo.

Graças a isso, o documento que você está tentando acessar, chegará mais rápido ao seu computador.

Perpetuação dos arquivos

Dentro de uma rede P2P é muito difícil perder um arquivo. Com uma rede centralizada, o servidor tem todo controle sobre os arquivos que disponibiliza para a web. Dessa forma, ele pode deletá-los ou restringi-los a um número específico de usuários.

Na conexão descentralizada da rede P2P não tem como fazer isso. Exceto, no caso que todos os usuários decidam apagar o arquivo simultaneamente de seus computadores.

As desvantagens da rede P2P

Assim como tudo na vida, tudo tem dois lados e se tratando de rede P2P não seria diferente. Vamos apresentar algumas das principais desvantagens de se utilizar esse tipo de conexão.

Aumento da largura de banda

Mostramos acima que dentro da rede P2P, o programa tenta ajustar a largura de banda, a taxa de transferência de arquivos, para não dedicar sua internet inteiramente para a conexão com a rede. E isso realmente é bom.

Entretanto, à medida que o número de usuários dentro da rede aumenta, maior será a largura de banda dedicada a conexão. Dessa forma, irá aumentar o consumo da sua internet.

Ilustração de usuários trocando dados através da internet

Descentralização centralizada

Independente de não haver um servidor único na rede peer-to-peer que se cair, todos os clientes perdem a conexão. Existe um mecanismo de busca que é responsável por conectar um cliente a outro cliente (que é um servidor).

Com isso, esse motor de busca assume uma função centralizada por ser o único responsável por garantir as conexões dentro dessa rede. Caso ela não funcione, os clientes perderão a comunicação igual a rede cliente-servidor.

Capacidade computacional

Como apresentamos, nas redes P2P o cliente atua como um servidor. Então, isso acaba não exigindo apenas a internet para realizar conexões, mas também exige capacidade do seu computador, podendo torná-lo mais lento.

Onde pode ser aplicada uma rede P2P?

Provavelmente sem saber, você já deve ter utilizado a rede P2P. Separamos alguns locais onde o sistema ponto a ponto pode ser aplicada:

Transferência de arquivos

Essa é a principal aplicação da rede P2P. Em 1999, Shawn Fanning criou o Napster, o primeiro software de compartilhamento de arquivos utilizando os conceitos de P2P.

Hoje em dia, é possível encontrar diversos outros softwares com o mesmo propósito do Napster e que se tornaram bastante populares, como o Torrent, Kademila e o Gnutela.

Com o P2P esse tipo de transferência acaba sendo mais rápida e eficiente do que a conexão cliente e servidor. Devido a essa facilidade de transferir dados, muitos criticam essa rede por fomentar o aumento da pirataria.

Comunicação

Caso você tenha feito uma chamada com um amigo ou um parente utilizando o Skype, deve ter percebido que, geralmente, a qualidade da chamada é muito boa.

A Microsoft, empresa responsável pelo Skype, é referência no setor de comunicação graças a esse software que utiliza a rede P2P, para que a chamada viaje ponto a ponto entre os servidores dos usuários facilitando a conexão e diminuindo custos.

Criptomoedas

Bitcoin, blockchain e tudo que envolve o mundo das tão famosas criptomoedas, se apresentam como tecnologias disruptivas e é interessante você saber o que está por trás dessas tecnologias.

O Blockchain é uma rede P2P onde as transações das criptomoedas são registradas. Ele funciona como um grande banco de dados digitais, criptografados e teoricamente invioláveis.

Dessa forma, não existe uma instituição centralizadora que realize as operações financeiras das na rede.

Essas operações são realizadas pelos mineradores conectados nessa grande rede única oferecendo o recurso computacional para o funcionamento e descentralização do blockchain.

Consumo de mídias

Além de tudo que mostramos, a rede P2P também permite que mídias como sinais de rádio e televisão sejam transmitidos. Como por exemplo a IPTV, que é o método mais conhecido para compartilhar mídias audiovisuais.

Descobriu o que é P2P?

Esperamos que este artigo tenha te ajudado a entender e conhecer o que é rede P2P e como ela funciona e é aplicada na prática.

Se você deseja navegar com segurança na internet, confira nosso artigo com os melhores VPN gratuitos.

Início Blog Ferramentas O que é rede P2P? Tudo que você precisa saber
Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...
Comece a usar o JivoChat hoje!
Gostou do que leu?
Cadastre-se e teste o JivoChat agora mesmo!
É grátis e só leva alguns minutos para fazer o download