O que é metaverso e como acessar esse mundo virtual

8 de janeiro de 2024
Tempo de leitura6 minutos
Guilherme M.
Guilherme M.
Redator

O metaverso é um conceito que ganhou bastante relevância nos últimos anos por ser um possível próximo passo que a internet tomará em sua evolução.

A proposta é fazer com que as interações e as conexões online alcancem um novo nível através da realidade alternativa.

As limitações desse tipo de ambiente estão relacionadas apenas à criatividade e a inovação dos seus usuários em explorar as formas como nos comunicamos, interagimos, trabalhamos e divertimos.

Se você deseja entender um pouco mais sobre o que é o metaverso, como ele funciona e sua relevância atual, confira o nosso artigo.

O que é metaverso e como funciona?

Metaverso é um ambiente virtual capaz de reproduzir a realidade através de tecnologias de realidade aumentada, realidade virtual e internet.

Os usuários do metaverso podem interagir entre si nesse ambiente de forma digital.

Uma vez inserido nesse universo, o usuário poderá criar um avatar para representá-lo e interagir com outras pessoas através de conversas por texto ou áudio, jogos, atividades e várias outras possibilidades.

O principal objetivo desse ambiente é oferecer novas possibilidades de interação via internet.

Portanto, para poder aproveitar esse espaço virtual é preciso utilizar dispositivos como óculos de realidade virtual e conexão à internet para acessar o ambiente.

Também existem controles que permitem que os usuários não apenas visualizem o universo digital, mas que também sejam capazes de interagir com ele através de uma imersão completa.

Quando surgiu o termo metaverso?

O termo metaverso ganhou popularidade recentemente após a mudança do nome da empresa Facebook Inc. para Meta em 2021.

Contudo, sua origem está no livro de ficção científica de 1992 "Snow Crash", escrito por Neal Stephenson.

O livro conta uma narrativa sobre um personagem que é entregador em sua vida real, mas é conhecido como Samurai na realidade virtual.

Esse livro também serviu de inspiração para o livro "Ready Player One" (Jogador Número 1 no Brasil).

Uma história em que os personagens buscam fugir de uma realidade distópica em um simulador virtual com infinitas possibilidades.

O que é preciso para entrar no metaverso?

Existem aplicativos para computadores e dispositivos móveis que permitem a utilização dos metaversos, mas essas experiências ficam comprometidas por não serem completas.

A forma mais interessante de interagir e explorar um metaverso é usando óculos de realidade virtual e joysticks.

Óculos de realidade virtual

Esses óculos de realidade virtual permitem uma imersão completa no ambiente virtual, explorando todo o universo em 3D.

É importante saber que existem algumas plataformas que exigem óculos de realidade virtual para serem acessadas, como é o caso do Horizon Worlds.

Joysticks

São controles, similares aos de videogames, que permitem integrar o ambiente físico ao virtual.

Eles utilizam a tecnologia de realidade virtual e realidade aumentada, permitindo que os usuários interajam com o ambiente digital.

São um complemento e geralmente são vendidos juntos aos óculos.

Qual é o metaverso mais relevante atualmente?

O metaverso mais relevante atualmente é a plataforma desenvolvida pela Meta, o Horizon Worlds.

Para acessar o ambiente virtual é preciso de um óculos de realidade virtual da própria empresa, o Meta VR que também é conhecido como Oculus.

O Horizon Worlds é um dos metaversos mais completos, aproveitando praticamente todas as possibilidades oferecidas por esse tipo de plataforma.

Contudo, é importante saber que o ambiente virtual criado pela Meta, empresa do Mark Zuckerberg, é centralizado.

Isso significa que a plataforma tem limitações em seu uso e é preciso que os usuários sigam suas regras para poder utilizá-la.

Existem outras opções de metaversos que não são centralizados e possuem menos regras, oferecendo mais liberdade aos seus usuários.

avatares de quatro usuários do metaverso horizon worlds em volta de uma fogueira conversando

O que é importante saber para entender o metaverso?

Existem alguns conceitos que são essenciais para o funcionamento e o entendimento dessas plataformas de realidade virtual.

São termos relacionados às tecnologias usadas para construir, produzir conteúdo e interagir nesse ambiente.

Confira a seguir os principais termos relacionados ao metaverso.

Realidade Virtual ou VR - Virtual Reality

É um ambiente virtual em 3D que simula o mundo real ou mundos completamente criados do zero, permitindo a interação entre usuários e conteúdos dentro desse ambiente.

Realidade Aumentada ou AR - Augmented Reality

É a combinação entre elementos do mundo real com o mundo virtual. Exemplos bem conhecidos são os filtros de Instagram e o jogo Pokémon Go.

Criptomoedas

Moedas digitais que podem ser usadas para comprar produtos em metaversos.

Blockchain

Tecnologia relacionada a segurança das transações envolvendo criptomoedas. Esse tipo de tecnologia está diretamente relacionada à criação de criptomoedas como o Bitcoin.

NFT - Non-Fungible Token

São códigos virtuais usados para autenticar algum objeto virtual na conta de um usuário, assegurando que aquele objeto é único.

Através desse código é possível fazer transações com outras NFTs ou criptomoedas, certificando de que o item em questão é realmente exclusivo.

Vale a pena para negócios investirem no metaverso?

O metaverso ainda está nos seus primeiros estágios de evolução, por isso, investir nas tecnologias e estratégias necessárias para garantir sua presença nesse ambiente ainda é algo caro.

Isso faz com que apenas grandes empresas tenham acesso e recursos para atuar nos universos digitais.

Atualmente é preciso que as marcas tenham um orçamento grande e estejam em um estado onde é possível correr riscos para realizar experimentos. Fatores que a maioria das médias e pequenas empresas não têm.

O cenário mais provável é que esses custos diminuam com o tempo e a possibilidade de investir em estratégias para os metaversos sejam bem mais acessíveis.

Isso não significa que você deve esquecer o metaverso de vez. Pelo contrário, é importante acompanhar suas evoluções e novidades para identificar o momento certo de garantir seu espaço lá dentro.

Também é essencial ficar de olho no comportamento dos seus consumidores e entender a relação deles com esse universo virtual.

Como investir no metaverso

Além de usar esses ambientes virtuais para marketing e publicidade, existem outras formas de investir em seu sucesso. As mais comuns são:

  • Ações: investimentos em ações de empresas que desenvolvem funcionalidades ou seus próprios metaversos.
  • Fundos de investimento: focar em fundos de investimentos que optam por ações ligadas ao setor.
  • Criptomoedas: investir na valorização de moedas relacionadas a plataformas que se tornarão mais populares é uma possível forma de ganhar dinheiro.
  • Compra de NFTs: assim como as criptomoedas, as NFTs são únicas e podem ter seu valor relacionado a sua exclusividade e à plataforma no qual está inserida.

O que falta para o metaverso se popularizar?

Existem diversos desafios que precisam ser superados para que o metaversos se torne parte do dia a dia das pessoas.

As principais barreiras estão relacionadas aos equipamentos e seus custos, já que são necessários para acessar o ambiente virtual.

Além disso, é preciso de uma internet de alta velocidade e estabilidade para garantir uma boa experiência.

Outro fator fundamental que precisa ser discutido é a forma com que os dados gerados pelos usuários serão capturados e usados.

Preparado para entrar no metaverso?

Esperamos que o nosso artigo tenha ajudado você a entender o que é o metaverso e as principais tecnologias relacionadas a ele.

Caso tenha interesse em explorar a experiência de realidade virtual oferecida pela meta, confira nosso artigo para aprender tudo o que você precisa saber sobre o Oculus VR.

Compartilhe com seus amigos!
Gostou do que leu?
Cadastre-se e teste o JivoChat agora mesmo!
É grátis e só leva alguns minutos para fazer o download