As 8 alternativas ao Paypal para ecommerce

Conheça 8 alternativas para pagamento online além do PayPal

Independente do ramo de seu ecommerce, é sempre útil ter diversas formas de pagamento. Além das opções comuns como boleto, cartões de crédito ou débito e até mesmo o depósito bancário, uma série de opções de pagamento online estão disponíveis aos usuários. O mais conhecido de todos é o PayPal, mas nem todos se dão bem com a plataforma e algumas vezes é necessário oferecer outras opções. Por conta disso, criamos uma lista de oito alternativas ao PayPal que pode usar em seu ecommerce, flexibilizando as formas de pagamento disponíveis em seu negócio.

Leia também: 10 razões para usar o JivoChat em seu ecommerce, instale gratuitamente e confira o potencial desta plataforma!

1. PagSeguro

PagSeguro

Possivelmente a ferramenta de pagamento online mais conhecida no mercado brasileiro, o PagSeguro funciona de maneira bastante semelhante ao PayPal. O site fornece três modelos de botões que podem ser usados em cada página.

O padrão redireciona o usuário à página do PagSeguro para completar a operação; o checkout transparente, que permite ao comprador permanecer no ambiente do site onde está fazendo a compra e é ideal caso possua uma equipe de acompanhamento. Por fim, o Lightbox, que abre uma janela do PagSeguro dentro do site para que o cliente finalize a compra por lá, útil para quando não há uma equipe de acompanhamento.

Além destas opções de pagamento online, o PagSeguro também oferece serviços de envio fácil aos vendedores, usado para facilitar o envio dos produtos vendidos aos clientes. Também é possível oferecer opções de parcelamento de compras, adesão a serviços de assinatura e solicitação de pagamentos por email. A taxa de cada venda é de 4,99% + 0,40 por transação e é a única cobrança feita pelo serviço.

2. Payoneer

Diferente do PagSeguro, o Payoneer é voltado para o recebimento de pagamentos internacionais. Ele é especialmente útil para freelancers, compradores ou ecommerces que exportam ou importam produtos e serviços do exterior. Por exemplo, um hotel que recebe visitantes estrangeiros no Brasil pode oferecer a opção de pagamentos de diárias em dólares, recebendo pelo Payoneer.

Veja também: 18 dicas para seu ecommerce ficar em primeiro lugar no Google

É possível cadastrar uma conta bancária local ou solicitar um cartão pré-pago para utilizar com sua conta no Payoneer. Ao optar por receber um cartão - da bandeira MasterCard - é possível usá-lo para compras ou sacar dinheiro em caixas eletrônicos ao redor do mundo. Mesmo com o cartão, ainda é possível optar por transferir o dinheiro para sua conta local.

3. 2Checkout

2Checkout

Voltado aos ecommerces, o 2Checkout fornece oito diferentes tipos de pagamento - incluindo o próprio PayPal, além de contar com suporte para até 87 moedas diferentes. Conta com duas opções de checkout, uma padrão, de maneira semelhante a que vemos no PagSeguro, mas com o diferencial de se adaptar ao dispositivo pelo qual estiver sendo acessado. A outra permite que o checkout no Payoneer seja feita diretamente na página. Ambas as alternativas possuem um editor de checkout, que permite personalizar a página com sua identidade visual.

O Payoneer também possui integração com grande número de ferramentas para “carrinhos de compras”. Sua plataforma também possui suporte a pagamentos por serviços de assinatura e aplicativo mobile para iPhone, iPad e Android.

4. Mercado Pago

A plataforma de pagamentos online do Mercado Livre se expandiu além do próprio site de compras e vendas. Lojas podem se cadastrar no serviço mesmo que vendam apenas em seus sites próprios, fora dos leilões e vendas intermediadas pelo Mercado Livre.

Entre os meios de pagamento disponíveis para os usuários, é possível realizar compras com cartão de crédito - com possibilidade de parcelamento em até 12 vezes, débito, boleto bancário, além do saldo no próprio Mercado Pago, de maneira semelhante ao PayPal. A plataforma também oferece aplicativos para iPhone, iPad, Android e Windows Phone.

Veja também: 17 ferramentas que qualquer dono de ecommerce necessita

5. Stripe

Stripe

Com foco na customização e em facilitar a vida dos desenvolvedores que fazem a integração entre o site e a plataforma de pagamentos online, o Stripe possui uma vasta gama de bibliotecas que podem ser usada por estes profissionais. Também oferece suporte a dispositivos mobile com iOS e Android, assim como formas de pagamento menos convencionais, como o Apple e Android Play.

Atualmente, serviços como o Lyft - concorrente direto do Uber - e o Instacart, plataforma de compras do Instagram adotaram o Stripe como plataforma de pagamentos online alternativas ao PayPal. Oferece pagamentos recorrentes e permite cobrança correta após períodos de teste, caso seja um vendedor de serviço por assinatura e tenha como estratégia o fornecimento de períodos gratuitos de seu serviço, como faz a Netflix atualmente.

6. Wirecard

Uma das ferramentas de pagamentos online para ecommerce, o Wirecard também pode ser considerado uma das mais flexíveis alternativas ao PayPal. Conta com funcionalidades semelhantes aos itens anteriores como o checkout dentro do próprio site, cobrança por email, suporte a serviços de assinatura e apps mobile integrados.

No entanto, é um dos que oferecem mais meios de pagamento que os outros. Além das opções comuns, ele também permite que um ecommerce aceite a bandeira Ello, American Express, assim como débito online. Também dispõe de opções para compra com um clique. Também fornece soluções para lojas físicas.

Veja também: Infográfico - O que afeta as suas vendas

7. PayU

O PayU é um serviço disponível tanto América Latina, sendo recém-chegado ao país, substituindo o Bcash no Brasil. A plataforma conta com opções para pequenos ou grandes ecommerces. Entre os diferenciais, possibilidade de pagamento tanto no site quanto em um aplicativo mobile ou até mesmo em redes sociais estão disponíveis aos vendedores.

Conta com as mesmas funcionalidades descritas nos itens anteriores, além de contar com possibilidade de armazenar cartões de crédito dos clientes de sua ecommerce para facilitar próximas compras em seu site. Também possui integração com softwares de carrinho de compras, assim como o envio de cupons de desconto. Sua tarifa é de 3,99% + 0,39 a cada transação bem-sucedida.

Indique e Ganhe: Programa de Afiliados JivoChat

PayU

8. WorldPay

Uma das alternativas ao Paypal com uma abordagem diferente da maioria dos exemplos citados aqui, o WorldPay oferece uma proposta de solução para pagamentos em cartão de crédito. Seu foco está em diminuir a taxa de rejeição de cartões usados através do serviço, trazendo compatibilidade com a maioria dos tipos de pagamentos feitos com cartão, que vão desde a compras simples, parceladas ou recorrentes.

Outra das propostas do WorldPay é a de aumento das taxas de conversão, assim como a redução dos custos de processamento, embora suas taxas não estejam claras em sua página. Também oferece outras alternativas de pagamento além do cartão, embora seu foco esteja no serviço supramencionado.

Veja também: 6 dicas para impulsionar os resultados do seu ecommerce

O que achou das alternativas ao Paypal para o seu ecommerce?

Claro, o uso dessas plataformas alternativas ao PayPal não significa que deva abandoná-lo. Vale a cada empreendedor analisar as opções, tarifas, alcance e possibilidade de aumentar as conversões, para, assim, decidir quais plataformas irá integrar ao seu negócio. Assim como fez e esperamos que faça com o JivoChat para oferecer o melhor serviço de atendimento em ecommerce aos seus clientes.

2016/08/ 2

Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...

Dicas para ecommerce, conversão e suporte