7 Erros Financeiros Que Você Não Pode Cometer em sua Loja Virtual

Índice

Muitas vezes, por inexperiência, empresas deixam de realizar (ou faz de modo errado) seu controle financeiro. A falta de planejamento compromete o crescimento destas, sobretudo quando elas aumentam o seu faturamento.

Existem muitos erros que se pode cometer ao realizar o controle financeiro. Um deles é: não realizá-lo! Sim, essa tem sido uma das causas do fechamento de várias empresas que iniciam suas atividades no mercado virtual com muita empolgação e se esquecem desta questão importante.

É completamente normal errar, porém, um pequeno erro recorrente na administração financeira de seu e-commerce pode virar uma bola de neve enorme!

Por isso, separamos 8 erros que você não pode cometer ao montar o controle financeiro do seu site e algumas dicas para seguir o caminho certo! Será que você tem cometido alguns deles?

1. Escolher errado sua plataforma de e-commerce

O primeiro da lista é um dos maiores erros que se pode cometer.

Escolher errado sua plataforma de e-commerce é sem dúvida algo que pode aumentar os seus custos e despesas sem necessidade.

Uma plataforma de e-commerce de qualidade deve oferecer suporte diversas integrações entre as partes visíveis para o consumidor (front-end) e a interface administrativa que permitirá ao lojista realizar a gestão de sua loja virtual (back-end), atendendo as demandas de seu negócio sem cobrar a mais.

Atualmente, existem muitas escolhas disponíveis para plataformas, inclusive algumas gratuitas. Lembre-se de pensar primeiramente no custo-benefício e nas exigências do mercado.

A iSET, por exemplo, é uma ótima plataforma de e-commerce tanto para quem deseja criar uma loja virtual do zero quanto para quem já possui uma loja virtual e deseja aumentar suas vendas. Além do alto nível de tecnologia, velocidade e disponibilidade, ainda é possível solicitar ajuda do time de Sucesso do Cliente a cada etapa de criação e evolução da sua loja virtual.

2. Misturar o formal com o informal

No meio empresarial, pode-se considerar um pecado misturar suas finanças pessoais com as finanças da empresa. Mas por qual motivo?

Caso você verifique que obteve lucro no fim de um mês ou semestre, não saberá o motivo, pois sua finança não estará totalmente clara, como: de onde veio o dinheiro?

Do mesmo jeito, pode acontecer o contrário: se você obteve prejuízo no fim de um mês ou semestre, você nunca saberá a razão já que suas economias pessoais interferiram na conta final.

Além disso, você não deve recorrer às suas economias pessoais para te salvar de um prejuízo na sua loja virtual, visto que, isso te impedirá de obter lucro e também pode prejudicar sua vida pessoal.

3. Não terceirizar serviços

Nos primeiros anos, reduzir custos com pessoal é fundamental. Verifique se seus funcionários colaboram com a empresa. Se algum deles não está rendendo tanto quanto deveria, algo não está dando certo.

Não escolher outras formas de serviço é um erro administrativo que pode trazer prejuízo e tudo bem se você ainda não tiver uma equipe: nada lhe impede de terceirizar estes serviços, deixando os profissionais cuidando de funções mais específicas.

É necessário tornar seu negócio o mais lucrativo possível, e para isso, é necessário reduzir os custos desnecessários ou substituir alguns que poderiam ser melhor aplicados. Opte pela terceirização. Esta pode ser uma boa forma de reduzir despesas.

Erros Financeiros Que Você Não Pode Cometer: Terceirizar Serviços

4. Não fazer controle de estoque

Ter controle sobre o seu estoque é importante para que você não venda ao cliente algo que não possui, causando dor de cabeça e também muita frustração para seus clientes, que podem não voltar a comprar em sua loja (considerando o investindo para atraí-lo, ninguém quer esse prejuízo, não é?). E também para que você não desperdice dinheiro com armazenamento desnecessário.

Realizar uma boa gestão de estoque é essencial para o bom funcionamento de seu e-commerce, evitando erros de registro e confusões, facilitando muito o controle e a procura de um determinado item do estoque.

5. Se esquecer de fazer controle de gastos e despesas

O controle de gastos (mensalidade da plataforma, salário dos funcionários, etc) e despesas (gastos não são relacionados à produção) é indispensável para o sucesso e crescimento do seu negócio online. É necessário fazê-lo constantemente, de modo categorizado e organizado, sua revisão deve ser feita de maneira objetiva e clara para se obter os melhores resultados, caso contrário, sua empresa pode seguir a direção errada sem o seu conhecimento.

Informações importantes:

Gastos fixos: valor recorrente de todo mês que não varia, e que não se alteram de acordo com o volume de fabricação do produto, como por exemplo: Aluguel do estabelecimento.

Gastos variáveis: têm relação ao volume de produção, exemplo: a matéria prima usada para confeccionar seu produto, mensalidade da plataforma.

Despesas fixas: Aluguel do escritório (não ser confundido com o aluguel da fábrica), taxas bancárias, seguros, entre outros. É o dinheiro que irá sair do seu bolso mesmo que a empresa não venda nada naquele mês.

Despesas variáveis: relativas à produção, e que não podem ser confundidas com custo. São chamadas assim pois o valor gasto com elas é variável e seu valor muda conforme o volume de vendas e produção. Exemplos: frete, embalagens, conta de luz.

Erros Financeiros Que Você Não Pode Cometer: Fazer Controle de Gastos

6. Negligenciar habilidades em negócio

Como assim negligenciar habilidades em negócio? Pode parecer confuso, mas, na verdade, é bem simples. Saber negociar pode ser um avanço para o seu negócio, uma vez que, a habilidade de negociar pode abrir portas!

Para uma boa gestão de seu negócio, boas parcerias são sempre importantes, porque se o fornecedor falhar nas entregas, para o seu cliente, a culpa será sua. Boas parcerias com fornecedores referência evitarão este tipo de dor de cabeça.

Uma boa negociação com os seus fornecedores pode resultar em preços diferenciados, principalmente se sua demanda for alta. Assim, você estará na frente de seus concorrentes e com um preço melhor!

7. Começar sem um plano financeiro ou de orçamento

É importante saber trabalhar com planejamento. Um dos erros mais frequentes dos empreendedores que ingressam no comércio virtual é achar que poderão sobreviver sem um plano de negócios. Isso pode rapidamente significar o fim de um empreendimento e prejuízos.

Fique atento, então, que a elaboração de um plano de negócios é vital. Primeiro defina de que forma pretende trabalhar: saiba exatamente o que vai vender, qual público pretende atingir, quais serão as opções de pagamento e como vai operar a logística para entrega da mercadoria e cobrança do frete. Depois, aprenda técnicas essenciais de gestão como, por exemplo, a elaboração de fluxo de caixa, a precificação de produtos e a operação de capital de giro.

Em seguida, levante custos de investimento e de operação e faça uma estimativa realista de vendas para cada um dos produtos que for comercializar (com margem de lucro competitiva). Com esses números será possível conhecer o ponto de equilíbrio do seu negócio – aquele valor de faturamento necessário para cobrir as despesas e evitar prejuízos – e traçar metas de vendas para obtenção de bons resultados financeiros.

Agora que você já está com todos esses erros na cabeça, esperamos que não os cometa. Você está pronto para administrar o seu e-commerce melhor do que nunca!

Lembre-se também de procurar ajuda de profissionais em momentos de dificuldade, assim as chances de algo dar muito errado são reduzidas.

Espero sinceramente que este post tenha sido útil e que possa contribuir para o sucesso de seu negócio, ajudando-o a não cometer erros financeiros em sua loja virtual.

Início Blog Ecommerce 7 Erros Financeiros Que Você Não Pode Cometer em sua Loja Virtual
Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...
Comece a usar o JivoChat hoje!
Gostou do que leu?
Cadastre-se e teste o JivoChat agora mesmo!
É grátis e só leva alguns minutos para fazer o download