Como 'mitar' no atendimento de sua loja virtual através do Twitter

Índice

As redes sociais podem ser a ascensão ou a queda do seu “império”, seja ele do tamanho que for. Realizar o atendimento e divulgação através de microblogs, como o Twitter, podem fazer uma pequena resposta ser repassada por milhares de pessoas e tornar sua marca conhecida, para o bem ou para o mal. Um exemplo disso é o programa MasterChef, que teve seu ibope expandido consideravelmente por conta dos comentários de fãs na rede social.

Para o ajudar nessa tarefa, reunimos aqui algumas dicas para avaliar se o Twitter é a rede social certa para divulgar sua loja virtual e realizar atendimentos através dela. Ou, como dito pelos terrenos virtuais, como fazer seu e-commerce “mitar” na rede social do passarinho.

Antes de mais nada, não deixe de conferir os recursos projetados para ajudá-lo a converter mais visitantes com o JivoChat em sua página.

1. Se assegure de que seu público-alvo esteja lá

social-networks

Essa é uma lição básica: não adianta ir onde seu público não está. Entre os dados divulgados por diversas pesquisas, constatou-se que os usuários do Twitter estão em maioria na faixa dos 25 - 34 e 35 - 44 anos. Já na faixa dos 18 - 24 anos, a maioria está no Snapchat, por exemplo. Saber onde está indo é fundamental para o sucesso.

2. Monte bem seu perfil

Mobile app

Se decidir seguir em frente na criação do perfil de sua loja no Twitter, tenha em mente que fazer um bom perfil é o primeiro passo do negócio. Nesse ponto, Twitter e Facebook se assemelham, com a obrigação de colocar uma foto de perfil, preferencialmente com o logo de seu ecommerce, uma imagem de capa que mostre do que trata seu negócio - uma loja de almofadas customizadas, por exemplo, pode usar alguns de seus modelos dispostos em um sofá ou cama - um nome de usuário, local e link para a loja, além de um breve texto biográfico.

Para seu nome de perfil, tenha preferência por colocar o nome de sua empresa. Caso não seja possível, tente colocar o nome com algo relacionado a seu negócio. No mesmo exemplo mencionado acima, se o nome da loja de almofadas for Cushions e o nome já tiver tomado, uma boa tentativa é tentar CustomCushions, por exemplo. Na bio, você possui apenas 160 caracteres, então tente ser o mais breve e conciso possível.

3. Tenha em mente que abriu um setor de reclamações

Mais cedo ou mais tarde essa ficha cai. Não apenas para divulgar seus produtos, muitos usuários usarão a rede social para reclamar de algum contratempo. Logo, desde já prepare-se para atender seu cliente por lá. Em casos mais complexos, que exijam explicações maiores que 140 caracteres, sempre é possível redirecioná-los para outras vias, como ferramentas de chat ao vivo ou email.

4. Que tipo de conteúdo publicar?

smile

Além de divulgar sua página e seus produtos, você também pode usar o Twitter para divulgar postagens em seu blog oficial, caso tenha um. Caso contrário, sempre é possível retuitar artigos interessantes sobre sua área de negócios, divulgar promoções relâmpago ou realizar diversos tipos de pesquisas com seus usuários, entre outros.

5. Retweets são ouro

smile

Os retweets funcionam como o Compartilhar do Facebook. Todavia, diferente da rede social do Mark Zuckerberg, no Twitter as postagens são dispostas de forma cronológica, com exceção dos posts patrocinados. Por isso, quanto mais seus seguidores “retuítam” suas postagens, mais alcance e visibilidade para seu negócio você consegue.

Pesquisas indicam alguns fatores que provocam mais engajamento por parte de usuários, a maior delas sendo a inclusão de links, perfeito para divulgar um lançamento, por exemplo. Como os tweets possuem uma data de validade curta, abuse dos encurtadores de link como o Bit.ly e o Goo.gl para dar mais espaço para a descrição de seu produto.

6. Deixe seus clientes mostrarem sua compra com um botão de Compartilhamento

smile

Inclua um botão de compartilhamento após a conclusão de uma compra em sua loja. Através dele, um comprador pode conhecer e divulgar o perfil de seu ecommerce na rede social, podendo atrair novos compradores ou, ao menos, seguidores que acompanharão seus lançamentos. Uma dica simples, porém super efetiva.

Programa de Afiliados JivoChat: 30% de comissões recorrentes!

7. Prepare-se para o botão de compra

Um dos planos futuros do Twitter é permitir que seus usuários comprem diretamente da rede social. Ou seja, hoje você pode usar o Twitter apenas para divulgação e um possível redirecionamento para conclusão da compra em sua página. Porém, no futuro, será possível que seus possíveis clientes comprem diretamente por lá e, quanto menos obstáculos para uma conversão, melhor. Ou seja, além de “mitar”, encaminhar clientes complexos para seus sistemas de email ou chat em ecommerce, é bem possível que consiga também abrir mais um canal de vendas para sua loja virtual!

Por fim, vale sempre lembrar que o Twitter não pode ser sua principal via de atendimento, principalmente por conta das respostas ficarem públicas. Por isso, é importante usá-la como opção, mas sempre oferecer vias diretas e privadas para contato, usando sistemas de chat como o JivoChat, por exemplo.

Início Blog Comunicação Como 'mitar' no atendimento de sua loja virtual através do Twitter
Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...
Comece a usar o JivoChat hoje!
Gostou do que leu?
Cadastre-se e teste o JivoChat agora mesmo!
É grátis e só leva alguns minutos para fazer o download