Entenda os principais Gatilhos Mentais para Vender na Internet

Confira como impulsionar suas vendas através dos gatilhos mentais

O termo pode até ser desconhecido, mas com certeza você já foi impactado pelos Gatilhos Mentais aqui na internet.

Os Gatilhos Mentais são técnicas muito usadas para induzir ou acelerar o processo de ação de compra do cliente.

No Ecommerce na Prática, utilizamos os gatilhos mentais com o intuito de mostrar ao cliente que, além dele ter interesse, ele precisa do produto!

Sabe quando você está procurando por um produto em um site e de repente surge um aviso na tela do tipo “Restam apenas X unidades deste produto”?

Essa mensagem aciona o gatilho de escassez (um dos quais vamos comentar aqui nos próximos tópicos). Assim, o cliente, ao saber que os itens estão perto de acabar, decide comprar para garantir logo o produto.

E há muito mais gatilhos que você pode implementar no seu negócio…

Continue a leitura e entenda os principais Gatilhos mentais para vender na internet.

Gatilhos Mentais: O que é?

Podemos definir os Gatilhos Mentais como técnicas de persuasão que você pode utilizar para induzir a ação de uma pessoa. Nessas técnicas, são levados em consideração aspectos relacionados ao lado intuitivo, emocional e social do ser humano.

Ou seja, você terá que estudar a parte psicológica dos seus leads e também a parte comportamental para que eles comprem de fato o seu produto.

Na prática, o principal ponto para a eficácia dos Gatilhos Mentais é entender o consumidor e o que seria capaz de influenciá-lo a comprar algo.

Aqui estão algumas formas de usar os gatilhos mentais:

Grande parte desses processos são feitos a base de textos persuasivos, mas você também pode usar os gatilhos mentais na parte visual, seja em fotos ou vídeos da empresa.

Principais Gatilhos Mentais para Vender na Internet

1. Urgência

O gatilho da Urgência desperta no seu lead a sensação de tempo limitado. Por exemplo: você está a procura de uma blusa na promoção, mas ainda não sabe muito bem se deve ou não comprá-la.

Eis que surge uma caixa na tela da loja avisando que essa promoção é por tempo limitado. Certamente, você vai pensar duas vezes antes de desistir da compra e pode muito bem decidir comprar naquele exato momento.

Você pode utilizar o gatilho de urgência em ofertas relâmpago, avisando ao cliente que essa oferta vai acabar o quanto antes e ele precisa comprar para não perder essa chance.

Ou seja, o gatilho de urgência é totalmente relacionado ao tempo.

2. Prova Social

O gatilho mental de prova social é fundamental para mostrar para o consumidor que seu serviço ou produto funciona de fato.

Uma vez que as pessoas acreditam mais em outras pessoas do que em empresas, esse tipo de material vai te ajudar no convencimento de que você está falando a verdade sobre a transformação do seu produto.

Um exemplo claro de uso do gatilho de prova social é de empresas que deixam depoimentos de clientes fixados na página. Isso é muito comum em sites e redes sociais, onde tem até espaço para o “review” do cliente.

3. Antecipação

O objetivo principal do gatilho mental de Antecipação é gerar uma expectativa no cliente em torno da situação que você vai proporcionar.

Teasers de séries, de filmes, contagem regressiva nas redes sociais para lançamento, desfiles… Tudo isso está relacionado ao gatilho de antecipação.

Você mostra ao consumidor o que está por vir para deixá-lo ansioso pelo produto final.

A Apple faz bastante isso ao lançar teasers sobre os novos lançamentos da linha de iPhones, promovendo uma pré-venda.

É um gatilho bem sutil e que funciona em qualquer segmento.

4. Escassez

Escassez é um gatilho mental que traz à tona o senso de conquista, de termos conseguido algo antes de outras pessoas que poderiam estar na competição.

Entenda: ninguém gosta de perder. Acionar esse botão da possibilidade de perder algo na mente do consumidor faz com que ele tenha uma ação mais rápida, querendo evitar isso.

Esse é um dos gatilhos mais poderosos para seu negócio, porém deve ser usado com parcimônia…

Afinal, não adianta dizer que são as últimas 3 unidades de um produto quando, na verdade, tem 150 em estoque (isso vai contra o princípio básico da confiança na relação cliente-vendedor).

Se o seu cliente compra achando que só tinha apenas uma peça do produto e no dia seguinte ele vai conferir no site e percebe que ainda tem estoque, é bem frustrante.

Logo, a sua loja pode perder credibilidade por conta de uma pequena mentira…

Então, evite problemas como esse e siga no caminho certo para que a técnica de escassez traga o resultado esperado.

5. Reciprocidade

Quando falamos de reciprocidade, estamos falando de conexão entre a marca e o cliente. A ideia aqui não é apenas tentar vender o produto de alguma forma, mas sim, se conectar com ele de uma maneira mais afetiva.

É natural o nosso instinto de retribuição à algo que nos gerou valor, que nos proporcionou uma sensação boa, solucionou um problema…

Para gerar esse sentimento de reciprocidade no cliente, você pode oferecer brindes especiais, vantagens, bônus…

Até mesmo ajudar os seus leads e clientes com um conteúdo que seja relevante para ele pode gerar a ação de reciprocidade.

As mensagens de feliz aniversário por email também é uma forma de mostrar para o cliente que a marca se importa e quer tê-lo por perto.

Tenha cuidado com apenas um ponto: o gatilho mental da reciprocidade é muito ligado ao emocional das pessoas, então é preciso saber como falar e o que falar para não gerar más interpretações.

6. Novidade

Quase todas as novidades chamam muito a atenção do público e é por esta razão que você precisa utilizar esse gatilho.

O gatilho da novidade, assim como o gatilho da antecipação, faz com que as pessoas que são impactadas com essa técnica criem expectativas. Ou seja, o novo causa essa sensação de ansiedade para saber quais são as inovações que estão por vir.

A novidade tira o cliente da zona de conforto dele e estimula a nossa ação em busca do produto. Seja para ser uns dos primeiros a ter o produto, status, reconhecimento, soluções de problemas…

Esses pontos estão ligados à novidade.

Exemplo disso são os lançamentos de empresas de smartphones como Apple, Samsung, Motorola…

Por mais que o cliente tenha o último lançamento em mãos e esteja em perfeito estado, o consumidor tende a trocar o produto por um mais novo para ter acesso às novidades do aparelho.

Conclusão

Seja qual for o gatilho que você vá usar nas suas estratégias, não esqueça de saber muito bem quem é a sua persona e qual a melhor maneira de comunicar-se com essa pessoa.

Alinhando isso aos gatilhos mentais, você terá uma estratégia de marketing com um potencial gigantesco e, em pouco tempo, verá as vendas do seu negócio disparando.

Na escola Ecommerce na Prática, falamos muito sobre esse assunto para ajudar nas vendas dos nossos alunos.

E você pode ler sobre mais Gatilhos Mentais para aplicar no seu negócio acessando esse artigo aqui.

Este artigo foi escrito pela equipe Ecommerce na Prática.

2020/07/17

Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...

Dicas para ecommerce, conversão e suporte