Como fazer seu site ficar mais rápido? 3 Dicas de Ouro.

Sites rápidos posicionam melhor no Google e agradam os usuários. Saiba como melhorar a velocidade do seu site.

Ter um site veloz é cada vez mais importante. Hoje, mais de 50% do tráfego do Google é via dispositivos móveis. Ao mesmo tempo, usuários de dispositivos móveis são menos propensos a esperar páginas pesadas carregarem, seja pelo consumo de dados (Internet móvel ainda é muito cara) ou pelo multitasking que o smartphone proporciona.

Enquanto seu site demora para carregar, a pessoa já recebeu duas mensagens no WhatsApp ou resolveu telefonar para alguém. Aí pronto, a navegação no seu site, se não for muito importante, será descartada.

Algumas funcionalidades de ecommerce, podem te ajudar na tarefa de ter um site mais rápido, mas lembre-se: ter um site rápido também envolve trabalho manual.

Internet Marketing

3 formas de ter um site mais veloz

Dica número 3: Descobrir arquivos pesados

Para os buscadores, cada página é analisada de forma separada no quesito “velocidade”. Se sua Home Page é rápida mas todas suas páginas de produto estão lentas, provavelmente você vai ter mais dificuldade em posicionar para queries (termos de busca) que apontem para seus produtos.

Por isso é importante fazer uma varredura geral em seu site para descobrir arquivos pesados em todas as páginas.

Existem várias ferramentas para isso. Para pequenos sites (até 500 páginas) a melhor é a Screaming Frog. Com ele você descobre vários aspectos relacionados a SEO no seu site bastando digitar sua URL no campo de texto e clicando em Start. Screaming Frog

Para sites maiores, é recomendado que você tenha um serviço que faça essa varredura na nuvem, sem precisar para uma máquina física sua para isso.

Nesse caso, SEM Rush ou Deep Crawl são boas opções. No plano atual as duas ferramentas custam, respectivamente, U$ 999 e U$ 849 (promoção de Fim de Ano, de acordo com o site). O Deep Crawl se mostra mais focado em Análises de Fatores On Page do que o SEM Rush que é mais amplo, trazendo também dados de anúncios, concorrentes e mais.

Maravilha, agora você já sabe quais são os arquivos mais pesados do seu site. Primeiro, analise a real necessidade desses arquivos: se eles são imprescindíveis para seu modelo de negócio e para seu usuário? Se sim, obviamente, mantenha-os. Caso contrário, estude a possibilidade de removê-los ou trocá-los por arquivos mais leves.

Dica número 2: Compactar imagens

Digamos que na Dica 3 você tenha descoberto que suas imagens de produto pesam mais de 5MB pois foram tiradas por um fotógrafo profissional.

Lembre-se: o ideal é que as páginas carreguem em menos de 2 segundos. Então, considerando uma internet de 2MB/S (padrão 4G) , você precisa que sua página tenha, no máximo, 4MB.

Porém, devemos considerar também outros fatores com TTFB (Time to First Byte). Então, tente manter sua página próxima dos 2MB, porque infelizmente o 4G ainda não atinge 100% da população e nem 100% da velocidade contratada.

Por isso, considere ter imagens pequenas e leve nas categorias onde houver uma vitrine de imagens e imagens maiores na página de produto, destacando algum atributo específico do produto que valha ser mostrado.

A ferramenta a ser utilizada aqui é o Caesium. Software desktop ou via web que permite que você faça o upload de uma imagem e configure-o para comprimir a imagem. O passo a passo é o seguinte:

1) Clique no primeiro botão e depois selecione o caminho da sua imagem

Caesium - Passo 1

2) Selecione a imagem e configure, no painel inferior, as opções de compressão, proporção e destino da imagem

Caesium - Passo 2

3) Clique no ícone do raio e aguarde a mensagem de sucesso.

Caesium - Passo 3

(Repare que neste caso a mudança foi de uma imagem de 9MB para uma imagem de 47KB depois da compressão. Se for um thumbnail de um post, por exemplo, é uma mudança válida).

Dica número 1: Servidor e Hospedagem

De nada adianta ter arquivos leves e imagens comprimidas se seu servidor fica fora do ar ou é lento. Então, infelizmente, é impossível passar por essa parte sem investir um pouco a mais.

Felizmente, com a popularização dos servidores cloud, há opções que custam de $5 dólares mensais e podem ser escaladas conforme seu tráfego aumenta.

As opções mais famosas são Digital Ocean, Cloudways, Configr e Amazon. (Fique ligado no nosso blog que em breve faremos um post sobre o assunto, detalhando 13 opções de hospedagem de sites para PME’s).

Quanto mais potente seu servidor, mais rápido ele entrega os dados do seu site para o navegador do seu usuário e mais rápido é o carregamento de todas as páginas.

Leia Também: 18 Dicas para seu ecommerce ficar em primeiro lugar no Google

Atenda seus clientes com o Jivochat!

A Jivochat como sua solução de chat online. Permitindo atender seus clientes no computador ou pelo celular, sua loja online também permitirá conversar com os visitantes e seguidores de sua Fan Page no Facebook, através de nossa integração com o Messenger e outros aplicativos como o Viber e o Telegram. Faça seu cadastro agora através do link e aproveite 14 dias de testes GRATUITOS de todas as funcionalidades da JivoChat!

2017/12/26

Se você curtiu esse artigo você também pode gostar desses ...

Dicas para ecommerce, conversão e suporte