Como aumentar tráfego com SEO? 5 Dicas

Índice

Para qualquer empresa que queira vender mais, aumentar tráfego do site deve ser uma prioridade constante. Muitas marcas, principalmente aquelas de comércio eletrônico precisam gerar mais receita através do seu próprio site e algumas outras plataformas de vendas como a Amazon.

Obviamente, para aumentar tráfego em seu próprio site, você precisa investir em SEO. Embora atividades como backlinks ou lances com palavras-chave competitivas possam certamente aumentar a classificação do seu site, nada supera os elementos técnicos na construção do seu site.

Esses ajustes técnicos em seu site e estratégias de marketing de conteúdo são importantes para melhorar sua reputação e alcance online. Essa otimização trará mais visibilidade da sua página nos mecanismos de pesquisa, além de tornar seu site mais amigável. Dessa forma, você não apenas aumentará sua classificação de SEO e o número de visitantes do site, mas também verá um aumento nas conversões.

1. Torne seu site compatível com dispositivos móveis

Em uma pesquisa realizada com 22 mil consumidores e 4.600 lojistas foi descoberto que quase 80% dos consumidores fizeram compras através do smartphone nos últimos 6 meses. Isso significa que as empresas que não estiverem oferecendo um site responsivo para navegação e compras, estará certamente perdendo vendas.

O aumento da penetração de smartphones no Brasil e no mundo também significa que as pessoas estão ficando mais confortáveis ​​com a ideia de fazer compras a partir de seus dispositivos móveis. Conforme relatado pela AdWeek, 46% dos consumidores “preferem usar seus smartphones durante todo o processo de compra”. Dependendo do seu público-alvo, esse percentual pode ser ainda maior.

A AdWeek observou ainda que 73% dos consumidores abandonam um site que não oferece uma experiência móvel de qualidade. Um site otimizado para dispositivos móveis não apenas fornece uma experiência melhor aos seus usuários, como também influencia diretamente seus rankings de SEO.

O Google recentemente mudou as políticas de indexação para dispositivos móveis como parte de uma mudança contínua para oferecer uma melhor experiência aos usuários. Se seu site não for compatível com dispositivos móveis, seus rankings ficarão muito atrás da concorrência. Uma auditoria em SEO pode te ajudar a identificar os principais pontos de melhoria do seu site.

Atualmente, o design de sites responsivos é a solução mais fácil para garantir que você não perca possíveis compradores. Se você não tem certeza se seu site é compatível com dispositivos móveis, use o Teste de Compatibilidade com Dispositivos Móveis do Google para identificar as alterações necessárias.

2. Otimize a velocidade do site

A rapidez com que um site é carregado depende mais do desenvolvedor do seu site do que a conexão da internet, em boa parte dos casos. Os elementos técnicos relacionados ao seu site e quaisquer deficiências afetarão a experiência do usuário e farão você cair posicionamento nos buscadores, como o Google.

O tempo de carregamento é especialmente importante para usuários móveis. Uma pesquisa do Google descobriu que 53% dos usuários de smartphones abandonariam um site que levasse mais de três segundos para carregar. Isso aumenta sua taxa de rejeição, outro fator de classificação negativo para o Google.

Não é de surpreender que o Google aconselhe frequentemente os proprietários e desenvolvedores do site para que suas páginas sejam carregadas em dois segundos ou menos.

Mesmo uma melhoria relativamente pequena na velocidade do site pode fazer uma grande diferença. Em um estudo de caso do BigCommerce, foi relatado que a marca de comércio eletrônico US Patriot Tactical melhorou sua taxa de conversão em 17% como resultado direto do aumento da velocidade do site em 30%.

A atualização de sua hospedagem na web teve um grande papel nisso, ajudando a evitar a desaceleração durante picos no tráfego ou nas atividades de compras. Isso também impediu o site de travar durante períodos de tráfego intenso, o que anteriormente era um problema comum que afetava negativamente a confiança do consumidor.

Para aumentar a velocidade do site, verifique se você está usando um servidor de qualidade. Você também deve otimizar imagens e outros conteúdos do site.

A compactação de imagens e outros arquivos HTML pode melhorar bastante a velocidade do site, reduzindo o tamanho dos arquivos que serão carregados na sua página. Por fim, ative o cache do navegador. Quanto mais rápido o site for carregado, melhor ele será classificado e mais fácil será converter seus visitantes.

O Google também começou recentemente a incentivar sites a instalar seu plug-in AMP (Accelerated Mobile Pages). Este plug-in foi desenvolvido para melhorar o tempo de carregamento do site para usuários móveis, aumentando ainda mais seu desempenho geral.

3. Obtenha um certificado SSL

A segurança digital é importante para os consumidores e, como resultado, também é importante para os mecanismos de pesquisa. Em 2014, o Google confirmou que os certificados SSL estavam sendo usados ​​como um sinal de classificação de SEO. Apesar disso, já vi muitos sites de comércio eletrônico que continuam oferecendo experiência de navegação não segura.

Isso coloca os consumidores em um risco muito maior de cibercrime e pode afetar negativamente a confiança percebida do seu site em relação a clientes e mecanismos de pesquisa em potencial.

Isso torna a obtenção de um certificado SSL uma parte essencial de qualquer marca que trabalha com comércio eletrônico. Ao estabelecer links criptografados, esses protocolos de segurança garantem que as credenciais de pagamento e outras informações pessoais não possam ser roubadas por terceiros. Toda a comunicação entre o navegador da web do cliente e o servidor do site é segura.

Muitos navegadores agora fornecem avisos “não seguros” para usuários que visitam um site que não usa HTTPS. Esses avisos podem facilmente encorajar os usuários a clicar fora do seu site, aumentando sua taxa de rejeição e dando a seus concorrentes uma oportunidade ainda maior de subir nos rankings de pesquisa.

Portanto, a certificação SSL não significa apenas evitar um impacto negativo nos seus rankings de SEO. Trata-se de proteger seus clientes e estabelecer confiança priorizando a segurança dos dados.

4. Encontre e elimine links quebrados

As marcas de comércio eletrônico estão constantemente atualizando e refinando suas ofertas de produtos. Isso pode aumentar muito o risco de ter links quebrados no seu site. Isso não apenas dificulta a navegação do site, mas também interrompe o processo de rastreamento do Google. Sempre que aparece a mensagem de “erro 404”, você tem um problema.

Quando o Google descobre um grande número de links quebrados no seu site, ele envia várias mensagens negativas para o algoritmo de classificação. Isso indica que o conteúdo do seu site não é atualizado ou mantido com regularidade. Também pode prejudicar a relevância e a qualidade do seu site, diminuindo ainda mais sua classificação.

O ideal é auditar regularmente seu site para verificar se há links quebrados, principalmente após realizar uma atualização. Na verdade, existem várias ferramentas de rastreamento de sites disponíveis, como o SEMRush, que podem rastrear seu site para identificar possíveis sinais de alerta.

Depois de identificar os links quebrados no seu site, você pode remover completamente o link quebrado ou redirecioná-lo para outra URL. Você provavelmente precisará atualizar os links depois de instalar um certificado SSL para garantir que todos os links levam os usuários a uma página HTTPS.

Quanto maior o seu site, maior a probabilidade de esses problemas ocorrerem. À medida que a sua linha de produtos se expande, você pode considerar realizar auditorias de links semanalmente para garantir que tudo esteja funcionando como deve.

5. Não se esqueça do alt text

A implementação apropriada de palavras-chave é uma parte essencial do SEO, mas, com muita frequência, os sites se concentram apenas no conteúdo escrito do site e se esquecem da otimização do texto das imagens. As palavras-chave também desempenham um papel importante na otimização de imagens.

Para imagens, as palavras-chave são reproduzidas pelo texto alternativo. Este é o texto adicionado ao código HTML para descrever o que aparece em uma imagem em um site. O texto alternativo é importante, porque os rastreadores do Google não veem a imagem ao acessar seu site. Ao invés disso, eles contam com os metadados da imagem; ou seja, o nome do arquivo e o texto alternativo para identificar seu conteúdo.

Por esse motivo, o texto alternativo desempenha um papel crucial na sinalização da relevância da imagem. O fornecimento de um texto alternativo descritivo que incorpore suas palavras-chave principais pode ajudar ainda mais na sua classificação.

No entanto, o texto alternativo também visa melhorar a acessibilidade para usuários da Web que não conseguem ver a imagem. Por esse motivo, as descrições de texto alternativo precisam ser realmente úteis, para que indivíduos que usam um leitor de tela ou um navegador que bloqueia imagens ainda entendem o que a imagem quer transmitir.

Isso significa que você deve evitar o preenchimento de palavras-chave. Ao invés disso, escreva uma descrição útil que pareça natural. Acredito que o melhor texto alternativo seja mais uma frase curta do que uma coleção de palavras-chave.

O SEO é muito mais do que produzir conteúdo de blog e obter links de terceiros para o seu site. Embora essas tarefas sejam certamente importantes, as empresas de comércio eletrônico não podem se dar ao luxo de negligenciar o lado técnico do SEO.

Ao garantir que seu site seja tecnicamente sólido e melhor otimizado para os mecanismos de pesquisa, você irá aprimorar a usabilidade do site. Ao usar essas táticas para ajudar a direcionar tráfego novo para o seu site, você terá muito mais chance de ver o crescimento de vendas que sua marca precisa para prosperar.

Guest post produzido pela Accenda Digital, agência de marketing digital em Campinas.

Início Blog Marketing Como aumentar tráfego com SEO? 5 Dicas
Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...
Comece a usar o JivoChat hoje!
Gostou do que leu?
Cadastre-se e teste o JivoChat agora mesmo!
É grátis e só leva alguns minutos para fazer o download