10 mitos do WordPress que precisam ser desmascarados

Índice

O WordPress têm grandes vantagens que o tornaram a plataforma de blogs mais utilizada da internet, junto a sua outra versão (Wordpress.com) e sites como o Medium e o Blogger do Google. Como acontece com a maioria das plataformas populares, existe uma fonte infinita de informações sobre ela. Porém - e como é de se esperar -, muitas delas não são verdadeiras e acabam atrapalhando o julgamento daqueles que querem montar um blog ou sites através da plataforma. Por isso, compilamos aqui uma lista com 10 mitos do WordPress que precisam ser desmascarados, permitindo assim aproveitar seus serviços e plugins, como os de chat online que o JivoChat oferece, entre muitos outros.

Leia também: As 12 características que um chat para WordPress precisa ter

1. WordPress serve apenas para criar blogs

Apesar do objetivo principal da plataforma ter sido o de ajudar usuários a montarem seus blogs, hoje a plataforma expandiu o bastante para muitos mais que “apenas” blogar. A prova disso é que uma grande quantidade de sites e lojas virtuais utilizam o WordPress em suas estruturas. Sites grandes de notícias como o portal especializado em tecnologia TechCrunch, a gigante do ecommerce eBay e até mesmo o site oficial da Beyonce tem o WordPress como plataforma. Como podem notar, nenhuma destas páginas pode ser chamada de blog.

eBay

2. WordPress não suporta alto tráfego

Apesar do item anterior já deixar explicado que é possível ter alto tráfego no WordPress - ou os fãs da Beyonce ficariam muito bravos -, é necessário explicar o motivo. Na verdade, sites feitos na WordPress não chegam a ser os responsáveis por manter o site online em épocas de alto tráfego. Essa é uma responsabilidade do servidor onde o site fica hospedado.

3. WordPress é inseguro

Uma das queixas de usuários ou novos negócios que pensam em montar suas lojas virtuais no WordPress é a suposta falta de segurança. No entanto, essa não é uma verdade absoluta. A plataforma, por si só, é segura e constantemente atualizada por seus desenvolvedores. Por outro lado, justamente por conta de ser o serviço de blogging mais utilizado no mundo, consequentemente se torna um dos alvos preferidos de hackers. Por conta disso, é recomendado que não se limite apenas a confiar na segurança do WordPress, mas utilize plugins de segurança. Indo um pouco além, fique de olho também na segurança de seu provedor e faça cópias de segurança constantes.

Veja também: 6 razões para instalar um chat online em seu blog

4. WordPress é gratuito

Pode parecer contraprodutivo considerando que na própria página do WordPress o serviço permite registro e uso gratuito. No entanto, praticamente tudo em seu entorno tem algum tipo de custo. Ainda será necessário contratar um serviço de hosting e uma série de plugins confiáveis também possuem algum tipo de custo. Vale lembrar que é sempre bom analisar o que plugins gratuitos pedem em troca de sua gratuidade. Mesmo assim, montar um ecommerce ou site no WordPress ainda possui um custo menor do que boa parte das outras alternativas disponíveis no mercado.

wordpress gratis

5. WordPress é complicado e nada fácil de usar

Isso não poderia estar mais longe da verdade. A plataforma do WordPress ganhou alta popularidade ao longo dos anos justamente por ser uma das mais simples de montar novos sites e personalizá-los. O que acontece aqui é que muitos desistiram por não procurar os plugins corretos.

Diversos plugins permitem que crie e edite seu site, blog ou ecommerce sem a necessidade de escrever uma linha de código sequer. Mesmo assim, ainda é possível terceirizar o trabalho a um desenvolvedor web. Dada a popularidade da ferramenta, não é complicado encontrar um profissional que saiba trabalhar com ela.

6. Não há suporte para o WordPress

Mesmo que a plataforma do WordPress seja gratuita e em código aberto, isso não significa que ela não possui nenhum tipo de suporte, mesmo que isso normalmente aconteça em outros softwares gratuitos pela web. Primeiro, a comunidade em volta do WordPress fez um esforço conjunto e lançou o WordPress Codex, um manual na web completo com tudo sobre o programa.

Codex

Além disso, o WordPress conta com um fórum de suporte ativo com todo tipo de guia para resolver problemas. Outra saída é buscar ajuda profissional, pelas mesmas razões que descrevemos no item anterior.

Leia também: As 15 melhores ferramentas para criar landing pages para seu ecommerce

7. WordPress não é bom para criar ecommerces

Uma dúvida comum, principalmente considerando os mitos que exemplificamos nesse próprio post. As principais razões eram a falta de segurança - que já abordamos - e uma suposta incapacidade do WordPress em dar suporte a grandes números de produtos.

No entanto, isso também acaba indo por terra, considerando que já demos como exemplo o eBay, a maior loja online do mundo, também feita no WordPress. Plugins como o do WooCommerce e uma série de outros sites que falamos sobre neste post também oferecem plugins WordPress para lidar com esses altos números.

Ecommerce

8. Sites feitos em WordPress são lentos

A afirmação de que sites feitos em WordPress são lentos é falsa. A plataforma é atualizada constantemente também em sua estrutura, usando práticas atuais para melhoria na performance. No entanto, como a disponibilidade de plugins beira o infinito, é possível que um site se torne lento por conta do uso de plugins que não foram bem programados.

Vale contar que a performance do servidor também conta bastante na velocidade de seu site. Não hesite em contatar seu provedor se estiver ouvindo reclamações sobre a velocidade de acesso. Também recomendamos que revise os plugins ativos em seu site para assegurar de que esteja usando o melhor possível.

Afiliados JivoChat: Conheça o programa e ganhe até 30% de comissões recorrentes

9. WordPress é cheio de bugs

Novamente, a maior probabilidade de bugs não vem do WordPress em si, mas de plugins ou temas pouco confiáveis, o que torna essa mais uma razão para sempre revisá-los. Principalmente se estiver recebendo muitas reclamações de seus clientes. Assim como falamos no item 6, entre em contato com a comunidade do WordPress ou consulte o manual para verificar se consegue resolver um bug que venha a ocorrer na sua plataforma.

Wordpress Bugs

10. Sites em WordPress não funcionam bem em dispositivos móveis

Já abordamos diversas vezes aqui em nosso blog como é importante possuir um site com design responsivo, ou seja, que possa ser usado tanto em computadores quanto dispositivos móveis. Um dos mitos sobre o WordPress é justamente a falta dessa responsividades que, novamente, não é culpa do WordPress propriamente dita. A plataforma conta com uma série de temas gratuitos e pagos que ditam o design de sua página.

Logo, é necessário que o dono do negócio investigue se o tema que está utilizando em seu ecommerce tenha esse tipo de design. Não é possível esperar um design responsivo de um tema que não o possui. Por isso é importante que tenha atenção a esse detalhe antes de baixar ou comprar um tema para sua loja virtual.

Conheça também: 12 melhores programas para instalar carrinho de compras em seu ecommerce

Conheça o plugin para WordPress do JivoChat!

Não podíamos deixar de dar suporte para nosso chat online também para as ecommerces que optaram por montar seu site em WordPress. Por isso, não deixe de considerar o JivoChat como sua opção de chat online para seu negócio e conheça suas funcionalidades!

Início Blog Marketing 10 mitos do WordPress que precisam ser desmascarados
Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...
Comece a usar o JivoChat hoje!
Gostou do que leu?
Cadastre-se e teste o JivoChat agora mesmo!
É grátis e só leva alguns minutos para fazer o download