Impressora 3D, aprenda tudo que você precisa para 2021

Índice

Atualmente uma das vertentes da indústria 4.0, a impressão 3D, também conhecida como fabricação digital ou aditiva, tem buscado transformar e democratizar os processos de fabricação e produção.

Nos últimos anos, várias pequenas empresas e produtores caseiros de materiais têm surgido e utilizam a tecnologia para criar peças de engenharia, próteses, objetos de decoração, utensílios caseiros ou até artes 3D para venda.

Mas não pense que as impressoras 3D são uma tecnologia totalmente nova, na verdade, elas foram criadas e utilizadas pela primeira vez em 1984, pelo inventor Chuck Hull, um norte-americano, utilizando a tecnologia de estereolitografia.

Com todo o sucesso ao longo dos anos, Hull criou sua empresa chamada 3D Systems Corp, que nos dias atuais, é uma das maiores no cenário mundial.

O que é uma impressora 3D?

É um aparelho completamente diferente dos que existem ou das impressoras mais convencionais que conhecemos. Possui uma tecnologia muito inovadora, que permite o usuário criar um objeto físico, de forma ágil e rápida, a partir de um modelo 3D totalmente digital, criado em um software de computador.

Com uma tecnologia tridimensional, essas ferramentas são capazes de produzir praticamente qualquer tipo de produto, desde uso para engenharia e pequenos projetos, até para decoração e saúde.

Como funciona uma impressora 3D

Elas trabalham de maneira muito similar a um injetor de matéria quente, no caso um filamento plástico, ou emitindo luzes sobre um material moldável. Ele usa o desenho digital como referência e a partir dele, fatia o objeto em várias camadas, imprimindo uma por uma até que ele se forme por completo.

Porém, isso é uma maneira muito simples de explicar como são realizadas essas impressões. Existem diversos materiais, técnicas e modelos de impressora 3D. Todos esses tipos, moldam o material de forma diferente.

A seguir, vamos listar alguns modelos disponíveis do mercado, tanto para quem quer entrar neste mundo, como para quem já trabalha com isso e está pensando em fazer um upgrade.

Tipos de impressora 3D

Dentro do mercado, temos diversos tipos de impressoras, que produzem o produto final de maneiras completamente diferentes.

FDM (Fusão por Deposição de Material): Considerado o método mais comum, consiste no aquecimento do filamento, que logo após é liberado de um extrusor e forma uma a uma camadas de plástico.

Estereolitografia (SLA): Utilizando um laser de precisão de pontos, a impressora 3D endurece uma resina que é sensível a luz e desta maneira vai criando o objeto.

Por luz direta(DLP): Com um funcionamento muito parecido com com a SLA, utiliza uma fonte de luz forte e concentrada para endurecer o material e dar vida ao objeto.

Sinterização Seletiva(SLS): A partir de uma fonte de energia térmica, faz com que de forma seletiva, partículas de pó se fundam para criação de um objeto sólido e consistente.

1. FABER 3

Uma excelente recomendação custo-benefício, é a FABER 3 da PCyes. Ela é compatível com filamentos como: PLA, ABS, TPU, PVA, HIPS, fibra de carbono, etc.

Além disso, é compatível com todos os softwares de fatiamento e suporta arquivos em STL, BMP, PNG. Tem suporte para cartões MicroSD e mini USB. Ela vem semi montada, ou seja, você precisa terminar de montar ela em sua casa.

  • Filamentos: PLA, ABS, TPU, PVA, HIPS, fibra de carbono;
  • Resolução da impressão: 100 a 400 microns;
  • Velocidade de impressão: 40 a 180 mm/s;
  • Diâmetro do filamento: 1.75 mm;
  • Arquivos suportados: 3MF, STL, OBJ, FPP, BMP, PNG, JPG, JPEG;
  • Conexões: Micro SD e Mini USB;
  • Software de impressão: Cura, entre outros.

2. DA VINCI 1.0 PRO

Uma impressora 3D um pouco mais robusta, focada em um público que quer investir mais, buscando um produto com estrutura de qualidade e quer obter excelentes resultados em seus projetos.

Um grande diferencial dela, é a possibilidade de instalar ela em sua oficina e utilizar o Wi-Fi para enviar os arquivos, sendo assim, eliminando a necessidade de fios e cartões para transferir os modelos digitais.

Possui um sistema de filamento aberto, para que você possa utilizar materiais de outras empresas na sua impressora 3D, sem precisar comprar apenas as da própria marca. Sua resolução de camadas é de 20 a 400 microns, suportando materiais como PLA, ABS, Tough PLA, PETG, HIPS, etc.

  • Filamentos: PLA, ABS, Tough PLA, PETG, HIPS, Wood PLA;
  • Resolução da impressão: 20 a 400 microns;
  • Velocidade de impressão: 120 mm/s;
  • Diâmetro do filamento: 1.75 mm;
  • Arquivos suportados: 3MF, STL, OBJ, IGS, STP, AMF, XYZ;
  • Conexões: Wi-Fi, USB 2.0;
  • Software de impressão: XYZmaker Suite, XYZprint Hub.

3. Creator PRO Flashforge

Uma opção para oficinas já profissionais que buscam um produto de alta qualidade, e a Creator Pro, da empresa Flashforge, com alimentação bivolt, box totalmente protegido para criação dos projetos em um ambiente isolado e com tecnologia Open Source. Sua resolução de impressão vai de 50 a 400 microns, compatível com filamentos como: PLA, ABS, PVA, HIPS, PETG, TPE, TPU, etc. Compatível com conexões SD card, USB tipo B.

  • Filamentos: PLA, ABS, PVA, HIPS, PETG, TPE, TPU;
  • Resolução da impressão: 50 a 400 microns;
  • Velocidade de impressão: 30 a 200 mm/s;
  • Diâmetro do filamento: 1.75 mm;
  • Arquivos suportados: 3MF, STL, OBJ, IGS, STP, AMF;
  • Conexões: SD Card, USB tipo B;
  • Software de impressão: Open Source.

4. Impressora 3D Ender 3

Para projetos pessoais e pequenos negócios, a Ender 3 V2 é uma excelente escolha. Bem compacta e relativamente leve. Utiliza tecnologia FDM, compatível com os principais materiais do mercado perfeita para projetos menores.

Sua velocidade máxima de impressão é de 100 mm/s, com um diâmetro de filamento de 1.75 mm, para maior qualidade final em suas criações. Compatível com diversos softwares como: Repetier Host, Cura, Simplify 3D.

  • Filamentos: PLA, ABS, PTGE, TPU, Wood, PVA;
  • Velocidade de impressão: 100 mm/s;
  • Diâmetro do filamento: 1.75 mm;
  • Arquivos suportados: 3MF, STL, OBJ, IGS, STP, AMF;
  • Conexões: Cabo USB e Cartão micro SD;
  • Software de impressão: Open Source.

Termos técnicos

Ao pesquisar sobre impressoras e impressões 3D, você pode se deparar com termos e vocabulários não muito comuns, ou técnicos, que são bem específicos deste universo. Como por exemplo nome de peças, técnicas ou até mesmo erros que podem ocorrer durante o processo de fabricação da sua peça.

Para te ajudar a entender um pouco mais sobre esse mundo, separamos algumas palavras e explicações breves sobre o que cada um desses termos significam, para assim, te auxiliar e tirar algumas dúvidas.

Extrusor: Principal conjunto de uma impressora 3D, é responsável por aquecer o filamento e depositá-lo na mesa de impressão. Nele estão o dissipador, tracionador, bloco aquecedor e bico de impressão.

Overhang: Para criação de uma camada superior, a impressora se apoia em uma inferior, porém se sua peça apresentar inclinação, esse apoio será perdido e a qualidade pode ser prejudicada.

Skirt: Todo projeto vai ter uma borda externa que não tem contato algum com a peça, isso é chamado de skirt, um material depositado que serve para eliminar possíveis impurezas contidas no filamento.

Warping: Mais comum em peças de material ABS, o warping ocorre quando o material resfria e sofre contração, do centro para fora, gerando uma deformidade no material.

STL: Esse é o nome do arquivo utilizado para os modelos digitais, que serão fabricados em sua impressora 3D

Layer: significa a altura da camada da sua impressão, o que interfere diretamente na qualidade da superfície do seu projeto. Quanto maior a altura, pior a resolução.

Passos para utilizar uma impressora 3D

Primeiro de tudo, antes de criar ou imprimir o seu próprio projeto, devemos encontrar um software de modelagem 3D para criar um modelo digital, para isso, podemos utilizar alguns programas como: Blender, Freecad, TinkerCAD, SolidWorks, Fusion 360 ou 3D Builder.

Quando você finalizar a modelagem do seu projeto, o seu arquivo final será salvo no formato STL, como já explicado anteriormente, esse é o nome dado aos arquivos de modelos digitais a serem utilizados na impressão.

O próximo passo é realizar o fatiamento 3D, que consiste em utilizar um programa para gerar um arquivo no formato GCODE, que irá conter todas as coordenadas do seu projeto, separadas por camadas, juntamente com outras informações cruciais como temperatura do bico da mesa, alinhamento, etc.

Para isso, você pode utilizar softwares conhecidos no mercado como: Simplify3D que será necessário investir em uma licença, o Cura criado pela empresa Ultimaker e referência no mundo das impressoras 3D e o Slic3r que e um software gratuito utilizado para preparar, abrir e reparar arquivos.

Após realizar o fatiamento, você pode prosseguir para a etapa final, que consiste em abrir o arquivo que foi gerado. Ao realizar a impressão, as informações do GCODE serão utilizadas para que a impressora 3D realize todos os movimentos e mantenha uma temperatura ideal para o bico Extrusor.

Custo de uma impressora 3D

Os custos para realização de uma impressão 3D podem variar bastante, pois tudo depende do modelo que você irá adquirir e quais materiais de filamento serão utilizados para criar o projeto desejado.

Aqui no Brasil, é possível encontrar plásticos e filamento de ABS ou PLA por volta de R$100 o quilo do material, sendo assim, seu custo por grama de produto será por volta de R$0.10, o que por alguns profissionais pode ser considerado um valor baixo.

Porém, se falarmos de impressoras que utilizam resina líquida para produção de peças, esse valor pode chegar a R$300 o litro da resina. Além disso, os custos de manutenção da podem variar bastante dependendo da peça que precisa ser substituída, trocada ou consertada.

Por ser uma tecnologia relativamente nova no mercado comum, os preços ainda estão sofrendo bastante alteração, cada vez se tornando mais acessível, os valores tendem a reduzir um pouco.

Ideias para criar na sua impressora 3D

Agora que você já conhece todos os processos e etapas para realizar uma impressão e criar seus próprios projetos, vamos te dar algumas ideias e dicas sobre coisas úteis para fazer com a sua impressora 3D.

1 - Tampa para câmera de notebook

Nossa primeira dica, e uma tampa para câmera do celular ou notebook. Vivemos em uma época onde estamos sempre conectados, essa é uma excelente ideia para quem quer se prevenir e ter privacidade e segurança. Você pode baixar esse projeto no site da Cults.

Ideia Impressora 3D

2 - Amplificador para celular

Se quiser criar o seu próprio amplificador, para ouvir música em um churrasco, uma reunião com os amigos ou até enquanto faz outras tarefas, segue a nossa próxima dica de projeto para criar na sua impressora 3D. Este modelo, tambem esta disponível no site da Cults

Ideia Impressora 3D

3 - Suporte para HeadSet

Um utensílio muito útil e nossa próxima recomendação, para quem passa muitas horas no computador jogando, trabalhando de home office ou estudando e utiliza fones de ouvido, e o suporte para headset, um projeto bem legal, que você pode baixar o arquivo aqui nesse site: Cults

Ideia Impressora 3D

4 - Gaveta para sua geladeira

As utilidades são tão diversas, que é possível até criar uma gaveta, específica para sua geladeira, ou seja, se estiver precisando de mais espaço para guardar as coisas, ou até otimizar o espaço dentro dela, confira o projeto no site da Cults e adapte para sua geladeira.

Gaveta Impressora 3D

5 - Organizador de cabos

Para organizar melhor a sua escrivaninha, estantes de tv ou suas áreas de trabalho, esse projeto é essencial, no site da Thingiverse está disponível este organizador de cabos que vai deixar seu ambiente mais limpo e fácil de manusear.

Organizador Impressora 3D

6 - Apoio para óculos de sol

Para pessoas que usam óculos ou óculos de sol, um acessório muito útil é este clip, que serve para você guardar facilmente enquanto dirige, sem atrapalhar e de fácil acesso caso precise colocar de novo. Disponível no site da Thingiverse

Clip para óculos

Tirou todas suas dúvidas sobre impressora 3D?

Nós da Jivo, esperamos que o nosso artigo tenha tirado todas as suas dúvidas a respeito desse universo da impressão 3D e que você tenha encontrado o melhor modelo para seu objetivo.

Lembre-se, as ideias são apenas algumas recomendações de projetos simples para você começar. Você pode criar seus próprios projetos, produtos e ideias, além de encontrar diversos outros online e nos sites que recomendamos.

Para renderizar e criar projetos melhores, considere investir em uma placa de vídeo, obtendo modelos mais detalhados e menor tempo na renderização dos seus projetos.

Início Blog Reviews Impressora 3D, aprenda tudo que você precisa para 2021
Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...
Comece a usar o JivoChat hoje!
Gostou do que leu?
Cadastre-se e teste o JivoChat agora mesmo!
É grátis e só leva alguns minutos para fazer o download