11 dicas para ter um negócio na internet sem gastar muito

Começar um negócio não é tarefa fácil, tanto com uma boa quanto uma má economia no geral. A primeira regra de ordem para quem deseja empreender é evitar grandes gastos, o que muitas vezes se traduz em absorver todos os setores de uma empresa em uma pessoa só ou, no máximo, seus sócios. Com ecommerces não são diferentes e a palavra de ordem é não gastar muito, para que suas vendas possam pagar seus custos rapidamente. Por isso, trouxemos 11 dicas - ou até mesmo ideias de negócios - sem gastar muito e guardar seu dinheiro para o crescimento do negócio. Não deixe de conferir também nosso guia com 30 maneiras de fazer sua primeira venda online

Este artigo estará dividido em 2 partes. Na primeira parte vamos compartilhar ideias de negócio para começar sua loja virtual. Na segunda parte, vamos mostrar tudo o que precisa em termos técnicos para montar e divulgar a sua loja. Preparado?

Ideias de baixo custo para começar sua loja virtual:

1. Crie o seu produto

Se é hábil na criação de algum tipo de produto - como estampas para camiseta, canecas ou itens semelhantes - criar os seus próprios produtos pode ser uma boa ideia para o seu ecommerce. Nossa recomendação para aqueles que desejam abrir um site de vendas para comercializar produtos de sua autoria é avaliar quais tipos de produtos sabe fazer e, dentre eles, escolher o que exige menos recursos para a criação.

Criação

Dessa maneira, é possível avaliar a reação dos consumidores ao seu tipo de mercadoria sem perder muito investimento. À medida que as vendas crescem, pode estudar o lançamento de produtos de maior custo. Além do preço, também é recomendável que veja quais tipos de produtos que consegue criar são mais populares em lojas virtuais.

2. Revenda produtos já criados

Caso sua criatividade não esteja muito voltada para a criação de produtos, também é possível começar uma revenda de produtos que já existem. Por exemplo, se for fã de vida fitness ou maquiagens, pode abrir uma revenda de produtos dessas áreas. Entre as opções de revenda, uma delas é o dropshipping, que consiste em conectar produtos de seu ecommerce a um atacado ou loja. Após o cliente apertar o botão de comprar, a loja parceira se responsabiliza pelo envio do produto, cobrando de sua loja o valor de atacado pelo produto enviado.

Também é possível fazer revendas do jeito clássico: procurando pelos itens por conta própria, explorando grandes liquidações, adquirindo produtos usados para revendê-los com uma margem de lucro. Esse modelo é um dos responsáveis pelo grande sucesso da rede de lojas GameStop, que permitem aos fãs de videogames venderem seus jogos usados, revendendo-os em suas próprias lojas. Outro local que pode encontrar produtos com preços baixos são as vendas ou leilões de garagem.

Garagem

3. Venda serviços

O setor de serviços é um dos mais estáveis do mercado, com áreas que, mesmo durante as piores crises, continuam a prosperar. Por isso, sua ecommerce não precisa ser necessariamente de materiais. Para se diferenciar da concorrência, lembre-se de estabelecer uma marca própria, junto a páginas em redes sociais e na web para divulgar suas habilidades. Contar com depoimentos e feedback positivo de clientes é uma estratégia efetiva na venda desses serviços. Muitos dos clientes do JivoChat trabalham na área de serviços.

4. Pesquise por produtos populares antes de começar seu negócio

Independente de qualquer uma das três opções que descrevemos acima, é válido pesquisar pelos tipos de produtos mais populares. Para realizar esta pesquisa, vá a sites de grandes lojas de departamento ou portais de compra e venda, como o eBay. Estes locais na web normalmente contam com seções de produtos mais populares ou grandes promoções. Em alguns deles, será possível ver apenas os produtos mais vendidos de acordo com o departamento, que também serve como material de pesquisa.

Depois disso, você pode optar por vender alguns produtos semelhantes a esses. Se esses produtos são bastante populares no Ebay, certamente terão um mercado muito grande para você explorar com o seu site.

5. Venda produtos como afiliado

Trabalhar como afiliado pode ser uma opção bastante válida na hora de fazer dinheiro online. Um afiliado é alguém que vende produtos de terceiros, ganhando uma comissão por isso. No próprio JivoChat temos um programa de afiliados no qual quem recomenda o nosso trabalho ganha uma comissão por isso. Se quiser saber mais sobre isso, vá até aqui.

Começando seu negócio:

Depois de definir aquilo que vai vender, chegou a hora de se preocupar com algumas partes mais técnicas. Aqui vão alguns deles:

6. Crie um domínio e contrate hospedagem

Não há jeito em relação à criação de um domínio e hospedagem: é obrigatório que contrate um serviço. Obviamente indicamos que procure usar planos básicos e serviços de baixo custo, mesmo que isso signifique menos funcionalidades no início. A maioria dos serviços de hospedagem contam com diversos planos, permitindo que evolua seu plano à medida que seu site de vendas cresça. Não deixe de conferir nossas dicas para criação de sua loja virtual para conhecer todos os passos do processo.

Alternativamente, você pode optar pelas plataformas de ecommerce. Confira nossa lista com os melhores sites para criar loja virtual e aproveite seus planos gratuitos para lançar seu negócio!

7. Crie um blog WordPress para sua loja

Uma das melhores maneiras de economizar para a abertura de sua loja online é montá-la como um blog WordPress. Apesar de também ser necessário que contrate um domínio e hospedagem, a criação do blog em si é gratuita, além de contar com grande variedade de temas e plugins que podem ser instalados gratuitamente ou a baixo custo. Conheça o plugin WordPress para chat online do Jivochat!

WordPress

Caso prefira abrir um site e não um blog WordPress, conheça também nossa lista com 20 sites para começar seu ecommerce. Mesmo que prefira por criar um site web, recomendamos fortemente que também construa um blog WordPress e crie uma estratégia de marketing de conteúdo para promover o seu negócio, já que ela pode melhorar sua divulgação nas redes sociais.

8. Esteja presente nas redes sociais

Cadastrar um perfil e criar uma página no Facebook é um processo gratuito, assim como em outras redes sociais como o Instagram ou Twitter. Além do Google, as mídias sociais são as maiores captadoras de visitantes e clientes. Por conta disso, é imprescindível que crie páginas para seu negócio nelas.

Através delas, é possível promover seus produtos e criar uma comunidade em torno deles. O uso das redes sociais com os conteúdos de seu blog são uma das melhores maneiras de tornar sua loja virtual conhecida, ajudando-a a crescer sem a necessidade de fazer grandes investimentos.

9. Avalie quais serviços gratuitos e pagos pode usar.

Com o básico para criação de sua loja decidido, chega a hora de decidir quais serviços complementares - email marketing, carrinho de compras e sistemas CRM, por exemplo - irá utilizar em seu ecommerce. Para isso, é necessário saber quais são os serviços disponíveis de cada setor e os planos que oferecem, comparando-os com o orçamento mensal disponível. Aqui, no blog do JivoChat, você encontra vários exemplos!

10. Use e abuse dos períodos de teste gratuitos

Complementando o item 8, recomendamos também que experimente e aproveite os períodos gratuitos dos serviços mencionados no item anterior antes da tomada de decisão. Ao realizar esse tipo de teste, é possível saber melhor quais funcionalidades são as mais essenciais para o seu negócio de tal maneira que o investimento compense no final. A maioria destes serviços contam com testes gratuitos que vão de 7 a 30 dias, incluindo o Jivochat

11. Inclua um sistema de chat online

Jivochat

Apesar de não ser um item necessário para o funcionamento de sua loja, incluir um atendimento online através de chat se torna necessário. A responsividade do chat online torna mais fácil para os clientes tirarem dúvidas sobre seus produtos, mas o uso do sistema é um dos maiores aliados no momento de converter um visitante em um cliente.

Isso acontece pois é possível guiar esse visitante por todos os processos para realizar a compra, em tempo real. Uma das funcionalidades do Jivochat, o convite proativo, permite que aborde um visitante que esteja navegando pela sua loja, melhorando as chances de conversão em 73% em relação aos chats online sem convites proativos. Considerando o baixo custo mensal do Jivochat, recomendamos fortemente que use nosso período gratuito de 14 dias para conferir como o sistema fará diferença em seu ecommerce!

Início Blog Marketing 11 dicas para ter um negócio na internet sem gastar muito
Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...
Comece a usar o JivoChat hoje!
Gostou do que leu?
Cadastre-se e teste o JivoChat agora mesmo!
É grátis e só leva alguns minutos para fazer o download