19 passos para montar sua loja virtual

Aprenda quais são os passos necessários para abrir sua própria loja virtual

Ao longo da existência de nosso blog, a maioria de nossos textos foram focados nas vantagens de usar um chat online em seu ecommerce ou até mesmo estratégias para melhorar o suporte que dá aos seus clientes. Mas neste artigo decidimos criar algo mais simples. Criamos um tutorial com 19 passos que deve seguir na hora de montar a sua loja virtual. Se seguir todos eles, certamente estará mais próximo de começar a vender os seus produtos pela internet!

1. Registre seu domínio e contrate hospedagem

Vamos iniciar essa lista partindo do pressuposto que já decidiu quais produtos irá comercializar e qual o nome escolhido para sua loja virtual. Os processos para registro de domínio variam de país a país, que contam com preços e serviços próprios a cada. Em seguida, deve contratar seu serviço de hospedagem, no qual seu site ficará localizado na web. Empresas como Cloudways,HostGator, eHost e BlueHost, entre outros, oferecem diversos tipos de planos e opções para hospedar seu ecommerce.

Host para Loja Virtual

2. Escolha um site para construir seu ecommerce

Com domínio e hospedagem resolvidos, chega a hora de montar o seu site propriamente dito. Você conta com três opções: caso seja um desenvolvedor web construir seu site do zero e, caso não seja, contratar um. Como ambas as opções possuem um custo alto - uma em tempo e outra em dinheiro -, nossa recomendação para quem não possui o conhecimento ou o capital é a terceira opção: escolher um site especializado em construir ecommerces. As opções são bastante variadas tanto em funcionalidades quanto em custo. Para te poupar do trabalho de buscar às cegas, montamos essa lista com 20 opções de sites para construir sua loja virtual.

3. Escolha um modelo visual para sua loja digital

O passo seguinte é decidir qual modelo visual usará em seu site. Embora uma boa parte dos serviços mencionados acima contem com modelos próprios, é possível também criar o seu ou optar por contratar outros modelos para colocar em sua loja. Serviços como o ThemeForest possuem milhares de modelos disponíveis em diversas faixas de preços.

Modelo de Loja Virtual

Importante: verificar se o plano do serviço escolhido no segundo passo permite a implementação de modelos externos antes de fazer a compra.

4. Crie sua identidade visual

Seja através de criação própria, contratação de um designer ou através da compra de uma logo já pronta, é necessário que crie a identidade visual de sua loja virtual. Plataformas como a Venngage, com sua ferramenta de modelos de logo, facilitam a criação de seu próprio design de forma realmente prática, sem que seja necessário ter conhecimentos aprofundados em design.

5. Customize sua loja

A primeira parte está perto do fim, faltando apenas customizar os elementos restantes na construção da loja virtual: fontes, menus, categorias, quais páginas serão exibidas no menu superior, entre outros. Outras opções na customização da loja são a adição de plugins - em caso de lojas construídas em blogs WordPress - ou extensões para navegadores.

6. Crie a seção “Sobre” da sua loja

Um dos passos importantes na construção da loja. É nessa página que esclarecerá aos visitantes do que trata sua loja, o que ela comercializa e um pouco de sua história. Não é necessário nem recomendável escrever um grande texto nessa seção. Basta que a descrição seja sucinta e fale de maneira convidativa sobre a loja e seus produtos.

Como fazer o sobre da Loja Virtual

7. Lembre-se de deixar claro e acessível as horas de funcionamento e opções de contato

Se existe algo que frustra os consumidores e os afasta instantaneamente de seu negócio é a falta de clareza em relação às formas de contato de seus canais de atendimento. Por isso, é importante que deixe em sua página principal e na página “Sobre” essa informação, junto com os horários e dias de atendimento. Caso esteja montando um braço virtual de uma loja física, lembre-se também de informar o endereço.

8. Escolha o país onde seu negócio atuará

Pode parecer óbvio, mas as plataformas de ecommerce podem não saber em qual país irá atuar, sendo necessário que configure no painel de controle. Não apenas um detalhe de configuração, mas também uma importante decisão estratégica. Enquanto a comercialização de produtos digitais - como ebooks e códigos de jogos digitais - permite que não diferencie o local, itens físicos são mais limitados, já que o envio internacional não é viável em boa parte dos casos.

Nota: Se você trabalha com produtos em outros idiomas, o JivoChat permite que você traduza automaticamente as mensagens em outras línguas.

9. Escolha a moeda na qual os itens serão vendidos

Um item importante e que também nem sempre está configurado de primeira nas plataformas de comércio digital. Vale notar que nem todos os países - como Estados Unidos e Brasil - aceitam que comercialize produtos em outras moedas senão a local.

10. Configure a experiência do usuário

Com detalhes de customização e localidade acertados, chega a hora de configurar como será a experiência do usuário ao usar seu site. Ao adicionar um botão ao carrinho ele será encaminhado à página correspondente ou continuará poder comprando normalmente? A loja possuirá diferentes opções de idioma? O usuário receberá uma solicitação de chat após estar visitando o site por um tempo ou clicar em uma página específica? Esse é o momento no qual determinará os passos que o consumidor dará de sua chegada até o checkout de seus produtos.

11. Insira o seu catálogo

Catálogo de Loja Virtual

Chegou a hora do trabalho pesado: incluir seu catálogo de produtos na loja. No entanto, não há muita direção que pudemos dar através desse texto, já que cada plataforma funciona de maneira diferente. Enquanto algumas permitem que incluam diversos produtos de uma vez só, outras autorizam que importe uma planilha no formato .csv e constroem o inventário a partir daí, por exemplo. Mãos à obra!

12. Estabeleça sua política de trocas e devoluções

É imperativo que estabeleça uma política de trocas e devoluções em sua loja virtual e que deixe essa informação clara ao visitante. Não contar com uma poderá não apenas gerar desconfiança, mas abrir brechas para fraudes e não a deixá-la visível pode fazer com que perca o crédito ou acabe até mesmo sofrendo ações legais por parte de consumidores insatisfeitos. Sugerimos que inclua sua política de trocas e devoluções em uma página separada com um link na área “Sobre” e deixá-la por completo na página de confirmação da compra.

13. Estabeleça sua política de envios

Assim como o item anterior, é necessário deixar expressado quais são os métodos de envio usados pela sua loja virtual. É importante frisar como o processo ocorre, assim como oferecer estimativas de prazos e quais são as exceções que podem acabar por extendê-lo. Também pode ser inclusa na seção “Sobre” e escrita por completo na página de confirmação.

Politica da sua Loja Virtual

14. Configure se deseja vender sob encomenda ou encerrar a venda do produto após o esgotamento

Algumas plataformas como o Shopify permitem que administre o inventário de duas maneiras, sendo a primeira permitindo que o consumidor compre normalmente um produto mesmo que esgotado, funcionando como se fosse uma espécie de encomenda. A segunda é a mais simples, o encerramento das vendas após o esgotamento de um produto. Estabeleça qual método usará e em quais produtos de sua loja eles serão aplicados.

15. Adicione script de carrinho de compras

Este item é auto-explicativo: selecione qual programa de administração do carrinho de compras será usado por sua loja virtual. Existem diversas opções no mercado para a implementação desse script. Algumas opções: osCommerce, Zen Cart e X-Cart.

16. Adicione serviços de pagamento digital

Essencial, a não ser que prefira ter uma abordagem vintage e apenas receber malotes e cheques enviados por carta…algo que certamente seus consumidores não farão. Apesar do PayPal ser o mais utilizado - sendo assim bastante recomendado -, também é possível incluir opções adicionais. Para facilitar sua tarefa, também listamos 8 destes serviços que servem como alternativa ao PayPal.

17. Instale o Jivochat para seu atendimento online

Outra ferramenta essencial para sua loja virtual e até mesmo para blogs, o Jivochat é a solução definitiva de chat online para implementar esse negócio. O Jivochat conta com chats proativos, design responsivo - que adapta seu tamanho de acordo com a tela do usuário - e aplicativos compatíveis com navegadores, Android e iOS e compatilidade com o Google Analytics, entre diversas outras funcionalidades, podendo ser implementado até em aplicativos próprios. Confira nosso texto com 10 razões para usar o Jivochat em seu ecommerce.

JivoChat para Loja Virtual

18. Realize manutenção periódica nos sistemas e inventários de sua loja virtual

Com sua loja virtual aberta e funcionando, lembre-se de realizar manutenções periódicas no site, ficando atento para atualizações de segurança, assim como updates nos programas e serviços atrelados a ela, como o próprio Jivochat e seu script de carrinho de compras, por exemplo. Lembre-se de também de sempre atualizar o inventário após a chegada de novos produtos, adicionar itens já existentes e remover produtos que não serão mais vendidos em sua loja.

Programa de Afiliados JivoChat: 30% de comissões recorrentes!

19. Opcional: crie um blog para sua loja virtual

Uma boa maneira de movimentar as redes sociais e ranquear melhor sua ecommerce no Google é criar um blog. Através dele, você pode realizar anúncios em relação à loja, assim como compartilhar informações e estudos de sua área de negócios. Apesar de opcional, recomendamos fortemente a criação desse canal de conteúdo, como recomendamos no item 4 de nossa lista com 18 dicas para seu ecommerce ficar em primeiro lugar no Google!

Conseguiu dar os primeiros passos na sua loja virtual?

Esperamos que esse tutorial tenha sido esclarecedor sobre os passos necessários para colocar sua ecommerce no ar e possa assim iniciar um próspero negócio. Para ir além desse tutorial, não deixe de conferir nossas 30 maneiras de fazer sua primeira venda online e que conheça nossos planos e vantagens!

2016/09/22

Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...

Dicas para ecommerce, conversão e suporte