Qual celular comprar em 2022?

Índice

Com a enorme quantidade de dispositivos disponíveis atualmente, pode ser um tanto quanto difícil definir qual celular comprar neste ano de 2022. Além disso, a grande variedade de configurações que cada aparelho possui pode tornar o processo ainda mais confuso e complicado.

Com o principal objetivo de te ajudar e esclarecer possíveis dúvidas que você tenha, nós da Jivo, preparamos um artigo completo explorando a importância e a função dos principais componentes de um smartphone, como: sistema operacional, processador, memória RAM, bateria, tela, câmera e armazenamento, para que desta forma você possa entender quais configurações fazem mais sentido e tem mais importância para o seu dia a dia.

Qual o melhor celular para comprar?

Para conseguir escolher o melhor celular durante a sua pesquisa, é preciso primeiro definir qual o seu objetivo com o aparelho. Após definir seus objetivos, você deve buscar a melhor combinação de configurações que te ajudem a executar todas as ações, tarefas e aplicativos que você precisa para o seu dia a dia.

Sistema Operacional

No mercado de smartphones atual, existem basicamente dois sistemas operacionais principais que são utilizados, o Android da Google e o iOS da Apple. Esses sistemas são bem distintos um do outro e impactam diretamente a interface, compatibilidade de aplicativos e liberdade de customização do seu dispositivo.

Android

O Android foi desenvolvido pela Google e foi lançado em 23 de setembro de 2008. Atualmente ele está presente na maioria dos smartphones do mercado e tem como principal diferencial ser um sistema operacional de código aberto, possibilitando uma grande variedade de customização, permitindo que você substitua praticamente todos os ícones e a interface do sistema.

Aparelhos que utilizam o Android como seus sistema operacional, tem o Google Chrome como seu principal navegador de internet e utiliza o Google Maps para o sistema de localização. Ele está disponível em mais de 100 línguas diferentes e utiliza o Google Assistant como assistente virtual.

A loja de aplicativos disponível é a Play Store, onde você terá acesso a mais de 2 milhões de aplicativos diferentes, além de acesso a outras lojas de aplicativos como Amazon e Aptoid. Caso queira baixar aplicativos que não estão disponíveis na PlayStore, o Android permite que você instale APKs, que permitem usar aplicativos que não existem na sua região, por exemplo.

Outra característica muito interessante, é que smartphones que utilizam o Android tendem a ser muito mais acessíveis, como é o exemplo do Poco M3, que foi desenvolvido pela Xiaomi, mas utiliza o sistema operacional da Google. Ele sem dúvidas é uma ótima opção para quem quer investir pouco e está em dúvida sobre qual celular comprar.

smartphone Poco M3

iOS

O iOS é o sistema operacional usado exclusivamente nos produtos Apple e foi lançado no dia 29 de julho de 2007. Diferente do Android, o iOS é um pouco mais limitado em questão de compatibilidade e customização, devido ao seu código fechado que possui apenas alguns componentes de código aberto.

Em troca da customização, a Apple oferece muito mais segurança para o seu usuário. A interface é bem amigável e bastante intuitiva, além de contar diversas integrações com outros dispositivos da marca como tablets e computadores, funcionando como um ecossistema.

Para navegar na internet os iPhones utilizam o Safari e para o sistema de GPS utilizam o Apple Maps. O sistema está disponível em 40 línguas diferentes e traz como assistente virtual a Siri, uma das inteligências artificiais mais famosas do mundo. Para ter acesso aos aplicativos você irá utilizar a App Store, que possui mais de 1 milhão de aplicações com diferentes funcionalidades.

A versão mais recente do iOS é a 15.2.1, que já está disponível no mais novo lançamento da marca, o iPhone 13 Pro Max, da imagem abaixo, que conta com configurações super interessantes e irá te oferecer todos os recursos que o iOS tem disponível. 

iPhone 13 Pro Max

Processador

O processador  é um dos principais componentes que você deve observar quando estiver escolhendo seu dispositivo, pois ele será o responsável por definir quantas tarefas e aplicativos você irá conseguir executar ao mesmo tempo e o desempenho do enquanto estiver utilizando as funções do aparelho.

Para conseguir decidir com precisão o melhor processador de celular para sua rotina, é muito importante estar atento à quantidade de núcleos e a frequência máxima que ele é capaz de trabalhar. 

Frequência

A frequência do processador, que também é identificada nas configurações como clock ou velocidade, é medida através de uma unidade chamada Hertz que dita a capacidade que ele possui de processar um certo número de informações ao mesmo tempo sem perder desempenho. 

Para entender melhor, uma CPU que tenha 2.9 Ghz de velocidade de clock, consegue executar 2.9 bilhões de ciclos em um segundo. Porém, essa não é a única característica importante de um processador, também devemos observar a quantidade de núcleos que ele possui.

Núcleos

Tão importante quanto a frequência é a quantidade de núcleos ou cores que um processador possui. Nos processadores multi-core,  cada núcleo funciona de forma independente, o que permite ao seu celular realizar diversas ações em apenas um clock.

Mas não se engane, uma maior quantidade de núcleos não quer dizer uma maior velocidade de processamento. Por exemplo, uma CPU que trabalha com quatro núcleos de 2 Ghz não tem o dobro de velocidade se comparado a um modelo de dois núcleos de 2 Ghz. A única diferença entre eles, é que o quad-core utiliza essas quatro unidades de forma mais eficiente e consegue executar mais tarefas.

Atualmente, o melhor processador disponível é o A14 Bionic, desenvolvido pela Apple e presente nos últimos modelos de iPhone e iPad, ele trabalha com seis núcleos sendo o primeiro processador da marca que tem 5 nanômetros.

Memória RAM 

A memória RAM é outro componente de extrema importância que trabalha em conjunto com o processador para garantir velocidade e fluidez ao seu celular. Além disso, ela também define o número de aplicações que você pode manter aberta ao mesmo tempo sem perder desempenho.

Quanto maior for a memória disponível no aparelho, mais aplicações ele será capaz de executar, inclusive é uma característica de extrema importância para jogos. Caso esteja em dúvida sobre qual celular comprar que ofereça a maior quantidade de memória RAM, opte pelo Samsung Galaxy S21 Ultra, que trabalha com 12GB e um processador Exynos 991

Samsung Galaxy S21 Ultra

Câmera

Nos dias atuais, a câmera é um dos principais motivos que muitas pessoas decidem investir em um aparelho ou não. Porém, para conseguir escolher a melhor câmera possível, é preciso estar atento a características como: megapixels, lente e qualidade dos vídeos produzidos.

Megapixels

Os megapixels são comumente utilizados em câmeras de smartphones ou câmeras profissionais e sua principal função é indicar a definição de uma foto, onde 1 megapixels corresponde a um milhão de pixels naquela imagem.

Desta forma, podemos concluir que quanto maior for a quantidade de megapixels de um sensor, mais detalhadas serão as imagens capturadas e melhor será a resolução final da fotografia, consequentemente a câmera irá gerar um arquivo maior e mais pesado.

Lente

Outro fator que influencia diretamente na qualidade das fotos são as lentes. Atualmente, muitos dos melhores celulares do mercado trabalham com câmeras duplas, triplas ou até quádruplas, mas que diferença isso faz? 

Muitos dos aparelhos que utilizam um conjunto de lentes, trabalham com uma inteligência artificial que é capaz de detectar automaticamente a situação e selecionar a melhor lente para aquele tipo de fotografia. Por exemplo, caso você queira fotografar uma paisagem, a melhor escolha de lente seria uma grande angular devido a distância focal menor que ela possui, enquanto para fotos perto que precisam de um maior detalhamento a melhor opção é uma lente Macro.

Sendo assim, para os entusiastas da fotografia é extremamente importante que o aparelho tenha um sensor com uma grande quantidade de megapixels e esteja acompanhado de uma boa variedade de lentes de alta qualidade.

Qualidade dos vídeos

O terceiro fator muito importante na hora de escolher um celular que tenha uma boa câmera, é estar atento a qual resolução ele consegue gravar vídeos. Modelos top de linha conseguem produzir vídeos em Ultra HD 4K, enquanto os aparelhos intermediários ou de entrada gravam em Full HD ou HD. 

Como é o caso deste celular de até 1000 reais da LG, o K22+, que através de uma lente de 13 megapixels e uma auxiliar de 2 megapixels, consegue gravar vídeo em Full HD a 30 quadros por segundo e produzir fotos com 4162 x 3122 pixels de resolução.

Celular LG K22+

Tela

Outra característica que pode te ajudar a decidir qual celular comprar, é verificar o tamanho da tela, a tecnologia que ela utiliza e a resolução nativa que ela trabalha. Existem um total de cinco tecnologias diferentes, sendo elas: LCD, IPS LCD, OLED, AMOLED e Retina.

Cada uma dessas telas utiliza diferentes tecnologias para conseguir entregar as cores, trabalhar os contrastes e o brilho das imagens exibidas. A mais comum e utilizada em quase todos os dispositivos mais novos é a tecnologia AMOLED, oferecendo cores e contraste impecáveis, além de uma resolução impressionante.

A taxa de atualização nada mais é do que a quantidade de vezes por segundo que as imagens na sua tela são atualizadas, ou seja, quanto maior for a taxa de atualização mais fluida e suave será a animação do que está sendo exibido.  Essa atualização é medida em Hertz e a maioria dos aparelhos trabalha com um valor em torno de 60Hz.

Caso queira um aparelho que trabalhe com taxas maiores, opte por investir em um celular gamer, que é capaz de entregar telas de 144Hz oferecendo uma experiência mais fluida e um menor tempo de resposta em jogos de ação. Uma boa opção é o Asus ROG Phone 5S, que possui um display AMOLED com 144Hz e HDR+.

Asus ROG Phone 5S

Bateria

Por último, mas não menos importante, devemos sempre nos atentar para a capacidade da bateria antes de investir em qualquer produto, afinal,  é ela que vai ditar o número de horas que o seu celular vai ficar ligado quando estiver fora da tomada.

O modelo mais utilizado em smartphones é a bateria de Li-Po, que tem como principal vantagem serem muito mais leves e trabalharem com um design ultrafino, além de conseguirem armazenar quase que o dobro da capacidade quando comparadas às baterias de Li-Ion.

A capacidade de carga é indicada pela sigla mAh que se traduz para miliampere-hora. Esta unidade vai te ajudar a entender a autonomia da bateria quando estiver em carga máxima. A carga pode variar de acordo com o uso, pois quanto mais tempo a tela ficar ligada e quanto mais aplicações forem utilizadas, menor será a duração da bateria.

Definiu qual celular comprar em 2022?

Esperamos que nosso artigo tenha te ajudado a entender tudo que você precisa saber para conseguir escolher a melhor opção para sua rotina, tornando este processo muito mais simples e descomplicado.

Lembre-se de conferir as informações do produto e todos os recursos que eles oferecem, para assim, realizar uma escolha assertiva com aquilo que você precisa.

Nós somos participantes do programa de associados da Amazon Services LLC, um programa de afiliados projetado para proporcionar comissões de vendas através do direcionamento para páginas da Amazon e seus demais sites relacionados

Início Blog Reviews Qual celular comprar em 2022?
Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...
Comece a usar o JivoChat hoje!
Gostou do que leu?
Cadastre-se e teste o JivoChat agora mesmo!
É grátis e só leva alguns minutos para fazer o download