Como Emitir Nota Fiscal de E-commerce em 4 Passos

Índice

Enfrentar os desafios do empreendedorismo e se lançar em um negócio próprio é o sonho de muita gente.

Os brasileiros são conhecidos por serem um povo empreendedor. Tanto isso é verdade que uma pesquisa do SEBRAE mostrou que quase 50 milhões de brasileiros têm alguma forma de negócio próprio, isto é: empreendem.

Nesse contexto tão competitivo, se você é um empreendedor virtual e tem um site de e-commerce, a única maneira de crescer é se estabelecer como empresa.

Além de passar uma imagem muito mais séria para seus clientes, seu negócio estará amparado pela lei. Dessa forma, você evita problemas e, ao mesmo tempo, sobe um degrau em direção ao sucesso empresarial.

Está achando que é complicado entender como emitir nota fiscal de e-commerce? Na verdade, se você seguir nosso passo a passo, verá que pode ser mais simples do que imagina. Confira!

Como emitir nota fiscal de e-commerce em 4 passos

Não adianta chiar. Se você quer ser um empresário de verdade, terá que pagar imposto sobre nota fiscal. E, na verdade, esse é um dever de todos nós.

Por isso, assuma esta responsabilidade, encare o desafio de fazer crescer sua loja virtual e aprenda, agora mesmo, como emitir nota fiscal de e-commerce.

Passo 1: Se inscrever no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica - CNPJ

O cadastro no CNPJ é a primeira providência a ser tomada. Para isso, o ideal é contar com a ajuda de um contador para que esse processo se realize sem erros.

Você pode conseguir seu CNPJ através de um cartório de registro civil de pessoa jurídica. As instruções para isso estão neste link do site da receita federal: Inscrição no CNPJ - Orientações

De forma resumida, você deverá:

  • Preencher a Ficha Cadastral da Pessoa Jurídica ou o Quadro de Sócios e Administradores.

  • Gravar esses documentos.

  • Transmitir essas fichas pelo Receitanet ou pelo Coleta WEB.

  • Imprimir o recibo.

  • Imprimir o Documento Básico de Entrada ou o Protocolo de Transmissão.

  • Anexar um desses documentos ao processo de constituição de pessoa jurídica encaminhado ao cartório.

  • Com o deferimento, será disponibilizado na página da Receita Federal o Comprovante de Inscrição e de Situação Cadastral.

Passo 2: Emitir seu certificado digital

Com o CNPJ deferido, agora você deve emitir seu certificado digital. Para isso, você deve utilizar o site de uma Autoridade Certificadora e seguir os seguinte passos:

  • No site da Autoridade Certificadora, solicite a emissão do certificado digital.

  • Em seguida, agende o dia e horário em que se apresentará na Autoridade de Registro, conforme as indicações da Autoridade Certificadora.

  • Quando chegar à Autoridade de Registro, você fará uma validação biométrica e realizará um cadastro.

  • Não esqueça de levar os seguintes documentos: CNPJ, Contrato social, outras documentações específicas, conforme as características de seu negócio.

Passo 3: Se credenciar no site da Secretaria da Fazenda - SEFAZ

Agora que você já tem seu certificado digital para emissão de nota fiscal, é hora de se credenciar na SEFAZ.

O credenciamento nas secretarias das fazendas estaduais pode variar de uma unidade federativa para outra.

Por isso, é importante que você visite o site da secretaria da fazenda de seu estado e siga as orientações.

Os processos costumam ser online e de fácil realização.

Passo 4: Emitir sua primeira nota fiscal eletrônica

A emissão da nota fiscal eletrônica pode ser feita diretamente no portal da Fazenda, neste endereço: http://www.nfe.fazenda.gov.br/portal/principal.aspx

O procedimento é meramente descritivo, com você preenchendo manualmente alguns dados importantes, tais como: dados da sua empresa, números de inscrição municipal e estadual (se houver), CNPJ, os mesmo dados do cliente, valor da nota, especificação de mercadorias e serviços, entre outros.

Se não houver erro no procedimento, a nota será emitida.

Mas, na verdade, o ideal é que você automatize a emissão de suas notas fiscais por meio de um programa desenvolvido especialmente para isso. Assim, não tem que repetir diversas informações várias vezes.

Leia também: 5 maiores erros ao usar o WhatsApp no Ecommerce

Como Emitir Nota Fiscal no Ecommerce

Como emitir nota fiscal de e-commerce de forma automatizada

Ao usar um programa para emitir suas notas fiscais automaticamente, você terá diversas vantagens.

Em primeiro lugar, os dados das empresas ficam cadastrados, e você não precisa digitar tudo de novo a cada nova emissão. Além disso, alguns programas mais sofisticados oferecem ainda mais funcionalidades, tais como:

  • Painel de controle com todos os seu dados de faturamento mensal.

  • Cálculo automático dos impostos.

  • Geração dos arquivos XML e HTML.

  • Envios dessas arquivos por e-mail ao cliente.

  • Reenvio das notas se o site da prefeitura estiverem fora do ar.

  • Emissão de mais de um CNPJ no mesmo programa.

  • Emissão de notas para diferentes prefeituras sem sair da interface.

  • Consultas automatizadas de CPF e CNPJ.

Ficou claro para você como emitir nota fiscal para e-commerce? Na verdade, não há como gerenciar um e-commerce de forma eficiente e tranquila sem dominar esse processo.

Por isso, comece agora mesmo a providenciar a emissão de notas fiscais em seu negócio. Você verá que fazendo as coisas corretamente, o retorno virá rapidamente.

Este post foi escrito pela equipe da Nfe.io, um sistema de emissão e controle de notas fiscais que automatiza tarefas chatas e faz sua empresa ganhar tempo, performance e diminuir custos.

Início Blog Ferramentas Como Emitir Nota Fiscal de E-commerce em 4 Passos
Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...
Comece a usar o JivoChat hoje!
Gostou do que leu?
Cadastre-se e teste o JivoChat agora mesmo!
É grátis e só leva alguns minutos para fazer o download