O que é concorrência? Entenda tipos e como identificar concorrentes

22 de janeiro de 2024
Tempo de leitura7 minutos
Bruno de Oliveira
Bruno de Oliveira
CEO do Ecommerce na Prática

Você sabe o que é concorrência? Apesar de ser um conceito amplamente debatido no e-commerce, muitos empreendedores ainda têm dúvidas sobre seu significado e tudo o que o envolve na prática dos negócios.

Já podemos adiantar que a concorrência diz respeito à competição entre diferentes empresas que buscam conquistar a preferência de uma mesma parcela de consumidores.

Ela varia de mercado para mercado, mas, para quem vende online, é indispensável saber como identificá-la. E este é o nosso objetivo com este artigo. Aproveite!

O que é concorrência?

A concorrência é o que podemos chamar de "rivalidade" que existe entre empresas que disputam a preferência dos consumidores. Basicamente, é uma dinâmica competitiva que envolve diversos fatores, como a oferta de produtos e serviços, melhor preço, etc.

No contexto do e-commerce, a concorrência é importante para manter uma boa competitividade no mercado. O ideal é que as empresas disputem entre si de maneira justa e sem guerra de preços, evitando quaisquer prejuízos em seus fluxos de caixa.

Mas para isso acontecer, os lojistas precisam conhecer profundamente seus próprios negócios – isto é, os pontos fortes e fracos de seus empreendimentos – e, é claro, o mercado em si.

Vantagens da concorrência nos negócios

Apesar de ser temida pela grande maioria dos empreendedores, a concorrência gera efeitos positivos no mercado e nos negócios. Uma maior visão sobre a própria empresa é um deles.

Veja, a seguir, as principais vantagens da concorrência nos negócios:

Mantém a competitividade no mercado

O mercado precisa se manter competitivo e o fator que contribui diretamente para isso são os concorrentes. Isto é, a presença de concorrentes mantém as empresas em constante estado de alerta, motivando-as a melhorar continuamente para se manterem relevantes no mercado.

Atende às necessidades dos clientes

A competição saudável obriga as empresas a compreenderem melhor as necessidades e preferências dos clientes. Por isso, é preciso que elas ofereçam produtos alinhados com as necessidades e expectativas deles. O principal reflexo disso é justamente uma maior satisfação dos consumidores.

Analise pontos fortes e fracos do próprio negócio

Os concorrentes representam uma oportunidade valiosa para os empreendedores analisarem criticamente os pontos fortes e fracos de seus negócios. Assim, você vai conseguir identificar áreas que necessitam de aprimoramento, destacando os diferenciais competitivos que podem ser fortalecidos pela sua marca.

Incentivar a inovação

Outra vantagem da concorrência é o incentivo à inovação. Isso acontece porque a necessidade de ganhar espaço e destaque no mercado impulsiona os lojistas a serem mais pensarem novas estratégias.

Imagine que você tem uma loja virtual de roupas e um de seus concorrentes começa a produzir peças mais rapidamente e com um acabamento melhor que o seu… Tudo isso graças a uma máquina específica. Ora, você também vai querer comprá-la para a sua empresa, não é verdade?

Isso incentiva a empresa a se manter sempre atualizada e a não ficar para trás aos olhos do cliente.

Tipos de concorrência

Agora que você já sabe o que é concorrência, que tal conhecer também os tipos existentes? Quem atua no e-commerce precisa ter em mente que existem concorrentes diferentes… e todos eles precisam de bastante atenção.

Confira, abaixo, os tipos de concorrentes que existem no mercado:

Concorrência direta

A concorrência direta é aquela em que as empresas competem diretamente entre si. Elas oferecem produtos ou serviços muito semelhantes, muitas vezes voltados para o mesmo público-alvo.

De maneira geral, essas empresas disputam a atenção e preferência dos consumidores com base em características como preço, qualidade, marca ou outros atributos específicos do produto.

Concorrência indireta

Ao contrário da concorrência direta, a concorrência indireta envolve empresas que oferecem produtos ou serviços diferentes, mas que competem pelo mesmo orçamento ou recursos dos consumidores.

Por exemplo, uma loja virtual que vende smartphones pode ter concorrentes indiretos entre fabricantes de laptops, pois ambos disputam a alocação do orçamento do consumidor para tecnologia.

Concorrência de substituição

Já a concorrência de substituição ocorre quando os negócios ofertam mercadorias que não são iguais, mas que atendem à mesma necessidade do consumidor. Explico…

Um restaurante fast-food e um serviço de entrega de alimentos, por exemplo. Eles podem ser concorrentes de substituição, já que ambos satisfazem a necessidade do consumidor por refeições prontas – mesmo que de maneiras diferentes.

Como saber quem são seus concorrentes?

Depois de todo conteúdo sobre o que é concorrência, seus tipos e outros pontos importantes, chegou o momento de entender como identificá-la.

Sabendo quem são os seus concorrentes, você terá em mãos um mapa sobre o mercado, pronto para ser explorado. Logo, vamos aos passos:

1. Faça uma pesquisa de mercado

Realizar uma pesquisa de mercado significa coletar informações sobre empresas semelhantes à sua ou que atuam no mesmo setor. Mas por que isso é importante?

Simples: porque é a partir dessa análise que você consegue identificar concorrentes, compreende o cenário competitivo e acompanha as tendências do mercado. Tudo para deixar a sua empresa atualizada e devidamente competitiva.

No geral, uma boa pesquisa de mercado envolve a consulta a relatórios e estudos sobre o setor. É indispensável para dar um maior embasamento às suas estratégias de vendas.

2. Pergunte aos clientes

Perguntar aos clientes é uma abordagem simples e direta, que pode proporcionar insights valiosos sobre a satisfação de quem compra na sua loja, além de suas preferências e experiências.

Durante o processo, busque formular as perguntas com precisão, evitando respostas dúbias e confusas por parte do cliente. Também é importante ouvir atentamente o que ele tem a dizer, o que chamamos de "escuta ativa".

Lembre-se que cada detalhe é importante para você identificar quem são seus concorrentes e por que eles fazem sucesso no mercado.

3. Pesquise por empresas semelhantes

Aqui, estamos falando mais precisamente dos seus concorrentes diretos, como explicamos anteriormente no artigo.

Procure focar naquelas empresas que vendem produtos semelhantes aos seus e que, de certa forma, você "briga" pela atenção dos mesmos consumidores. Ter essa lista de empresas em mãos é essencial para saber não só quem são elas, mas também entender seus diferenciais competitivos.

A ideia não é você copiar o que elas fazem, combinado? Você vai analisá-las para obter uma compreensão profunda sobre as estratégias que estão dando certo e as que não são tão positivas assim. E, a partir disso, traçar ações direcionadas para o seu negócio.

4. Faça um estudo de palavras-chave

Um estudo de palavras-chave nada mais é do que analisar quais termos e frases são importantes para o seu negócio. Quem trabalha com venda online sabe bem o quanto esses termos são importantes, não é mesmo?

Seja para criar uma campanha de anúncios, artigos para educar a sua persona ou qualquer outra iniciativa… As palavras-chave são indispensáveis para atrair a sua audiência.

De maneira geral, essa prática serve para melhorar a visibilidade online, alcançar o público-alvo, aprimorar as estratégias de marketing digital e, é claro, identificar os seus concorrentes.

5. Use ferramentas para análise da concorrência

Você não precisa analisar a concorrência sozinho… Existem excelentes ferramentas que podem te ajudar nesse sentido. Algumas delas são:

  • Google Alerts: permite que você receba notificações automáticas sobre novas informações relacionadas aos concorrentes. Você pode configurar alertas para o nome das empresas concorrentes ou termos específicos do setor;
  • SEMrush: oferece insights detalhados sobre a performance online de seus concorrentes. Ela ajuda a analisar palavras-chave, estratégias de SEO, anúncios pagos e outros aspectos essenciais para entender como eles estão se destacando digitalmente;
  • Reclame Aqui: é uma plataforma em que os consumidores compartilham suas experiências com empresas. É possível monitorar a presença da concorrência nesse site, obtendo informações relevantes sobre: reputação, pontos de melhoria e aspectos que são elogiados pelos clientes.

Temos certeza que usá-las vai te ajudar muito nessa missão! Contudo, não podemos deixar de frisar o quanto saber quem são os seus concorrentes é importante… mas não é o único ponto que você precisa ter atenção para ter um negócio de sucesso.

Monte seu negócio com a ajuda do Ecommerce na Prática!

Para ter sucesso vendendo online, é preciso mais do que saber sobre concorrência – é crucial dominar todas as estratégias para criar, estruturar e alavancar um negócio. E neste ponto o Ecommerce na Prática pode te ajudar!

No treinamento Ecommerce do Zero, que já ajudou mais de 50 mil alunos, você vai aprender o passo a passo para você criar seu Ecommerce partindo do zero e faturar R$ 30 mil em 90 dias!

As aulas estão disponíveis na escola Ecommerce na Prática, plataforma onde você encontra dezenas de cursos e centenas de aulas disponíveis sobre Ecommerce, loja virtual, dropshipping, marketing, tráfego pago e muito mais.

Para começar, basta clicar no botão abaixo:

Quero montar meu Ecommerce agora!

Compartilhe com seus amigos!
Gostou do que leu?
Cadastre-se e teste o JivoChat agora mesmo!
É grátis e só leva alguns minutos para fazer o download